Onde Está a Felicidade?

- por René Burkhardt | 11 de Outubro de 2010

Todos buscam a felicidade! Mas poucos a encontram. Muitos pensam que os bens materiais são o melhor meio de se encontrar a felicidade e, por isto, se afundam no trabalho, a fim de terem condições de adquirir o máximo possível de coisas, de se encherem de riquezas. Outros, com o mesmo fim, se entregam à ilegalidade e fazem qualquer coisa para ter aquilo que pensam ser o necessário para suas vidas, a ponto de até matarem por isto. Nunca s e importam com as outras pessoas, que estão à sua volta, porque é a sua própria vida que mais importa. Mas o Senhor Jesus disse que veio para nos dar vida, e vida em abundância! Era sobre fartura de tudo, que Ele estava falando? Se era, por que devemos im itar a Ele, que teve uma vida simples, sem posses, sem bens? Por que Ele teria nos alertado sobre aflições, sobre dificuldades? Exatamente! Porque não era sobre riquezas que Ele falava. Pelo contrário, Sua Palavra sempre alertou contra desejar riquezas: ³E direi a mim mesmo: µVocê tem grande quantidade de bens, armazenados para muitos anos. Descanse, coma, beba e alegre-se¶. Contudo, Deus lhe disse: µInsensato! Esta mesma noite a sua vida lhe será exigida. Então, quem ficará com o que você preparou? (Lucas). ¶´ ³Vendam o que têm e dêem esmolas. Façam para vocês bolsas que não se gastem com o tempo, um tesouro nos céus que não se acabe, onde ladrão algum chega perto e nenhuma traça destrói´ (Lucas). E diversos outros alertas, como estes. Salomão também já havia falado de forma semelhante: ³Havia um homem totalmente solitário; não tinha filho nem irmão. Trabalhava sem parar! Contudo, os seus olhos não se satisfaziam com a sua riqueza. Ele sequer perguntava: µPara quem estou trabalhando tanto, e por que razã deixo de me divertir?¶. Isso também é o absurdo. É um trabalho muito ingrato!´ (Eclesiastes). Em todas essas palavras, percebemos que a felicidade não está na quantidade de bens materiais que se tem. Então, onde ela está? O próprio Senhor Jesus nos responde esta pergunta, ao iniciar o sermão do monte: Ele diz que felizes serão aqueles que considerarem os outros superiores a si mesmos; os que preferem chorar o dano sofrido, do que se levantar contra o outro; os que forem mansos, ao invés de tentarem impor à força a sua vontade; os que buscarem o que é justo para todos os envolvidos, ao invés de tentarem canalizar todos os benefícios para si mesmos; os que se preocuparem em compreender as falhas dos outr s; o os que olharem com pureza para os outros e para todas as coisas; os que não sossegarem enquanto não virem a paz reinando entre inimigos; os que abrirem mão da própria liberdade e da própria vida, para poderem declarar a Jesus como Salvador; e os que amarem a Jesus, de tal forma, que injúrias e perseguição serão parte comum em suas vidas! Junto a tudo isto, o Senhor complementa que aqueles que assim procederem, estarão inseridos no Reino dos Céus! O amigo no Caminho, Hugo Theóphilo, também captou a essência de onde a felicidade se encontra, nesse mesmo trecho das Escrituras: ³O Reino de Deus é em qualquer lugar onde é possível ser feliz sendo pobre, por exemplo. Aí, você pergunta: µOnde é possível ser feliz sendo pobre?¶. Vou repetir: ONDE A FELICIDADE NÃO ESTÁ VINCULADA AO BEM MATERIAL. Bem-aventurados (felizes) os de espírito humilde, os que choram, os mansos, os que têm fome e sede de justiça, os misericordiosos, os puros de coração, os pacificadores, pois deles

é o Reino dos céus; serão consolados, herdarão a terra, serão satisfeitos, obterão misericórdia, verão a Deus, serão chamados filhos de Deus. Discurso do monte: Felicidade baseada em princípios... valores não mensuráveis ´. A escritora cristã (na verdadeira acepção da palavra) contemporânea, Regina Farias, acrescenta mais um detalhe: ³Ser feliz é crer - sem duvidar - que é amado por Deus! Isso é ser feliz, é estar pleno. Então se descansa nesse amor que é de graça. Descansa -se na Graça. Hoje!´. Todas essas coisas nos indicam que amar a Deus e ao próximo é muito mais do que mandamento. Elas indicam que são o único caminho para a felicidade. Não há como ser feliz, se não buscarmos constantemente a felicidade do nosso próximo e a do nosso Deus Pai e Criador! E muitas pessoas têm dificuldade em cumprir o ³amar´ como uma ordem, como uma determinação de que o façamos por vontade própria, pelo pensamento equivocado de que o amor é algo espontâneo, que surge de forma repentina, sem o controle da pessoa. Mas as palavras de Jesus demonstram que o verdad eiro amor deve ser cultivado por nós, através de nosso posicionamento e de nossas atitudes em relação às pessoas e às coisas. É algo que pode e deve ser praticado todos os dias, em todos os momentos, diferentemente daquela paixão que nos arrebata, de repen te, em direção a alguém ou a algo, e depois desaparece com o passar do tempo. Na verdade, esse amor será uma decorrência natural de crermos e confiarmos que Deus nos ama: ³Nós amamos porque ele nos amou primeiro´ (1Jo 4.19). E esse amor, descrito por Jesus, enche as outras pessoas de felicidade e, em conseqüência, também a Deus. E, quando percebemos a felicidade nos outros e em Deus, também ficamos felizes. É na felicidade dos outros que está a nossa felicidade, se somos discípulos de Jesus!
Extraído de http://kasteloforte.blogspot.com/2011/01/onde-esta-felicidade.html

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful