Você está na página 1de 2

Complementação teórica – Geometria e Polaridade das moléculas

Tipo Fórmula molecular Família Fórmula eletrônica Nº de Nº de Simetria Orientação das nuvens Disposição dos Polaridade Ângulo entre Geometria da
do nuvens átomos molecular ligantes da as ligações molécula
Aéo elemento eletrônicas iguais molécula
elemento central ao redor do ligados
central e X átomo ao átomo
os seus central central
ligantes

AX2 CO2 IVA 2 2 simétrica apolar 180º linear

AX2 H2O VIA 4 2 assimétrica polar 105º angular

AX2 BeCl2 IIA 2 2 simétrica apolar 180º linear

AX3 BF3 IIIA 3 3 simétrica apolar 120º trigonal


plana

AX3 NH3 VA 4 3 assimétrica polar 107º trigonal


piramidal

AX4 CH4 IVA 4 4 simétrica apolar 109º28’ tetraédrica

AX4 HCCl3 IVA 4 3 assimétrica polar 109º28’ tetraédrica


 Observações:
• Moléculas diatômicas formadas por átomos iguais são sempre apolares. Ex.: H2, N2
• Moléculas diatômicas formadas por átomos diferentes são sempre polares. Ex.: HCl
• Todo composto iônico é polar. Ex.: NaCl
• Toda molécula simétrica é apolar.
• Toda molécula assimétrica é polar.
• Quanto maior for a diferença de eletronegatividade, maior será a polarização da ligação.
• Nem todo composto que possui ligações polares é polar.

Molécula apolar Nº de nuvens eletrônicas ao redor do átomo central = nº de átomos iguais ligados ao átomo central

Molécula polar Nº de nuvens eletrônicas ao redor do átomo central ≠ nº de átomos iguais ligados ao átomo central

• Uma nuvem eletrônica pode corresponder a:


Uma ligação covalente simples: ou
Uma ligação covalente dupla: =
Uma ligação covalente tripla:≡
Um par de elétrons não-ligantes: xx

• Escala de Linus Pauling para eletronegatividade crescente

F O N Cl Br I S C P H metais

• Polaridade crescente das ligações

Ligação covalente apolar Ligação covalente polar Ligação iônica