Você está na página 1de 11

Anatomia do Sistema Digestivo

Tubo Digestivo – Cavidade Bucal , Faringe, Esôfago, Estômago,. Intestino Delgado,


Intestino Grosso.
Glândulas Anexas – Musculatura Mastigadora, Glândulas Salivares, Fígado, Vesícula
Biliar e Pâncreas.

Cavidade Bucal

Lábios – glândulas salivares labiais; pele (ext.) – mucosa (int.).


* Aa. labiais superior e inferior  A. facial  A. carótida externa
* Vv. Labiais  V. Facial  V. Jugular interna
* Lábio superior - Cadeia Submandibular  Linfonodos cervicais
Lábio inferior – Linfonodos submandibulares (rede mucosa) e Cadeias
Submandibular e Submentoniana (rede cutânea)  Linfonodos Cervicais
* Sensitiva – Lábio Superior - N. Maxilar Trigêmeo  Nn. Palatinos Anteriores 
Nn. Palatinos infraorbitarios e Nasopalatino.
Lábio Inferior – N. Mandibular Trigêmeo  Nn. Mentoniano e Lingual
Motora – N. facial

Bochechas – pele (ext.) – mucosa (int.), tela subcutanea (corpo adiposo)


* Aa. Nutridoras infraorbitaria e bucal  A. maxilar  A. carótida externa
Aa. Transversa da face e labiais  A. carótida externa
* Vv. Superficiais V. Facial e V. Temporal superficial  V. Jugular interna
Vv. Profundas  Plexo Pterigóideo  V. Jugular interna
* Cadeia Submandibular  Linfonodos cervicais
* Sensitiva – N. maxilar trigêmeo  N. infraorbitario
N. mandibular Trigêmeo  N. Bucal
Motora – N. facial

Assoalho da boca – Mm milo-hiódeo e genio-hióideo


* N. Mandibular Trigêmeo

Palato Duro – Processo palatino da maxilar e lâmina horizontal do palatino


Palato Mole – M. da úvula, mm. Palatoglosso e palatofaríngeo, mm. Levantador e
tensor do véu palatino
* Aa. Palatinas maiores  A. palatina ascendente  A. maxilar  A. carótida externa
* Vv. Tributárias do Plexo Pterigóideo e Plexo Tonsilar  V. Jugular interna
* Linfonodos cervicais profundos
* Sensitiva - N. Maxilar Trigêmeo  Gânglio ptérico palatino  Nn. Palatino maior e
menor e Nasopalatino
Mm. Palato mole (Motora) – plexo faríngico (exceto M. tensor do véu: N.
Mandibular Trigêmeo)

Glândula Parótida – sobre o masseter; ducto parotídeo penetra o m bucinador; papilas


parotídeas; secreção serosa
* Ramos da A. carótida externa (trajeto dentro da parótida)
* Vv. Tributárias da V. Jugular interna (trajeto dentro da parótida)
* Linfonodos Submandibular e cervicais
* Parassimpático – N. Glossofaríngeo  Ramos parotídicos
N. Mandibular Trigêmeo  Gânglio ótico  N. auriculotemporal
Simpático – Plexo carotídeo externo

Glândula Sublingual – pregas sublinguais; secreção mista (+ mucosa)


* A Sublingual  A. Lingual  A. carótida externa
* Vv. Tributárias da V. Sublingual  V. Lingual  V. Jugular interna
* Linfonodos Submentonianos e Submandubulares
* Parassimpático – N. Facial  N. corda do tímpano  Gânglio Submandibular
Simpático – Plexo Facial

Glândula Submandibular – carúnculas sublinguais; secreção mista (+ serosa)


* Ramos das Aa. Facial e Lingual  A. Carótida externa
* Vv. Facial e Lingual  V. Jugular interna
* Cadeias Submandibulares e Linfonodos Cervicais Profundos
* Parassimpático – N. Facial  N. corda do tímpano  Gânglio Submandibular
Simpático – Plexo Facial

Mm da mastigação – Masseter, Temporal, pterigóideos medial e lateral.

Prega Palatoglossa = Istmo buco-faringeo Istmo das


Prega Palatofaríngea = Istmo Faringico Fauces

Língua – mm. Extrínsecos: gênioglosso, estiloglosso, palatoglosso, hioglosso,


condroglosso. Mm. Intrínsecos: Longitudinais superior e inferior, vertical e transverso.
* Aa. Linguais, A. palatina ascendente e a Faríngea inferior  A. carótida externa
* Parte Dorsal - Vv. Tributárias da V. Lingual
Parte Ventral – V. ranina ou V. profunda da língua  V. Sublingual  V. Lingual
* Linfonodos Submentonianos, Submandibulares e Cervicais Profundos
* Motora – N. Hipoglosso (exceto m palatoglosso: plexo faringico)
Propriocepção – N. Mandibular Trigêmeo  N. Lingual
Sensitiva– 2/3 anterior – N. mandibular  N. Lingual (Paladar – N. Facial  N.
corda do tímpano)
1/3 posterior – N. Glossofaríngeo (também paladar)
Raiz (próxima às valéculas) – N. Vago

Dente – Coroa, Colo, Raiz. Esmalte, Dentina, Forame apical, Câmara pulpar, canais
radiculares, cemento, ligamentos peridentais.
* Superiores – N. maxilar Trigêmeo  N. Alveolar superior anterior e posterior
(gengiva – N. Palatinos maiores e menores e nn. palatinos anteriores)
Inferiores – N. Mandibular trigêmeo  N. alveolar inferior (gengiva – N. lingual e
N. Bucal)

Epiglote – Pregas glosso-epiglóticas mediana e lateral; valéculas epiglóticas


Faringe

Base do crânio até borda inferior da cartilagem cricóide

Mm constritores (camada externa, horizontal ou oblíqua) – Mm. Constrictor superior,


médio e inferior
Mm levantadores da faringe (camada interna, longitudinal) – Mm estilofaríngeo,
palatofaríngeo e salpingofaríngeo.

* A. faríngea ascendente  Carótida externa


Aa. Tireóidea superior, Pterigopalatina e Palatina  A. maxilar  A carótida externa
* Plexo venoso  V. Jugular interna
* Nasofaringe – Cadeia retrofaringea
Oro e Laringofaringe – Cadeia cervical profunda
* Sensitiva – N. Glossofaríngeo e N. Acessório  Plexo faringico
Motora – N. glossofaríngeo e N acessório  Plexo faringico
M. constritor médio: Ramo externo do N. laríngeo superior  Nn laríngeos
inferiores
M. estilofaringeo: N. glossofaringeo

Nasofaringe – Da base do crânio até palato mole; tonsilas faríngeas (adenóides)


Relações Anatômicas – Anterior: Cavidade nasal (coanas)
Posterior: corpos de C1 e C2
Lateral: Conjunto vasculo-nervoso do pescoço
Inferior: Orofaringe

Orofaringe – Palato mole até borda superior da cartilagem epiglótica


Relações Anatômicas – Superior: Nasofaringe
Inferior: Laringofaringe
Anterior: Cavidade Bucal (istmo das fauces)
Posterior: corpos de C3 e C4
Lateral: conjunto vasculo-nervoso do pescoço

Laringofaringe – Borda superior da epiglote até borda inferior da cartilagem cricóide;


recessos piriformes
Relações Anatômicas – Superior: Orofaringe
Inferior: Esôfago
Anterior: Face posterior da Laringe
Posterior: corpos de C5 e C6
Lateral: conjunto vasculo-nervoso do pescoço, lobos da
glândula tireóide, nn. Laríngicos inferiores e plexo simpático carotídeo.
Esôfago

De C6 a T11 – Da borda inferior da cartilagem cricóide (laringofaringe) até junção


esofagogástrica (cárdia).
* esôfago - importante local de anastomose entre sistemas cava e porta.

Parte Cervical – C6 até entrada superior do tórax (plano em C7 e incisura jugular)


Relações Anatômicas – Anterior: face posterior da traquéia, nn. Laríngeos inferiores
Lateral: Aa. Carótidas comuns, lobos da glândula tireóide,
ducto linfático
Posterior: Coluna cervical, M. longo do pescoço, lamina pré
vertebral da fáscia profunda do pescoço
* Aa. Tireoideanas inferiores  A. subclávia
* Vv. Tireoidianas inferior e média  V. jugular interna
* Linfonodos da cadeia cervical profunda
* Via fisiológica – N. vago  nn. Laríngeos inferiores
Via nociceptiva – plexo tireoideano inferior  tronco simpático cervical
+ fibras eferentes simpáticas e parassimpáticas e controle local

Parte Torácica – até o hiato esofageano do diafragma


Relações Anatômicas – Anterior: Face posterior da traquéia, a. pulmonar direita,
brônquio principal esquerdo, pericárdio do átrio direito
Lateral: arco aórtico, a. subclávia esquerda, ducto linfático,
pleura mediastínica, nn. Laríngeos inferiores, aorta descendente, veia ázigos
Posterior: Coluna vertebral, ducto linfático, aorta descendente
* nn. Vagos direito e esquerdo envolvem o esôfago logo
abaixo do arco aórtico ao formarem os troncos.
* Ramos diretos da A. aorta / ramos das aa. Brônquicas, mediastínicas e frênica sup.
* Vv tributárias  Vv. Ázigos
* Linfonodos mediastinais posteriores
* Via fisiológica – plexo esofágico dos nn. Vagos
Via nociceptiva – nn esplâncnicos torácicos  tronco simpático torácico
+ fibras eferentes simpáticas e parassimpáticas e controle local

Parte Abdominal – do hiato até junção esofagogástrica (cárdia)


Relações Anatômicas – Anterior: lobo esquerdo do fígado
Lateral: fundo do estômago, lobo esquerdo do fígado
Posterior: pilares do diafragma
* nn. Vagais próximos e peritônio cobre faces ventral e lateral
* Aa. Frênicas inferiores e gástrica esquerda
* 1/3 inferior do esôfago – Vv. Esofageanas inferiores  V. gástrica esquerda 
Sistema Porta Hepático
* Cadeias justa-cárdicas e gástricas
* Via fisiológica – ramos vagais dos troncos posteriores e anteriores
Via nociceptiva – nn esplâncnicos torácicos  tronco simpático torácico
+ fibras eferentes simpáticas e parassimpáticas e controle local
Constrições – 1ª Cricóidea: na origem, devido ao músculo cricofaríngeo (nível da
cartilagem cricóide)
2ª Aórtica: na altura do arco aórtico
3ª Brônquica: nível do brônquio principal esquerdo
4ª Diafragmática: ao atravessar o m. diafragma (hiato esofageano)
*Ampola Epifrênica - Grande dilatação no terço inferior com a chegada
do alimento, maior dilatação do esôfago.

Peritônio

Lâmina Parietal
* vasos da parece ântero lateral do abdome
* sensível a tato, temperatura e esmagamento  fibras aferentes somáticas (nn.
Frênicos, intercostais e toracolombares)

Lâmina Visceral
* tronco celíaco, aa. Mesentéricas superior e inferior  aorta abdominal
* vv. e linfáticos acompanham as artérias
*sensível a tração  fibras aferentes viscerais

Cavidade Peritonial – estômago, fígado, intestino delgado.

Espaço retroperitonial – rins, glândulas supra-renais, a. aorta, v. cava inferior.

Espaço pré peritonial – aa. Umbilicais, úraco e ligamento redondo.

Espaço subperitonial – próstata, vesículas seminais, colo uterino, vagina

Estômago

Cárdia, Incisura cardíaca, Fundo, Corpo, Incisura angular, Antro pilórico, Canal
pilórico, Piloro.
Curvatura maior e curvatura menor

Relações anatômicas – Anterior: diafragma, parede tóraco-abdominal, lobo esquerdo


do fígado, cólon transverso
Posterior: diafragma, glândula supra-renal esquerda, rim
esquerdo, bolsa omental, corpo do pâncreas, baço
Inferior: mesocólon transverso e cólon transverso.

Fixação – Omento menor (hepatogástrico e hepatoduodenal ), Omento maior


(gastrocólico), Omento gastro esplênico, Meso gastro frênico, fixações do cárdia e
piloro, alem de elementos vasculares e a pressão intra cavidado toraco abdominal.

* Tronco celíaco  a. aorta


Curvatura menor – A. Gástrica direita  A. hepática comum
A. gástrica esquerda  tronco celíaco
Curvatura maior – A. Gastro epiplóica direita  a. gastroduodenal  a. hepática
comum
A. gastro epiplóica esquerda  a. esplênica
* Vv. acompanham artérias  V. hepática
Vv. do fundo – anastomose com veias esofágicas  via colateral do sistema porta
* Linfáticos coletores divididos – Cadeias gástricas superior e inferior, justacardíacas e
gastro-esplênicas  ducto linfático
* Sensitiva – Via fisiológica: nn. Vagos
Via nociceptiva: plexo celíaco e nn. Esplâncnicos torácicos
Motora e secreção – Parassimpática: nn. Vagos
Simpática: plexo celíaco

Duodeno

Porção superior – do piloro até flexura duodenal superior; cavidade peritonial; omento
hepatoduodenal (parte do omento menor)
Relações anatômicas – Anterior: vesícula biliar, lobo quadrado do fígado
Posterior e Superior: forame epiplóico, pedículo hepático
Posterior e Inferior: cabeça do pâncreas
* a. hepática própria e a. gastro-duodenal (aa. supra e retro duodenais)

Porção vertical – da flexura duodenal superior até flexura duodenal inferior; espaço
retroperitonial
Relações Anatômicas – Anterior: lobo direito do fígado, mesocolo transverso, cólon
transverso, vesícula biliar e jejuno
Posterior: rim direito, pedículo renal direito, v. cava inferior
Medial: cabeça do pâncreas, desembocadura das vias biliares e
pancreática
Lateral: flexura cólica direita

Porção transversa – da flexura duodenal inferior até cruzamento dos vasos


mesentéricos superiores; espaço retroperitonial
Relações Anatômicas – Anterior: vasos mesentéricos superiores, raiz do mesentério
Posterior: ureter direito, m, psoas maior direito, vasos
testiculares direitos, v. cava inferior, a aorta
Superior: cabeça e corpo do pâncreas

Porção ascendente – do cruzamento dos vasos mesentéricos superiores até a flexura


duodeno-jejunal; espaço retroperitonial
Relações anatômicas – Posterior: tronco simpático esquerdo, m. psoas maior esquerdo,
pedículo renal esquerdo, v. mesentérica inferior
Anterior: cólon transverso, mesocólon transverso
Lateral: Raiz do mesentério (direita), rim esquerdo e ureter
esquerdo (esquerda)
Fixação – Pâncreas, conexões vasculares, piloro, músculo de Treitz ou meso suspensor
do duodeno (parte ascendente do duodeno – diafragma, estrutura músculo-ligamentar)

* tronco celíaco e a. mesentérica superior


a. pancreato-duodenal superior  a. gastroduodenal rede vascular na cabeça
a. pancreato-duodenal inferior  a. mesentérica superior do pâncreas  duodeno
* Vv. seguem artérias  v. porta hepática
* Linfáticos  coletores anterior e posterior ao pâncreas  ducto linfático
* Sensitiva – Via fisiológica: N. vago  ramos celíacos e mesentérico superior
Via nociceptiva: plexo celíaco
Motora – fibras eferentes viscerais gerais do tronco vagal posterior
Plexo celíaco (simpática)

Jejuno-íleo

Flexura duodeno-jejunal, junção ileo-cecal


Impossível estabelecer o limite entre jejuno e íleo, apenas nas extremidades (duodeno,
ceco), não na transição.

Alças jejunais – linhas horizontais


Alças ileais – linhas verticais

Relações Anatômicas (muito variáveis) – Anterior: Parede abdominal anterior


Íleo: Cólon ascendente, cólon transverso,
cólon sigmóide e vísceras da cavidade pélvica. (relações variáveis)
Jejuno: Superior: Mesocolo transverso
Lateral: cólon descendente (esquerda)
Fixação – Mesentério (raiz e borda intestinal), conexões vasculares, junções jejuno-
duodenal e íleo-cecal

* ramos jejuno-ileais  a. mesentérica superior (arcadas anastomóticas  arcada


marginal  aa. retas)
* vv. acompanham as aa.  sistema porta
* quilíferos centrais das vilosidades intestinais  plexos intra-murais e cadeias de
linfonodos no mesentério  linfonodos pré aórticos
* Sensitiva e Motora –nervos esplâncnicos torácicos e tronco vagal posterior  plexos
celíaco e mesentérico superior

Ceco – Apêndice

Ceco – óstio íleo-cecal, válvula íleo-cecal, frênulos da válvula, apêndices epiplóicos,


tênias (Tênia livre), haustros
Relações Anatômicas – Posterior: mm. Ilíaco e psoas maior, nn. cutâneo lateral da coxa
e femoral
Medial: Íleo, vasos ilíacos comuns direitos
Anterior: Parede abdominal, omento gastrocólico, intestino
delgado
Lateral: Osso ilíaco
Apêndice – óstio do apêndice cecal, válvula do apêndice
Relações Anatômicas – vasos ilíacos externos direitos e m. psoas maior

* ramos cecais e a. apendicular  ramo íleo-cólico  a. mesentérica superior


* Vv. seguem trajeto arterial
* Linfonodos dos vasos sanguíneos  linfonodos pré aórticos
Cadeia para-cólica
* Sensitiva e Motora – tronco vagal posterior e nn. Esplâncnicos torácicos  plexos
mesentérico superior e celíaco
Nociceptiva – nn. Segmentos T7 – T9

Cólons

Cólon Ascendente – do óstio íleo cecal até flexura hepática; retroperitonial; recesso
parieto cólico direito
Relações Anatômicas – Posterior: parede posterior do abdome, rim direito, nn. Íleo-
hipogástrio e ílio-inguinal direitos
Antero-medial: alças jejuno-ileais, parede antero lateral do
abdome (flanco direito e região ilíaca), omento gastro-cólico (omento maior).
* a. cólica direita  a. mesentérica superior

* Flexura Hepática – meso frenocólico direito


Relações Anatômicas – rim direito, face inferior do lobo direito do fígado, duodeno,
e fundo da vesícula biliar

Cólon Transverso – entre flexuras hepática e esplênica; omento maior


Relações Anatômicas – Duodeno, cabeça do pâncreas, fígado, vesícula biliar,
estômago, baço, alças jejuno-ileais, parede antero lateral do abdome (hipocôndrios
direito e esquerdo e epigástrio)
* a. cólica direita e média  a. mesentérica superior

* Flexura Esplênica – meso frenocólico esquerdo


Relações Anatômicas – baço, cauda do pâncreas, rim esquerdo

Cólon Descendente – da flexura esplênica até plano que tangencia crista ilíaca;
retroperitonial; recesso parieto cólico esquerdo
Relações Anatômicas – alças jejuno-ileais, parede do abdome (flanco esquerdo), nn.
Ílio-hipogástrio e ílio-inguinal esquerdo.
* a. cólica esquerda  a. mesentérica inferior

Cólon Sigmóide – desde o plano que tangencia a crista ilíaca até nível da S3
Relações Anatômicas – vasos ilíacos externos, n. obturados, ovário esquerdo, canal
deferente, ureter esquerdo, bexiga urinária, útero, alças jejuno-ileais, parede antero
lateral do abdome (região ilíaca esquerda e hipogástrica)
* a. sigmóidea  a. mesentérica inferior

* As veias dos cólons seguem as aa.  veia porta


* Linfáticos intra-murais  linfonodos para-cólicos  linfonodos pré aórticos
* Simpática – Nn. Esplâncnicos torácicos
Parassimpática – Tronco vagal posterior e nn. Esplâncnicos pélvicos
Via fisiológica - Plexos celíaco e mesentéricos superior e inferior
Via nociceptiva – nn. Esplâncnicos torácicos

Reto e Canal Anal

Reto - pregas transversais


Relações Anatômicas – Posterior: osso sacro, tecido conjuntivo pré sacral
Lateral: íleo, cólon sigmóide, plexo hipogástrico superior, vasos
e nervos pélvicos
Anterior: bexiga urinária, próstata (homem)

Canal Anal – seios anais, válvulas anais, linha pectinada, pécten e orla anal, linha
branca de Hilton, esfíncter interno e externo

* Parte superior do reto: A. retal superior  A. mesentérica inferior


Parte inferior do reto: A. retal média  A. ilíaca interna
Canal anal: A. retal inferior  A. pudenda interna
* Vv. seguem as aa.  áreas de anastomose porto-cava
* Parte superior do reto: linfonodos mesentéricos inferiores
Parte inferior do reto: linfonodos ilíacos internos
Canal anal: Pécten: linfonodos ilíacos internos
Orla Anal: cadeias inguinais superficiais
* Inervação visceral: Plexo hipogástrico superior  plexos pré aórticos e nn.
Esplâncnicos lombares
Plexo hipogástrico inferior  nn. Esplâncnicos pélvicos
Fibras somáticas do n. pudendo (esfíncter externo)

Fígado

Relações Anatômicas – M. diafragma, parede da cavidade abdominal, esôfago,


estômago, porção superior do duodeno, ângulo hepático do cólon, rim direito, supra-
renal direita, porção vertical do duodeno.

Face diafragmática – ligamento falciforme, ligamento coronário, ligamentos


triangulares direito e esquerdo, área nua.
* A. hepática e V. porta
* 3 vv. Hepáticas  V. cava inferior
* Grupo linfático superficial – cadeia ao redor da v. cava inferior  ducto torácico
linfonodos justa cárdicos
Grupo linfático profundo – vv. Hepáticas ou cadeias hilares
* Simpática - Nn. Esplâncnicos torácicos  plexo celíaco plexo
Parassimpática - Tronco vagal anterior hepático
Via nociceptiva – peritônio parietal  nn. Parietais toracolombares, intercostais e
frênico

Canais intra-hepáticos  ductos hepáticos direito e esquerdo  ducto hepático comum


Vesícula biliar  ducto cístico
Ducto cístico + Ducto hepático comum = Ducto colédoco

Trígono cístico – Borda inferior do fígado + ducto cístico + ducto hepático comum
(dentro temos a artéria cística)

Vesícula Biliar

Relações Anatômicas – Anterior: parede toracoabdominal


Superior: Fígado
Inferior: porções superior ou vertical do duodeno e cólon
transverso

* a. cística  a. hepática direita (trígono cístico)


* Face superior: tributarias das vv. Hepáticas
Face inferior: v. cística  vv. hepátics
* Face superior: drenagem linfática pelo fígado
Face inferior: próximo dos pedículo hepático  cadeias pré aórticas
* Motoras e aferentes fisiológicas – tronco vagal anterior ramo hepático
plexo celíaco
Nociceptiva – n. frênico direito e plexo celíaco

Pâncreas

Cabeça (processo uncinado)


Colo Retroperitoniais
Corpo
Cauda – dentro da cavidade peritonial (omento pancreático esplênico)

Cabeça
Relações Anatômicas – Superior, Inferior, Lateral: Arco duodenal
Anterior: parte do arco duodenal, arcadas vasculares e raiz do
mesocolo
Posterior: ducto biliar colédoco, v. cava inferior, a. aorta,
pedículo renal direito, parte do rim direito.

Corpo
Relações Anatômicas – Anterior: parede posterior do estômago
Posterior: v. porta, v mesenterica superior, diafragma, glândula
supra-renal esquerda, rim esquerdo e seu pedículo.

Cauda (móvel)
Relações Anatômicas – vasos esplênicos, baço, rim esquerdo

* a. Pancreato duodenal superior  a. gastroduodenal


a. pancreato duodenal inferior  a. mesentérica superior
ramos pancreáticos (dorsal, magna, inferior, caudal)  a. esplênica
* vv. Acompanham aa.  sistema porta
* cadeias pancreato duodenais e pancreático esplênicas  linfonodos pré aórticos e
ducto linfático
* Aferentes – n. vago  Plexos celíaco e mesenterico superior
Nociceptivas – tronco simpático  plexo celíaco
Eferentes vagais e simpáticas por nn. Esplâncnicos torácicos