P. 1
O Grafite e a pichação

O Grafite e a pichação

5.0

|Views: 586|Likes:
Publicado porTiago Silva

More info:

Published by: Tiago Silva on Apr 03, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/06/2013

pdf

text

original

O Grafite e a pichação

A Diferença entre os dois A pichação vem causando polêmica cada vez mais entre a sociedade. Então resolvemos colocar isso em debate. Vamos conhecer agora o que é o grafite e o que é a pichação.
Existe uma grande diferença entre grafite e pichação. A diferença é que grafite é considerado uma arte de rua, já a pichação não é considerada uma arte, e sim uma atitude de vandalismo. A pratica de pichar pode levar uma pessoa á cadeia durante muito tempo. A mais recente arma contra a ação dos pichadores é o artigo 65 da lei dos crimes ambientais, número 9.605/98, existente desde1998 e que estabelece punição de três meses a um ano de cadeia e pagamento de multa. As pessoas que têm o costume de pichar, disputam com outros pichadores para saber quem picha mais alto. Daí os prédios, praças, edifícios públicos e privados ficam sujos. Uma solução criativa para evitar a pichação é transformar os muros de edifícios em telas de arte. Outra solução para acabar de vez com a pichação é levar os pichadores para conhecer a arte. Então é aí que aparece o grafite.
Os grafiteiros procuram tirar as pessoas da ´´malandragem´´ e levar pichadores para o caminho da arte.

O grafite faz tanto sucesso hoje, que até recentemente o rei da Escócia mandou seus filhos contratarem alguém para renovar a pintura do castelo e eles resolveram chamar três grafiteiros brasileiros para fazer a obra-de-arte . O rei falou que quando eles começaram havia estranhado, pois nunca tinha visto uma arte assim tão bonita. Também há uma diferença entre a pichação, pois ela não é respeitada por ninguém. E o grafite é respeitado porque trata-se de uma arte muito bela. Porém, mesmo que o grafite seja muito belo, tem gente que não gosta desse tipo de arte.

A PICHAÇÃO NA SOCIEDADE ATUAL
A pichação, por incrível que pareça, não pode ser tratada como simples caso, pois situa dentro de outros contextos da cidade. Quem é que nunca andou pelas ruas da cidade e nunca se incomodou com os desenhos pichados? Os rastros da pichação estão em tudo que se olha na cidade, tudo já virou alvo das latas de tintas e outros materiais usados para pichar. Geralmente, não todas, as pessoas que picham são membros de gangues. E isso acaba contribuindo para a violência nas ruas da cidade. O movimento dos pichadores é tão grande nas cidades, que o governo está tomando atitude de ceder muros para eles não picharem mais a rua. Afinal, pichação é o ato de desenhar, rabiscar, ou apenas sujar um patrimônio (público, privado) com uma lata de spray ou rolo de tinta.

Os grafiteiros querem sempre divulgar essa idéia.Diferentemente do grafite. em princípio. O graffiti salta aos olhos nos grandes centros urbanos. Diferentemente do Grafite. No geral. O grafite. às vezes com frases de protesto. Ambas tendem a alimentar discussões acerca dos limites da arte. No Brasil No Brasil. A pichação é. que recobrem os muros das cidades. de uma só cor. o piche tem como objetivo a demarcação de territórios entre grupos. consiste em fazer algo que confronte a sociedade. Com a revolução contra cultural de 1968. Grafite ou Graffiti (do italiano graffiti. organizado nas artes plásticas. Graffiti é a designação para a pinturas feitas em muros e paredes na rua. Muitos grafiteiros foram pichadores no passado. contribuindo para a degradação da paisagem. e é o nome dado às inscrições feitas em paredes desde o Império Romano. muitas vezes edificações históricas. o piche tem como objetivo a demarcação de territórios entre grupos rivais. A história da pichação começa com as gangues de Nova York na década de 70 e 80. como movimentos culturais das minorias excluídas da cidade. a convivência entre grafiteiros e pichadores é pacífica. liberdade de expressão. É considerado por muitos como um ato de vandalismo. e portanto o seu autor está sujeito a prisão e multa. plural de gráfico) significa "marca ou inscrição feita em um muro". cuja preocupação é a ordem estética. No geral. sendo socialmente aceito como forma de expressão artística contemporânea. sobre arte livre ou arte-mercadoria. Podia ser apenas uma brincadeira visando fazer um nome ou uma ameaça a gangues rivais. vandalismo desprovido de valor artístico ou comunicativo. feita em locais proibidos e à noite. Muitas vezes confundidas como pichações que só tem a intenção . bastante simplificadas e de execução rápida. sobre Pollock. respeitado e mesmo estimulado pelo Poder Público. em operações rápidas. Em geral.605/98. surgiram nos muros de Paris as primeiras manifestações.privado.. por definição. Rothko e Basquiat. existe uma diferença entre o grafite e a pichação. da Lei 9. O piche é considerado vandalismo e incluso como crime ambiental das leis brasileiras nos termos do art. uma vez que suja as paredes de inúmeros edifícios. visualmente agressiva. ou apenas sujar um patrimônio de qualquer ordem (público. é bem mais elaborado e de maior interesse estético. Pichação é o ato de desenhar. Apareceu no final dos anos 70 em Nova Iorque. Costumam ser enquadradas nessa categoria as inscrições repetitivas. O grafite trata-se de um movimento. outras com assinaturas pessoais. Logo jovens rebeldes de todo o mundo passaram à seguir esta. Já a pichação é considerada essencialmente transgressiva. consiste em fazer algo que para eles é uma arte e para a sociedade é o ato de vandalismo. sendo tratada como ataque ao patrimônio público ou privado. O grafite atualmente tende a ser feito em locais permitidos ou mesmo especialmente destinados à sua realização. como que uma demarcação de territórios da cidade. e os pichadores não interferem sobre paredes grafitadas. 65. rabiscar. cuja preocupação é de ordem estética. basicamente símbolos ou caracteres um tanto hieroglíficos.. predatória.) com uma lata de spray (utilizado devido à grande dificuldade de remoção) ou rolo de tinta. com pena de detenção de 3 meses a um ano e multa.

é a mais próxima da escrita normal. onde cada uma possui um símbolo para distinção. ao contrário da carioca. fazer protestos e até declarar uma frase para uma pessoa o graffiti é diferente disso pois seu objetivo é expor desenhos como se fossem pinturas onde o quadro é a paredes. com curvas e detalhes que fazem o diferencial de cada pichação.de danificar muros. O graffiti está ligado a movimentos como o movimento hip-hop. denominadas de "Velha Guarda" ou "Das antigas".605/98 (Lei dos Crimes Ambientais). as equipes tem que invadir o edifício para ter acesso a sua parte mais alta. grafitar ou por qualquer meio conspurcar edificação ou monumento urbano. O ápice de uma pichação é chamada de "pico". . caracterizando um crime. São realizados encontros (também conhecidos como "points"). drogas. o que é vandalismo para muitos é um considerável instrumento de protesto contra as condições das classes menos privilegiados para outros que nesta expressão encontram forma de obrigar a cidade a contemplar a sua miséria. Possuem tipografias distintas umas das outras. Organização e comprometimento A grafia da pichação de São Paulo. Existem equipes com mais de vinte anos de existência. a pichação é considerada vandalismo e crime ambiental. Assim. Algumas equipes possuem uma espécie de "grife". frequentemente. um caractere de uma equipe pode ser completamente diferente da outra. onde diversas grifes se reúnem para trocar informações e fazerem festas com tinta e. Desta forma. onde as letras se destacam por serem grandes e na vertical. exibindo então a união de diversas equipes. como o fornecimento de cestas básicas a entidades filantrópicas ou a prestação de serviços comunitários pelo infrator. já que para efetuá-lo. Em São Paulo. "marcar territórios" de gangues. que estipula pena de detenção de 3 meses a 1 ano. os juízes vêm adotando a aplicação de penas alternativas. na realidade esta expressão legítima é utilizada como veículo para se revelar realidades oprimidas. onde geralmente um prédio de grande porte tem sua parte superior pichada. Todavia. nos termos do artigo 65 da Lei 9. No Brasil. realidades essas sem força perante pressões governamentais por vias públicas. e multa. Enquanto para as mentes manipuladores tentam passar a imagem de que os seguidores desses movimentos tentam mascarar impulsos de vandalismo com discursos de vitimização. possuindo até mesmo um líder (vulgarmente chamado de "cabeça"). os pichadores organizam "equipes" de pichação e possuem algumas diretrizes para organizá-la. para quem pichar.

ª IÊDA SALA: 03 SÉRIE: 9º ANO ³E´ TRABALHO DE ARTES TEMA: GRAFITE E PIXAÇÃO ALUNA: ANA CRISTINA PAZ LIMA .UNIDADE ESCOLAR PROFº JOCA VIEIRA DISCIPLINA: ARTES ABRIL 2011 PROF.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->