Você está na página 1de 7

DIVERSIDADE CULTURAL

FACTORES DE IDENTIDADE E DIFERENCIAÇÃO DAS POPULAÇÕES

Os povos distinguem-se entre si pela cor da pele, cor do cabelo, forma do crânio, etc.

A diferenciação entre as etnias e a diversidade cultural são originados por factores:

• Geográficos

• Históricos

• Religiosos

• Linguísticos

A cultura de um povo é formada por um conjunto de:

• Elementos materiais:

• Formas de produção

• Gastronomia

• Técnicas de construção

• Elementos não materiais:

• Arte

• Crenças

• Língua

• Religião

A cultura é adquirida por um grupo ou sociedade e transmitida de geração em geração.

Os movimentos migratórios contribuem para a mistura étnica.

A definição de grandes áreas culturais resulta de semelhanças culturais e do desenvolvimento da


sociedade. Dentro de cada área cultural podemos distinguir uma grande diversidade cultural.

História: a história de um país contribui para a identidade das populações.

Ex: Colonização – permitiu a mistura de culturas e deixou marcas na arquitectura, gastronomia,


desporto, etc.

Língua: importante veículo de transmissão de cultura.

Ex: Existem mais de 6200 línguas diferentes e uma infinidade de dialectos (formas regionais de
expressão)
Religião: exerce uma grande influência na forma de vida das sociedades.

Ex: Condiciona a economia, festividades, hábitos alimentares e organização familiar. Por vezes
provoca alguns conflitos.

Mundo Portugal
• A maioria dos países europeus é A diversidade cultural manifesta-se:
constituída por vários grupos étnicos • Nas tradições festivas
e culturais • Na gastronomia
• A cultura europeia foi influenciada • Na música
por acontecimentos: • Na pronúncia linguística
Europa  Históricos
 Impérios As várias nacionalidades contribuem
 Reinos para a crescente diversidade cultural
 Religião
• Puzzle cultural muito diversificado

• O povo africano apresenta uma


grande diversidade cultural
• Existem mais de 3000 grupos
étnicos que se distinguem:
 Na língua (mais de 1500
línguas e dialectos)
África  Nos rituais
 Na alimentação
 No vestuário
 Nas festividades
• A sul do deserto do Sara existem
várias crenças e religiões

• É o continente com maior variedade


étnica
• A etnia mongol é a mais populosa do
mundo
Ásia
• Falam-se mais de 2165 línguas,
destacando-se o mandarim
• São utilizados mais de 30 alfabetos

• Apresenta grande mistura étnica,


destacando-se os aborígenes na
Austrália e os Maoris na Nova
Zelândia
Oceânia • Mantém muitas das suas tradições
• Existem cerca de 1300 idiomas
nativos mas a língua oficial é o
Inglês

América do • População constituída por imigrantes


Norte e da Europa, América do Sul e Ásia
Central • A mistura cultural originou vários
estilos musicais, vários dialectos e
várias gastronomias
• Os imigrantes tentam manter a
identidade do seu país através das
tradições

• Continente habitado por povos


nativos, europeus, descendentes de
América do escravos africanos
Sul • A língua mais falada é o espanhol e
depois o português

RELAÇÃO ENTRE POVOS COM DIFERENTES CULTURAS

A diversidade cultural deve ser respeitada para que a convivência entre as diferentes etnias seja
pacífica, o que nem sempre acontece, originando: guerras, xenofobia, racismo, exclusão social,
marginalidade (sendo as minorias étnicas as mais afectadas).

ÁREAS DE FIXAÇÃO HUMANA

ESPAÇO RURAL E ESPAÇO URBANO

• Os lugares diferenciam-se uns dos outros pelas actividades e pelo modo como vivem as
pessoas.

• As primeiras grandes cidades surgiram há milhares de anos na planície da Mesopotâmia, mas foi a
partir de meados do século XVIII que na Europa, a Revolução Agrícola libertou mão-de-obra, nos
meios rurais, e a Revolução Industrial atraiu grande número de pessoas para as cidades.

• Durante os séculos XIX e XX, o processo de urbanização intensificou-se e alargou-se a todo o


mundo.

População Rural: população que habita nas áreas rurais e trabalha na agricultura, na pecuária e na
silvicultura.

População Urbana: população que habita nas áreas urbanas e trabalha na indústria, comércio e
serviços.

Taxa de Urbanização: percentagem de pessoas que reside em áreas urbanas em relação à


população total.

TU = população urbana x 100

população total

Espaço rural Espaço urbano

• Povoamento disperso • Povoamento concentrado


• Elevada densidade populacional

Profissões Profissões
- Sector primário (Agricultura, pecuária, - Comércio
silvicultura, exploração florestal, pesca, etc.) - Serviços
Habitações - Indústria
- Unifamiliares (raramente excedem dois pisos) Habitações
Transportes - Prédios altos (Alojam várias famílias)
- Poucos transportes públicos - Espaços livres raros
- Reduzida circulação automóvel Transportes
Manifestações Culturais - Densa rede de transportes públicos
- Pouca oferta de actividades culturais - Elevado parque de automóvel privados
- Manifestações tradicionais (transmitem-se de Manifestações Culturais
geração em geração) - Grande variedade de actividades culturais
(cinema, teatro, concertos, museus, dança,
etc.)

 Povoamento rural domina nos países em desenvolvimento.

 Povoamento urbano domina nos países desenvolvidos, embora hoje em dia já seja difícil
distinguir população urbana de rural pois os habitantes das áreas rurais já têm modos de vida
muito parecidos com os urbanos. Para isso, contribuíram:

o O desenvolvimento dos transportes

o O desenvolvimento dos meios de comunicação

o O desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação (TIC)

INTERDEPENDÊNCIA ENTRE ESPAÇO RURAL E ESPAÇO URBANO

Relações de Interdependência – troca entre duas áreas que oferecem bens ou serviços diferentes.

CAMPO CIDADE

Bens disponibilizados Bens disponibilizados


- Carne - Calçado
- Leite - Vestuário
- Produtos hortícolas - Electrodomésticos
- Fruta - Maquinaria agrícola
- Madeira - Veículos automóveis
- Minerais - Pesticidas, herbicidas, rações

Serviços disponibilizados Serviços disponibilizados


- Turismo em espaço rural - Seguros
- Actividades de Lazer - Transportes
- Financeiros
- Hospitais especializados
- Assistência técnica
- Ensino superior
- Justiça
- Administrativos

CRESCIMENTO URBANO
Metrópoles: cidades que atingem grandes dimensões

Conurbação: quando cidades próximas crescem e acabam por se juntar

Megapólis: grande mancha urbana contínua, em que várias cidades se juntam

LOCALIZAÇÃO DAS PRINCIPAIS AGLOMERAÇÕES URBANAS

O número de cidades e a sua dimensão têm crescido consideravelmente. Além do crescimento das
cidades, deu-se também uma expansão das áreas suburbanas, sendo difícil distinguir os limites de uma
cidade.

- Áreas suburbanas – periferias das cidades, que são ocupadas por habitação e actividades urbanas.

- Aglomeração urbana – área que compreende a cidade e as áreas suburbanas que a envolvem.

PORTUGAL

• A distribuição das cidades não é uniforme

• As principais cidades estão no Litoral, principalmente nas Áreas Metropolitanas do porto e de


Lisboa

MUNDO

As cidades foram sempre locais atractivos para a fixação humana e para o desenvolvimento de
grande diversidade de actividades económicas.

PAÍSES EM
PAÍSES DESENVOLVIDOS
DESENVOLVIMENTO

O movimento de urbanização começou com O movimento da urbanização ocorreu


a Revolução Industrial principalmente após a II Guerra Mundial

O crescimento das cidades ficou a dever-se: O crescimento das cidades ficou a dever-se:

 Ao desenvolvimento da Indústria e do  Às elevadas taxas de natalidade, que


comércio; aceleram o ritmo de crescimento da

 Ao progresso dos transportes e das vias população urbana (têm maior número de

de comunicação; habitantes urbanos.);

 Á mecanização da agricultura que  Ao intenso êxodo rural, motivado pela


originou o êxodo rural. pobreza nos campos, pela fome e pela
instabilidade política.
 Grande parte das maiores aglomerações
urbanas encontra-se nos países em
desenvolvimento, assumindo particular
destaque na Ásia Oriental e na Ásia
Meridional.
Países com maior população urbana – China,
Índia, EUA, Brasil, Indonésia

Apesar do rápido crescimento urbano verificado nos países em desenvolvimento, a maioria deles ainda
apresenta uma taxa de urbanização inferior à dos países desenvolvidos.

FUNÇÕES URBANAS

As cidades caracterizam-se por uma diversidade de funções urbanas (especializadas numa


determinada função): actividades comerciais, industriais, culturais, recreativas, de lazer, religiosas, etc.

Ex: Coimbra – função cultural/educativa / Fátima – função religiosa

A função político-administrativa é associada à capital de cada país

ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO URBANO

O crescimento da população das cidades origina a concentração de equipamentos e serviços sociais e


culturais – hospitais, escolas, cinemas, etc.

Urbanização: corresponde à expansão da cidade. Numa primeira fase a população e actividades


económicas concentram-se no centro da cidade.

Suburbanização: corresponde ao crescimento das áreas envolventes da cidade (subúrbios). É


originada pelo crescimento demográfico e desenvolvimento das actividades económicas e transportes.

Áreas funcionais: áreas mais ou menos homogéneas (iguais) com características próprias ao nível do
comércio, serviços administrativos, residências, etc.

MORFOLOGIA URBANA

Planta urbana: representação de uma cidade em grande escala (traçado das ruas, localização de
espaços verdes, etc)

A maioria das cidades apresenta dois ou mais tipos de plantas.

Planta irregular Planta radiocêntrica Planta regular ou ortogonal

 Ruas estreitas e sinuosas  Ruas circulares e radiais à  Ruas de traçado geométrico,


que dificultam a circulação volta de um centro que pode direitas, paralelas e
automóvel ser uma rotunda, um castelo, perpendiculares umas às
uma praça, uma igreja ou outras
 Ruas sem saída e pátios
um mercado
interiores (cidades norte-americanas)
(cidades europeias que
(cidades muçulmanas e centros cresceram durante a Idade
históricos das cidades Média)
europeias)

PROBLEMAS DAS CIDADES

Nas cidades de grande dimensão, existem problemas que são motivados pela excessiva concentração
de pessoas e de actividades:
• Gestão de resíduos urbanos - a produção de grandes quantidades de resíduos urbanos –
lixos e esgotos domésticos e industriais.

• Saturação dos equipamentos e infra-estruturas - a intensa circulação de transportes


rodoviários e o congestionamento do trânsito, que obrigam a perdas de tempo e originam
doenças do sistema nervoso;

• Problemas sociais - O aparecimento de áreas da cidade ou de grupos associados a situações


de pobreza e de criminalidade e xenofobia;

• Poluição atmosférica - A emissão de muitos gases poluentes para a atmosfera, devido à


utilização de energias provenientes de combustíveis fósseis – petróleo, carvão e gás natural.