DIFERENÇAS ENTRE O ROCOCÓ E O BARROCO

______________________________________________________________________
• • • • O Rococó é um estilo artístico que nasceu na França no ano de 1700, espalhando-se pela Europa no século XVIII. É considerado uma espécie de continuação um pouco modificada da arte barroca. Todavia, diferencia-se do Barroco principalmente pela leveza e delicadeza com que se exprime, oferecendo menos exuberância e vigor. Ao contrário do Barroco, que se prendia fortemente à figura religiosa, a temática do Rococó mostra preferencialmente uma vida de divertimento, que levou uma parte da crítica a classificá-lo de pintura fútil. No caso da França, a vida da corte era objeto comum da arte rococó, tratada de maneira crítica ou não.

Uma arte essencialmente decorativa
• • • • • Trata-se de um termo primitivamente associado às artes decorativas e que acabou sendo usado também para designar a arquitetura, a pintura e a escultura do período. Tal como acontecera com o Barroco, o Rococó também ganha características locais nos diferentes lugares em que se manifesta. O Sul da Alemanha e a Áustria foram os locais em que a arte rococó mais se desenvolveu. Embora surgido na França, ele não prosperou nesse país e praticamente deixou de existir após a metade do Século 18. Comum nesse período, foi o surgimento de mestres de determinadas nacionalidades como grandes expoentes do estilo, sem que o mesmo fosse forte em seu país de origem.

Era comum ainda a colaboração de vários artistas das diferentes especialidades para obtenção de tal efeito.no caso do rococó. A Arte Rococó tem como principais características:      Cores claras Tons pastéis e douramento Representação da vida profana da aristocracia Representação de Alegorias Estilo decorativo . contudo. sem que. individual.no conjunto. mas fiel ao conjunto • • • Era a arte pessoal. a Espanha tivesse realmente assimilado a arte rococó. Outro ponto de contato com o barroco é a ênfase . considerado um dos principais artistas do período. escultura e pintura deveriam se complementar num todo harmônico.Individualista. ainda maior . Arquitetura. intransferível e independente dos conceitos em vigência numa determinada região. Um bom exemplo desse individualismo é Goya.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful