Você está na página 1de 1

O Dramático Filme “FORMITEZ’UGA”

Sinopse:

Todos os dias na Tugolândia, os Formitugas chegavam cedinho aos locais de


trabalho com empenho e afinco. Os Formitugas eram produtivos e felizes. O
Rei Gafanhoto estranhou os Formitugas a trabalhar sem supervisão. Se eles
eram produtivos sem supervisão, seriam ainda mais se fossem
supervisionados. E colocou as Baratas, que preparavam belíssimos
relatórios e tinham muita experiência, como supervisoras. A primeira
preocupação das Baratas foi, a de padronizar os horários de entrada e saída
dos Formitugas. Pouco depois, as Baratas precisaram de muitas Secretárias
para ajudar a preparar os relatórios e contrataram também as Aranhas para
organizar os arquivos e controlar as ligações telefónicas. O Rei Gafanhoto
ficou encantado com os relatórios das Baratas e pediu também gráficos com
indicadores e análise das tendências que eram mostradas em reuniões. As
Baratas, então, contrataram as Moscas, que compram muitos computadores
com impressoras coloridas. Logo, os Formitugas produtivos e felizes,
começaram a lamentar-se de toda aquela movimentação de papéis e
reuniões! O Rei Gafanhoto concluiu que era o momento de criar a função de
gestor para as áreas de trabalho onde os Formitugas eram produtivos e
felizes. O cargo foi dado às Cigarras, que mandaram colocar bonitas e
luxuosas carpetes nos seus escritórios com mobiliário vistoso e especial. As
novas gestoras cigarras logo precisaram de computadores e de assistentes,
as Pulgas (suas assistentes e amigas de outras andanças), para ajudá-las a
preparar um planos estratégicos de melhoria e o controlo do orçamento
para as áreas onde trabalhavam os Formitugas, que já não cantarolavam e
cada vez iam ficando mais aborrecidos. As Cigarras, convenceram o Rei
Gafanhoto, que era preciso fazer um estudo sobre vários impactos
económicos na Tugolândia. Mas, o Rei Gafanhoto, ao rever as contas, deu
conta que, os locais nos quais os Formitugas trabalhavam já não rendiam
como antes e contratou as Corujas e os Mochos, prestigiados consultores,
muito famosos, para que fizessem um diagnóstico da situação. As Corujas e
os Mochos permaneceram três meses nos escritórios a emitir volumosos
relatórios, com vários volumes, que concluíam: Há muita gente a trabalhar
na Tugolândia. Assim o Rei Gafanhoto mandou demitir os Formitugas, claro,
porque andavam muito desmotivados e aborrecidos...

Um Filme a passar numa sala mais próximo de si a partir de


Junho de 2011.