Você está na página 1de 2

Manifesto Poético-Performático

"Adão e Eva deixam a eternidade e a felicidade do Paraíso para preferir


o efêmero"

Existe um tempo, dentro do piscar de olhos, ele é sinônimo daquilo que


não dura.

Neste tempo habita a Performance.

Eram encontros, deste que a gente não espera muita coisa, mas
espera...

Embriagados...

Ou Bêbados da ânsia de fazer o que não exista...

Nestes encontros ... artistas, poetas, músicos.

Atores nem sempre...

O artista lá estava, como criador e ser criado.

Contudo, ele não estava simplesmente, sua presença era exotérica,


chamânica, instrutiva, provocativa... divertida.

Definição de Performance?

Cada artista tem a sua.

É de sua natureza ser indefinida...

Para encontrar nossa definição caminhemos pelas bordas rarefeitas da


Performance.

Entretanto no dia em que ela vier, Performance materializada através da


ação:

E eu convoco, convido, ordeno, imploro...

Mer- gu- lhem!

Mergulhem!

Antes que o piscar de olhos termine e ela desaparece para sempre...

A língua do mundo da arte que eu gosto de falar.

A língua do mundo da arte que eu quero falar.

A língua do mundo da arte que eu quero profetizar.


A linguagem artística que eu quero disseminar...

Performance.