P. 1
HCB - Alfred Russel Wallace PRONTO

HCB - Alfred Russel Wallace PRONTO

|Views: 323|Likes:

More info:

Published by: Leandrorodriguesuftm on Apr 15, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/30/2014

pdf

text

original

INTRODUÇÃO O objetivo deste trabalho é apresentar de forma clara e objetiva a vida, obra e importância do cientista Alfred Russel Wallace

. Grande parte dos livros direcionados aos ensinos fundamental e médio tratam o assunto ‘’Evolução’’ tomando como base os estudos do evolucionista Charles Darwin, que elaborou a teoria da seleção natural, baseando-se no fato que, os indivíduos mais adaptados têm maior probabilidade de sobreviver. Será apresentado neste trabalho que, Wallace co-fundou a teoria da seleção natural. Teve suas contribuições ignoradas por grande parte dos cientistas do século XX. Questionaremos como os estudos e as descobertas de Wallace contribuíram para o ensino da ciência no mundo atual.

DESENVOLVIMENTO Alfred Russel Wallace, um naturalista inglês nascido no dia 8/1/1823 em Usk, Monmounthshire. Oriundo de uma família humilde, foi o oitavo dos nove filhos de Tomas Wallace e Mary Greenell, possuía apenas uma educação de classe média-baixa, porém, chegou a fazer quatro anos de medicina, que na época, era o que mais se aproximava da área biológica. Na pré-adolescência editou uma revista literária e manteve uma das livrarias da cidade, era apenas o começo de uma longa estória. Décadas depois, o jovem Alfred cruzaria o caminho do evolucionista Charles Darwin, que era rico, com muitos anos de estudos superiores e dedicava todo o seu tempo às pesquisas. O infante Wallace teve a infância marcada por dificuldades financeiras e pela morte precoce de quatro das cinco irmãs. Como sua saúde não era das melhores, Wallace dedicou-se aos estudos, transformando a leitura em sua atividade preferida. No ano de 1835, a família do adolescente enfrentou uma crise financeira severa, que forçou Wallace a abandonar a escola e seguir para Londres para trabalhar com o irmão John Wallace, nesta época Alfred tinha apenas treze anos de idade. No mesmo ano, Alfred decidiu viajar e aprender topografia com o irmão Willian Wallace, que acabara de comprar uma empresa do ramo. Wallace também estudou geometria,

permitiu ao jovem que tivesse acesso a várias obras de história natural. tais como. o jovem já estava fazendo conferências sobre tecnologia e história natural. 2003) Ao ler o livro Tratado sobre a geografia e a classificação dos animais. p. porém. gradual e progressiva dos seres vivos.. Wallace colecionava plantas. porém. porém. o irmão de Wallace morre subitamente.cartografia. Lyell escreveu que havia retorno das variedades a forma original que recompunha a população extinta. Em 1845. . (apud Papavero & Bousquets. mas que já possuía certa experiência. a obra de Charles Lyell Princípios de geologia mostrou-se decisivo para ele. vulcões. a teoria dizia que a superfície da terra era gradualmente modificada por forças da natureza. e na mesma cidade em que trabalhava conheceu um jovem naturalista chamado Henry Bates. Alfred Russel Wallace leu alguns relatos de Darwin. escreve uma carta ao amigo Bates dizendo que havia lido um livro chamado ‘’Vestígios da criação’’ e acrescenta que o livro sustentava uma hipótese engenhosa. e depois estudar a relação entre as espécies para tentar resolver a questão da origem das espécies. a empresa de seu irmão foi a falência. é que o tipo mais simples e primitivo deu origem ao tipo seguinte acima dele e este produção o próximo tipo mais elevado. (Horta. então. um entomologista iniciante. e depois vende-los em Londres. Wallace entendeu que o futuro da ciência se baseava apenas em evidenciar a evolução contínua. astronomia e geologia. Quatro anos mais tarde. 20) Na época. o jovem volta ao País de Gales. Wallace percebeu que esse tema havia de empolgá-lo pelo resto de sua vida. pagar as despesas. foi ai que Wallace empregouse como mestre-escola. Para Wallace esta resposta era insatisfatória. em 1843.. forçando-o a procurar outra forma de estudar e investir em suas idéias. faltava apenas provar. tal emprego. Na biologia. Durante este período. escrito por Willian Swainson. terremotos e etc. a vasta coleção de insetos do amigo logo tomaram o interesse de Wallace. Wallace conseguiu convencer Bates a acompanhá-lo em uma longa viajem a bacia amazônica a fim de obter objetos para coleção. botânica. No ano de 1948. 1994. A posição central de Wallace é marcada pelo seguinte trecho: A idéia que concebo do progresso vida orgânica sobre o globo.

Wallace insatisfeito e irritado com a publicação redigiu um manuscrito com o título Sobre a lei que regula a introdução de novas espécies. Wallace não teve condições de continuar suas pesquisas e decidiu voltar para a Inglaterra. com boas experiências. 2003) Abatido pela experiência desastrosa. Wallace seguiu pelo Rio Negro e Bates pelo Solimões. o barco em que viajava Alfred Russel Wallace pegou fogo e afundou em seguida (6 de agosto. continha praticamente uma observação da formação natural de uma nova espécie de borboleta. Alfred chegou em Singapura no dia 20/04/1854. no qual afirmava que os fósseis mostravam que os gêneros extintos atingiam dois máximos. partiram para Belém rumo ao rio Amazonas. Os amigos seguiram em uma expedição para o Tocantins e em seguida. os quatro anos de pesquisas e estudos na Amazônia estava indo literalmente por água a baixo. chegou em Belém no dia 2/7/1852. onde publicou um artigo sobre o mimetismo das borboletas amazônicas. notas e esboços. escolheu bem o seu destino. foi publicado em Londres no ano de 1855. ou não. que se embasava na ramificação por separação geográfica da população das espécies. coletou mais de 125 mil espécies. Wallace perdeu todas as suas coleções e grande parte de seu diário. desta vez. seu diário e partiu para a Inglaterra. 2003) Wallace optou por seguir no Rio Negro onde nenhum Europeu jamais havia explorado. era hora de Wallace apresentar-se como um evolucionista. Quando tudo parecia estar ruim. Após ficar doente. obra que Darwin leu e se entusiasmou. ficou sabendo que um ano antes. e outro nas recentes. (Horta. Wallace pegou suas coleções. pois ali. que possivelmente era a chave pra elucidar a origem das espécies.No dia 24/04/1848. durante suas pesquisas. um nas eras antigas. uma catástrofe acontece. Abalado e insatisfeito. das barreiras naturais. Até o momento esta era a melhor hipótese de Wallace. . 1852). Bates permaneceu no Brasil por onze anos. Wallace decidiu planejar uma nova expedição. seu irmão havia morrido de febre amarela no Pará. um homem chamado Edward Forbes publicou um artigo. Wallace com vinte e cinco anos e Bates com vinte e três. a Royal Geographical Society pagou a passagem de ida. Amadurecido. (Horta. Em fevereiro de 1854. várias delas ainda desconhecidas. viajou para o Arquipélago Malaio. o jovem pesquisador buscava fatos que fornecessem um princípio gradual de descendência. eles queriam comprovar a existência.

Lyell não perdeu tempo. Darwin escreveu em uma carta que continuava lendo e coletando fatos sobre a variação dos animais e plantas. Wallace em seu artigo de 1855 ressaltou que existiam barreiras geológicas separando periodicamente a população de uma determinada espécie que foram induzidos a mudança de forma. III. percebeu que estava nascendo um novo delineamento para o transformismo. Wallace e também Darwin substituiu o sistema lineano pela ancestralidade comum entre elas. Era o fim da sistemática tal como Lineu a entendeu.com/science-religion/NormLevan/s4-annot. (. Lyell praticamente confessou um assassinato. Darwin já preparava o seu futuro livro ‘’A origem das espécies’’. porém.. . Lyell passou a ser o seu principal adversário teórico. Wallace forneceu uma suposta causa para a origem das espécies. descrevendo da seguinte forma: o mecanismo de separação geográfica das populações de uma espécie. e logo escreveu para o amigo Darwin: (.) penso que descobri o modo mais simples pelo qual as espécies se tornam primorosamente adaptadas aos vários fins (Correspondence. sofrendo mudanças lentas para sobreviver às alterações de seu ambiente físico. p.) estou quase convencido de que as espécies não são imutáveis. Wallace não escondia que os livros de Lyell teria o influenciado...astronomynotes.htm Desde então. 2) Diante de tanta presunção. Ao ler o artigo escrito por Wallace. Lyell se impressionou. mudou radicalmente de opinião..Fonte: http://www.

br/fotos-imagens/charles-lyell. ele esperou vários anos para então para apenas escrever o texto conhecido como Esboço de 1842. Darwin também utilizou o termo por varias vezes em seu esboço de 1842.Fonte: http://www. rabiscou na lateral de seu exemplar: ‘’Artigo de Wallace: lei da distribuição geográfica.html Darwin não adotou a posição de Wallace. Alfred utilizou da palavra ‘’criação’’ por quinze vezes em seu artigo. Na época. que vinha a ser um resumo de sua teoria. É fato que. seria de se esperar que o evolucionista apressasse em mandar o quanto antes para a impressa aquilo que era a maior descoberta biológica de todos os tempos. Talvez tenha faltado sensibilidade para Darwin perceber que Wallace seguia exatamente o seu caminho. Wallace apresentou um mecanismo para a evolução.com. similar à seleção natural e que juntadas formavam noções de variação e luta pela vida. . enviou a sua esposa Emma Darwin solicitando a publicação em caso de sua morte. Os darwinistas sempre enfatizavam que o artigo de Wallace não havia influenciado o trabalho de Darwin. porém. tudo parecia criação. em 1856. Alfred Russel Wallace expunha sua solução para a origem das espécies embasada em princípios da geologia. (Horta. 2003) Darwin perante o artigo de 1855 de Wallace. ficou fácil de perceber que Darwin não havia apreciado o artigo de Wallace tanto quanto Lyell. isso em 1838. Ao invés disso. nada verdadeiramente novo’’ citou também que para Wallace.fotosearch. apresentou sua teoria evolucionista a Lyell durante um encontro familiar. Darwin desenvolveu a teoria da evolução por seleção natural. muito antes de Wallace.

Concordava plenamente com Darwin com respeito à conclusão final que dizia: a variabilidade ilimitada na população.html Wallace acreditava poder resolver todos os fatos relativos à evolução através de sua hipótese da especiação por separação geográfica. Ele reconheceu que o artigo de Wallace era um resumo de seu esboço sobre a evolução. Lyell e Hooker propuseram que os trabalhos fossem apresentados simultaneamente na Linnean Society of London. Darwin publica um resumo.. mas ele sabia que a origem das espécies era a chave para o problema da evolução.. prolongava a publicação. L. Darwin não dava a devida atenção a que merecia sua teoria.Fonte: http://www. Wallace contribuiu para a teoria evolutiva e em especial para o estudo das causas da distribuicao geografica das especies (Futuyma. (L.: 95-96. deve levar a mudança evolutiva.2009). exposta a dizimação drástica e regular. De certa forma.com. tinha medo da aceitação de sua obra. Darwin respondeu a uma das cartas de Wallace: Posso ver claramente que nós pensamos dentro de uma mesma linha e que até certo ponto. Diante da pressão de Lyell e Hooker e principalmente do anseio de ter sua originalidade liquidada por Wallace.br/fotos-imagens/charles-darwin. chegamos a conclusões semelhantes. Concordo com quase todas as palavras de seu artigo. o mais importante centro de história natural da Grã-Bretanha(1858). em 1846 ele começou a se ocupar com as cracas (Cirrípedes).fotosearch. por isso.) Ficava claro que ambos naturalistas trilhavam a mesma linha de pensamento. D. . apressou seus trabalhos e no ano seguinte publicou o livro ‘’A origem das espécies’’. nomeado de Origin.

escreveu o respeitado Malay Archipelago e no ano de 1876 o admirável Geographiacal Distribuition of Animals que se tornou um clássico da zoogeografia nos oitenta anos seguintes. tal modo que. prêmio que se concede todos os anos. Tais fatos confirmam que nenhum pesquisador chega a nenhuma conclusão sem conhecer as pesquisas de outros cientistas. enterrado três dias depois em Broadstone. podemos exemplificar tomando como base o fato de um cientista desenvolver relativamente à mesma teoria de um outro cientista. contribuiu efetivamente para a ciência. muito pelo contrário. Shemington inaugurou um memorial de Wallace no Museu de História Natural. Wallace e muitos outros cientistas até mesmo os que fracassaram em suas pesquisas serviram de exemplo e contribuíram para a construção da teoria final. os seus vários anos de pesquisa ajudaram outros cientistas a desenvolverem novas teorias para o avanço da ciência. em 1892. quando Charles Darwin chegou ao topo. a Medalha de Ouro da Sociedade Linneana. sempre foi seu grande admirador. Darwin e Wallace não eram cientistas amadores. Dez anos depois de sua morte. e sim naturalistas. Devemos usar este trabalho em sala de aula para mostrar que. Alfred Russel Wallace recebeu. o presidente da Royal Society.Wallace na realidade adquiriu fama por conta própria. Os artigos publicados por Wallace ajudaram vários outros evolucionistas da época. em South Kensington. ou zoólogo cujo trabalho tenha importância significativa para o avanço da ciência. Wallace nunca teve ciúmes de Darwin. portanto. Finalmente. a um botânico. inclusive o recebedor do mérito pela teoria da evolução Charles Darwin. No dia 07 de novembro de 1913. Sir Charles S. Alfred Russel Wallace morre em Old Orchard. Alfred Russel Wallace foi de suma importância para a história da ciência. profissionais excelentes e altamente treinados. . o mérito é de todos que dedicaram anos de estudos e observações afim de desvendar a evolução. CONCLUSÃO Em vista do que foi apresentado.

l.wku. [S. Ribeirão Preto: FUNPEC. acesso em 09 nov. On the law which has regulated the introduction of new specie. Tradução de Ivo Martinazzo. Tradução Iulo Feliciano Afonso. Disponível em: <http://www. v1. 635p. Douglas J. 2010.wku. MAYR.edu/~smithch/wallace/BIOG. p. M. 231-40. . p. 2010. A. Scientiae Studia. 1-9. E. Brasília: Editora UNB. HORTA. Biologia evolutiva. 3. [S. Disponível em <http://people.smith/index1.].htm>. Sobre A primeira teoria evolucionista de Wallace. artigo de 1855. 2009.].edu/charles.d.. ed. O desenvolvimento do pensamento biológico.htm> Acesso em 10 nov. 2. THE ALFRED RUSSEL WALLACE PAGE. WALLACE. 2003.REFERÊNCIAS FUTUYMA.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO UNIDADE TEMÁTICA HISTÓRIA DA CIÊNCIA E DA BIOLOGIA LEANDRO DOS SANTOS RODRIGUES PROF. JÚLIO RIBEIRO Alfred Russel Wallace UBERABA NOVEMBRO DE 2010 . DR.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->