P. 1
A EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA

A EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA

|Views: 1.175|Likes:
Publicado porSadrak Santos

More info:

Published by: Sadrak Santos on Apr 06, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/06/2012

pdf

text

original

A EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA Os processos da evolução da logística foram divididos em quatro fazes; Primeira fase: Atuação segmentada, Segunda fase

Integração rígida, Terceira fase, Integração Flexível, quarta fase, integração estratégia (SCM). A logística moderna praticamente se originou na segunda guerra mundial. Após a guerra a indústria procurou preencher importantes lacunas de demanda no mercado consumidor, nessa época não existiam os sistemas de comunicação que se encontra hoje com facilidade, os funcionários eram obrigados manter-se informado do produto que tinha no estoque para quando o consumidor procurar ele ter em mãos toda informação e tudo era preenchido manualmente uma nota ou pedido. Nessa primeira parte da logística o estoque vira o elemento chave no balanceamento da cadeia de suprimento. Dependendo da necessidade dos atacadistas e varejistas eram feitos os pedidos para os fabricantes. Durante a primeira fase da logística as empresas preocupavam mais com a forma de economia na transportação de seus produtos do que com os estoques. Segunda fase deu-se uma acelerada na cadeia produtiva devido às idéias de especialistas em marketing em comercializar produtos diferenciados. Como geladeiras automóveis que começaram a ver com mais cores, tamanhos diferentes e acabamentos diversos, com mais ampliação de novos produtos foram se incorporando ao lar como a televisão os aparelhos de som, forno de micro-ondas e muitos outros produtos alimentícios que passaram a ser incorporados ao habito alimentares dos consumidores. Com esse avanço começou a movimentação e a concentração de pessoas nas regiões urbanas aumentando a frota de veículos, gerou a expansão territorial das cidades e congestionamento de trafego e as restrições de caminhões no horário comercial. Um outro elemento que gerou novas alternativas de escoamento dos fluxos logísticos foi a utilização intensiva da multimodalidade no transporte de mercadorias. Aos elementos analisados considera que os elementos chave de racionalização foram a dimização de atividades e o planejamento. Esse processo de planejamento permite maior racionalização das operações empresariais, mais era falho num aspecto importante. Terceira fase da logística e caracterizada pela integração dinâmica e flexível entre os agentes da cadeia de suprimento, em dois níveis dentro da empresa e nas interlações, empresa com seus fornecedores e clientes. Ainda na terceira fase que começou nos fins da década de 1980 e ainda esta sendo implementada em muitas empresas , o intercâmbio de informações entre dois elementos da cadeia de suprimento passou a se dar por via eletrônica através do EDI (Intercâmbio eletrônico de Dados). O desenvolvimento da informática possibilitou, na terceira fase de evolução da logística, uma integração dinâmica, de conseqüências importantes na agilização da cadeia de suprimento, Ec leitor de códigos de barra que facilitou a integração flexível das vendas com depósitos ou centro de distribuição e no controle de estoque. Com o EDI a facilidade de dados fornecidos aos clientes, diferente da segunda fase onde era a programação das operações e de difícil correção no dia-a-dia o planejamento era rígido colorindo períodos de longo prazo ( um mês). Tenha também

São empresas que fabricam produtos de grande valor agregado.como uma das (PR) maiores preocupações a satisfação do cliente não só o consumo final mas todos os intermediários que por sua vez eram também fornecedores. Agora na quarta fase da logística ocorre um salto qualitativo da maior importância: as empresas da cadeia de suprimentos passaram a tratar a questão lógica de forma estratégica. a integração entre os vários agentes da cadeia de suprimento se dava basicamente em termos puramentes fiscais e operacionais: troca de informações. Uma das novidades surgidas na quarta fase da logística e constituídas pelos pelas empresas virtuais. Mas a quarta fase da logística se distingue principalmente das outras pelo seguimento de uma nova concepção dos problemas logísticos. Visando melhorias ao consumidor final. em lugar de aperfeiçoar pontualmente as operações focalizando os procedimentos logísticos como manos geradores de custo. fluxo de produtos e de dinheiro. ou seja. Hoje a logística e vista como meio de ganhar competitividade e induzir nos negócios. Nas três primeiras fases da logística. também chamada de agile enterprises (Empresas Ágeis). em geral eletrônicos e atuais de forma ágil junto aos grandes aeroportos tanto na área de marketing como na ponta dos fornecedores. acerto de preços e de responsabilidades.trata-se do SCMSupply Chain management (Gerenciamento da Cadeia de Suprimento). .

Antonio Galvão Novaes. operação e avaliação). autor. . Terceira edição revista. atualizada e ampliada.Bibliografia LOGÍSTICA e gerenciamento da cadeia de distribuição (estratégia.

2011 .FIESC EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA ACADÊMICOS : Disciplina: Professor(a): COLINAS DO TOCANTINS MARÇO.FACULDADE INTEGRADA DE ENSINO SUPERIOR DE COLINAS .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->