Riscos ergonômicos

Qualquer fator que possa interferir nas características psicofisiológicas do trabalhador, causando desconforto ou afetando sua saúde. São exemplos de risco ergonômico: o levantamento de peso, ritmo excessivo de trabalho, monotonia, repetitividade, postura inadequada de trabalho, etc.

RISCOS ERGONÔMICOS
y y y y y y y y y

CONSEQÜÊNCIAS
Cansaço, dores musculares, fraquezas, hipertensão arterial, diabetes, úlcera, doenças nervosas, acidentes e problemas da coluna vertebral. Cansaço, dores musculares, fraquezas, alterações do sono, da libido e da vida social, com reflexos na saúde e no comportamento, hipertensão arterial, taquicardia, cardiopatia, asma, doenças nervosas, doenças do aparelho digestivo (gastrite, úlcera, etc.), tensão, ansiedade, medo e comportamentos estereotipados.

Esforço físico Levantamento e transporte manual de pesos Exigências de posturas Ritmos excessivos Trabalho de turno e noturno Monotonia e repetitividade Jornada prolongada Controle rígido da produtividade Outras situações (conflitos, ansiedade,responsabilidade)

maior custo Imposição de ritmos excessivos Trabalhos em turno ou noturno .Riscos Ergonômicos: Deitada  Não há concentração de tensão  Sangue flui livremente  Gasto energético mínimo  Mais recomendada Sentada  Atividade do dorso e do ventre  Peso concentrado nas nádegas (osso ísquio)  Mais 3 a 10% de consumo de energia  Variabilidade para reduzir a fadiga Em Pé  Altamente fatigante  Trabalho estático da musculatura  Bombeamento do coração é mais difícil  Postura estática.

Riscos Ergonômicos: Esforço físico intenso E igência de postura inadequada Levantamento e Transporte manual do peso Controle rígido de produtividade .Jornada prolongada de trabal o onotonia e repetiti idade Outras situações causadoras de ³ tress´ físico e/ ou psí uico.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful