P. 1
Bioma

Bioma

|Views: 1.838|Likes:
Publicado porsrosimeia

More info:

Published by: srosimeia on Apr 04, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/04/2012

pdf

text

original

BIOMA 1. INTRODUÇÃO Bioma é um conjunto de diferentes ecossistemas, que possuem certo nível de homogeneidade.

São as comunidades biológicas, ou seja, as populações de organismos da fauna e da flora interagindo entre si e interagindo também com o ambiente físico chamado biótopo. O termo "Bioma" (bios, vida, e oma, massa ou grupo) foi utilizado pela primeira vez em 1943 por Frederic Edward Clements definindo-o como uma unidade biológica ou espaço geográfico cujas características específicas são definidas pelo macroclima, a fitofisionomia, o solo e a altitude. Podem, em alguns casos, serem caracterizados de acordo com a existência ou não de fogo natural. Segundo ele a definição para bioma seria, “comunidade de plantas e animais, geralmente de uma mesma formação, comunidade biótica”. Não existe consenso sobre quantos biomas existem no mundo. Isso porque a definição de bioma varia de autor para autor. Mas, em geral, são citados 11 tipos de biomas diferentes que costumam variar de acordo com a faixa climática. Por exemplo, o bioma de floresta tropical no Brasil é semelhante a um bioma de floresta tropical na África devido a ambos os locais se situarem na mesma faixa climática. Isso significa que as fitofisionomia, o clima, o solo e a altitude dos dois locais é semelhante, muito embora possam existir espécies em um local que não existem no outro. Em outras palavras, um bioma é formado por todos os seres vivos de uma determinada região, cuja vegetação tem bastante similaridade e continuidade, com um clima mais ou menos uniforme, tendo uma história comum em sua formação. Por isso tudo sua diversidade biológica também é muito parecida. Os biomas são: florestas tropicais úmidas, tundras, desertos árticos, florestas pluviais, subtropicais ou temperadas, bioma mediterrâneo, prados tropicais ou savanas, florestas temperadas de coníferas, desertos quentes, prados temperados, florestas tropicais secas e desertos frios. Existem ainda, os sistemas mistos que combinam características de dois ou mais biomas. Os biomas podem, ainda, ser divididos em biomas aquáticos do qual fazem parte a plataforma continental, recifes de coral, zonas oceânicas, praias e dunas; e biomas terrestres. Os biomas terrestres são constituídos por basicamente três grupos de seres: os produtores (vegetais), os consumidores (animais) e os decompositores (fungos, bactérias). É comum a confusão do termo bioma com o termo biota. Porém, biota designa a parte viva de um ecossistema. Não considerando, portanto, características como o clima que fazem parte de uma classificação mais abrangente (bioma).

A pesar de todas as tentativas de padronizar internacionalmente a classificação dos biomas. campo / pradaria. por exemplo. Fauna: bois almiscarados. semi-úmido. O bioma dos campos sulinos. está conhecido popularmente como estepe na Ásia central. Os grandes biomas terrestres do planeta são: 2.Uma classificação básica distingue entre biomas aquáticos e biomas terrestres. BIOMAS TERRESTRES Um mesmo bioma terrestre pode ser encontrado em diferentes continentes. Biomas terrestres podem ser distinguidos conforme os seguintes critérios: • tipo de vegetação (deserto. • latitude (tropico. savana ou veld em África do Sul prairie em América do Norte. perdizes da neve e roedores (como os lemingues). temperaturas muito baixas durante todo o ano. Brasil divide-se nos seguintes 6 biomas terrestre: Mata Atlântica. árido. . semi-árido.1 TUNDRA • • • Localização e clima: zonas próximas ao polo Norte. liquens e algumas ervas e arbustos com raízes pouco profundas (pois o solo permanece congelado a maior parte do ano). alces. Amazônia. continental ou marítimo) e solos. Conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). renas. matagal / savana ou floresta). Caatinga e Pampa. raposas. lebres. Vegetação: musgos. temperado quente e frio ou polar) e altitude. eles muitas vezes recebem nomes locais. • historia geológica. E um Bioma Marinho que se situa sobre a "Zona Marinha do Brasil" e apresenta diversos ecossistemas. apresentando variações na fauna e na vegetação. Cerrado. com o degelo. Pantanal. No verão. aparecem charcos e prados com plantas anuais. pampa em América do Sul e outback em Austrália. 2. •clima (úmido.

os répteis interrompem sua atividade e os ursos hibernam. abetos. Vegetação: predominam as árvores caducifólias. lobos.2 TAIGA (floresta de coníferas) • • • Localização e clima: zonas de clima temperado a frio. cedros). lebres e raposas.2. a floresta muda drasticamente: as plantas perdem suas folhas. Vegetação: a floresta é formada por coníferas (pinheiros. roedores. 2. com verões de temperaturas amenas e invernos frios. os carvalhos. Solo raso e pedregoso. javalis. No inverno. porém suaves. as aves emigram para zonas mais quentes. lobos. esquilos. árvores com folhas em forma de agulha. cervos. Entre elas crescem arbustos. como a amoreira silvestre. e verões quentes. os álamos e os castanheiros. . Fauna: ursos. com invernos frios e verões temperados e úmidos. alces. Fauna: ursos. adaptadas às baixas temperaturas invernais. 2. com precipitações escassas.4 BOSQUE MEDITERRÂNEO • Localização e clima: zonas de invernos frios. porém menos intensos do que no caso da taiga.3 FLORESTA TEMPERADA • • • Localização e clima: regiões com solo fértil e clima chuvoso. como as faias.

embora haja equivalentes na América e na Ásia. Fauna: nas pradarias norte-americanas. búfalos. Fauna: zebras. Lagartos. com duas estações bem definidas: uma chuvosa (curta) e outra seca. 2. Ocorre nas zonas tropicais. alecrim. lebres. quentes. coelhos. Vegetação: as plantas predominantes são as gramíneas.7 DESERTO . sobreiro). gnus. 2. muitas delas aromáticas (tomilho. Vegetação: predominam as gramíneas de grande porte. elefantes. leões. mas ocorrem também árvores (baobás e acácias) e arbustos dispersos. Fauna. Nas estepes euro-asiáticas.• • Vegetação: árvores de pequeno porte (azinheira. raposas.6 SAVANA • • • Localização e clima: formação típica do continente africano. muitas aves e roedores. alfazema). linces.5 PRADARIAS E ESTEPES • • • Localização e clima: ocupam amplas zonas do interior dos continentes. gazelas. embora existam algumas árvores e arbustos dispersos. arbustos e plantas herbáceas. Clima temperado e precipitações variáveis. o camelo. 2. bisões e marmotas. hienas. o chacal.

Biomas Continentais Brasileiros Bioma AMAZÔNIA Bioma CERRADO Bioma MATA ATLÂNTICA Bioma CAATINGA Bioma PAMPA Bioma PANTANAL Área Total Brasil Área Aproximada (km²) 4. definidos. Fauna: grande biodiversidade: macacos do Novo Mundo . Árvores perenifólias.496 150. estações mal definidas.182 844. Vegetação: escassa e adaptada à insuficiência de água.8 FLORESTA TROPICAL • • • Localização e clima: regiões próximas à linha do Equador. puma. chimpanzé. epífitas e herbáceas. leopardo (África). BIOMA BRASILEIRO O Brasil possui enorme extensão territorial conforme tabela abaixo e apresenta climas e solos muito variados. Em função dessas características.92% 2. 3. Fauna: coiote. É dono de uma das biodiversidades mais ricas do mundo. bicho-preguiça. cascavel (Américas). Estima-se que aqui está uma em cada 10 espécies de plantas ou animais existentes.514.04% 9.036. Destacam-se os cactos (América) e as palmeiras (África e Ásia). chuvas abundantes.• • • Localização e clima: em zonas com precipitação muito escassa e temperaturas elevadas.92% 13. Clima úmido e quente. gorila. sub-bosque com grande variedade de espécies de arbustos.29% 23. possui as maiores reservas de água doce e um terço das florestas tropicais que ainda restam. 2. dromedário (África. há uma evidente diversidade de biomas. Vegetação: muito densa e rica em espécies.07% 1. além de gramíneas e arbustos típicos desse bioma. muitas delas de grande porte.877 Área / Total Brasil 49.110.76% 100% .355 8. chacal. com grandes variações entre o dia e a noite.453 176.943 2.196. Ásia). onça (América do Sul).448 1.como o sagüi e o micoleão. orangotango e tigre (Ásia) etc. sobretudo pelo tipo de cobertura vegetal.

A Amazônia guarda a maior diversidade biológica do planeta – região mega-diversa . quando os Andes se elevaram e fecharam a saída das águas para o Pacífico.8%). Seu início se deu há 12 milhões de anos atrás.Fonte: http://www. são alguns dos chavões mundialmente conhecidos a respeito da Amazônia. Amapá.1 AMAZÔNIA “Pulmão do Mundo”. “Planeta Água”. sendo que cerca de 70% no meio urbano. Amazonas.com. A Amazônia ocupa 4. Pará e Roraima). Interessa a todos.29% do território brasileiro. Hoje cerca de 17 milhões de brasileiros vivem no bioma Amazônia. mais da metade de Mato Grosso (54%). . Está sempre em evidência em qualquer ponto da aldeia globalizada. Uma das últimas regiões do planeta que ainda seduzem pela exuberância de uma natureza primitiva.ibge. grande parte de Rondônia (98. quase um mar de água doce. Depois. A área desmatada da Amazônia já atinge 16.3% de sua totalidade. “Inferno Verde”. além de parte de Maranhão (34%) e Tocantins (9%).196. cerca de 49. Formou-se um fantástico Pantanal. a crosta terrestre tornou emergir e. coberto só por águas. formou-se o que é hoje a Amazônia.e escoa 20% de toda água doce da face da Terra.943 km². hoje absolutamente ameaçada por sua devastação. aos poucos. com tantos sedimentos.br/home/presidencia 3. Ocupa a totalidade de cinco unidades da federação (Acre.

Um rio como o São Francisco tem 80% de suas águas com origem no Cerrado. Uma vez devastado. Nesse ritmo. rios e riachos. se diz que é uma “floresta de cabeça prá baixo”. chegando a três milhões de hectares por ano. Mato Grosso do Sul (61%). Minas Gerais (57%) e Tocantins (91%). Fala-se que sua idade é de aproximadamente 65 milhões de anos. . 23. Uma vez devastado. para alguns especialistas. para o norte. Maranhão (65%). o Cerrado não permite qualquer revitalização. Por isso. Por isso. O Cerrado guarda ainda uma fantástica biodiversidade.036. É tão velho que 70% de sua biomassa está dentro da terra. para o oeste e para o leste. A devastação de sua cobertura vegetal está comprometendo suas nascentes. ou seja. devastado para sempre. sob o embalo do regime militar.3. Por isso.448 Km². também se está eliminando os mananciais.92% do território brasileiro. O Bioma Cerrado ocupa 2. É do Planalto Central que se alimentam bacias hidrográficas que correm para o sul. porém. para alguns especialistas. mais da metade dos estados de Goiás (97%). Por isso. o Cerrado não permite qualquer revitalização. essa foi a grande fronteira agrícola para criação de gado e depois para o plantio de soja. devastado para sempre. Ocupa a totalidade do Distrito Federal. se diz que é uma “floresta de cabeça prá baixo”. estima-se que em 30 anos já não existirá.1 milhões de habitantes. O Cerrado é ainda a grande caixa d’água brasileira. Sua população em 1991 era estimada em 12. 57% do Cerrado já foram totalmente devastados e a metade do que resta já está muito danificada. além de porções de outros seis estados. Hoje se fala que é necessário uma moratória para se preservar o que resta do Cerrado. A partir da década de 70. Ao se eliminar a vegetação. Sua devastação é muito veloz.2 CERRADO Cerrado é o mais antigo bioma brasileiro.

Restam aproximadamente 7% de sua cobertura vegetal. O Bioma Mata Atlântica ocupa 1. Cobre inteiramente três estados .3.e 98% do Paraná. Há apenas dez mil anos atrás era uma imensa .3 MATA ATLÂNTICA Já foi a grande floresta costeira brasileira. tantas outras monoculturas. mas o bioma caatinga é muito recente. Em alguns lugares adentrava o continente. Rio de Janeiro e Santa Catarina . Ainda é em termos de Km². Por mais precarizado que esteja.4 CAATINGA Há aproximadamente 260 milhões de anos. ou seja. é desse bioma que essa população depende para beber água e ter um clima ainda ameno.04% do território nacional. tamanha sua devastação. perto de 120 milhões de pessoas.182 km². Quem vive onde já foi esse bioma muitas vezes nem conhece seus vestígios. como no Paraná. toda região onde hoje está o semi-árido foi fundo de mar. Era também o mais rico bioma brasileiro em biodiversidade. Aproximadamente 70% da população brasileira vivem na área desse bioma. Hoje é o mais devastado de nossos biomas. São manchas isoladas. muitas vezes sem comunicação entre si. além de porções de outras 11 unidades da federação. Foi ao longo dele que se saqueou o pau Brasil e depois se instalaram os canaviais.110. Há quem fale em apenas 5%. além do complexo industrial. Ia do Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul. onde ocupava 98% do território Paranaense. 13. A Mata Atlântica é o exemplo mais contundente do modelo desenvolvimento predatório desse país.Espírito Santo. 3.

com a primeira chuva. Cerca de 28 milhões de brasileiros habitam esse bioma. ela “adormece” e suas folhas caem. de Pernambuco (83%). aqueles que ainda acham essa região inviável. em 2004 foi reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente como um bioma. Foi a porta de entrada para o gado através da região sul. por exemplo. Ocupa 63% do território do Rio Grande. . Hoje fala-se em mais de um milhão de Km² . É por isso que o sul do Piauí. é muito favorável à criação de abelhas. A outra foi pelo vale do São Francisco. O único estado brasileiro com esse bioma é o Rio Grande do Sul. 3. além de pequenas porções de Minas Gerais (2%) e do Maranhão (1%). sua biodiversidade havia sido ignorada por quase trezentos anos. Na verdade.5 PAMPA O Pampa gaúcho é bastante diferente dos demais biomas brasileiros. ou a têm como um deserto. do Piauí (63%) e do Rio Grande do Norte (95%). com desenhos de preguiças enormes. demonstram um profundo desconhecimento da realidade brasileira. É a essa lógica que seus habitantes têm que se adaptar. Portanto. também acabou a floresta tropical. Depois. cerca de 8 meses por ano.453 Km² do território brasileiro. tigres-dente-desabre. ela como que ressuscita. no sul do Piauí. da Paraíba (92%). quase metade de Alagoas (48%) e Sergipe (49%). Entretanto. sobretudo de insetos. cavalos selvagens e tantos outros. Para conhecer bem esse bioma do semi-árido brasileiro. No Museu do Homem Americano estão muitos de seus fósseis. como a Amazônia. sendo que aproximadamente 38% vivem no meio rural. Essa população tem um dos piores IDHs de todo o planeta. através dos currais de gado.floresta tropical. há dez mil anos atrás. Dominado por gramíneas. com poucas árvores. A Caatinga ocupa oficialmente 844. Nos períodos sem chuva. basta fazer uma visita ao Sítio Arqueológico da Serra da Capivara. Ali estão os painéis rupestres. Com o fim da era glacial. Ficou o que é hoje a nossa Caatinga. Estende-se pela totalidade do estado do Ceará (100%) e mais de metade da Bahia (54%). Ele também se estende pelo Uruguai e Argentina. tanto vegetal quanto animal. sempre foi considerado mais apropriado para a criação do gado. aves gigantescas. A Caatinga é muito rica em biodiversidade.

000 km2. 3. Esses biomas podem ser de água doce ou salgada. Entretanto. “Pelo seu estado de conservação. Entretanto. nos Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul”. queimadas e as entradas do agronegócio. A forma como a criação de gado teria se adaptado ao ambiente seria uma das responsáveis. os problemas ambientais do Pantanal passa também pela criação de gado. Bolívia e Paraguai com uma área total de 210. para outros. são conhecidas como . O leito do rio Paraguai ainda está em formação.6 PANTANAL O Pantanal sugere animais. Além disso. O que mais ameaça e agride esse bioma são as pastagens. o assoreamento dos rios ameaçam sua existência. ou seja. peixes. rios.org. as águas paradas. (Idem) O Baixo Pantanal tem uma população de 130 mil pessoas. 4 BIOMAS AQUÁTICOS OMAS AQUÁTICOS BIOMAS AQUÁTICOS Lagos. matas e qualquer coisa ainda parecida com o Paraíso. Aproximadamente 70% de sua extensão encontra-se em território brasileiro. Foi para impedir projeto de cana no Pantanal que Anselmo deu sua vida. sua rica biodiversidade e as particularidades de seu ecossistema. como dos lagos e lagoas. portanto. as queimadas. o Pantanal é considerado uma das 37 últimas Grandes Regiões Naturais da Terra”. O desafio é manter suas características e também manter sua população em condições dignas de vida. o Pantanal se estende pelo Brasil. se propõe um tipo de desenvolvimento econômico inadequado às características de um bioma. a derrubada das árvores. A pesca esportiva predatória é um exemplo. Situado no coração da América do Sul. Há opinião que 80% do Pantanal encontra-se bem conservado.br/onde/pantanal/) No Brasil o Pantanal ocupa 150. Mais uma vez.76% do nosso território.355 Km². rios e mares constituem os biomas aquáticos. As últimas reportagens de TVs falam da intensa evaporação de suas águas e o risco de tornar-se um deserto.É um bioma geologicamente novo.Agora o Pampa sofre uma ameaça muito mais grave: a introdução do monocultivo e Pinus e Eucaliptos. “O Pantanal é a maior planície inundável do mundo e apresenta uma das maiores concentrações de vida silvestre da Terra.conservation. 1. (www. O caminho do turismo é uma possibilidade real e também um perigo.

ou ainda. no fundo. Boa para alimentação e reprodução (zona litoral). algas conhecidas como bênticas. Alguns peixes que vivem nos rios reproduzem-se no mar (salmonete e enguias). Uma lagoa pode se formar quando um canal se enche de água. o homem pode criar uma região com água parada. larvas de peixes e insetos. permitindo o desenvolvimento de vários grupos de indivíduos produtores como pequenas algas suspensas (fitoplâncton). Muitos insetos de água doce passam a maior parte de suas vidas como larvas. vindos da terra. Já as correntes. a "água aberta" onde chega a luz (zona limnética). Vários fatores podem levar à formação dessas águas paradas. que se localiza abaixo da zona limnética. • a zona profunda. crustáceos. ou em áreas de antigos cursos d'água. 4. algumas algas aderidas às plantas e. Pássaros. um canal de água pode sair à superfície em uma região de terreno que possua uma depressão. Uma geleira também pode derreter-se e criar uma depressão. 4. Normalmente os lagos e lagoas apresentam três regiões distintas: • uma região junto à margem. . já que na zona profunda a luz é pouco disponível. onde a luz não chega. Na parte inicial há grande concentração de algas responsáveis pela fotossíntese e que absorvem os nutrientes provenientes de resíduos como pedaços de madeira. Os lagos e lagoas ainda são ocupados por vários tipos de consumidores como anfíbios adultos e suas larvas. O nível da água cai e se eleva naturalmente dentro de alguns limites ajudando a manter a diversidade do ecossistema aquático e prevenindo da concentração excessiva de nutrientes. pequenas criaturas herbívoras. As drenagens das áreas circundantes da lagoa trazem matérias orgânicas e nutrientes dissolvidos. Na região inicial as águas são mais velozes e os leitos pouco profundos. na água. Outros peixes saem do mar para reproduzir-se nos rios (salmão). folhas. desde a nascente até a foz. são denominadas águas lóticas.águas lênticas. Finalmente.1 AMBIENTES LÊNTICOS Os lagos são mais profundos e têm maior área que as lagoas. As algas são consumidas por microorganismos. etc. Também são encontradas bactérias que não utilizam o oxigênio para realizar seu metabolismo (bactérias anaeróbicas). apresentam-se de formas muito diferentes. restos de seres vivos. • a região correspondente à parte central do lago. Vamos conhecer melhor esses biomas aquáticos. como no caso dos rios. cágados e grandes predadores vão e vêm dos lagos e lagoas.2 AMBIENTES LÓTICOS Os cursos d'água (rios e correntezas). No curso final as águas são mais lentas e os leitos menos profundos. onde há grande incidência de luz e chegada de nutrientes da orla. plantas.

de águas negras. inundando regiões e possibilitando o crescimento de plantas de terras úmidas. flutuam na água e realizam o processo fotossintético com grande intensidade. • cursos montanhosos.3 AMBIENTES MARINHOS Podem ser divididos em: • plataforma continental (recifes de coral e campos de águas marinhas). rios de mananciais. as ondas e correntes são fortes). Fluem lentamente quando a maré é alta e rapidamente quando a maré é baixa. Desde a praia. rios que drenam áreas de solo argiloso. os quais recebem grandes quantidades de águas limpas que se infiltram na terra. Quando as águas alcançam as terras baixas. • costões rochosos. milhares de plantas aquáticas microscópicas. Aqui aparecem muitos tipos de animais que vivem sobre e no fundo arenoso. rios de maré. em parte. podendo constituir cursos subterrâneos.Existem muitos tipos de cursos de água: • cursos de pântanos. Plataforma continental A plataforma continental não é tão profunda quanto a zona oceânica. se desenvolvem os recifes de corais. lagostas. que tendem a ser turvos e que contribuem com a fertilidade do solo local. ao longo da costa (onde as temperaturas ficam acima de 20o C. Aí aparecem significativas correntes que são. mariscos e muitos outros seres vivos. originadas pelos rios. • zona oceânica. permitindo que nela existam peixes. que drenam terras úmidas que recebem principalmente águas de chuva e que em geral têm águas brandas. o fitoplâncton. caranguejos. Nessas regiões. Uma considerável quantidade de alimento está disponível nas plataformas continentais. sua velocidade diminui e os sedimentos se depositam. É nessa região que. • • • 4. o declive formado na plataforma continental é de até 200 m. que correm para o mar e sofrem os efeitos das marés nas regiões mais baixas. Essas águas são claras e permitem a passagem de luz facilitando a realização da fotossíntese. Os recifes são formados por uma grande diversidade de plantas e animais que "constroem" uma formação calcária com seus . com águas turbulentas as quais conseguem formar sedimentos finos.

a fotossíntese é intensa. A salinidade é relativamente uniforme. Vários mariscos. Outros pequenos peixes. O fitoplâncton e os milhares de minúsculos animais que também flutuam na água (zooplâncton) formam o plâncton. sendo que a luz alcança no máximo 100m de profundidade. onde as águas são frias e o as ondas são favoráveis. os pepinos do mar. Muitos animais utilizam o coral como fonte de alimento. aparecem os campos de algas marinhas. que se move junto com as correntes que falamos anteriormente. também se movem desde a superfície até o fundo em seu ciclo diário. quando a maré está alta. onde o mar bate em superfícies duras. as massas de água salgadas que rodeiam os continentes a partir da região onde o fundo do mar cai drasticamente. Alguns peixes predadores aparecem. Nos recifes. Nessas regiões aparecem muitos animais como peixes. porém pequenas populações de cada espécie. moluscos (madrepérolas) e ouriços do mar. Em profundidades maiores existe uma contracorrente com águas do fundo. Muitos animais maiores. esponjas e algas podem ser encontrados aí. Nas águas profundas. no Amapá. como rochas. 5 BIOMA MARINHO BRASILEIRO O bioma marinho do Brasil situa-se sobre a "Zona Marinha do Brasil" e apresenta diversos ecossistemas. Também ao longo das costas. A "Zona Marinha do Brasil" é o biótopo da Plataforma continental que apresenta largura variável. Mar aberto Conhecemos como zona oceânica. Esses seres vivos conseguem se utilizar de nutrientes arrastados pela maré. agora rochosas. grandes carnívoros como as moréias. e 160 milhas náuticas. ou seja. como o peixe papagaio. a quantidade de nutrientes varia de um local para o outro. Costões rochosos Os costões rochosos localizam-se na zona entre-marés. onde a produção fotossintética também é grande. A vida na área oceânica é dispersa e diversa. Indivíduos que sobrevivem algum tempo fora da água e algum tempo dentro da água se fixam de alguma forma nessas formações. Há muita diversidade. com cerca de 80 milhas náuticas. incluindo peixes e mamíferos (como cetáceos). fazendo um intercâmbio de nutrientes nas diferentes regiões oceânicas. ou mar aberto.esqueletos. na foz do rio . As correntes marítimas dirigidas pelos ventos que incidem na água são muito fortes. muitos tipos de indivíduos. lontras marinhas. barracudas e pequenos tubarões vivem em suas margens.

.Amazonas. o bioma da Amazônia. abrangem mais de 8. 3. A partir do Rio de Janeiro.Biomas terrestres. http://www. Disponível em: http://www. BEGON. Bioma.500 km de costa litorânea. Luiz Antonio Batista da – Eng. onde é constituída. Porto Alegre: Artmed.br/conteudos/bio_ecologia/ecologia16. Fundamentos em Ecologia. Camila Conceição.com. A Zona Costeira Brasileira é uma unidade territorial. HARPER. por fundos irregulares.com/geografia/bioma/ Acesso:10/09/2010 TOWNSEND. definida em legislação para efeitos de gestão ambiental.org/wiki/Biomas_do_Brasil ROCHA. 36 e 37. A Zona Costeira Brasileira tem como aspectos distintivos em sua longa extensão através de diferentes biomas que chegam até o litoral. John L. 576p.php .infoescola. 6 REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA FARIA. na direção sul. na região Nordeste. Enciclopédia do Estudante – 01 Ecologia – pgs. Tradução Leandro da Silva Duarte. Colin R. que se estende por 17 estados e acomoda mais de 400 municípios distribuídos do norte equatorial ao sul temperado do País. Ed. reduzindo-se para 20 a 30 milhas náuticas. o bioma da Caatinga e bioma da Mata Atlântica.sobiologia. Esses biomas com grande variedade de espécies e de ecossistemas. http://pt.wikipedia. 2010. formando extensos fundos cobertos de areia e lama. É um conceito geopolítico que não tem nenhuma relação com a classificação feita pela ecologia. basicamente. Civil . Michael. a plataforma volta a se alargar. com formações de algas calcárias.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->