P. 1
Solid Works 2007 - Moldes e Matrizes

Solid Works 2007 - Moldes e Matrizes

|Views: 1.887|Likes:

More info:

Published by: Roberto Carlos Teixeira on Mar 25, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/18/2013

pdf

text

original

Neste capítulo inicial de nosso trabalho, trataremos da abertura dos arquivos que serão trabalhados no
SolidWorks na execução de moldes. Primeiramente, devemos ter a seguinte idéia: nem sempre as peças para as
quais construiremos um molde são modeladas no SolidWorks. Existem casos em que empresas desenvolvem o
seu produto que será fabricado e terceirizam o desenvolvimento do processo da fundição ou injeção. Este curso
tem por objetivo atender ao responsável pelo desenvolvimento da tecnologia da injeção.

Segue abaixo uma lista dos arquivos que o SolidWorks 2007 abre para trabalho com arquivos nativos:

• SolidWorks Part
• SolidWorks Assembly
• SolidWorks Drawing

A seguir está uma lista com os formatos de arquivos que poderão ser importados para trabalho no SolidWorks:
• ACIS (.sat)
• Adobe Illustrator (.ai)
• AutoCAD (.dwg, .dxf)
• CADKEY (.prt, .ckd)
• CATIA Graphics (.cgr)
• IDF (.emn, .brd, .bdf, .idb)
• IGES (.igs)
• Inventor Part (.ipt)
• Mechanical Desktop (.dwg)
• Parasolid (.x_t, .x_b)
• ProE Assembly (.asm)
• ProE Part (.prt) – Recursos e Corpos
• Solid Edge Assembly (.asm)
• Solid Edge Part (.par, .psm)
• STEP (.stp)
• STL (.stl)
• UG (.prt) – UG – Montagens do UG também utilizam a extensão .PRT
• VDA (.vda)
• VRML (.wrl)

Alguns destes formatos são nativos de outros software CAD do mercado, como AutoDesk Inventor, Unigraphics,
Pro-E, Mechanical Desktop, mas mesmo assim, como pode ser constatado, suas geometrias poderão ser
trabalhadas com o uso do SolidWorks.

1. Selecione o comando Abrir.

Arquivo Abrir

2. No campo de seleção Arquivos do Tipo, selecione a opção Step AP203/214 (*.step;*.step).

3. Clique no botão Opções.

SolidWorks - Moldes e Matrizes

www.ska.com.br • suporte@ska.com.br • 0800 510 2900

4

Todos os aquivos que são importados para o SolidWorks poderão ser trabalhados de diversas maneiras, mas
tudo depende das opções selecionadas no momento da abertura do trabalho.

Entidades de superfície/sólido – Caso esta opção esteja marcada, o software está habilitado a importar sólidos
e superfícies conforme as opções setadas abaixo.
• Tentar formar um sólido – Caso as superfícies estejam totalmente fechadas, o software automaticamente
irá costurá-las e formará um sólido.
o Mapeamento B-REP – Tenta importar o modelo mapeando diretamente as topologias que usam
dados de representação de limite (BREP). Em geral, esse modo é mais rápido do que a costura,
especialmente para modelos complexos. Se você selecionar “Tentar formar um sólido”, mas não
“Mapeamento B-REP”, o aplicativo SolidWorks tentará costurar as superfícies nos sólidos.
• Costurar superfícies – Importa as geometrias do modelo como superfícies e tenta costurá-las.
• Não costurar – Importa as geometrias do modelo como superfícies e não permite que elas sejam
costuradas automaticamente.

Entidades livres de ponto/curva – Caso esta opção esteja marcada, o software está habilitado a importar
sólidos e superfícies conforme as opções setadas abaixo.
• Importar como esboços – Importa dados como dados de esboço (sketch) 2D e 3D. Recomendado na
importação de curvas livres. Os pontos livres e os esboços 2D são importados como esboços 2D. As
curvas 2D e 3D são importadas como esboços 3D.
• Importar como curvas 3D – Importa dados como dados de curva 3D. As curvas 2D e 3D são importadas
como curvas. Os pontos livres e os esboços 2D são importados como esboços 2D.

Importar múltiplos corpos como peças (IGES, STEP, UG e ACIS somente) Importa uma peça com múltiplos
corpos como documentos de peça separados em um documento de montagem. Quando desmarcada, a peça
com múltiplos corpos é importada como um documento de peça com múltiplos corpos.

Realizar verificação total de entidade e reparar erros – Verifica e repara erros. O desempenho da importação
é menor porque o software gasta tempo verificando e (quando possível) reparando as entidades de modelo.

Executar automaticamente diagnósticos de importação (restauração) – Quando um arquivo for importado,
Diagnóstico de Importação será executado automaticamente. Quando desmarcada, em cada ação de importação
será perguntado se você deseja executar Diagnóstico de Importação.

SolidWorks - Moldes e Matrizes

www.ska.com.br • suporte@ska.com.br • 0800 510 2900

5

Personalizar tolerância de curva – Personaliza a tolerância ao importar modelos com pouquíssimas entidades
(os valores mais baixos na ordem de 1.0e-6 a 1.0e-7 metros). Quando desmarcada, o SolidWorks usa
configurações de tolerância internas, as quais são muito grandes para importar corretamente esses modelos
pequenos e exibí-los. Insira uma tolerância na caixa.

Unidade – Defina as unidades de medida do arquivo importado.
• Unidade especificada do arquivo – Use as unidades do arquivo importado.
• Unidade especificada do template do documento – Use as unidades especificadas nos arquivos de
template do SolidWorks em Ferramentas, Opções, Opções do sistema, Modelos predeterminados.

IGES – Exibir níveis IGES. Exibirá a caixa de diálogo IGES-In Surfaces, Curves and Levels (Superfícies, curvas e
níveis em IGES) se o arquivo IGES possuir curvas ou níveis diferentes (ou layers).

STEP – Dados de configuração de mapa. Importa dados de configuração de arquivo STEP, além de dados
geométricos. Desmarque para importar somente dados geográficos.

UG – Importar corpos de ferramentas. Os corpos de ferramentas são usados para construir os corpos finais.
Desmarque para importar somente os corpos finais (ideal para peças a serem moldadas).

4. Selecione as opções selecionadas na imagem:

5. Confirme as opções selecionadas clicando na opção OK.

6. Selecione o arquivo Estudo de caso 1.STEP e realize a abertura deste arquivo.

Após abrir um arquivo Step, aparecerá um recurso de importação e também o relatório de corpos de sólidos ou
superfícies existentes no Feature Manager, conforme as imagens abaixo:

SolidWorks - Moldes e Matrizes

www.ska.com.br • suporte@ska.com.br • 0800 510 2900

6

7. Verifique a geometria de sua peça importada no modelo 3D.

8. Salve e feche o arquivo trabalhado.

No caso anterior, o software foi capaz de realizar facilmente todo o trabalho de importação das geometrias no
arquivo importado, mas não é em todo arquivo que ele transformará a importação em uma entidade sólida. Para
isso, poderemos contar com as ferramentas de reparação do SolidWorks.

Uma das ferramentas, o diagnóstico de importação, repara automaticamente ou semi-automaticamente os
modelos importados.

1. As mensagens no PropertyManager informam o status do modelo e os resultados das ações.

2. Selecione uma face ou espaçamento nas listas para visualizar a falha destacada na área de gráficos.

3. As dicas de ferramenta explicam a falha (face que se corta, por exemplo).

4. É possível adicionar faces à lista de faces de modo que “Tentar restaurar todos” as simplifique.

SolidWorks - Moldes e Matrizes

www.ska.com.br • suporte@ska.com.br • 0800 510 2900

7

1. Selecione o comando Abrir.

Arquivo Abrir

2. No campo de seleção Arquivos do Tipo, selecione a opção Step AP203/214 (*.step;*.step).

3. Selecione o arquivo Estudo de caso 2.SLDPRT e clique em Abrir.

4. Verifique o Feature Manager após a abertura do arquivo.

Mesmo que a opção “Importar como sólidos” estiver marcada, o SolidWorks não conseguirá fechar as
superfícies automaticamente devido à qualidade do arquivo aberto.

SolidWorks - Moldes e Matrizes

www.ska.com.br • suporte@ska.com.br • 0800 510 2900

8

5. Para transformar a geometria em um sólido, devemos verificar o diagnóstico de importação. Clique com o
botão direito sobre a feature “Superfície Importado 1” e selecione a opção “Diagnóstico de importação”.

6. Nesta imagem, o programa apresenta todas as faces com problemas e “DEFEITOS” de fechamento da

geometria.

Faces com defeitos de importação.

Espaçamentos geométricos que impedem que o
modelo se torne um sólido.

7. Clique com o botão direito sobre o espaçamento 2 e selecione a opção “Zoom na seleção”. Verifique que
o software passa a exibir com clareza a região que necessita de correção. Clique novamente com o botão
direito sobre o espaçamento 2 e selecione a opção “Restaurar espaçamento”.

8. Verifique que o software inseriu automaticamente uma superfície plana para a realização do fechamento
do corpo sólido. Porém, neste caso, o fechamento não atende às necessidades geométricas dessa peça.
Além de não conseguirmos utilizar o comando “Restaurar espaçamento”, não poderemos utilizar o
comando “Tentar Restaurar Todos”.
Execute um duplo clique na face inserida automaticamente e, após, pressione o botão direito do mouse a

SolidWorks - Moldes e Matrizes

www.ska.com.br • suporte@ska.com.br • 0800 510 2900

9

fim de procurar a opção “Exluir face”.

9. Verifique o espaçamento <3> [4] existente no PropertyManager do comando “Diagnóstico de Importação”.
Clique com o botão direito sobre ele e selecione a opção “Zoom na seleção”.
Por se tratar de uma geometria retangular simplificada e sem geometrias coplanares, poderemos clicar
novamente com o botão direito sobre este espaçamento e selecionar a opção “Restaurar espaçamento”.
Verifique que a geometria foi fechada corretamente.
O restante das faces terá de ser fechado manualmente com comandos de superfícies do SolidWorks.

10. Verifique ainda que há uma face que necessita de reparação por possíveis problemas na abertura do
arquivo. Clique com o botão direito sobre a face listada e selecione a opção “Reparar Face”. Caso essa
opção não funcione, é recomendável clicar com o botão direito sobre a face listada, selecionar a opção
“Excluir Face” e construir novamente a geometria com os comandos de superfície do SolidWorks.

Segue abaixo uma lista de alguns comandos do SolidWorks úteis para a realização de um fechamento das
aberturas da geometria importada.

Criação de uma transição de superfícies através de perfis, esboços ou curvas.

Criação de superfície plana através de arestas, esboços ou curvas.

Criação de superfície de fechamento através de arestas de superfícies, com as quais a
resultante manterá contato.

Criação de superfície por limitação de perfis em duas direções, podendo os perfis consistirem de
arestas, curvas ou esboços.

Todos esses comandos já devem ser de conhecimento do aluno, uma vez que são trabalhados no curso
MODELAGEM AVANÇADA DE PEÇAS (SW 2006) ou MODELAGEM AVANÇADA DE SUPERFÍCIES (SW 2007).

11. Inicie o comando Loft.

Inserir Superfície Loft

O Comando Loft cria uma transição de perfis – no caso que estamos tratando seria a ligação de dois conjuntos de
arestas circulares. O SolidWorks, com a opção SelectionManager, tem por facilidade a NÃO necessidade de
transformar as arestas de um modelo existente em um esboço e, com isso, gerar um ganho de tempo do projeto
para a criação deste tipo de superfícies.

O SelectionManager combina e substitui o contorno e a seleção inteligente ao mesmo tempo que oferece recurso
de seleção avançado. O SelectionManager está disponível apenas nos recursos de loft, varredura e superfície de
limite.

SolidWorks - Moldes e Matrizes

www.ska.com.br • suporte@ska.com.br • 0800 510 2900

10

Para ativar o SelectionManager, devemos estar executando um dos comandos onde este se torna disponível,
clicar sobre uma entidade que será selecionada com o botão direito do mouse e selecionar a opção
SelectionManager.

Tela completa do SelectionManager.

Confirmação das seleções executadas com o SelectionManager.

Cancelamento do SelectionManager sem a seleção de nenhuma entidade.

Cancelamento das entidades selecionadas sem o término do SelectionManager.

Seleção de Loop fechado como geometria a ser utilizada no comando.

Seleção de Loop aberto como geometria a ser utilizada no comando.

Seleção de perfis individualmente.

Seleção de contornos (regiões fechadas) existentes em esboços 2D.

Utilização do SelectionManager para seleção de arestas únicas sem permissão para
formação de conjuntos de entidades.

Canto de confirmação disponível para o SelectionManager. Independente de qual das
opções do SelectionManager forem acionadas, o programa voltará a trabalhar no
recurso de origem (Loft, Varredura, etc.).

12. Clique com o botão direito do mouse sobre uma das arestas circulares existentes no meio do modelo e
selecione a opção SelectionManager.

SolidWorks - Moldes e Matrizes

www.ska.com.br • suporte@ska.com.br • 0800 510 2900

11

13. Com a opção “Loop fechado” selecionada

, confirme a execução da Seleção

.

14. Repita o procedimento para o conjunto de arestas circulares no centro do modelo, mas agora na parte
inferior do modelo.

15. No comando “Loft de superfícies”, verifique a visualização de ligação dos pontos das geometrias antes de
confirmar a execução do comando.

SolidWorks - Moldes e Matrizes

www.ska.com.br • suporte@ska.com.br • 0800 510 2900

12

16. Confirme a criação da Superfície de loft

.

17. Inicie o comando “Superfície preenchida”.

Inserir Superfície Prenchimento

O recurso “Superfície preenchida” constrói um remendo de superfície com qualquer número de lados, dentro de
um limite definido pelos esboços, arestas de modelo ou curvas existentes, incluindo as curvas compostas. Você
pode usar esse recurso a fim de construir uma superfície para preencher um espaçamento em um modelo. É
possível usar a ferramenta “Superfície preenchida” nestes casos:

1. Corrigir uma peça que não seja importada corretamente no SolidWorks (onde houver faces faltando).
2. Corrigir a furação de uma peça usada para moldagem de macho e cavidade.
3. Criar um sólido utilizando uma das opções do recurso após concretizar o fechamento do modelo.
4. Criar superfícies novas a fim de combiná-las com as já existentes.

18. Selecione as aretas da abertura remanescente.

SolidWorks - Moldes e Matrizes

www.ska.com.br • suporte@ska.com.br • 0800 510 2900

13

Serão 6 arestas selecionadas no total.

19. Verifique se todas as arestas estão com a opção de curvatura “Contato” selecionada.

20. Desmarque a opção “Mesclar resultado”.

21. Confirme a execução do comando

.

SolidWorks - Moldes e Matrizes

www.ska.com.br • suporte@ska.com.br • 0800 510 2900

14

22. Inicie o comando “Costurar superfície”.

Inserir Superfície Costurar

Com a execução da criação das superfícies de reparação do modelo, nos basta transformar...

...os corpos de superfície existentes em...

...um único corpo sólido.

Imaginemos os corpos de superfície como folhas de espessura de 0mm, soltas no espaço, e o sólido uma
entidade maciça.

Hipoteticamente falando, o que teremos que fazer é pegar as superfícies existentes e costurá-las como se
possuíssemos linhas e agulhas virtuais para conseguirmos inserir material maciço internamente nas faces do
modelo tridimensional.

O comando que possui a capacidade de realizar essa transição de superfícies para sólido é o “Costurar
Superfícies”.

Abaixo seguem algumas observações sobre as superfícies que serão costuradas.

• As arestas das superfícies devem ser adjacentes e não sobrepostas.
• Selecione todo o corpo de superfície ou um ou mais corpos de superfície adjacentes.
• O recurso poderá criar uma única superfície costurada ou até mesmo já criar um corpo sólido
automaticamente.

23. Selecione os corpos de superfície existentes na pasta “Corpos de Superfície” existente no Feature

Manager.

SolidWorks - Moldes e Matrizes

www.ska.com.br • suporte@ska.com.br • 0800 510 2900

15

24. Verifique os corpos de superfície selecionados e marque a opção “Tentar formar um sólido”.

25. Confirme a execução do comando

.

26. Verifique que a pasta “Corpos de superfície” deu lugar à pasta “Corpos sólidos”.

27. Salve e feche o arquivo.

SolidWorks - Moldes e Matrizes

www.ska.com.br • suporte@ska.com.br • 0800 510 2900

16

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->