Xenofobia na Europa

Prof. Julio Botega 8ª Série Colégio Positivo

Tudo tem um começo...
‡ Migrações internacionais: movimentos de saída e chegada de pessoas entre países. ‡ Pode ser subdividido em emigração (refere-se a pessoas que saem do país) e imigração (refere-se a pessoas que entram no país). ‡ Geralmente motivados por questões econômicas: crises econômicas, guerras, conflitos em geral, fome, oportunidades de emprego, sonhos de enriquecimento rápido, melhoria na qualidade de vida etc.

Por exemplo. a Europa. aliada à crise na produção agrícola e à fome. passava por uma explosão demográfica que. . impulsionaram a saída de muitos europeus em direção a países do continente americano. em meados do século 19 e início do 20. movidos pelos sonhos do acesso à terra e do enriquecimento rápido.

turcos. quase 4 milhões de imigrantes desembarcaram no Brasil (alemães.Entre 1884 e 1933. entre outros). que somavam algo em torno de 1. italianos. japoneses. sírios.5 milhão de pessoas. com destaque para os italianos. espanhóis. . portugueses.

em 1998). a Europa (56 milhões. em 2000). tendo como principais destinos os Estados Unidos (35 milhões. .Os novos fluxos migratórios ‡ Século 20: os fluxos migratórios internacionais conheceram uma inversão. ‡ Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas). sendo que 60% deles são pessoas que saíram de países subdesenvolvidos rumo a países desenvolvidos. existem cerca de 200 milhões de migrantes no mundo.5 milhões. em 2000) e o Japão (1.

quando alguns países da Europa. desprezadas por suas populações locais. . redução e da circulação de mercadorias no mundo . então. maior pressão à abertura dos mercados. eram bem-vindos.Dois momentos: ‡ O primeiro deles ocorre entre a década de 50 e fins da de 70. Os imigrantes.e menor (ou diferenciada) participação do Estado nos assuntos ligados à economia. ‡ Segundo momento (década de 80 em diante): intensificação do processo de globalização e a ascensão do neoliberalismo. mas controlados. a fim de conseguir mão-de-obra para ocupar as vagas de menor qualificação e baixa remuneração. desenvolvimento técnicocientífico. os Estados Unidos e o Japão estimulavam a imigração.

. com exceção dos trabalhadores com alto grau de qualificação vindos de países mais pobres (a chamada "fuga de cérebros"). os trabalhadores com baixa qualificação já não eram mais bem-vindos. pois passariam a disputar diretamente os postos de trabalho com parte da população local. gerando cada vez mais discriminação e preconceito.Desse período em diante.

na Europa.5 a 4 milhões de migrantes sem autorização nos países ricos. só têm conseguido aumentar a migração ilegal. Acredita-se que entram em torno de 2. no entanto. ‡ Tais medidas. . cerca de 6 milhões. Espanha). de modo a dificultar cada vez mais a entrada de imigrantes. os governos desses países ricos passaram a criar medidas legais e até mesmo barreiras físicas (muro na fronteira dos Estados Unidos com o México. muro na cidade de Celta. Nos Estados Unidos.‡ A partir de então. estima-se que existam mais de 10 milhões de migrantes ilegais.

devido. o que é Xenofobia? Diante do que vimos.Então. a xenofobia (do grego. às diferenças sócio-culturais existentes entre pessoas de países diferentes. "xeno" = estrangeiro e "fobia" = medo). . deve ser entendida como a aversão ao imigrante. afinal. basicamente.

‡ Políticas ‡ Econômicas ‡ Religiosas ‡ Culturais .A xenofobia é sempre uma forma de negação do Outro. O Outro é visto como uma ameaça ou a razão de todos os males. por isso deve ser aniquilado.

Xenofobia na Europa: breve histórico ‡ ‡ ‡ ‡ Prática secular dos países europeus Idade Média e conquistas territoriais Grandes Navegações .Espanha A face sombria e atual ± Eugenia ± Nazistas ± Fascistas ± Segunda Guerra Mundial .

partido vencedor das últimas eleições.A Xenofobia na Europa: o caso da Suiça ‡ Na Suíça foi referendada favoravelmente a expulsão de estrangeiros que tenham cometido delitos graves: violação. tráfico de droga e assalto à mão armada. o referendo foi votado favoravelmente em 24 dos 26 cantões. ‡ Proposto pela UDC (União Democrática do Centro). .

‡ Europeus do Leste .

A Xenofobia na Europa: o caso de Portugal ‡ Brasileiros ‡ África portuguesa .

Xenofobia na Europa: o caso da Itália ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ Latino-americanos Romenos/ ciganos Albaneses Africanos Europeus do Leste Sílvio Berlusconi O novo Fascismo .

Xenofobia na Europa: o caso da França Romenos Africanos Árabes muçulmanos Nicolás Sarkozy A explosão de violência: 27 de outubro e 8 de novembro de 2005 ‡ 2009: recorde francês de expulsão de imigrantes ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ .

.

Xenofobia na Europa: o caso da Inglaterra ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ Portugueses Italianos Africanos Indianos Asiáticos .

Xenofobia na Europa: o caso da Alemanha ‡ ‡ ‡ ‡ Turcos Outros árabes muçulmanos Negros O passado: Judeus .

Espanha ‡ O novo Fascismo ‡ Latino-americanos ‡ Árabes .

. ‡ Maio de 1968 .Mas nem sempre é assim..

‡ Observatório Europeu do Racismo e da Xenofobia .1977 ‡ Agência dos Direitos Fundamentais da União Europeia 2007 ‡ 2010: Espanha recebe exilados de Cuba ‡ Durão Barroso (presidente da Comissão Europeia) : "Racismo e xenofobia não têm lugar na Europa" .

ATIVIDADE PROPOSTA .

.

Xenofobia Não! Vim de um país longínquo Á procura de condições melhores Chego a este país maravilhoso E sou olhado de lado Com ar desconfiado! Não sou ladrão Só quero ganhar dinheiro Para enviar para pais e irmão Que vivem mal E por isso vim para Portugal! Pensei ser recebido melhor Nem todos são maus Mas no meio de todos existe sempre um pior Aquele que nos persegue E diz que não Já basta de imigração! Será que ele pôs a mão na consciência? Não vê que o seu país ganha com isso. Xenofobia é que não! Racismo nem pensar! Eu vim para cá para trabalhar Como muitos portugueses fizeram Ao emigrar! Com base no poema de Marco Viana e no vídeo da Anistia Internacional.. sobre o tema: Até onde vai o seu preconceito? Marco Viana http://www.Poema .. faça uma redação.. com no mínimo 15 linhas.net/modules/news/article. como país que é teu Devias pensar melhor Não estou aqui por favor Mas para ter algo de valor Que não tive no meu país! Amor à pátria sim. Que quem vem de fora faz o serviço que ninguém quer Só quero dar de comida ao filho e à mulher! Não quero entrar em políticas Num país que não é o meu Mas..luso-poemas.php?storyid=5811 .

como dizia o geógrafo Milton Santos: "Apenas o acontecer próprio a um lugar não é indiferente ao acontecer próprio a um outro lugar. mais do que construir muros e elaborar leis que impeçam a entrada de migrantes. talvez seja a construção de um mundo mais justo e igualitário no século 21. . pois. exatamente pelo fato de que qualquer que seja o acontecer é um produto do movimento da sociedade total".Para finalizar O grande desafio entre os países ricos e pobres.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful