Você está na página 1de 12

Músicas Até Quando?

Gabriel Pensador - Comp: Gabriel o Pensador;


Do Brasil Itaal Shur; Tiago Mocotó
Vander Lee
Vitoriosa
Perfeição Ivan Lins
Legião Urbana
Composição: Ivan Lins / Vitor Martins
Composição: Renato Russo

Canção Da América
Pais e Filhos
Milton Nascimento
Legião Urbana letras
Composição: Fernando Brant e Milton Nascimento

Amigo é Cas
Tropicana (Morena Tropicana)
Composição: Capiba / Hermínio Bello
Alceu Valença
Composição: Alceu Valença / Vicente Barreto
Bola de Meia, Bola de Gude
14 Bis
Caçador de Mim
Comp: Milton Nascimento e Fernando Brant
Milton Nascimento
Composição: Luís Carlos Sá e Sérgio Magrão
Gente Humilde
Chico Buarque - Comp: Garoto, Chico Buarque e
O Sal da Terra
Vinicius de Moraes
Beto Guedes
Composição: Beto Guedes/Ronaldo Bastos
Morte e Vida
Chico Buarque
O Que É, O Que É?
Composição: Chico Buarque sobre poema de
Gonzaguinha - Composição: Gonzaguinha
João Cabral de Mello Neto

Masculino e Feminino
Vai Passar
Pepeu Gomes
Chico Buarque
Comp. (Baby Consuelo, Didi Gomes e Pepeu)
Composição: Chico Buarque e Francis Hime

Pescador De Ilusões
Deus E Eu No Sertão
O Rappa
Victor e Leo
Composição: Victor Chaves
Você É Linda
Caetano Veloso
E Vamos Á Luta
Gonzaguinha
Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores
Composição: Gonzaguinha
Geraldo Vandré

1
Vai Passar Deus E Eu No Sertão
Chico Buarque Victor e Leo
Composição: Chico Buarque e Francis Hime Composição: Victor Chaves

Vai passar nessa avenida um samba popular Nunca vi ninguém


Cada paralelepípedo da velha cidade essa noite Viver tão feliz
vai se arrepiar Como eu no sertão
Ao lembrar que aqui passaram sambas imortais Perto de uma mata
Que aqui sangraram pelos nossos pés E de um ribeirão
Que aqui sambaram nossos ancestrais Deus e eu no sertão
Num tempo página infeliz da nossa história, Casa simplesinha
passagem desbotada na memória Rede pra dormir
Das nossas novas gerações De noite um show no céu
Dormia a nossa pátria mãe tão distraída Deito pra assistir
sem perceber que era subtraída Deus e eu no sertão
Em tenebrosas transações Das horas não sei
Seus filhos erravam cegos pelo continente, Mas vejo o clarão
levavam pedras feito penitentes Lá vou eu cuidar do chão
Erguendo estranhas catedrais Trabalho cantando
E um dia, afinal, tinham o direito a uma alegria A terra é a inspiração
fugaz Deus e eu no sertão
Uma ofegante epidemia que se chamava Não há solidão
carnaval, Tem festa lá na vila
o carnaval, o carnaval Depois da missa vou
Vai passar, palmas pra ala dos barões famintos Ver minha menina
O bloco dos napoleões retintos De volta pra casa
e os pigmeus do boulevard Queima a lenha no fogão
Meu Deus, vem olhar, vem ver de perto uma E junto ao som da mata
cidade a cantar Vou eu e um violão
A evolução da liberdade até o dia clarear Deus e eu no sertão
Ai que vida boa, ô lerê,
ai que vida boa, ô lará
O estandarte do sanatório geral vai passar
Ai que vida boa, ô lerê,
ai que vida boa, ô lará
O estandarte do sanatório geral... vai passar

2
E Vamos Á Luta Acredito
Gonzaguinha É na rapaziada
Composição: Gonzaguinha Que segue em frente
E segura o rojão
Eu acredito Eu ponho fé
É na rapaziada É na fé da moçada
Que segue em frente Que não foge da fera
E segura o rojão E enfrenta o leão
Eu ponho fé Eu vou à luta
É na fé da moçada É com essa juventude
Que não foge da fera Que não corre da raia
E enfrenta o leão À troco de nada
Eu vou à luta Eu vou no bloco
É com essa juventude Dessa mocidade
Que não corre da raia Que não tá na saudade
À troco de nada E constrói
Eu vou no bloco A manhã desejada...
Dessa mocidade Aquele que sabe que é negro
Que não tá na saudade O coro da gente
E constrói E segura a batida da vida
A manhã desejada...(2x) O ano inteiro
Aquele que sabe que é negro Aquele que sabe o sufoco
O coro da gente De um jogo tão duro
E segura a batida da vida E apesar dos pesares
O ano inteiro Ainda se orgulha
Aquele que sabe o sufoco De ser brasileiro
De um jogo tão duro Aquele que sai da batalha
E apesar dos pesares Entra no botequim
Ainda se orgulha Pede uma cerva gelada
De ser brasileiro E agita na mesa logo
Aquele que sai da batalha Uma batucada
Entra no botequim Aquele que manda o pagode
Pede uma cerva gelada E sacode a poeira
E agita na mesa Uma batucada Suada da luta
Aquele que manda o pagode E faz a brincadeira
E sacode a poeira Pois o resto é besteira
Suada da luta E faz a brincadeira E nós estamos pelaí
Pois o resto é besteira Eu acredito
E nós estamos pelaí... É na rapaziada!

3
Até Quando? A justiça prendeu o pé-rapado
Gabriel Pensador - Comp: Gabriel o Pensador; Soltou o deputado e absolveu os PM's de Vigário
Itaal Shur; Tiago Mocotó (Refrão x2)
A polícia só existe pra manter você na lei
Não adianta olhar pro céu com muita fé e pouca Lei do silêncio, lei do mais fraco:
luta Ou aceita ser um saco de pancada ou vai pro saco
Levanta aí que você tem muito protesto pra fazer A programação existe pra manter você na frente
e muita greve Na frente da TV, que é pra te entreter
Você pode e você deve, pode crer Que pra você não ver que programado é você
Não adianta olhar pro chão, virar a cara pra não Acordo num tenho trabalho, procuro trabalho,
ver quero trabalhar
Se liga aí que te botaram numa cruz e só porque O cara me pede diploma, num tenho diploma, num
Jesus sofreu pude estudar
Num quer dizer que você tenha que sofrer E querem que eu seja educado, que eu ande
Até quando você vai ficar usando rédea arrumado que eu saiba falar
Rindo da própria tragédia? Aquilo que o mundo me pede não é o que o mundo
Até quando você vai ficar usando rédea me dá
Pobre, rico ou classe média? Consigo emprego, começo o emprego, me mato de
Até quando você vai levar cascudo mudo? tanto ralar
Muda, muda essa postura Acordo bem cedo, não tenho sossego nem tempo
Até quando você vai ficando mudo? pra raciocinar
Muda que o medo é um modo de fazer censura Não peço arrego mas na hora que chego só fico no
(Refrão) mesmo lugar
Até quando você vai levando porrada, porrada? Brinquedo que o filho me pede num tenho dinheiro
Até quando vai ficar sem fazer nada? pra dar, Escola, esmola, Favela, cadeia
Até quando você vai levando porrada, porrada? Sem terra, enterra, Sem renda, se renda. Não, não
Até quando vai ser saco de pancada? (Refrão x2)
(Repete refrão) Muda, que quando a gente muda o mundo muda
Você tenta ser feliz, não vê que é deprimente com a gente
Seu filho sem escola, seu velho tá sem dente A gente muda o mundo na mudança da mente
Você tenta ser contente, não vê que é revoltante E quando a mente muda a gente anda pra frente
Você tá sem emprego e sua filha tá gestante E quando a gente manda ninguém manda na gente
Você se faz de surdo, não vê que é absurdo Na mudança de atitude não há mal que não se
Você que é inocente foi preso em flagrante mude nem doença sem cura
É tudo flagrante Na mudança de postura a gente fica mais seguro
É tudo flagrante Na mudança do presente a gente molda o futuro
(Refrão x2) (Refrão)
A polícia matou o estudante
Falou que era bandido, chamou de traficante

4
Vitoriosa Canção Da América
Ivan Lins Milton Nascimento
Composição: Ivan Lins / Vitor Martins Composição: Fernando Brant e Milton Nascimento

Quero sua risada mais gostosa Amigo é coisa para se guardar


Esse seu jeito de achar Debaixo de sete chaves
Que a vida pode ser maravilhosa... Dentro do coração
Quero sua alegria escandalosa Assim falava a canção que na América ouvi
Vitoriosa por não ter Mas quem cantava chorou
Vergonha de aprender como se goza... Ao ver o seu amigo partir
Quero toda sua pouca castidade Mas quem ficou, no pensamento voou
Quero toda sua louca liberdade Com seu canto que o outro lembrou
Quero toda essa vontade E quem voou, no pensamento ficou
De passar dos seus limites Com a lembrança que o outro cantou
E ir além, e ir além... Amigo é coisa para se guardar
Quero sua risada mais gostosa No lado esquerdo do peito
Esse seu jeito de achar Mesmo que o tempo e a distância digam "não"
Que a vida pode ser maravilhosa Mesmo esquecendo a canção
Que a vida pode ser maravilhosa... O que importa é ouvir
Quero toda sua pouca castidade A voz que vem do coração
Quero toda sua louca liberdade Pois seja o que vier, venha o que vier
Quero toda essa vontade Qualquer dia, amigo, eu volto
De passar dos seus limites A te encontrar
E ir além, e ir além... Qualquer dia, amigo, a gente vai se encontrar.
Quero sua risada mais gostosa
Esse seu jeito de achar
Que a vida pode ser maravilhosa
Que a vida pode ser maravilhosa...

5
Tropicana (Morena Tropicana) Linda morena
Alceu Valença Fruta de vez temporana
Composição: Alceu Valença / Vicente Barreto Caldo de cana caiana
Vem me desfrutar...
Da manga rosa Morena Tropicana
Quero gosto e o sumo Eu quero teu sabor
Melão maduro, sapoti juá Ai, ai, ioiô, ioiô...(2x)
Jaboticaba teu olhar noturno Morena Tropicana
Beijo travoso de umbú cajá... Eu quero teu sabor
Pele macia Ai, ai, ioiô, ioiô...(2x)
Ai! carne de cajú Da manga rosa
Saliva dôce Quero gosto e o sumo
Dôce mel Melão maduro, sapoti juá
Mel de uruçú... Jaboticaba teu olhar noturno
Linda morena Beijo travoso de umbú cajá...
Fruta de vez temporana Pele macia
Caldo de cana caiana Ai! carne de cajú
Vem me desfrutar Saliva dôce
Linda morena Dôce mel
Fruta de vez temporana Mel de uruçú...
Caldo de cana caiana Linda morena
Vou te desfrutar... Fruta de vez temporana
Morena Tropicana Caldo de cana caiana
Eu quero teu sabor Vou te desfrutar
Ai, ai, ioiô, ioiô...(2x) Linda morena
Da manga rosa Fruta de vez temporana
Quero gosto e o sumo Caldo de cana caiana
Melão maduro, sapoti juá Vem me desfrutar...
Jaboticaba teu olhar noturno Morena Tropicana
Beijo travoso de umbú cajá... Eu quero teu sabor
Pele macia Ai, ai, ioiô, ioiô...(2x)
Ai! carne de cajú Morena Tropicana!...
Saliva dôce
Dôce mel
Mel de uruçú...
Linda morena
Fruta de vez temporana
Caldo de cana caiana
Vou te desfrutar

6
Caçador de Mim Quero não ferir meu semelhante
Milton Nascimento Nem por isso quero me ferir
Composição: Luís Carlos Sá e Sérgio Magrão Vamos precisar de todo mundo
Prá banir do mundo a opressão
Por tanto amor Para construir a vida nova
Por tanta emoção Vamos precisar de muito amor
A vida me fez assim A felicidade mora ao lado
Doce ou atroz E quem não é tolo pode ver...
Manso ou feroz A paz na Terra, amor
Eu caçador de mim O pé na terra
Preso a canções A paz na Terra, amor
Entregue a paixões O sal da...
Que nunca tiveram fim Terra!
Vou me encontrar És o mais bonito dos planetas
Longe do meu lugar Tão te maltratando por dinheiro
Eu, caçador de mim Tu que és a nave nossa irmã
Nada a temer senão o correr da luta Canta!
Nada a fazer senão esquecer o medo Leva tua vida em harmonia
Abrir o peito a força, numa procura E nos alimenta com seus frutos
Fugir às armadilhas da mata escura Tu que és do homem, a maçã...
Longe se vai Vamos precisar de todo mundo
Sonhando demais Um mais um é sempre mais que dois
Mas onde se chega assim Prá melhor juntar as nossas forças
Vou descobrir É só repartir melhor o pão
O que me faz sentir Recriar o paraíso agora
Eu, caçador de mim Para merecer quem vem depois...
Deixa nascer, o amor
Deixa fluir, o amor
O Sal da Terra Deixa crescer, o amor
Beto Guedes Deixa viver, o amor
Composição: Beto Guedes/Ronaldo Bastos O sal da terra

Anda!
Quero te dizer nenhum segredo
Falo nesse chão, da nossa casa
Bem que tá na hora de arrumar...
Tempo!
Quero viver mais duzentos anos

7
O Que É, O Que É? É um nada no mundo
Gonzaguinha É uma gota, é um tempo
Composição: Gonzaguinha Que nem dá um segundo...
Há quem fale
Eu fico Que é um divino
Com a pureza Mistério profundo
Da resposta das crianças É o sopro do criador
É a vida, é bonita Numa atitude repleta de amor...
E é bonita... Você diz que é luxo e prazer
Viver! Ele diz que a vida é viver
E não ter a vergonha Ela diz que melhor é morrer
De ser feliz Pois amada não é
Cantar e cantar e cantar E o verbo é sofrer...
A beleza de ser Eu só sei que confio na moça
Um eterno aprendiz... E na moça eu ponho a força da fé
Ah meu Deus! Somos nós que fazemos a vida
Eu sei, eu sei Como der, ou puder, ou quiser...
Que a vida devia ser Sempre desejada
Bem melhor e será Por mais que esteja errada
Mas isso não impede Ninguém quer a morte
Que eu repita Só saúde e sorte...
É bonita, é bonita E a pergunta roda
E é bonita... E a cabeça agita
E a vida! Eu fico com a pureza
E a vida o que é? Da resposta das crianças
Diga lá, meu irmão É a vida, é bonita
Ela é a batida E é bonita...
De um coração
Ela é uma doce ilusão
Hê! Hô!...
E a vida
Ela é maravilha
Ou é sofrimento?
Ela é alegria
Ou lamento?
O que é? O que é?
Meu irmão...
Há quem fale
Que a vida da gente

8
Masculino e Feminino Vou assim todo o tempo
Pepeu Gomes Vivendo e aprendendo
Composição: (Baby Consuelo, Didi Gomes e Ôu!...
Pepeu Gomes) E vem de lá!
O meu sentimento de ser
Ôu! Ôu! E vem de lá!
Ser um homem feminino o meu sentimento de ser
Não fere o meu lado masculino Meu coração!
Se Deus é menina e menino Mensageiro vem me dizer
Sou Masculino e Feminino... Meu coração!
Olhei tudo que aprendi Mensageiro vem me dizer
E um belo dia eu vi... Ôu! Ôu! Uh!...
Que ser um homem feminino
Não fere o meu lado masculino Pescador De Ilusões
Se Deus é menina e menino O Rappa
Sou Masculino e Feminino... Composição: O Rappa
Olhei tudo que aprendi
E um belo dia eu vi Se meus joelhos
Uh! Uh! Uh! Uh... Não doessem mais
E vem de lá! Diante de um bom motivo
O meu sentimento de ser Que me traga fé
E vem de lá! Que me traga fé...
O meu sentimento de ser Se por alguns
Meu coração! Segundos eu observar
Mensageiro vem me dizer E só observar
Meu coração! A isca e o anzol
Mensageiro vem me dizer... A isca e o anzol
Salve, salve a alegria A isca e o anzol
A pureza e a fantasia A isca e o anzol...
Salve, salve a alegria Ainda assim estarei
A pureza e a fantasia... Pronto pra comemorar
Olhei tudo que aprendi Se eu me tornar
E um belo dia eu vi Menos faminto
Uh! Uh! Uh! Uh... E curioso
Que ser um homem feminino Curioso...
Não fere o meu lado masculino O mar escuro
Se Deus é menina e menino Trará o medo
Sou Masculino e Feminino... Lado a lado

9
Com os corais A isca e o anzol
Mais coloridos... A isca e o anzol
Valeu a pena, Êh! Êh! A isca e o anzol...
Valeu a pena, Êh! Êh! Ainda assim estarei
Sou pescador de ilusões Pronto pra comemorar
Sou pescador de ilusões...(2x) Se eu me tornar
Se eu ousar catar Menos faminto
Na superfície E curioso, Curioso...
De qualquer manhã O mar escuro
As palavras Trará o medo
De um livro Lado a lado
Sem final! Sem final! Com os corais
Sem final! Sem final! Mais coloridos...
Final... Valeu a pena, Êh! Êh!
Valeu a pena, Êh! Êh! Valeu a pena, Êh! Êh!
Valeu a pena, Êh! Êh! Sou pescador de ilusões
Sou pescador de ilusões Sou pescador de ilusões...(2x)
Sou pescador de ilusões...(2x) Se eu ousar catar
Se eu ousar catar Na superfície
Na superfície De qualquer manhã
De qualquer manhã As palavras
As palavras De um livro
De um livro Sem final! Sem final!
Sem final! Sem final! Sem final! Sem final! Final...
Sem final! Sem final! Valeu a pena Êh! Êh! ...(2x)
Final... Sou pescador de ilusões...(2x)
Valeu a pena, Êh! Êh! Se eu ousar catar
Valeu a pena, Êh! Êh! Na superfície
Sou pescador de ilusões De qualquer manhã
Sou pescador de ilusões... (6x) As palavras
Se meus joelhos De um livro
Não doessem mais Sem final! Sem final!
Diante de um bom motivo Sem final! Sem final!
Que me traga fé Final...
Que me traga fé... Valeu a pena Êh! Êh!
Se por alguns Valeu a pena Êh! Êh!
Segundos eu observar Sou pescador de ilusões...
E só observar Sou pescador de ilusões... (6x)
A isca e o anzol

10
Você É Linda Mina de estrelas
Caetano Veloso Diga o que você quer
Composição: Caetano Veloso Você é linda
E sabe viver
Fonte de mel Você me faz feliz
Nos olhos de gueixa Esta canção é só pra dizer
Kabuki, máscara E diz
Choque entre o azul Você é linda
E o cacho de acácias Mais que demais
Luz das acácias Você é linda sim
Você é mãe do sol Onda do mar do amor
A sua coisa é toda tão certa Que bateu em mim
Beleza esperta Gosto de ver
Você me deixa a rua deserta Você no seu ritmo
Quando atravessa Dona do carnaval
E não olha pra trás Gosto de ter
Linda Sentir seu estilo
E sabe viver Ir no seu íntimo
Você me faz feliz Nunca me faça mal
Esta canção é só pra dizer Linda
E diz Mais que demais
Você é linda Você é linda sim
Mais que demais Onda do mar do amor
Vocé é linda sim Que bateu em mim
Onda do mar do amor Você é linda
Que bateu em mim E sabe viver
Você é forte Você me faz feliz
Dentes e músculos Esta canção é só pra dizer
Peitos e lábios E diz
Você é forte
Letras e músicas
Todas as músicas
Que ainda hei de ouvir
No Abaeté
Areias e estrelas
Não são mais belas
Do que você
Mulher das estrelas

11
Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores Quem sabe faz a hora
Geraldo Vandré Não espera acontecer...(2x)
Composição: Geraldo Vandré Nas escolas, nas ruas
Campos, construções
Caminhando e cantando Somos todos soldados
E seguindo a canção Armados ou não
Somos todos iguais Caminhando e cantando
Braços dados ou não E seguindo a canção
Nas escolas, nas ruas Somos todos iguais
Campos, construções Braços dados ou não...
Caminhando e cantando Os amores na mente
E seguindo a canção... As flores no chão
Vem, vamos embora A certeza na frente
Que esperar não é saber A história na mão
Quem sabe faz a hora Caminhando e cantando
Não espera acontecer...(2x) E seguindo a canção
Pelos campos há fome Aprendendo e ensinando
Em grandes plantações Uma nova lição...
Pelas ruas marchando Vem, vamos embora
Indecisos cordões Que esperar não é saber
Ainda fazem da flor Quem sabe faz a hora
Seu mais forte refrão Não espera acontecer...(4x)
E acreditam nas flores
Vencendo o canhão...
Vem, vamos embora
Que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer...(2x)
Há soldados armados
Amados ou não
Quase todos perdidos
De armas na mão
Nos quartéis lhes ensinam
Uma antiga lição:
De morrer pela pátria
E viver sem razão...
Vem, vamos embora
Que esperar não é saber

12