Exercícios de dicção

Exercício para Dicção e Impostação da Voz
PARA RELAXAMENTO DA VOZ Com os dedos apoiados no nariz, vibrar boca e nariz. Emitir som de abelha (hummm), por +/- um minuto. Ficar +/- 30 segundos em silêncio. Articulando maxilar pronunciar: Mua, mué, mue, mui,muó, muo, muu, Repetir três vezes Ficar em silêncio por 30 segundos. Articulando com bastante força pronunciar PRA, TRA, CRA PRÉ, TRÉ, CRÉ PRE, TRE, CRE PRI, TRI, CRI PRÓ, TRÓ, CRÓ PRO, TRO, CRO PRU, TRU, CRU CHA, NHÁ,, LHA CHE, NHÉ, LHÉ CHE, NHE, LHE CHI, NHI, LHI CHÓ, NHÓ, LHÓ CHO NHO, LHO CHU, NHU, LHU QUA, GUA. QUÉ, GUÉ. QUE, GUE. QUI, GUI. QUÓ, GUÓ. QUO, GUO. QUU, GUU.

Contar de 1 a 10 em um único fôlego, com pausa entre um número e outro. 1,1, * 1,2, * 1,3, * 1,4, * 1,5, * 1,6, * 1,7, * 1,8, * 1,9, * 1,10*

EXERCÍCIO DE ORTOFONIA

01. Cabelos cobriam corpos cálidos, caídos em catadupas candentes.

fazendo felizes frenéticos fregueses. quebrando a cabeça. gotejavam goma. O gornil dos gomeiros na gonoleira. girando no Jucuí. gira e geme no ginásio de ginástica. na jarra jogada da jangada. guizelando guizos a guiza do guião. Cumprindo com a concordata ganhamos confiança. A grade da gruta grande de Creta estava crivada de crisântemos crespos. 15. 17. Os gêmeos do general Gilberto. 23. fabricou formosos fortificantes e famosos fertilizantes. 07. 11. que tem de exercer a eleição. Quem casa quer casa. cheio de jacarés. . 04. Agradável agraciação agradou ao agradecido agraciado. 14. o gado e os gaviões. 21. 18. 22. O genovês. Guido guerreiro guapo. 10. 06. 20. descreve dezenas de doutrinas e dogmas. Gaivotas graciosas gabavam galhardia dos gancheiros. As jóias de Joana. gesticulavam geralmente junto da gente. O dente dele dói e dá doença. 08. 12. 09. gênios em geologia.02. Dagoberto doutor. 05. 19. Em Erechim enderecem este bilhete a Henrique. farmacêutica fez formidáveis fórmulas. Filomena Felícia Fausta Fonseca. O capenga cangaceiro capengava na capoeira do cangaço. gulosava gulodices e a gurizada guturalizava nos gurupás. gatiando as garças. 13. O globo glacial conglomerava no Congo. Guias guiaram o guitarrista. O guloso guri. Em Belém a enchente estende-se e ninguém a detém. jovem gigante. adotando o doutoramento dele editado. 03. 16. famosa flor. Guerreiros guerreavam na guerra dos guetos. Gêneros gelados na geladeira geralmente geram geléia. A câmara capta o gato que correu contra a correnteza.

pirim. quis distinguir piquiritis de chibis miris. UI .A gaita do pai de Adelaide está embaixo da caixa. Estas são as consoantes “oclusivas”. 2) Inspirar e expirar várias vezes lentamente: P B T D G Q (exercício de domínio da expiração). juburus e urutumuns. U . R . OIA . 7 . as que gastam mais ar na pronúncia. S . mutuns..Aribóia via a jibóia que boiava na pitimbóia. a ratazana. b) Durante a respiração subsequente. 3) . Suave viração do Sueste passa sussurrante sobre sensitivas silenciosas. dos chamados alexandrinos (Ex.O mameluco melancólico meditava e a megera megalocéfala. O zumzum do fundo do mundo é imundo.O lacaio do cavalo baio leva o balaio de paio. Tritongos e Hiatos (Ler soletrando cada vogal. inimissíssimos de pirlimpimpim.. 1) Consoantes M . jutus.Fui colher flores ruivas e azuis nos pauis.: “O sol da perfeição é que ilumina os gênios”). emitir duas vezes esse mesmo verso a fim de desenvolver a faculdade de economizar o fôlego quando estiver falando. o ratinho. 2.Rififi de piriquiribi viril chincrin e tiguimirim. • DICÇÃO Vogais I . 3. timbris de dissímil piriquiti. emitir distintamente um verso de doze sílabas. O lusco-fusco do morundu do sul púrpuro de lux.O grugru dos murututus. AIO .Sófocles soluçante ciciou no Senado suaves censuras sobre a insensatez de seus filhos insensíveis.. 2) Ditongos. tuputus..EXERCÍCIO: RESPIRAÇÃO E DICÇÃO • RESPIRAÇÃO 1) Expirar contando em voz alta: 1. 4. macabra e maquiavélica mastigava mostarda na maloca miasmática. 6. em seguida. 3) Ginástica Respiratória a) Inspirar profundamente. 5. Imbiri incio. antes de juntá-las em palavras) AI .O rato. até 60. Migalhas minguadas de moagem mitigavam míseras meninas. roeram as rútilas roupas e rasgaram as ricas rendas da rainha dona urraca de rombarral.

mas você pode melhorar sua dicção. É aquela que Deus lhe deu. Os bruxos do breu bravo bravejaram o bramoso brechão do brasílico. A clina do claro ciclita clamou à clã eclética.Encontros Consonantais CR . Como? Com alguns exercícios. voz feia.Na clava do clássico clarim clareou a clemência do clero clínico. Faça-os e veja os incríveis resultados que você obterá: 1. PR . Eta. então. PR . Não há exercício capaz de fazer você ter a voz do Cid Moreira. três pratos de trigo para três tigres . CR -O crépido crepúsculo da crendice creditou a crença na criação crente. você não muda seu timbre. Você acha a voz do Renato Aragão bonita? Escute a voz dele só um pouquinho. CL . é que voz é personalidade.O tribunal triclínico do trombeteiro triunfou no trono trópico do triturado triunfo triste. . não sons jogados aos ares. hem? Mas sabe por que você achou a voz dele feia? Porque eu tirei a voz de dentro da personalidade dele e pedi que você ouvisse só a voz dele sem o Renato Aragão dentro.Um prato de trigo para um tigre. dois pratos de trigo para dois tigres. 2. Sabe qual a melhor voz para você. TRITONGOS E HIATOS ARTICULE ESSAS FRASES: O aio da aia aiou aiuê / aio da aia aiou aiuê / O aio da aia aiou aiuê.O acróstico cravado na cruz de crisólidas da criança areana criada na creche é o credo católico. PL . hem? A conclusão de tudo isso. sua modulação e sua intensidade. mas nem tudo está perdido.O pracista pragmático praguejou na praça prática da Pátria prásia. Sua cor faríngea não vai dar para mudar porque seu esqueleto ressonancial já está formado. Acredite nisso e vá em frente sem complexos. Bem.O plágio do plástico platonista pleiteou o plantão plenipotente do plévio pleito da plenitude.brejal brenhoso brilhou na bruma. A cretinização do cretense cravou a cruz crócea na cromática do croinha. sua entonação.. 4) OS MELHORES EXERCÍCIOS DE DICÇÃO PARA VOCÊ TER UM MELHOR DESEMPENHO PROFISSIONAL Maurício Góis Você está muito triste com sua voz? Acha que ela é uma taquara rachada? Sente que sua fala mais parece a de um sapo resfriado? Bem. Agora responda: você consegue imaginar uma outra voz para o Renato Aragão que não seja aquela dele? Você consegue imaginá-lo com a voz do Cid Moreira? Que feio. TR . Lembre-se de que voz é personalidade.A gramática gritou o gráfico do grafólogo graduado em granita exgranizada grecânia. SE O SEU PROBLEMA É DITONGOS. SE O SEU PROBLEMA É ARTICULAÇÃO DE ENCONTROS CONSONANTAIS LEIA EM VOZ ALTA ESSAS FRASES APARENTEMENTE “LOUCAS”. BR . dez pratos de trigo para dez tigres. GR .. não precisa ficar preocupado.

O impossível Quindim quis tinir tintin pinintintin sem sirlinlin. (oclusiva bilabial sonora oral) B A boneca boba borrifada pela botica bailava no box. (oclusiva labiodental sonora) D Dedé. LEIA EM VOZ ALTA ESSES EXERCÍCIOS: (Construtiva fricativa labiodental sonora) V O Veda vazou a valeta do vale para valer valentemente. (oclusiva linguodental surda) T Tiraram o tição da tulha tunesiana que entulhou Tupã de tumulto torpe. O tagal trocou a tagarela pelo tagaté tafona da talentosa Tatúia. O brado do botelheiro braçal brevejou o bamboleio do braçal búzio. (construtiva lateral alveolar sonora ápico-alveolar) L O lince sonolento levou a linda Línea para o lago lamuriante da lápide lavada. O . (oclusiva bilabial sonora nasal) M Mandado manchar o manaié o manajeiro mandou o maníaco manipular a mantilha. O vagonete variável vai variado para a vaticinante vatinga.A aramaica falava da clara mata pois cantava a alva Lalá alada E . Os cristãos celestiais põem os corações sobre as mãos de Deus. O decalque do decálogo do didi dinâmico debilitou a debutante Dadá. O manuseio mais maravilhou o mameluco mambira O mamífero mamote mastigou a mamoma mamiforme. PARA ARTICULAR AS VOGAIS PRONUNCIE ALTO: A . MAS SE O SEU PROBLEMA É ARTICULAÇÃO DE CONSOANTES. 4. O valenciano velou o valão vocal numa vacilação vadia. I . A saia da Maia baila na paina e vaia a faina.O réu Leléu tirou o véu seu para ver o céu. Tereza tem tudo triplicamente no tanque tomista. U . A brutalidade do brutal barbarizou a bananeira baiana do bandeiro bancado. . O mamulengo do mamute melodiou o mama-mamá para a mamãezinha malsã. A dedicada decrépita datilografou o decomposto débito do decaído.O ovo do lodo não monologou o sono do osso horroroso nem tomou o poço nono do pomposo vovô. A fraga foi ferida pela francesa fornalha do funcional fumívoro forqueado.Belelelê fez belelelé para a lebre a leve do célebre dendê do Belém. A vela do vedóia vedou a volta do vigoroso vazanteiro. O teorético téologo do teorema teorizou a teogonia. O fotófobo fugiu da fotocromia fragmentada.O mumu sem zunzum do urutu e uruçus furtou o vulto do Dudu. (construtiva fricativa labiodental surda) F O forte fossilizado ofuscou o fragor do frade. A bússola do broeiro bromou na bruguéia broqueada sem o brio do brilhante brinde do bragantino brônzeo e brunido. . Dodó e Dudu dedilharam o decurso do dédalo com dedicação definida. 3.

br Exercicio de dicção 10:36 Canalla 6 comments Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar no Google Buzz Edit. Para contratar: contato@mauriciogois. .O latifloro da latência lírica latejou o línquem leve do tumulto das libélulas liriais. Maurício Góis É empresário. autor e estrategista. teve uma reação precisa melhora então melhorei.com. na medida que for falando certo fale mais rapido. palestrante. EXERCÍCIOS ARTICULATÓRIOS • • • • • PA TA KA PRA TRA KRA PLA TLA KLA PE TE KE PRE TRE KRE PLE TLE KLE PI TI KI PRI TRI KRI PLI TLI KLI PO TO KO PRO TRO KRO PLO TLO KLO PU TU KU PRU TRU KRU PLU TLU KLU EXERCÍCIOS ARTICULATÓRIOS • • • • • BA DA GA BRA DRA GRA BLA DLA GLA BE DE GUE BRE DRE GRE BLE DLE GLE BI DI GUI BRI DRI GRI BLI DLI GLI BO DO GO BRO DRO GRO BLO DLO GLO BU DU GU BRU DRU GRU BLU DLU GLU EXERCÍCIOS ARTICULATÓRIOS • • • • • FA SA XA FRA SRA XRA FLA SLA XLA FE SE XE FRE SRE XRE FLE SLE XLE FI SI XI FRI SRI XRI FLI SLI XLI FO SO XO FRO SRO XRO FLO SLO XLO FU SU XU FRU SRU XRU FLU SLU XLU Repite os os mais que puder.