P. 1
ManualSecomderedacao

ManualSecomderedacao

|Views: 7.035|Likes:
Publicado porBlogmania

More info:

Published by: Blogmania on Mar 28, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/12/2013

pdf

text

original

Devem ser observadas as seguintes normas:

a) Valores monetários são escritos com o padrão da moeda por extenso: 2 milhões

e 500 mil reais; 50 milhões e 800 mil dólares;

48

Estilo Rádio e TV

b) Não se usam algarismos romanos. Repórteres e redatores devem substituí-los por

algarismos arábicos, mesmo nos casos em que a tradição recomendaria o contrário:

Século 21, capítulo 4º, Papa João Paulo 2º, Praça João 23;

c) Números que atingem a casa do milhar devem ter grafia mista – em algarismos e por

extenso: 2 milhões, 900 mil e 40; a área invadida mede 2 mil e 400 hectares.

d) Números até dez são grafados por extenso: três, sete, nove, dez, 13, 400; os

demais, com algarismos: 32 (em vez de trinta e dois), 808 (em vez de oitocentos e

oito).

e) Datas são escritas segundo a forma tradicional: 18 de junho de 2003.

f) Quando necessário citar dois números extremos com valor superior a mil, é obriga-

tória a referência à unidade de ambos. P.ex: em vez da expressão participaram da

manifestação entre 30 e 50 mil pessoas, usa-se participaram da manifestação

entre 30 mil e 50 mil pessoas;

g) Para designar um intervalo entre dois números dados, podem ser usadas duas

fórmulas: entre 5% e 8% ou de 5% a 8%. Nunca entre 5% a 8%.

h) Quando houver referência a importâncias em moeda estrangeira, deve-se dar sua

equivalência em reais: 1 mil dólares (equivalentes a R$ 2,9 mil);

i) Expressões como cerca de, aproximadamente, são utilizadas somente quando se

referirem a números redondos maiores que 100: cerca de 300 pessoas; aproximada-

mente 15 mil cabeças de gado.

j) O primeiro dia do mês é expresso em ordinal: 1º de maio; 1º de outubro.

AMBIGÜIDADE

Além de estar atento à norma culta da língua, o redator deve tomar cuidado com as

armadilhas do idioma. A depender da construção da frase, ela pode permitir duplo

sentido. É o que ocorre na oração O deputado discutiu com o presidente da Comis-

são o seu descontentamento devido à aprovação do projeto. O descontentamento

é do deputado ou do presidente da Comissão? No caso, podem ser as duas coisas.

A solução é reescrever o texto: Descontente com a aprovação do projeto, o deputa-

do discutiu o assunto com o presidente da Comissão ou (na hipótese contrária) O

deputado discutiu com o presidente da Comissão o descontentamento deste com a

aprovação do projeto. Outro exemplo: O relator comunicou ao deputado que ele

está liberado para apoiar a matéria. Pela forma como está construída a frase, tanto

o relator como o deputado podem estar liberados. A saída é alterá-la: Liberado para

apoiar a matéria, o relator comunicou o fato ao deputado ou (na hipótese contrá-

ria) O relator liberou o deputado para apoiar a matéria.

(Veja o verbete Frases)

49

E
s
t
i
l
o
R
á
d
i
o
e
T
V

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->