P. 1
POWER-POINT DE INTRODUÇAO BIBLICA

POWER-POINT DE INTRODUÇAO BIBLICA

|Views: 6.535|Likes:
Publicado porCRIS
TRABALHO SOBRE A HERMENÊUTICA DO ANTIGO TESTAMENTO
TRABALHO SOBRE A HERMENÊUTICA DO ANTIGO TESTAMENTO

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: CRIS on Apr 01, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/17/2015

pdf

text

original

INTRODUÇÃO BÍBLICA

HERMENÊUTICA DO ANTIGO TESTAMENTO

A HERMÊNEUTICA BÍBLICA
‡ Hermenêutica bíblica pretende estudar os princípios da interpretação da Bíblia enquanto uma coleção de livros sagrados e divinamente Cristianismo, inspirados. No Cristianismo, esta interpretação é estudada e obtida através da exegese. exegese. ‡ A hermenêutica bíblica abrange a relação dialética que visa substancializar os significados dos textos bíblicos para aproximar o mesmo da realidade fáctica, na qual se vislumbra o fáctica, esclarecimento por meio da Bíblia.

‡ O estudo da hermenêutica tem o propósito de interpretar as produções literárias do passado. Sua tarefa especial é indicar o meio pelo qual possam ser removidas as diferenças entre o autor e os seus leitores, em qualquer época. ‡ Ao utilizar a hermenêutica na interpretação da Bíblia, é preciso conhecer alguns problemas que serão enfrentados. Isso ocorre porque ela se relaciona diretamente com outras áreas do estudo bíblico, entre esses estão: o cânon, as críticas textual e histórica, a exegese, as teologias sistemática e bíblica.

Cronológico
Está relacionado ao fato da Bíblia ter sido escrita há muito tempo atrás. O primeiro livro foi escrito aproximadamente há 3.400 anos e o último em torno de 1.900 anos;. .

Geográfico
Influencia pelo fato que a
maioria dos leitores está longe demais de onde os fatos ocorreram. Sem contar que quase tudo mudou ou tudo realmente mudou; mudou;

Cultural
A maior parte da cultura mudou, além de ser muito diferente a forma de pensar e agir hoje em dia;

Lingüístico
Como já se sabe, a Bíblia foi escrita nas línguas: hebraica, aramaica e grega. Estas contêm muitos detalhes importantes e ricos para um conhecimento mais detalhado em relação à Bíblia. Entretanto, foi por causa dessas línguas e das mudanças naturais, que surgiram os problemas em relação as interpretações textuais, conforme consta nos melhores manuscritos encontrados;

Literário
As diferenças contidas nos estilos de escritos utilizados nos tempos bíblicos com os de hoje são enormes. Um bom exemplo é o fato do NT utilizar muitas parábolas, enquanto que no AT utiliza muitos provérbios e salmos, entre outros estilos.

O Antigo Testamento, também conhecido como Escrituras Hebraicas, constitui a primeira grande parte da Bíblia cristã e a totalidade da Bíblia hebraica. Foram compostos em hebraico ou aramaico. Chama-se também Tanakh, acrônimo lembrando as grandes divisões dos escritos sagrados da Bíblia hebraica que são os Livros da Lei (ouTorá), os livros dos profetas (ou Nevi'im), e os chamados escritos (Ketuvim). Entretanto, a tradição cristã divide o antigo testamento em outras partes, e reordena os livros dividindo-os em categorias; Lei, história, poesia (ou livros de sabedoria) e Profecias.

MIDRASH
É uma forma narrativa criada por volta do século judeu. I a.C. em Israel pelo povo judeu. Esta forma narrativa desenvolveudesenvolveuse através da tradição oral até ter a sua primeira compilação apenas por volta do ano 500 d.C. no livro Midrash Rabbah. Rabbah.

Segundo a tradição oral judaica Deus teria revelado a Moisés não somente as leis de seu povo Torá mas também uma série de conhecimentos complementares que deveriam ser passados de pai para filho, o que eles chamavam de Torá Oral. A figura utilizada para esta descrição é que Deus teria escrito a Torá em fogo negro sobre o fogo branco. Enquanto as letras são precisas e escritas no fogo negro, formando a Torá, o "papel" usado para esse escrito, o fogo branco, era a tradição oral. A palavra Midrash vem da junção de duas palavras hebraicas "Mi" que significa "quem" e "Darash" que significa "pergunta". O plural de midrash não é midrashes e sim midrashim segundo a língua hebraica.

Até os dias de hoje ainda existe produção de midrash em diversas sinagogas, entretanto eles não são considerados como tais pela maior parte dos religiosos hebreus. A Idade Média, por seu caráter de perseguição e anti-semitismo foi a época mais propícia ao aparecimento desta literatura, normalmente com um caráter messiânico, esperando a redenção através da vida de um grande "escolhido" - Messias - para que a perseguição acabasse. O texto tem caráter pluriautoral e não linear, se assemelhando um pouco a uma conversa informal com diversos rabinos, mas na realidade os compiladores é que davam vida em seu texto a diversos personagens das épocas mais distintas.

O Talmude é um registro das lei, ética, discussões rabínicas que pertencem à lei, ética, costumes e história do judaísmo. É um texto judaísmo. rabínico, central para o judaísmo rabínico, perdendo em hebraica. importância apenas para a Bíblia hebraica. O Talmude tem dois componentes: a Mishná (c. 200 d.C.), o primeiro compêndio escrito da Lei Oral judaica; e o Guemará (c. 500 d.C.), uma discussão da Mishná e dos escritos tanaíticos que frequentemente abordam outros tópicos, e são expostos amplamente no Tanakh. Tanakh.

TALMUD

PARDES
‡ A tipologia Pardes descreve quatro diferentes abordagens da exegese bíblica rabinico. no Judaísmo rabinico. O nome, por vezes também escrito PaRDeS é uma sigla para as quatro abordagens: ‡ Pshat ( - ( o "simples significado", de um versículo ou passagem. ‡ Remez (" - ( dicas" de um significado mais profundo e não apenas a expressão literal. ‡ Drash (" - ( interpretação"; descobrir o significado midrash, através da midrash, por comparação palavras e formas e também por ocorrências semelhantes noutros locais.

Sod - (

)

o "segredo" ou o significado místico de uma passagem, como determinado através de inspiração ou revelação. Cada parte da interpretação Pardes analisa o significado mais profundo de um texto. Como regra geral, o significado mais profundo nunca contradiz o significado base. O Pshat dá interpretação literal. Remez é o significado alegórico. Drash inclui o significado homilético ou Halachá e Sod representa o profundo significado oculto.

PATRÍSTICA
cristã dos primeiros sete séculos, elaborada pelos Padres da Igreja, os primeiros teóricos ²- daí "Patrística"
²- e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do Cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos "pagãos" e contra as heresias. Foram os pais da Igreja responsáveis por confirmar e defender a fé, a liturgia, a disciplina, criar os costumes e decidir os rumos da Igreja, ao longo dos sete primeiros séculos do Cristianismo. É a Patrística, basicamente, a filosofia responsável pela elucidação progressiva dos dogmas cristãos e pelo que se chama hoje de Tradição Patrística é o nome dado à filosofia

Católica.

UMA VISÃO GERAL DO PERÍODOPATRISTICO

O período Patrístico representa um dos mais empolgantes e criativos da história do pensamento cristão. Somente essa característica é suficiente para assegurar que ainda por muitos anos, ele continuara a ser tema de estudo. Esse período também é importante por motivos teológicos. Todos os principais ramos da igreja cristã, incluindo as igrejas anglicana, ortodoxa oriental, luterana,reformada e católica romana, consideram o período patrístico como um marco decisivo na evolução da doutrina cristã.

O desejo de CONSTANTINO era ter uma igreja unida em todo seu império e, assim, preocupa-se com o fato de que as diferenças doutrinárias deveriam ser debatidas e conciliadas como uma questão prioritária. Muitos debates do período PATRÍSTICO giram em torno de questão filosóficas e somente fazem sentido se o leitor possuir alguma familiaridade em relação aos debates filosóficos do período. O período PATRÍSTICO é caracterizado por uma considerável diversidade doutrinaria. Representou uma era de transição, ao longo da qual os marcos e os padrões inclusive documentos, como o Credo Niceno e dogmas, como o relativo às duas naturezas de Cristo, emergiram gradativamente. 

.

O período assistiu ao surgimento de uma grande cisma, por razões tanto políticas, quanto lingüísticas, entre as igrejas do oriente, de língua grega, e a do ocidente, de língua latina. Muitos estudiosos notam uma marcante diferença de identidade teológica entre os teólogos orientais e os ocidentais: os primeiros normalmente apresentam inclinações filosóficas e são dados à especulação teológica, ao passo que os últimos normalmente contrários à interferência da filosofia na teologia, pois consideram esta a investigação das doutrinas postas nas Escrituras.

O PERÍODOPATRÍSTICO, PERÍODOPATRÍSTICO, foi de enorme importância na elaboração dos contornos da teologia cristã. Ao longo do período Patrístico, as Patrístico, áreas da teologia apresentadas foram exploradas com especial vigor.

Quando o Ocidentalismo, para defender-se de ataques polêmicos, teve de esclarecer os próprios pressupostos, apresentou-se como a expressão terminada da verdade que a filosofia grega havia buscado, mas não tinha sido capaz de encontrar plenamente, enquanto a Verdade mesma não tinha ainda se manifestado aos homens, ou seja, enquanto o próprio Deus não havia ainda encarnado. De um lado, se procura interpretar o Cristianismo mediante conceitos tomados da filosofia grega, do outro reporta-se ao significado que esta última dá ao Cristianismo. Os primeiros pensadores cristãos, ao mesmo tempo em que se valeram, também se debateram com os filósofos, quer com Platão e com Aristóteles, quer, sobretudo, com os estóicos e com os epicureus. Sem perder de vista os ideais da doutrina cristã, eles buscaram encontrar, frente à filosofia e aos filósofos, o lugar apropriado da reflexão filosófica e do pensar cristão.

É comum a afirmação de que o Cristianismo primitivo sofreu influências de vários setores da Filosofia Grega de Platão, de Aristóteles, dos epicuristas e dos estóicos sem que se determine claramente a amplitude e os limites de tais influências. Também é comum dizer-se que os filósofos convertidos ao Cristianismo buscaram dar à doutrina cristã um status filosófico, mas sem o cuidado de salientar as fontes das quais se serviram ou sem analisar os conceitos dos quais se apropriaram. Foram vários autores que se ocuparam dessa tarefa: Justino, Tertuliano, Clemente de Alexandria, Orígenes, Gregório de Nazianzo, Basílio de Cesareia, Gregório de Nissa...

A religiosidade judaica é a maneira com que o judeu expressa seu judaísmo. Ao contrário do que possa parecer externamente, não há uma unidade religiosa judaica. Cada judeu expressa sua forma de religião, de acordo com o pensamento religioso comunitário ao qual adere.

RELIGIOSIDADE JUDAICA

Judaísmo Rabínico
É o nome dado ao judaísmo tradicional, que aceita o Tanakh como revelação divina e a Torá Oral também como fonte de autoridade. Recebe este nome devido ao fato de dar grande valor aos ensinamentos rabínicos através dos tempos codificados principalmente noTalmud.

é um acrônimo utilizado dentro do judaísmo para denominar seu conjunto principal de livros sagrados, sendo o mais próximo do que se pode chamar de uma Bíblia judaica. O conteúdo do Tanakh é equivalente ao Antigo Testamento cristão, porém com outra divisão. A palavra é formada pelas sílabas iniciais das três porções que a constituem, a saber: A Torá ( ,( também chamado ) Chumash, isto é "Os cinco") refere-se aos cinco livros conhecidos como Pentateuco, o mais importante dos livros do judaísmo. Neviim (" ( Profetas" Kethuvim (" ( os Escritos" O Tanakh é às vezes chamado de Mikrá (.(

Tanakh ou Tanach (em hebraico (

Tanakh

CONCLUSÃO
Concluído o trabalho, entende-se que o mínimo de conhecimento sobre certos assuntos, principalmente os relacionados à Bíblia, é necessário nos dias de hoje quando as informações chegam ao individuo mais facilmente e mais rapidamente. Sabemos que, para tentar desacreditar o Cristianismo, é necessário desacreditar a veracidade da Bíblia, porque sem ela, o cristianismo autêntico não se defende e portanto não sobrevive.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->