P. 1
Análise química do teor de ácido clorídrico em um produto comercial

Análise química do teor de ácido clorídrico em um produto comercial

|Views: 1.546|Likes:
Publicado pordanyolig

More info:

Published by: danyolig on Apr 12, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/25/2013

pdf

text

original

Análise química do teor de ácido clorídrico em um produto comercial

Introdução

O ácido clorídrico (HC ) é uma solução aquosa, fortemente ácida e extremamente corrosiva, devendo ser manuseado apenas com as devidas precauções. Ele é normalmente utilizado como reagente químico, e é um dos ácidos fortes que se ioniza completamente em solução aquosa. Uma solução aquosa de HC na concentração de 1 mol/L tem pH = 0. Em sua forma pura, HC é um gás, conhecido como cloreto de hidrogênio. Em sua forma de baixa pureza e com concentração não informada, é conhecido como ácido muriático ( muriático significa pertencente a salmoura ou a sal), sendo vendido sob essa designação para a remoção de manchas resultantes da umidade em pisos e paredes de pedras, azulejos, tijolos e outros. Uma solução de cloreto de hidrogênio (ácido clorídrico), em sua forma mais pura, com a denominação de "P.A." (Pureza Analítica), é um reagente comum em laboratórios e encontrado em uma solução de 37 a 38% em massa (título). Os sucos digestivos humanos consistem numa mistura bastante diluída de ácido clorídrico e várias enzimas que ajudam a clivar as proteínas presentes na comida. Objetivo: Determinar o teor de ácido clorídrico em um produto comercial Materiais e reagentes: Balão volumétrico de 250 ml; Béquer 250 ml; Piceta; Bureta 25 ml; Suporte universal com garras Amostra de ácido muriático , solução de NaOH e fenolftaleína.

Ficha informativa dos reagentes utilizados 
Nome Químico: Hidróxido de Sódio NaOH

Sinônimos: Hidróxido de Sódio Anidro. Periculosidade: Olhos: Causa queimaduras leves nos olhos. Inalação: Causa irritação leve no sistema respiratório.

a flora atingida pelo ácido ou seus fumos. solo atingido pelo ácido pois ataca os minerais do solo. Manter longe de ácidos. Evitar contato direto com o produto (olhos. Polui rios alterando o pH da água. Calcular o teor de HCl. expressando o resultado em % m/v de ácido acético. Seu vapor é extremamente irritante. Disposição Conforme legislação estadual e municipal Procedimento: Pipetar 3. Bem como o solo contaminado e neutralizado. não ingerir o produto). vagarosamente. Titular com solução padronizada de NaOH até aparecimento de uma coloração rosa bem claro. Lavar a área atingida com água tomando cuidado para conter e descartar adequadamente a água de lavagem. adicionar três gotas de fenolftaleína. anotando o volume gasto em cada titulação. para se evitar possíveis reações violentas. 20 ml da amostra diluída e transferir para erlemneyers.0 ml da amostra de HCl e transferir para balão volumétrico de 250ml. pele. Para efetuar dissoluções do produto sempre adicionar à soda cáustica anidra à água. Manuseio: Evitar respirar névoas do produto. a traquéia e as mucosas do sistema gastrointestinal. Descarte: Neutralizar com cal ou barrilha. Pode causar queimaduras severas e possível perda de visão. Descarte: Não há informação disponível do limite de carbonato de sódio na destruição e efeitos ao meio ambiente. Pele: Causa queimaduras leves em contato com a pele.Ingestão: Causa irritação leve na garganta. Pipetar em triplicata. (Ácido Muriatico) O ácido Clorídrico não é inflamável. ar através de seus fumos e prejudica a fauna que tiver contato com o ácido e seus fumos. Completar o volume até a marca com água deionizada e homogeneizar. roupa. e com constante agitação. Resultados: .  Nome químico: Ácido Clorídrico.

45 Eg m HCl = 0.----------------z Volume de NaOH = 11.-------------250 ml ( balão de diluição) 0.9 ml( 0.04516g m HCl -------------20 ml ( alíquota) y------------.5693g de HCl 0.45 Eg 0.08-11.3) ml Fc= 1.0118L x 1.5645g de HCl 0.-------------250 ml ( balão de diluição) 0.0118 L) : M HCl = 0.0119 L) : m HCl = 0.9-12-12.0455g ---------------20 ml y --------------------------250ml 18.Cálculo do teor de HCl: Reação do ácido com a base: HCl + NaOH NaCl + H2O HCl: M=? Eg= PM 1 m HCl Eg HCl = 36.1 x 0.0500 x 36.45 /eq NaOH : V= obtidos na titulação (11.0500 x 36.0500 N=0.8 ml( 0.5645g -------------.1 x 0.0455g de HCl m HCl -------------20 ml ( alíquota) y------------.81 % de HCl .0119L x 1.04516g g---------------20 ml y --------------------------250ml 3 ml de alíquota -------------100% 0.1eq/l = N NaOH x V NaOH X Fc NaOH m HCl = N NaOH x V NaOH X Fc NaOH x Eg HCl Volume de NaOH = 11.

58 % de HCl Tratamento estatístico dos dados: Calcular a média: A média é a soma de todos os valores observados (xi) dividido pelo número total de observações (Ni).45 Eg 0.5740g -----------------------------------w Volume de NaOH = 12.0500 x 36.0459 ---------------20 ml y --------------------------250ml 18.5393---------------------------------p Volume de NaOH = 12 ml( 0.1 x 0.0470g m HCl -------------20 ml ( alíquota) y------------.5740g de HCl 3 ml de alíquota -------------100% 0.97% de HCl 3 ml de alíquota -------------100% 0.0123 L) : M HCl = 0.3 ml( 0.-------------250 ml ( balão de diluição) 0.3ml de alíquota -------------100% 0.----------------z 19.0500 x 36.012 L) : m HCl = 0.012L x 1. Média ( x) = Desvio-padrão ( s) = .0470g---------------20 ml y --------------------------250ml 19.0123L x 1.1 x 0.0459g de HCl m HCl -------------20 ml ( alíquota) y------------.5875g -------------.45 Eg m HCl = 0.13% de HCl 0.5875g de HCl 0. e depois o desvio padrão que é uma média da dispersão dos valores medidos em relação ao valor médio.-------------250 ml ( balão de diluição) 0.

726) *100 14.25 9. valor das replicatas vermalhas do grupo X : Desvio padrão : 19.85% Se Er >1% < 5% = moderada exatidão Se Er > 5% = inaceitável Avaliação da precisão: Cv ( coeficiente de variação) Cv= S * 100 .58 14.89 12.3 19.3318 Er=( X valor verdadeiro) * 100 Valor verdadeiro Er= (19.81 18.Tabela de replicatas da turma HCl ( % m/v) (Ni) (Ni) (Ni) (Ni) (Ni) (Ni) (Ni) (Ni) (Ni) (Ni) (Ni) (Ni) (Ni) Desvio padrão Replicata (xi) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 : 16.1225-14.1225 Desvio padão da média: 0.13 19.23 16.3933 Desvio padrão da média (S): Cálculo do erro relativo: Valor verdadeiro considerando todas as replicatas ( tabela) .61 18.726 Se Er < 1% = elevada exatidão Er= 29.97 19.89 9.726 4.25 9.3 9.23 12.

2° módulo página 12.org/wiki/Ácido_clorídrico www.Cv=4.3318 * 100 19.higieneocupacional.83% 1. Conclusão: Concluiu-se que houve erros de medida nas amostras analisadas.br www.3933 * 100 14.br www.com.726 Valores referente a tabela.1225 29. Bibliografia: www. .wikipedia.73% Cv< 5% = elevada precisão Cv < 5% < 15% = moderada precisão Cv > 15 % = inaceitável Discussão de resultados: Os cálculos das medidas realizadas apresentam elevada precisão porém pouca exatidão.com.br Apostila de aula prática de química analítica da escola Politécnica de Minas Gerais (Polimig).nicromquimica.oxidial.com. Valore referentes do grupo: Cv= 0.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->