Você está na página 1de 4

Anatomia Humana

1. Conceituar anatomia em sentido amplo e em sentido restrito;


Anatomia é a ciência que estuda macro e microscopicamente a
constituição e desenvolvimento dos seres organizados. A Anatomia
(Ana = em partes; tomia = cortar) em suma, é o estudo pela
dissecação de peças previamente fixadas por soluções apropriadas. E
Anatomia em sentido restrito em nosso caso, trata-se principalmente
do estudo anatômico do ser humano pelas ciências radiológicas.

2. Citar os sistemas e os aparelhos do organismo;


O corpo humano é composto pelos sistemas tegumentar, esquelético,
muscular, nervoso, circulatório, respiratório, digestivo, urinário,
endócrino e sensorial que, agrupado convenientemente, formam os
aparelhos locomotor e urinário.

3. Conceituar normal em Anatomia, variação anatômica, anomalia e


monstruosidade;
Para o anatomista, normal é puramente uma conceituação estatística,
já para o médico, é o que é sadio ou com saúde, não doente. Variação
anatômica, são as diferenças morfológicas que podem se apresentar
externamente ou em qualquer dos sistemas do organismo sem que
isto, traga prejuízo funcional para o indivíduo. Anomalia, é uma
perturbação funcional do padrão anatômico que perturba a função de
indivíduo ou de um sistema. E a monstruosidade, é quando a
anomalia e muito acentuada, incompatível com a vida.

4. Citar os fatores gerais de variação anatômica:


idade, sexo, raça, biótipo e evolução.

5. Definir Biótipo:
São caracteres herdados ou adquiridos pelo indivíduo.

6. Definir longilínio, brevelínio e mediolínio e citar suas características


morfológicas:
Os brevelínio são magro, com pescoço longo, tórax achatado antero-
posteriormente e membros longos em relação ao corpo. Os brevilínios
são atarracados em geral baixos, pescoço curto, grande diâmetro do
tórax Antero-posteriormente e membros curtos em relação ao corpo.
Os brevilínios normalmente apresentam caracteres intermediários.

7. Definir nomenclatura Anatômica:


É o termo empregado para descrever e designar o organismo e suas
partes.
8. Citar os princípios fundamentais da nomenclatura Anatômica usado
para designar estruturas do corpo humano, exemplificando:
Ao designar uma estrutura, a nomenclatura procura adotar termos que
não sejam apenas sinais para a memória, mas, tragam também
informação ou descrição sobre a estrutura. Ex. a forma: (músculo
trapézio), a sua posição ou situação (nervo mediano), o seu trajeto
( artéria circunflexa da escápula) e etc..

9. Citar as abreviaturas utilizadas em Anatomia, para os termos gerais:


a. - artéria; aa. - artérias; fasc. - fascículo; gl. - glândula; lig. -
ligamento; ligg. - ligamentos; m. - músculo; mm. - Músculos; n. - nervo;
nn. - nervos; r. - ramo; rr. - ramos; v. - veia; vv. - veias.

10. Citar as partes constituintes do corpo humano:


Cabeça, pescoço, tronco e membros.

11. Descrever a "Posição de Designação Anatômica" no homem e nos


mamíferos quadrúpedes:
posição bípede ou ortostática, face voltada para frente, olhar dirigido
para o horizonte, membros superiores estendidos e aplicados ao
tronco com as palmas da mão voltada para frente, membros inferiores
unidos com as pontas dos pés voltadas para frente. E nos animais,
sua posição ordinária em pé.

12. Descrever os "planos de delimitação e secção" do corpo humano e


dos mamíferos quadrúpedes:
Planos verticais: ventral ou anterior, dorsal ou posterior, frontal ou
coronal e lateral direito e esquerdo. Planos horizontais denominados
transversais: cranial ou superior, podálico ou inferior e caudal. Nos
animais, temos planos ventral, dorsal, laterais direito e esquerdo,
cranial e caudal. Sendo que, as denominações anterior e posterior,
não tem aplicação devido a sua condição de quadrúpede.

13. Citar os eixos do corpo humano descrevendo seu trajeto:


Eixo héteropolar sagital (antero-posterior) unindo o centro do plano
ventral ao centro do plano dorsal onde, suas extremidades, não tocam
em porções correspondentes e eixo longitudinal (crânio-caudal) unindo
o centro do plano cranial ao centro do plano podálico (ou caudal nos
quadrúpedes) sendo também héteropolar; e eixo homopolar
transversal (latero-lateral) unindo o centro do plano lateral direito ao
esquerdo onde, suas extremidades se tocam em pontos
correspondentes do corpo.

14. Definir os termos de posição e direção: medial, lateral, mediano,


superior, inferior, anterior, posterior, ventral, dorsal, caudal, médio,
intermédio, distal, proximal, interno, externo, cranial, superficial, e
profundo:
Mediano - algo que esta próximo ao plano mediano ou em local
medialmente em relação a outro órgão próximo (mais a direita ou mais
a esquerda); Lateral - algo que se encontra mais próximas das laterais
direita ou esquerda ou em relação a outro órgão; Mediano - algo que
se encontra medianamente colocado na mesma linha mediana ou
seja, no plano mediano ou sagital; Superior - algo que pode estar em
alinhamento transversal mais próxima do eixo cranial (superior) em
ralação ao eixo caudal (inferior) no alinhamento longitudinal ou crânio-
caudal; Inferior - algo que pode estar em alinhamento transversal mais
próxima do eixo caudal (inferior) em ralação ao eixo cranial (superior)
no alinhamento longitudinal ou crânio-caudal; Anterior - algo que se
encontra situada próxima ao plano ventral ou anterior em relação ao
plano dorsal ou posterior; Posterior - algo que se encontra situada
próxima ao dorsal ou posterior em relação ao plano ventral ou anterior;
Ventral e Dorsal - Ver anterior e posterior; Caudal - algo que pode
estar em alinhamento transversal mais próxima do eixo caudal
(inferior) em ralação ao eixo cranial (superior) no alinhamento
longitudinal ou crânio-caudal; Médio - estrutura que se situe entre
duas outras em outros planos; Intermédio - Algo que se situe entre
dois pontos referenciais localizados lateralmente ou transversalmente;
Distal - parte que se encontre mais distante da raiz do membro;
Proximal - parte que se encontra mais próxima da raiz do membro;
Interno - parte de algo que se encontra voltada para dentro ou situado
internamente em relação a outra; Externo - parte de algo que se
encontra voltada para fora ou situado externamente em relação a
outra; Cranial - algo que pode estar em alinhamento transversal mais
próxima do eixo superior (cranial) em ralação ao eixo inferior (caudal)
no alinhamento longitudinal ou crânio-caudal; Superficial - parte mais
externa; Profundo - parte mais interna;

15. Definir os princípios de construção do corpo humano:


estratificação, antimeria, metameria e paquimeria, e citar exemplos:
Estratificação - É o princípio segundo o qual, o corpo humano é
constituído por camadas (extratos) que se superpõe reconhecendo-se
uma estratimeria ou estratificação (Ex.: a pele é a camada mais
externa, a tela subcutânea mais internamente e etc.;) Antimeria - são
as metades bilaterais (direita e esquerda) do corpo humano que são
semelhantes e denominadas de antímeros; Metameria - Trata-se da
superposição no sentido longitudinal de segmentos semelhantes e
cada segmento sendo um metâmero (Ex.: coluna e arcos costais);
Paquimeria - É o princípio no qual o segmento axial do corpo humano
é dividido esquematicamente de dois tubos ou paquímeros (ventral e
dorsal).
16. Demonstrar, com exemplos, que a simetria bilateral é apenas
aparente:
As hemifaces de um indivíduo não são idênticas; a altura dos ombros
e o comprimento dos membros inferiores e superiores a direita e
esquerda nem sempre são idênticas e etc...

Você também pode gostar