Ácidos fúlvicos Os ácidos fúlvicos são solúveis em ambos ou alcalina solução ácida.

Eles são amarelo-claro ao amarelo dourado na cor. Eles são menores em tamanho molecular de ácidos húmicos e são frequentemente utilizados como agentes complexantes para encontrar soluções em aplicações foliares de nutrientes para melhorar a sua absorção pelas plantas. y y y recomendado para aplicações foliares apenas pH 4,0-6,0 SG 1,09 + 0,005

Ácido fúlvico é a fração de baixo peso mol ecular derivados de substâncias húmicas.substâncias húmicas também incluem os ácidos húmicos, compostos de alto peso molecular, eo ácido ulmic, o intermediário compostos de massa molecular. Os ácidos húmicos estimulam propriedades físicas, químicas e biológicas. ácidos fúlvicos estimular a bioquímica de plantas e máquinas fisiológico para melhorar o crescimento e desenvolvimento através da penetração da raiz e da cutícula foliar por meio de sprays de fertirrigação e foliar, respectivamente. pulverizações foliares de ácido fúlvico são econômicos e benéfico uma vez que estas moléculas podem facilmente penetrar na cutícula da folha e da membrana plasmática para exercer seus efeitos fisiológicos. ácido fúlvico tem a capacidade de sensibilizar membrana plasmáti ca para a difusão de íons nas células e os íons de carga para os tecidos de condução. Molécula de ácido fúlvico é composto por grupos carboxílicos (COOH), que libera seu átomo de H para ligar com uma espécie catiônica, tais como zinco, cálcio, cobre, ferro, etc No entanto, essa ligação é relativamente fraca. ácido fúlvico também estimula a produção de plantas de auxina próprio, e aumenta a capacidade da membrana plasmática ao senso hormônios de crescimento, tais como giberelinas e citocininas. Giberelinas são comumente usados hormônios em pinheiros, as uvas e as indústrias de citros. As taxas de crescimento aumentou de plantas são atribuídos a essa sensibilização reforçada para hormônios e processo de produção de auxina. Alguns outros mais falado sobre os benefícios do ácido fúlvico são: ‡ Estimulação dos ácidos nucleicos, divisão celular e crescimento ‡ melhoria da atividade enzimática através de biocatalizadores (taxa de reações enzimáticas em sistemas biológicos) complexação de metais ‡ melhoria dos transportes e distribuição de plantas ‡ aumento da biossíntese de clorofila, tolerância à seca e produtividade ‡ desintoxicação de diversos poluentes (pesticidas, herbicidas etc) e os ‡ eliminação de radicais livres de oxigênio, atuando como um antioxidante.
A aplicação foliar Aplicar em 2-3 litros / hectare. Misturar com água ou fertilizantes líquidos na concentração de 0,5% (1:200) antes da aplicação.

ácido salicílico e ácido ftálico sendo o principal objetivo deste trabalho determinar algumas constantes de protonação do AF e as constantes de complexação com os íons metálicos chumbo (II) e níquel (II) por titulação potenciométrica e compará-los com os monômeros formadores dos AF. Essa função determina em parte a disponibilidade de metais no solo influindo em sua nutrição. A ação quelante do AF permite que íons metálicos essenciais não sejam lixiviados e que íons tóxicos tenham sua ação nociva diminuída. deixando assim de inibir o crescimento da flora local. A interação do AF com íons metálicos se dá principalmente pelos sítios quelantes derivados catecol. tintas à base de chumbo e pesticidas e o níquel.O ácido fúlvico (AF) desempenha varias funções importantes no solo que auxiliam a manter as suas propriedades físicas e químicas e sua capacidade de complexar íons metálicos é uma delas. Estes metais podem ter sua ação tóxica remediada na presença de AF. necessário em pequenas quantidades. mas altamente tóxico quando em grandes concentrações que são liberadas principalmente pelas indústrias de produção de baterias e produtos industriais. . Como no caso de metais tóxicos como chumbo que é principalmente liberado na fabricação de combustíveis.1.