Você está na página 1de 2
C OMUNICADO DE I MPRENSA B ALANÇO E P ERSPECTIVAS DA “V OLTA AO C

COMUNICADO DE IMPRENSA

BALANÇO E PERSPECTIVAS DA “VOLTA AO CONCELHO

É do conhecimento público que a Juventude Popular da Maia tem dedicado muita da sua energia a explorar temas como a reforma administrativa, o estado do Estado e a Gestão Autárquica naquilo que compreende as suas finanças, alcance executivo e, sobretudo, realismo.

Há mais de um ano atrás, mais concretamente no mês de Dezembro de 2009, a estrutura entendeu que para se fazer política na Maia, ainda que estejamos a falar a este nível dum concelho pouco atractivo e motivante, é preciso uma coisa imprescindível e indiscutivelmente básica que, sem grande esforço de investigação, é perceptível que escapa à maioria dos grandes intervenientes políticos e líderes de opinião por estes lados. A Juventude Popular da Maia é humilde e reconheceu internamente que não queria fazer parte deste cenário tradicional. Só havia uma solução: sem ajudas de custo, refeições ou combustíveis pagos, motoristas ou outras regalias imprescindíveis à sobrevivência humana, embarcamos numa verdadeira volta pelo concelho. Percorremos, paramos, vimos e sentimos as dezassete freguesias que desenham o nosso mapa municipal. Como em tudo, há aspectos positivos e negativos, há factos comprováveis e ilusórios.

Um dos objectivos desta iniciativa prendia-se obrigatoriamente com o contacto com os responsáveis locais, os executivos de Junta. Era uma obrigatoriedade a estrutura conversar com quem todos os dias sente verdadeiramente as gentes da Maia, cruza as suas estradas e ouve os seus problemas. As reuniões teriam como único propósito esta passagem de testemunhos. Percebemos que pode custar a compreender, mas não fomos em ano de eleições, não tentamos espiar ou selar acordos futuros para o que quer que seja. Fomos descomprometidos, como sempre. Todos os dezassete executivos foram contactados uns por email, carta registada e telefone, outros pessoalmente. Mais de um ano depois, e terminado o tempo para esta iniciativa, agradecemos publicamente as amáveis recepções dos responsáveis políticos de Vila Nova da Telha, Barca, Folgosa, Pedrouços, Milheirós e Silva Escura.

Comunicado de Imprensa | Juventude Popular da Maia

Balanço da Volta ao Concelho 21.03.2011

Passando as questões protocolares, políticas e de boa educação à frente, o mais importante nós conseguimos. Vimos e sentimos as principais ameaças, potencialidades, fraquezas e oportunidades da Maia. Percebemos o papel estratégico que o concelho pode assumir na área metropolitana do Porto nas mais variadas vertentes. A Maia é, em alguns casos e poderá ser em muitos mais, muito mais que uma cidade dormitória que beneficia com o êxodo do concelho do Porto. Estamos rodeados de boas oportunidades e contínua melhoria de qualidade vida.

Conhecemos hoje melhor o nosso concelho de um ponto de vista que nos permite agora discuti-lo com verdadeira responsabilidade e conhecimento. Não temos dúvidas que somos neste momento a estrutura política juvenil com melhores condições para abordar a questão da moda: concorda com a redução do número de freguesias no concelho da Maia? Claro que concordamos. Aliás, há um ano que defendemos e dizemos isso e desde há uns meses que temos mais do que certezas.

É preciso limpar, reorganizar e passar a pensar racionalmente optimizando recursos. O tempo do comodismo e do desperdício vai acabar. Como disse Tatcher, “o socialismo só dura enquanto não acaba o dinheiro dos outros” .

A

seu

tempo,

apresentaremos

uma

administrativa e económica do concelho.

Comunicado de Imprensa | Juventude Popular da Maia

proposta

séria

para

a

reorganização

política,

Maia, 21 de Março de 2011,

COMISSÃO POLÍTICA CONCELHIA

JUVENTUDE POPULAR DA MAIA

www.jpmaia.com

maia@juventudepopular.org

Balanço da Volta ao Concelho 21.03.2011