Você está na página 1de 3

Motores trifásicos com alimentação monofásica

MOTORES TRIFÁSICOS COM ALIMENTAÇÃO MONOFÁSICA

Com o auxílio de condensadores permanentes, motores trifásicos de pequena


potência, podem ser operados a partir da rede monofásica (230V).
Esta ligação é possível porque a utilização do condensador produz um campo girante
que provoca a rotação do motor.
Os motores podem ser ligados em estrela ou em triângulo, de acordo com os
seguintes esquemas:

Quando o motor é ligado em triângulo, o condensador fica em paralelo com uma


qualquer das bobinas do motor, como se mostra na figura seguinte:

A alimentação monofásica é aplicada entre dois terminais do motor. Um dos terminais


é obrigatório que seja o que não tem o condensador ligado.

Quando o motor é ligado em estrela, o condensador fica ligado como se mostra na


figura:

A alimentação monofásica, tal como no exemplo da ligação em triângulo, é aplicada


entre dois terminais do motor. Um dos terminais é obrigatório que seja o que não tem
o condensador ligado.

António Francisco 1
Motores trifásicos com alimentação monofásica

Quer em triângulo, quer em estrela, o sentido de rotação do motor pode ser invertido
mudando o terminal do condensador, que está ligado ao condutor da rede.

Exemplo para a ligação em triângulo.

Atenção! O condensador nunca é ligado aos dois terminais que estão ligados à rede,
é ligado apenas a um.

Notas:
• Alimentando motores trifásicos com tensão monofásica de 230V, o binário de
arranque atingido oscila entre 25% e 30% do binário nominal. No caso deste
binário ser insuficiente, para garantir um arranque sem problemas do motor, ter-se-
á de montar um condensador com maior capacidade.
• Num motor trifásico, funcionando com alimentação monofásica, a sua potência cai
para 70% a 80% da sua potência em alimentação trifásica.
• Ter em conta que na alimentação monofásica a corrente consumida pelo motor
quase duplica em relação à corrente consumida na alimentação trifásica.

Dimensionamento do condensador (valores empíricos)


Cada 1kW de potência do motor, para a tensão da rede de 230V, requer um
condensador permanente de aproximadamente 40µF (cada 1cv necessita de um
condensador de aproximadamente 30µF).
O condensador deve ser do tipo indicado para o arranque de motores e com uma
tensão de trabalho superior à máxima tensão a que está sujeito no circuito.

António Francisco 2