P. 1
CONVERSÃO DA MULTA DE TRÂNSITO EM ADVERTÊNCIA

CONVERSÃO DA MULTA DE TRÂNSITO EM ADVERTÊNCIA

3.0

|Views: 9.189|Likes:
Publicado porkarllyp

More info:

Published by: karllyp on Mar 21, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/25/2013

pdf

text

original

08/03/2010

CONVERSÃO DA MULTA DE TRÂNSITO EM ADVERTÊNCIA
O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) (Lei n.º 9503/97), regulou a aplicação de penalidade de advertência por escrito, em seu artigo 267: Poderá ser imposta a penalidade de advertência por escrito à infração de natureza leve ou média, passível de ser punida com multa, não sendo reincidente o infrator, na mesma infração, nos últimos doze meses, quando a autoridade, considerando o prontuário do infrator, entender esta providência como mais educativa.´ Portanto, do texto legal observam-se os seguintes requisitos: a) infração de natureza leve ou média; b) punida com multa; c) não reincidência específica nos últimos doze meses; d) ser mais educativa. O parágrafo primeiro preserva a possibilidade de acréscimo por infração posterior, ou seja, se você usufrui da conversão mas vem a cometer nova infração no período de 12 meses, a nova multa terá valor maior. Portanto, a autoridade de trânsito deverá deferir toda postulação recursal neste sentido àqueles que pleitearem a substituição. A previsão do art. 267 do CTB configura clara hipótese de direito público subjetivo do infrator primário (nos últimos doze meses), desde que a infração seja de natureza leve ou média, e mesmo que não seja considerada (valoração subjetiva/normativa) como a ³mais educativa´. De outro lado, há também reflexo da comutação de pena sobre a pontuação. É que os arts. 258 e 259 identificam as infrações punidas com multa que são classificadas em categorias (gravíssima, grave, média e leve). Assim, convertida a multa em advertência, na forma legal do art. 267, deverá ser excluída a pontuação. Se o pedido for indeferido, vale a pena recorrer e até mesmo entrar com ação, pois a letra da lei é clara. É ISSO. Veja o MODELO Abaixo.

MODELO DE REQUERIMENTO DE CONVERSÃO DE MULTA EM ADVERTÊNCIA
Ilustríssimo Senhor Diretor da ____ (autoridade de trânsito que efetuou a autuação) Eu, _______________________ , RG n° ________, CPF n° __________, residente na __________________ nº_______, município de _____________/__, CEP ________, Telefone: _____________, proprietário do veículo de placas _________ , marca _________, modelo________, RENAVAN n° _________, sirvo -me da presente para, respeitosamente, REQUERER, com fundamento no art. 267 do Código de Trânsito Brasileiro (Lei n° 9.503/97), a conversão da pena de multa a mim

Ante o exposto. Anoto que estão preenchidos os requesitos exigidos pelo d ispositivo legal mencionado. com a conversão da pena de multa em advertência escrita e a consequen te baixa da pontuação em meu prontuário. Cidade.de natureza ___ (leve ou média). Documento do veículo e Notificação . CNH. punida com multa .imputada em decorrência da NOTIFICAÇÃO Nº ________ . em pena de advertência.nos últimos doze meses. pois não cometi tal infração . (AUTO DE INFRAÇÃO nº________). requeiro o DEFERIMENTO do pedido. ___de ________ de ________ Nome e assinatura RG ___________ ANEXO: Cópias de RG.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->