Você está na página 1de 1

Gostei do artigo publicado aqui pelo colunista Augusto Rinaldi, pois ele expõe com fluidez

um assunto importante para o Brasil como um todo.


Nós brasileiros, infelizmente ainda possuímos a síndrome do vira-lata, achamos que as
coisas que tem em nosso país ou não prestam ou são piores do que em outros lugares no
mundo.
A questão do desenvolvimento sustentável de nossa economia é imprescindível para a
sociedade brasileira. Garantir a total liberdade humana e os direitos do trabalhadores
pode não ser novidade para nós que vivemos nesse país, mas em muitos outro lugares a
questão financeira vem antes desse valores essenciais para nossa sociedade.
Acredito que muito ainda há para ser feito para que todos em nosso país tenham
condições e oportunidades dignas, mas ao invés de olharmos para frente e dizermos:
“Ainda falta para chegar no topo”; deveríamos olhar para trás e dizer: “Mas tem muita
gente atrás de nós”. Com isso não quero passar a mensagem de que temos que nos
nivelar por baixo, temos que sempre tentar ser melhor, dia após dia.
Mas como o Augusto coloca nem tudo é economia, temos também que comparar outras
variáveis como seguridade humana, liberdade - em todos suas faces,, sustentabilidade -
não só a ambiental, direitos humanos, dentre outras.
Coloque todas essas variáveis em uma tabela e observe quem fica no topo entre os
emergentes.
Parabéns Augusto Rinaldi pela visão crítica que pouco nos é colocada no dia-a-dia.