P. 1
programa de antropologia Fundamentos

programa de antropologia Fundamentos

|Views: 399|Likes:
Publicado porrnanalves

More info:

Published by: rnanalves on Mar 28, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/31/2013

pdf

text

original

Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Departamento de Antropologia

Dados de identificação Período Letivo: 2011/1 Professor Responsável: DENISE FAGUNDES JARDIM Disciplina: ANTROPOLOGIA: FUNDAMENTOS Sigla: HUM05020 Créditos: 4 Carga Horária: 60 Súmula: Cultura, diversidade e relativismo. Etnocentrismo e alteridade. Os primórdios do pensamento antropológico. As perspectivas evolucionista, culturalista e funcionalista. Aspectos simbólicos da vida social. A prática da observação participante. Currículos Currículos BACHARELADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS BACHARELADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS NOTURNO LICENCIATURA EM CIÊNCIAS SOCIAIS LICENCIATURA EM CIÊNCIAS SOCIAIS NOTURNA LICENCIATURA EM HISTÓRIA LICENCIATURA EM HISTÓRIA - NOTURNO BACHARELADO EM HISTÓRIA BACHARELADO EM HISTÓRIA - NOTURNO Etapa Aconselhada 1 1 1 1 1 1 1 1 Natureza Obrigatória Obrigatória Obrigatória Obrigatória Alternativa Alternativa Alternativa Alternativa

Objetivos: Fornecer aos alunos os conceitos básicos da Antropologia e uma introdução ao método etnográfico de pesquisa; aproximar o aluno do desenvolvimento histórico da antropologia enfatizando as principais correntes teórico-analíticas, através de seus representantes mais significativos.

Jorge Zahar. Rocco. Ed Brasiliense. RJ. 1986 2. O evolucionismo e a crítica a evolucionismos: DA MATTA. Unesp. MORGAN. SP. SP. Rio de Janeiro. 1994. Você tem Cultura? In: Explorações. Aprender Antropologia. DA MATTA. Roberto. 1.7-36) do antropólogo: Cultura. Método e Objetivo desta Pesquisa”. “O ofício do etnólogo. “Prefácio” e “Os 2a3 4a6 O conceito de cultura: história das reflexões teóricas no pensamento antropológico 7 Introdução ao evolucionismo . pp. A observação participante. ou como Etnocentrismo. “O evolucionismo”. 1989. Rocco. formas de avaliação e distribuição de atividades individuais e coletivas. (p. O que é o Etnocentrismo? São Conceitos básicos do ofício Paulo: Brasiliense. RJ. Um Conceito Antropológico. Everardo. Rio. Edson (org. In: Os Argonautas do Pacífico Ocidental. “Tema.Conteúdo Programático Semana Título Conteúdo 1 Apresentação do programa. MALINOWSKI. 3. Giralda. “O trabalho do antropólogo: olhar. 1986. Roque. Roberto. "A estratégia do branqueamento". In: Relativizando: uma introdução à antropologia social. SEYFERTH. A Aventura Sociológica. 1991. (p. relativismo ter “Antropological Blues”. Rocco. “O Trabalho de Campo na Antropologia Social”. 1987. (p. Determinismos geográfico e biológico LARAIA. funcionamento da Apresentação do programa disciplina. 2000. R. 1984. pp. pp 143-173. François. 1978. R.). ouvir. (pp. RJ. Coleção os Pensadores. In: OLIVEIRA NUNES. Ed. Jorge Zahar Editor. escrever”. 1987. 5-48. In: Relativizando: uma introdução à Antropologia Social. Ciência Hoje 5(25): 54-56. DA MATTA. Bronislaw [1922]. 17 a 36). 143-173). Victor Civita. DAMATTA. Lewis Henry[1877]. 89-101. Cultura. São Paulo. CARDOSO DE OLIVEIRA. R. 121-128) ROCHA. O debate sobre a origem da cultura: Raça e Cultura LAPLANTINE. In O trabalho do antropólogo.

in: GUIMARÃES. BENEDICT. R. Ed. RADCLIFFE-BROWN. Margareth. Ed. Guanabara. 2004.Dois Pontos.A. (1980) “O método comparativo em antropologia social”. Tempo Brasileiro. A. São Paulo: Edusp. C. 1.) Desvendando Máscaras Sociais. vol. Vozes. São Paulo. Claude. Zahar. Ed. As Técnicas Corporais. 2005. Edições 70. MEAD. 1983. Francisco Alves. pp. 1987. In: Os Nuer. pp. RODRIGUES. Marcel. (org. Perspectiva. 1986. 1975 [1949] . (pp. Rio. O crisântemo e a Espada: padrões de cultura japonesa. A Interpretação das Culturas. Ruth. LEVI STRAUSS. Introdução a Antropologia Interpretativa GEERTZ. R. São Paulo. Abril Cultural. "A sociedade como sistema de significação". “Introdução”. São Introdução ao culturalismo Paulo. Rio de Janeiro. 1976.) Desvendando Máscaras 10 Introdução ao estruturalismo 11 a 14 A formação de uma tradição de investigação .E. Sexo e temperamento. 2. In: A Sociedade Primitiva. 8 Introdução ao funcionalismo 9 BOAS. B. 195-210. Lisboa. Perspectiva. Petrópolis. São Paulo. LEVI-STRAUSS. EVANS-PRITCHARD. 1986. Z. 1972. DAMATTA. Antropologia cultural. E. Franz. 7-30. Presença. Ed. 1976. Ed. KUPER. Argonautas do Pacífico Ocidental. Lévi-Strauss e o neoestruturalismo britânico. Rio de Janeiro. Perspectiva.9-42). In: Antropólogos e Antropologia. Rio de Janeiro: Francisco Alves. 1. Rio. 1976. 2ed.“A eficácia simbólica” in Antropologia Estrutural. In: Sociologia e Antropologia.A. José Carlos. Z. MAUSS. Relativizando: Uma introdução à Antropologia Social. Mito e Significado. 1974. MALINOWSKI. C. Lisboa. p. (org. In: Tabu do Corpo. 197-217. 1978. O aprendizado na prática GUIMARÃES.Semana Título Conteúdo Períodos Étnicos”. Adam. Rio de Janeiro.

(org. GOLDMAN. pp. Realização das atividades propostas em sala de aula. 77-86. in: GUIMARÃES. Etnografia. Carga Horária Teórica: 50 horas Prática: 10 horas Experiências de Aprendizagem: Realização de um exercício de observação de campo e apresentação de relatório. 423-444 15 Encerramento do semestre Prova final. entrega de relatório de campo Atividade de recuperação para alunos que perderam alguma das avaliações requeridas pela disciplina ou que necessitem recuperar alguma atividade não executada durante o semestre. 2ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves. In: Individualismo e Cultura. 1981. G. [online]. Leitura direta de clássicos da antropologia. 39-61. 2ed. Marcio. antropologia e política em Ilhéus. W. “Observando o familiar”. Aprendizado sobre as formas de realizar diários de campo. Realização de leituras elencadas no conteúdo programático. . pp. Bahia”. Antropol. Rev.) Desvendando Máscaras Sociais. n.2 [citado 2010-03-06]. “Os Tambores dos Mortos e os Tambores dos Vivos. Desempenho em uma prova em sala de aula.46. vol. Critérios de Avaliação: Participação e assiduidade em aula. FOOTE-WHYTE. (pp. Z. VELHO. 16 Atividade de recuperação Metodologia: a) aulas expositivas dialogadas a partir da leitura dos textos pelos alunos/as.121-132). b) Realização de um exercício de observação de campo e apresentação de relatório. Atividades de Recuperação Previstas: No caso de recuperação será elaborada prova ou solicitado trabalho escrito no momento da conclusão da disciplina (no último encontro). 2003. pp. Elaboração de relatório de pesquisa individual construído ao longo do semestre a partir de primeira experiência com a observação participante. Rio de Janeiro: Francisco Alves. Jorge zahar Ed. (1980) “Treinando a observação participante”. Rio de janeiro.Semana Título Conteúdo Sociais.A.

Editora Edições 70 Morgan.Antropólogos e Antropologia . José Carlos .2003 .Editora Jorge Zahar (ISBN: 8585061-57) Malinowski. C . .Editora Jorge Zahar Ed Kuper. Henry .Argonautas do pacífico ocidental: um relato do empreendimento e da aventura dos nativos nos arquipélagos da Nova guiné Melanésia Editora Abril S.Editora Rocco Laraia.Editora Jorge Zahar Levi-Strauss. Claude .Editora Dois Pontos Outras Referências Título Filmes sugeridos para atividades didáticas relativismo e etnocentrismo Texto Onde sonham as formigas verdes . Guimarães . F .Editora EDUSC (ISBN: 2707126497) Geertz.O tabu do Corpo .Editora Ed.Direção Niki Karo http://www.1983 .Bibliografia: Básica Essencial DaMatta.A noção de Cultura nas Ciências Sociais .Antropologia Cultural . Bronislaw . Roque . Presença Rocha.Editora Ed. Denis .Editora Livraria Francisco Alves Rodrigues. Everardo P.com Tudo sobre minha mãe 1999 Direção: Pedro Almodovar .whaleriderthemovie.A sociedade Primitiva .Cultura: Um Conceito Antropológico .A.Mito e Significado . brasiliense Complementar Cuche.O que é etnocentrismo . Cultural Básica Boas.Direção: Werner Hertzog A encantadora de baleias . Adam . Roberto .A Interpretação das Culturas .Relativizando: uma introdução à antropologia social.

NUPECS/ILEA/UFRGS www.seer.PPPGAS/UFRGS http://www6.ufrgs.ufrgs.br Dá acesso a reserva.Título Texto Leituras on line: www.ufrgs.ufrgs. Calendário Acadêmico: prazos e atividades do calendário anual www.ufrgs.prograd.com/ (com links de interesse na área de antropologia) Reserva de vagas na UFRGS: www.scielo.seer.br/deptoantropologia/principal.www6.ufrgs.ufrgs.br/ppgas/ha/ Revista Links de textos on line Espaço Ameríndio .br/ppgas Informações institucionais .nupacs.br/calendario2010.seer.php/debatesdoner/index Iluminuras . Julio Melatti– UNB .br/ppgas/nucleos/nupecs/index.ufrgs.textos comentados http://e-groups.biblioteca.php? pg=2 Programa de pós-graduação em antropologia www.ufrgs.br Periódicos nacionais e internacionais com buscador www.php/EspacoAmerindio Debates do Ner .com.pdf Departamento de Antropologia www6.br/ppgas/nucleos/navisual/ NIT www6.ufrgs.br/deptoantropologia/principal.ufrgs.unb.acoesafirmativas.br/index.html NAVISUAL www6.ufrgs.ufrgs.br/ppgas Núcleos de pesquisa da antropologia na UFRGS: NACi Links informações www.ufrgs. busca e acesso ao portal de periódicos (nacionais e internacionais) da CAPES para leitura on line ou para baixar textos) Revista Horizontes Antropológicos .ufrgs.ufrgs.php NUPECS antropologia/UFRGS www6.blogspot.br/naci NER .ufrgs.br/ppgas/nucleos/nit/ NUCE http://www6.br/ner/ NUPACS sobre a área de www.br/index.monitoresantropologia.UFRGS www.br/index.php?pg=2 Programa de pós graduação em Antropologia: www.NIT/UFRGS www.php/iluminuras Outras consultas: Página web do prof. renovação de livros retirados.br/ppgas/nucleos/nuce/ Blog de antropologia do Núcleo de Antropologia e Cidadania para a graduação: www.links da UFRGS .br/novo/index.ufrgs.br/ics/dan/juliomelatti/ Departamento de Antropologia: www6.br/ informações sobre ações afirmativas e reserva de vagas que vem sendo implementadas na UFRGS desde 2008.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->