Você está na página 1de 12

Caderno de especificação de Tintas

2007

Cimento Exterior

Caderno de especificação de Tintas

07
07

Rio-Nogueira,

Ap.1094

447-909

Maia

Page 1

Caderno de especificação de Tintas

2007

GERAL

Características dos substratos

O

cimento é o produto complexo da reacção de agregados, areia e dos silicatos de cálcio presentes no cimento. A cal é produzida durante a fase

de

repouso, que reage lentamente com a sílica da areia para produzir mais cimento. Esta produção de cal explica a alcalinidade inicial elevada do

betão e do cimento e é influenciada pela quantidade de água adicionada, do tipo de agregado e dos aditivos usados. A cal adicional pode migrar à

superfície como leitada, eflorescencias ou manchas salinas.

O produto ideal para evitar manchas em cimentos frescos é o nosso Primário Karpolite ref ª1307 .

A matriz do cimento é corroída lentamente pelos ácidos normalmente existentes na chuva, provocando que o cimento velho possa ter uma

camada não ligada à superfície.

Estas propriedades aplicam-se a todas as superfícies cimenticías embora existam diferenças entre cada um dos substratos possíveis, a saber:

1 -

O reboco de cimento comum : Pode ter as camadas de superfície muito fracas devido à perda de água, conduzindo a camadas

relativamente finas de cimento o que provoca uma cura pobre. Muitos aplicadores adicionam cal, para melhorar a

trabalhabilidade o que conduz a uma alcalinidade muito elevada. Esta alcalinidade provoca, quando os primários não são os

ideais, problemas graves nas pinturas.

2

- Bloco de Cimento ou Betão: A capa de cimento dos blocos, quando exposta à intempérie vai envelhecer como um pó fino que é

um mau suporte para as pinturas

3

- Painéis de cimento: Baixa incidência de eflorescências nos painéis planos, maior perigo nos painéis moldados.Algumas

possibilidades de

contaminação devido aos óleos desmoldantes

4

– Betão poroso : Maior probabilidade de ter eflorescencias e leitadas devido a misturas mais fortes de cimento

Preparação da superficie

Cimento novo, Betão novo e cimento reforçado com fibras ou aditivos

K83. 1

Remover todo o pó e eflorescências Remover todas as camadas com pó, leitadas ou eflorescências com escova de arame ou com jacto de água. Lixar qualquer

tipo de fibras ou contaminantes que existam à superfície.

K83. 2

Desengordurar e limpar as superfícies Desengordurar cuidadosamente por abrasão mecânica toda a superfície de maneira a retirar todo o pó, sujidade, gorduras,

etc, que existam à superfície. Limpar generosamente com água e verificar com um algodão ou um pano branco se a

superfície está devidamente limpa.

K83. 3

Teste de humidade Colocar um plástico com 45cm X 45 cm, bem selado nos cantos, sobre a superfície. Não pode ficar nenhum espaço não vedado no plástico. Após 24 h verificar a parte do plástico que está encostada ao cimento ou betão

para ver sinais de condensações. Se a parte do cimento ou betão, que está tapada, está mais escura que o que está descoberto significa que temos humidade em excesso e não deve ser aplicada a tinta. Deixar secar mais 14 dias e repetir o teste.

Rio-Nogueira,

Ap.1094

447-909

Maia

Page 2

Caderno de especificação de Tintas

2007

Betão Envelhecido, Cimento envelhecido e blocos de betão ou cimento envelhecidos

A maneira mais fácil de se identificar a condição destes suportes é raspar com uma faca a superfície – se a superfície se

desfaz em pó, toda a superfície deve ser devidamente lavada

K83. 1 Remover todo o pó e eflorescências

Remover todas as camadas com pó, leitadas ou eflorescências com escova de arame ou com jacto de água. Lixar

qualquer tipo de fibras ou contaminantes que existam à superfície.

Atenção especial As placas de fibrocimento velhas podem conter amianto. A remoção e eliminação destes produtos podem requerer licenças

especiais. Não esquecer que durante a preparação da superfície podem libertar-se partículas soltas de amianto, assim é

obrigatório o uso de mascaras por todas as pessoas que estejam envolvidas nestes processos

K83. 2 Desengordurar e limpar as superfícies

Desengordurar cuidadosamente por abrasão mecânica toda a superfície de maneira a retirar todo o pó, sujidade,

gorduras, etc, que existam à superfície. Limpar generosamente com água e verificar com um algodão ou um pano

branco se a superfície está devidamente limpa.

K83. 4 Remover todos os fungos e algas Lavar cuidadosamente todo o material solto. Tratar áreas com fungos ou algas com Liquido Anti - Fungos refª

3034. Deixar repousar 48 horas para o efeito ser mais eficaz. Se a infestação for muito forte aplicar o liquido mais

vezes. Limpar com água limpa toda a superfície.

K83. 5 Jacto de água Lavar cuidadosamente com jacto de água a 3000 psi para remover toda a sujidade, poeiras e qualquer resíduo de

fungos que existam. Deixar secar 24 horas.

Pavimentos em cimento

Os pavimentos são um caso especial de superfícies de cimento ou betão. A quantidade de contaminação a que

estão sujeitos é sempre muito superior a uma fachada, nestes casos a preparação da superfície é um factor crítico do

sistema.

Os sistemas novos têm obrigatoriamente de curar durante 28 dias para serem pintados, excepto quando vamos

aplicar um Auto – Nivelante Epoxy Aquoso. Nestes casos os tempos de cura do suporte baixam para os 7 a 10 dias.

Alguns pavimentos novos podem conter aditivos de endurecimento, membranas de cura, etc. Estes tratamentos

resultam numa superfície que é muito dura e resistente aos ataques de ácidos diluídos. Nestes casos a abrasão mecânica é

fundamental para uma pintura duradoura. Os testes de humidade são fundamentais nos pavimentos e devem ser sempre

efectuados.

A preparação compreende os seguintes passos:

K83. 1

Remover todo o pó e eflorescências Remover todas as camadas com pó, leitadas ou eflorescências com escova de arame ou com jacto de água. Lixar

qualquer tipo de fibras ou contaminantes que existam à superfície.

K83. 2

Desengordurar e limpar as superfícies Desengordurar cuidadosamente por abrasão mecânica toda a superfície de maneira a retirar todo o pó, sujidade,

gorduras, etc, que existam à superfície. Limpar generosamente com água e verificar com um algodão ou um

pano branco se a superfície está devidamente limpa.

K83. 3

Teste de humidade Colocar um plástico com 45cm X 45 cm, bem selado nos cantos, sobre a superfície. Não pode ficar nenhum

espaço não vedado no plástico. Após 24 h verificar a parte do plástico que está encostada ao cimento ou betão para ver

sinais de condensações. Se a parte do cimento ou betão, que está tapada, está mais escura que o que está descoberto

significa que temos humidade em excesso e não deve ser aplicada a tinta. Deixar secar mais 14 dias e repetir o teste

Rio-Nogueira,

Ap.1094

447-909

Maia

Page 3

Caderno de especificação de Tintas

2007

K83.4 Decapagem ácida

Antes de aplicar um tratamento acido num pavimento devemos remover todos os contaminantes soltos. Remove-los, varrendo ou através de um aspirador de alto rendimento.

Humidificar um pouco os pavimentos antes de aplicar a solução ácida. A solução pode ser acido hidrocloridrico diluído com 6 partes de água ou ácido fosfórico diluído com 10 partes de água. A superfície deve começar a borbulhar imediatamente após a aplicação do ácido. Se isto não acontecer aplicar um detergente apropriado e reaplicar o ácido.

O passo seguinte é escovar o pavimento com uma vassoura de nylon quando a superfície deixa de borbulhar. Lavar com muita água e esfregar ao mesmo tempo, para remover os sais que entretanto viram à superfície.

Este tratamento vai originar uma superfície limpa e ligeiramente rugosa. Se a rugosidade não for visível reaplicar o ácido.

Deixar secar, se possível usando um aspirador para retirar excesso de água existente. Aplicar os produtos depois do pavimento seco não esperando mais de três dias aos secagem completa.

Rio-Nogueira,

Ap.1094

447-909

Maia

Page 4

Características do substrato

Caderno de especificação de Tintas

2007

O cimento é o produto complexo da reacção de agregados, areia e dos silicatos de cálcio presentes no cimento. A cal é produzida durante a fase de

repouso, que reage lentamente com a sílica da areia para produzir mais cimento. Esta produção de cal explica a alcalinidade inicial elevada do betão e do cimento e é influenciada pela quantidade de água adicionada, do tipo de agregado e dos aditivos usados. A cal adicional pode migrar à superfície como leitada, eflorescencias ou manchas salinas.

O produto ideal para evitar manchas em cimentos frescos é o nosso Primário Karpolite ref ª1307 .

A matriz do cimento é corroída lentamente pelos ácidos normalmente existentes na chuva, de modo que o cimento velho possa ter uma camada não

ligada à superficie.

Preparação da Superficie

Trabalhos Novos - Vêr Preparação da superficie K83 para indicações detalhadas.

Repinturas – Vêr Preparação da superficie K84 para indicações detalhadas.

1e 1 Produtos Aquosos Tintas Plásticas Lisas e Texturadas

Para cimento ou betão no exterior recomendamos pinturas aquosas por causa da sua resistência aos alcalis e da sua durabilidade. Os revestimentos mais brilhantes são geralmente mais resistentes e limpos mais facilmente, mas mostram as imperfeições da superfície num grau mais elevado. Os revestimentos texturados ou areados são os melhores para disfarçar substratos pobres e mal preparados. O Isolador Policril refª 3070 é um condicionador de superfície que reduz também a absorção e as manchas de humidade.

Especificação Genérica

 

Especificação KAR

 
   

Tipo

Preparação

       

Superficie

Ambiente

Pintura

Superficie

Isolamento

 

1ª Demão

 

2ª Demão

 

3ª Demão

       

Isolador Policril refª 3070

     

Plástica

Opcional Tinta Sol refª 3020 Diluída no máximo a

+

Tinta Sol refª 3020

Tinta Sol refª 3020

Superficies

Exterior

Aquosa de

K83

Tinta Sol refª 3020

Diluída no máximo a

Diluída no máximo a

Cimenticias

média

qualidade

+

25

% com água

25

% com água

25

% com água

Agua

     
       

Isolador Policril refª 3070 (1 parte )

     

Plástica

+

Tinta Plastine

Tinta Plastine

 

Opcional

Superficies

Aquosa de

Tinta Plastine refª 3022 (1 parte)

refª 3022 Diluída no máximo a

refª 3022 Diluída no máximo a

Tinta Plastine refª 3022 Diluída no máximo a

Cimenticias

Exterior

alta

K83

qualidade

+

25

% com água

25

% com água

25

% com água

Agua (50 % sobre a

     

mistura)

       

Isolador Policril refª 3070 (1 parte )

     

+

Tinta Texkar refª 3006 diluída no máximo a 15 % com água

Tinta Texkar refª 3006 diluída no máximo a 10 % com água

Superficies

Exterior

Plástica

K83

Tinta Texkar refª 3006 ( 1 parte)

Não Utilizada

Cimenticias

Texturada

+

Agua (50 % sobre a

   

mistura)

Rio-Nogueira,

Ap.1094

447-909

Maia

Pag. 5

Caderno de especificação de Tintas

2007

1e 2 Produtos Aquosos Tintas Acrílicas Lisas e Texturadas

As tintas acrílicas são consideradas, e muito justamente, o topo nos acabamentos exteriores. São produtos com capacidades de resistirem ao envelhecimento muito acima das tintas convencionais. A lavagem de uma fachada com estas tintas é muito simples, sendo até conhecidas pelas suas propriedades “ auto - laváveis” . Um dos aspectos que devemos sempre ter em conta é que as tintas acrílicas não “respiram”, isto é, são completamente impermeáveis. Nos casos em que temos preparações de superfícies deficientes, com maus isolamentos o que nos pode acontecer mais facilmente é a formação de bolhas à superfície da tinta. Estas bolhas não são mais que água que irá descascar a pintura de toda a parede.

Especificação Genérica

 

Especificação KAR

 
   

Tipo

Preparação

       

Superficie

Ambiente

Pintura

Superficie

Isolamento

 

1ª Demão

 

2ª Demão

 

3ª Demão

       

Isolador Policril (1 parte )

     

+

Opcional Tinta Acril refª 3074 Diluída no máximo a

Superficies

Exterior

Acrílica

K83

Tinta Acril refª 3074

Tinta Acril refª 3074 Diluída no máximo a

Tinta Acril refª 3074 Diluída no máximo a

Cimenticias

pura Lisa

(1 parte )

25

% com água

25

% com água

 

+

   

25

% com água

Agua

 
   

Aquosa

 

Isolador Policril (1 parte )

     

de alta

+

 

Opcional

qualidade

Tinta Marplaste refª 3024

Tinta Marplaste

Tinta Marplaste

Tinta Marplaste refª

Superficies

refª 3024 Diluída no máximo a

refª 3024 Diluída no máximo a

Cimenticias

Exterior

com

K83

(1 parte)

 

3024

mistura

+

   

Diluída no máximo a

Água (50 % sobre a mistura)

25

% com água

25

% com água

de resina

   

25

% com água

acrilica

 
       

Isolador Policril (1 parte )

     

+

Tinta Texkar Acril

Tinta Texkar Acril

Superficies

Exterior

Acrilica

K83

Tinta Texkar Acril refª 3075 ( 1 parte)

refª 3075 diluída no máximo a

refª 3075 diluída no máximo a

Não Utilizada

Cimenticias

Texturada

+

   

Agua (50 % sobre a

15

% com água

10

% com água

mistura)

   

Nas tintas acrílicas de base aquosa não podemos deixar de referir o Esmalte Primavera refª 3090 e 3091. Trata-se de um produto 100 % acrílico que junta as melhores características dos produtos a diluente ( brilho e lavabilidade ) com as melhores características dos produtos aquosos de alta qualidade ( durabilidade e cobertura ).

Especificação Genérica

 

Especificação KAR

 
   

Tipo

Preparação

       

Superficie

Ambiente

Pintura

Superficie

Isolamento

 

1ª Demão

 

2ª Demão

 

3ª Demão

       

Isolador Policril (1 parte )

     

Opcional

+

Esmalte Primavera refª 3090 Diluído no máximo a

Esmalte Primavera refª 3090 Diluído no máximo a

 

Esmalte

Esmalte Primavera

Superficies

Cimenticias

Exterior

Aquoso

K83

Esmalte Primavera refª 3090 (1 parte )

 

refª 3090

Brilhante

   

Diluído no máximo a

+

25

% com água

15

% com água

   

15

% com água

Agua

 
       

Isolador Policril (1 parte )

     

+

Opcional Esmalte Primavera refª 3091 Diluído no máximo a

Esmalte Primavera

Esmalte Primavera

Esmalte

Esmalte Primavera

Superficies

Exterior

Aquoso

K83

refª 3091 (1 parte )

 

refª 3091

 

refª 3091

Cimenticias

Diluído no máximo a

Diluído no máximo a

½ Brilho

+

Água (50 % sobre a

25

% com água

15

% com água

15

% com água

mistura)

     

Rio-Nogueira,

Ap.1094

447-909

Maia

Pag. VI

Caderno de especificação de Tintas

2007

1e 3 Produtos Aquosos Membranas Lisas e Texturadas ( “Tintas de borracha” )

As membranas surgiram nos anos 90 como a grande revolução nas tintas, no entanto apesar de muitas vantagens tratam-se de produtos que devem ser muito bem aplicados para evitarem problemas futuros.

Um dos erros mais comuns é a aplicação de membranas em suportes novos. Se na generalidade dos casos não existe nenhum problema, em algumas situações esta aplicação põe tornar-se problemática devido ás movimentações estruturais dos edifícios. Se é certo que as membranas aguentam, devido à sua elasticidade, alguma fissuração dos rebocos, também é certo que estas fissurações irão de certeza promover a entrada de humidade nas paredes, esta humidade vai provocar um fenómeno bastante comum que é o aparecimento de bolhas nas pinturas.

Especificação Genérica

 

Especificação KAR

 
     

Tipo

Preparação

       

Superficie

Ambiente

Pintura

Superficie

Isolamento

1ª Demão

 

2ª Demão

3ª Demão

       

Isolador Policril

     

Membrana

 

+

Membrana Estoril

Membrana Estoril

Superficies

Exterior

Aquosa de

K83

Membrana Estoril

refª 2026

 

refª 2026

Não aplicável

Cimenticias

 

média

refª 2026

Diluída no máximo a

Diluída no máximo a

qualidade

 

+

25

% com água

25

% com água

Agua

   
       

Isolador Policril (1 parte )

     

Membrana

 

+

Aquosa de

 

Membrana Listec

Membrana Listec

Membrana Listec

Superficies

 

alta

refª 3012 Diluída no máximo a

 

refª 3012

Cimenticias

Exterior

qualidade

K83

refª 3012 (1 parte)

Diluída no máximo a

Não Aplicável

 

+

 
 

e

alta

Agua (50 % sobre a

25

% com água

25

% com água

espessura

mistura)

 
   

Membrana

 

Isolador Policril (1 parte )

     
 

+

Aquosa de

Tinta Karflex refª3071

Tinta Karflex refª3071

Tinta Karflex refª3071

Superficies

Exterior

 

alta

K83

(

1 parte)

diluída no máximo a 15

diluída no máximo a 10

Não Aplicável

Cimenticias

qualidade

 
 

+

%

com água

% com água

e

baixa

espessura

Agua (50 % sobre a mistura)

 
   

Membrana

 

Isolador Policril (1 parte )

     

Aquosa

 

+

Texturada

Tinta Sircotex refª 2014

Tinta Sircotex refª 2014

Superficies

Cimenticias

Exterior

de

alta

K83

(

1 parte)

diluída no máximo a 15

Tinta Sircotex refª 2014

Não Aplicável

qualidade

+

%

com água

e

baixa

Agua (50 % sobre a

 

espessura

mistura)

   

Membrana

 

Isolador Policril (1 parte )

     
 

+

Aquosa

 

Texturada

Membrana Texturada Estoril refª 2014

Membrana Texturada Estoril refª 2014

Membrana Texturada Estoril refª 2014

Superficies

Exterior

 

de

K83

     

Não Aplicável

Cimenticias

qualidade

(

1 parte)

Diluída no máximo a 15

Diluída no máximo a

e

média

+

%

com água

15

% com água

espessura

Agua (50 % sobre a mistura)

   

Rio-Nogueira,

Ap.1094

447-909

Maia

Pag. VII

Caderno de especificação de Tintas

2007

1e 3 Produtos Aquosos Tinta de Silicatos ( “Tintas minerais” )

Substratos apropriados:

Placas interiores novas ou antigas realizadas com areia ou cal branca Rebocos novos ou antigos feitos com cimento, areia e cal branca Rebocos novos ou antigos de cimento Superfícies de Betão devidamente limpas Substratos tipo Uralita Superfícies metálicas tipo alumínio e ferro galvanizado

Nunca aplicar sobre:

Gesso ou Pladur Aglomerados de madeira Esmaltes Sintéticos ou semelhantes Plásticos

Menos apropriados Tijolo Ferro Pinturas novas ou velhas de cal Pinturas antigas de tintas plásticas bem aderidas

Em geral as principais vantagens das tintas de base silicato são:

-Pronto a usar -Excelente estabilidade -Aplicação fácil -Compatíveis com rebocos novos que ainda possuem alcalinidade elevada -Fixação dos substratos e reforço das estruturas -Excelente permeabilidade ao vapor de água -Alta resistência aos agentes atmosféricos. -Durabilidade de vários anos sem manutenção.

Especificação Genérica

 

Especificação KAR

 
   

Tipo

Preparação

       

Superficie

Ambiente

Pintura

Superficie

Isolamento

1ª Demão

2ª Demão

3ª Demão

Superficies

Exterior

Tinta de

K83

Isolante Silikar refª 3099

Tinta Silikar refª 3100

Tinta Silikar refª 3100

Opcional

Cimenticias

Silicatos

Rio-Nogueira,

Ap.1094

447-909

Maia

Pag. VIII

Caderno de especificação de Tintas

2007

GESSO E PLADUR

Características do substrato

O gesso é o produto da reacção do Sulfato de Cálcio semi-hidratado com a água. O gesso reage com a água e forma o dihidrato. Este composto é relativamente fraco como reboco quando comparado com os rebocos de cimento e requer normalmente um regularizador de superficie com boa capacidade de penetração como o Primário Aquoso refª 2075. Este revestimento é lentamente solúvel em água e nunca deve ser usado em áreas humidas. O gesso puro é quimicamente inerte, mas as impurezas como o Sulfato de sódio podem causar eflorescências e os aditivos usados no gesso ( cal e outros) levam a que a superficíe se torne alcalina.

O Pladur é constituido por gesso envolvido em papel. Ver o processo de fabrico ao lado. O pladur é emassado antes de sêr pintado. O produto a ser usado é a Massa ETS 2.

Preparação da Superficie

Trabalhos Novos - Vêr Preparação da superficie K83 para indicações detalhadas.

Repinturas – Vêr Preparação da superficie K84 para indicações detalhadas.

da superficie K84 para indicações detalhadas. 1e 1 Produtos Aquosos O nive l de acabamento do

1e 1 Produtos Aquosos

O nive l de acabamento do Pladur ou do Gesso varia com o tipo de pintura a sêr usado e pode tambem variar conforme a localização das placas e o tipo de iluminação que vai ser usado. Em áreas criticas, em que a iluminação usada vai ser muito forte, devemos ter muito cuidado com as juntas, assim o ideal nestes casos é usar Tintas mates ou com o minimo de brilho possivel para evitar o transparecer das juntas de placas. Preferencialmente deveríam ser usadas tintas com alguma elasticidade tais como Esmalte Primavera Mate 3091, Tinta Vinicril Mate refª 3078 ou Tinta Vinicril Estoril mate refª 3081.

Especificação Genérica

 

Especificação KAR

 
   

Tipo

Preparação

       

Superficie

Ambiente

Pintura

Superficie

Isolamento

 

1ª Demão

 

2ª Demão

 

3ª Demão

       

Primário Aquoso refª

     

Superficies

Plástica

Tinta Estoril refª 2016 Diluída no máximo a

Tinta Estoril refª 2016 Diluída no máximo a

Tinta Estoril refª 2016 Diluída no máximo a

2075

Gesso,

Interior

Aquosa

K83

Diluído a 25 % com água

Pladur

Profissional

25

% com água

25

% com água

25

% com água

   

Plástica

 

Primário Aquoso refª

   

Opcional Tinta Sol refª 3020 Diluída no máximo a

Superficies

Aquosa de

2075

Tinta Sol refª 3020 Diluída no máximo a

Tinta Sol refª 3020 Diluída no máximo a

Gesso,

Interior

K83

Pladur

média

Diluído a 25 % com água

25

% com água

25

% com água

qualidade

   

25

% com água

   

Plástica

 

Primário Aquoso refª

Tinta Plastine

Tinta Plastine

Opcional Tinta Plastine refª 3022 Diluída no máximo a

Superficies

Aquosa de

2075

 

refª 3022

 

refª 3022

Gesso,

Interior

K83

   

Pladur

alta

Diluído a 25 % com água

Diluída no máximo a

Diluída no máximo a

qualidade

25

% com água

25

% com água

25

% com água

       

Primário Aquoso refª

Tinta Plasfungo

Tinta Plasfungo refª 3027 Diluída no máximo a

Tinta Plasfungo

Superficies

Anti

2075

 

refª 3027

 

refª 3027

Gesso,

Interior

K83

   

Pladur

Fungos

Diluído a 25 % com água

Diluída no máximo a

Diluída no máximo a

25

% com água

25

% com água

25

% com água

Rio-Nogueira,

Ap.1094

447-909

Maia

Pag. 9

Caderno de especificação de Tintas

2007

1e 2 Produtos Aquosos Tintas Laváveis Lisas

As tintas laváveis ou acrílicas são consideradas, e muito justamente, o topo nos acabamentos interiores. São produtos com capacidades de resistirem a lavagens sucessivas sem perderem as caracteristicas iniciais. Um dos aspectos que devemos sempre ter em conta é que as tintas laváveis não “respiram”, isto é, são completamente impermeáveis. Nos casos em que temos preparações de superfícies deficientes, com maus isolamentos o que nos pode acontecer mais facilmente é a formação de bolhas à superfície da tinta. Estas bolhas não são mais que água que irá descascar a pintura de toda a parede.

Especificação Genérica

 

Especificação KAR

 
   

Tipo

Preparação

       

Superficie

Ambiente

Pintura

Superficie

Isolamento

 

1ª Demão

 

2ª Demão

 

3ª Demão

Superficies

 

Lavável

 

Primário Aquoso refª 2075 Diluído a 25 % com água

Tinta Vinicril refª 3078 Diluída no máximo a

Tinta Vinicril refª 3078 Diluída no máximo a

Opcional Tinta Vinicril refª 3078 Diluída no máximo a

Gesso,

Interior

Mate

K83

Pladur

Qualidade

 

25

% com água

25

% com água

 
   

25

% com água

Superficies

 

Lavável

 

Primário Aquoso refª 2075 Diluído a 25 % com água

Tinta Vinicril refª 3077 Diluída no máximo a

Tinta Vinicril refª 3077 Diluída no máximo a

Opcional Tinta Marplaste refª

Gesso,

Interior

Acetinada

K83

 

3024

Pladur

Qualidade

 

25

% com água

25

% com água

Diluída no máximo a

   

25

% com água

               

Opcional

Superficies

Lavável

Primário Aquoso refª 2075 Diluído a 25 % com água

Tinta Vinicril refª 3094 Diluída no máximo a

Tinta Vinicril refª 3094 Diluída no máximo a

Tinta Vinicril refª 3094 Diluída no máximo a

Gesso,

Interior

Brilhante

K83

Pladur

Qualidade

 

25

% com água

25

% com água

 
   

25

% com água

Tintas Laváveis Lisas Económicas

 

A gama de Interiores para gessos tambem engloba uma linha económica que é designada de “Estoril”.

 

Especificação Genérica

 

Especificação KAR

 
   

Tipo

Preparação

       

Superficie

Ambiente

Pintura

Superficie

Isolamento

 

1ª Demão

 

2ª Demão

 

3ª Demão

Superficies

 

Lavável

 

Primário Aquoso refª 2075 Diluído a 25 % com água

Tinta Vinicril Estoril refª 3081 Diluída no máximo a

Tinta Vinicril refª 3081 Diluída no máximo a

Opcional Tinta Vinicril refª 3081 Diluída no máximo a

Gesso,

Interior

Mate

K83

Pladur

Profissional

   

25

% com água

 

25

% com água

 

25

% com água

       

Primário Aquoso refª 2075 Diluído a 25 % com água

Tinta Vinicril Estoril refª 3078 Diluída no máximo a

Tinta Vinicril Estoril refª 3078 Diluída no máximo a

 

Opcional

Superficies

Lavável

Tinta Vinicril Estoril refª 3078 Diluída no máximo a

Gesso,

Interior

Acetinada

K83

Pladur

Profissional

     

25

% com água

25

% com água

 
   

25

% com água

1e 3 Produtos Aquosos Tintas Texturadas

As Tintas Texturadas são hoje em dia pouco utilizadas nos interiores devido exactamente ao seu aspecto rugoso e áspero. No entanto, sempre que temos defeitos de aplicação do Pladur ou do Gesso continuam a ser a solução mais rápida e económica para resolver esses problemas.

Especificação Genérica

 

Especificação KAR

 
   

Tipo

Preparação

       

Superficie

Ambiente

Pintura

Superficie

Isolamento

1ª Demão

2ª Demão

3ª Demão

Superficies

     

Primário Aquoso refª 2075 Diluído a 25 % com água

Tinta Texturada refª 3005 Diluida a 25 % com água

Tinta Texturada refª 3005 Diluida a 25 % com água

 

Gesso,

Interior

Texturada

K83

Não aplicável

Pladur

Rio-Nogueira,

Ap.1094

447-909

Maia

Pag. X

Caderno de especificação de Tintas

2007

1e 4 Produtos Aquosos Tintas para tectos em Gesso

Nos tectos devemos aplicar sempre Tintas próprias para tectos ou tintas de baixa qualidade. Pode parecer um contrasenso, mas as tintas de alta qualidade em tectos dão mais problemas do que vantagens.

O maior destes problemas é a condensação de água. Nas tintas de alta e média qualidade, devido à sua impermeabilidade, não vai existir absorção de água. A água vai ficar á superficie da tinta o que vai provocar, inevitavelmente, um “ressoar” do tecto.

Especificação Genérica

 

Especificação KAR

 
   

Tipo

Preparação

       

Superficie

Ambiente

Pintura

Superficie

Isolamento

1ª Demão

2ª Demão

3ª Demão

Superficies

     

Primário Aquoso refª 2075 Diluído a 25 % com água

Tinta para Tectos refª 3043 Diluida a 25 % com água

Tinta para Tectos refª 3043 Diluida a 25 % com água

Opcional Tinta para Tectos refª 3043 Diluida a 25 % com água

Tectos

Gesso,

Lisa

K83

Interior

Pladur

 

Superficies

     

Primário Aquoso refª 2075 Diluído a 25 % com água

Tinta Estoril refª 2016 Diluida a 25 % com água

Tinta Estoril refª 2016 Diluida a 25 % com água

Opcional Tinta Estoril refª 2016 Diluida a 25 % com água

Tectos

Lisa

Gesso,

K83

Interior

Económica

Pladur

 

1e 5 Produtos Aquosos Especiais para interiores

Existem na nossa gama alguns produtos de caracteristicas especiais que podem ser aplicados em Gesso ou reboco de cimento destinados a aplicações especiais.

Tinta Acústica, este produto é o produto ideal para salas grandes onde a eliminação do eco é dificil e obriga a soluções muito caras. Trata-se de um produto constítuido por resinas especiais acrílicas e microesferas especiais que vão absorver o som, não deixando que exista eco no interior.

Tinta Anti-Insectos, esta tinta foi desenvolvida à alguns anos para ser usada nos países Africanos e nas zonas mais quentes do nosso país, como Alentejo e Algarve. Destrói o mosquito através de um efeito de choque eléctrico, isto é, quando o mosquito pousa na parede é-lhe transmitido um pequeno choque que é suficiente paara provocar a sua morte.

Especificação Genérica

 

Especificação KAR

 
   

Tipo

Preparação

       

Superficie

Ambiente

Pintura

Superficie

Isolamento

1ª Demão

2ª Demão

3ª Demão

Superficies

 

Tinta

 

Primário Aquoso refª 2075 Diluído a 25 % com água

Tinta Acustica

Tinta Acustica

Não Aplicável

Gesso,

Interior

K83

Acustica

refª 3048

refª 3048

Pladur

 

Superficies

 

Tinta

 

Primário Aquoso refª 2075 Diluído a 25 % com água

Tinta Anti-Insectos

Tinta Anti-Insectos

 

Gesso,

Interior

Anti-

K83

Não aplicável

refª 3065

refª 3065

Pladur

Insectos

 

Rio-Nogueira,

Ap.1094

447-909

Maia

Pag. XI

Caderno de especificação de Tintas

2007

PAVIMENTOS EM C IMENTO

Características dos substratos

Tipos de Pintura mais comuns em pavimentos:

- Acrílica : usa-se em pavimentos residenciais, não sujeitos a tráfego pesado, onde a resistência química não é um factor fundamental. -Epoxy : Grande resistência química e extremamente duros. Suportam tráfego pesado sem rompimentos excessivos. Existem a agua e a diluente. -Tintas de marcação : Secagem muito rápida. Existem como marcação de linhas interiores em garagens e exteriores de marcação de estradas. Podem ser mono ou bi - componente.

Preparação da Superficie

Trabalhos Novos - Vêr Preparação da superficie K83 para indicações detalhadas.

Repinturas – Vêr Preparação da superficie K84 para indicações detalhadas.

1p 1 Produtos Aquosos

O produto que está a ser mais utilizado actualmente em pavimentos é a Tinta Epoxy Aquosa. A grande vantagem deste tipo de produtos é a sua permeabilidade ao vapor de água e o seu brilho consideravelmente mais baixo que as pinturas tradicionais a diluente. A desvantagem deste tipo de produtos é a sua tendência para absorverem mais a sujidade. Devemos ter em conta que devido à sua porosidade estes acabamentos irão sempre tendência a sujar. Por este facto aconselhamos a utilização de um selante de Poliuretano.

Especificação Genérica

 

Especificação KAR

 
     

Preparação

       

Superficie

Ambiente

Tipo Pintura

Superficie

Isolamento

1ª Demão

2ª Demão

3ª Demão

Superficies

 

Epoxy

       

Opcional Selagem com Verniz

Cimenticias

Interior

Aquosa

K83

Primário Aquapox

Tinta Aquapox

Tinta Aquapox

Superficies

Interior

Epoxy

K83

Primário Aquapox

Tinta Aquapox

Tinta Aquapox

Opcional Selagem com Verniz

Cimenticias

Autonivelante

1p 2 Produtos a solvente

Os epoxys a diluente continuam a ser os produtos mais aplicados e que mais garantias nos dão. A sua resistência é superior aos produtos de base aquosa e o seu brilho é superior. A falta de permeabilidade é um dos potenciais problemas deste tipo de produtos. Em casos de possibilidade de humidades ascendentes este produto nunca poderá ser usado já que ao fim de pouco tempo irá descascar.

Especificação Genérica

 

Especificação KAR

 
   

Tipo

Preparação

       

Superficie

Ambiente

Pintura

Superficie

Isolamento

1ª Demão

2ª Demão

3ª Demão

Superficies

     

Primário Karpox Anti- humidade refª 4707

Tinta Karpox refª

Tinta Karpox refª

 

Cimenticias

Interior

Epoxy Lisa

K83

4710

4710

Tinta Karpox refª 4710

Superficies

Interior

Epoxy Auto

K83

Primário Karpox Anti- humidade refª 4707

Pavikar Auto- Nivelante refª 4730

Selagem com Veniz Kartaco

Não Aplicável

Cimenticias

- Nivelante

Superficies

 

Acabamento Acrilico 2 K

 

Primário Karpox Anti- humidade refª 4707

Esmalte Karpur

Esmalte Karpur

 

Cimenticias

Exterior

K83

refª 1510

refª 1510

Não Aplicável

   

Acabamento

         

Superficies

Interior /

Acrilico alta

K83

Tinta Pavimentos refª

Cimenticias

Exterior

qualidade

Rio-Nogueira,

Ap.1094

447-909

Maia

Pag. 12