DAVID RICARDO

Jonatan dos Santos Nunes

1. INTRODUÇÃO Com o seguinte trabalho pretende-se dar a conhecer o desenvolvimento da economia, através das contribuições do economista David Ricardo, somando-se as suas teorias mais importantes.

REFERENCIAL TEÓRICO 1.1. Bibliografia David Ricardo, nascido em 18 de abril de 1772 na cidade de Londres e falecido prematuramente em 1823. Era o terceiro filho de 17 filhos de uma família holandesa de classe média, descendente de judeus expulsos de Portugal. David viveu durante alguns anos na Holanda com outros membros da família, onde completou parte da sua instrução primária. Fez fortuna em negócios, principalmente na bolsa inglesa, ainda jovem. Aos 21 anos converteu-se ao protestantismo unitarista e casou-se com uma jovem quacre originando desentendimentos familiares. Prosseguiu suas atividades na bolsa e em poucos anos ficou rico o bastante para se dedicar aos estudos, principalmente a matemática, química e geologia. E adquiriu uma propriedade rural. Passou a interessar-se por economia logo depois de ter lido a riqueza das nações de Adam Smith em 1799. Ricardo também se envolveu em questões políticas, tendo sido representante do distrito irlandês de Portalingto na câmara dos Comuns do Parlamento do Reino Unido. 1.2. Total de Obras ³The High Price of Bullion, A Proof of the Depreciation of Bank Notes, 1810.´ Observations on some Passages in a Article in the Edinburgh Review, on the Depreciation of the Paper Currency, 1811. ³Reply to Mr. Bosanquet's Practical Observation on the Report of the Bullion Committee, 1811.´ An Essay on the Influence of a Low Price of Corn on the Profits of Stock, 1815 - Copy (1), Copy (2). ³Proposals for an Economical and Secure Currency, 1816.´ On the Principles of Political Economy and Taxation, 1817. Another Copy ³On Protection in Agriculture, 1822.´ Mr. Ricardo's Speech on Mr. Western's Motion, for a Committee to consider the Effects produced by the Resumption of Cash payments, 1822. ³Plan for the Establishment of a National Bank, 1824. " Works of David Ricardo ³Bibliography of

1. a Proof of the Depreciation of Bank (1810) (socsci. and Taxation (Book 2) (third edition 1821) (ecn. and Taxation (csuchico. Principais Obras Considerado como um dos fundadores da escola clássica inglesa da economia política juntamente com Adam Smith e Thomas Malthus.edu) The High Price of Bullion.ca) The High Price of Bullion.edu.au). Deixou uma obra incompleta ao morrer em 1823. and Taxation (virginia. 1. os lucros do capital e o crescimento econômico. Este livro consagrou Ricardo como o grande nome da economia política clássica. 1815. and Taxation (Book 2) (third edition 1821) (unimelb.4.bris.edu. protecionismo na agricultura e os seus efeitos sobre os preços agrícolas.mcmaster.uk) On the Principles of Political Economy.uk) On the Principles of Political Economy. junto com Adam Smith. publicou alguns panfletos sobre a questão do preço do ouro. 1815.bris. Teorias de David Ricardo .mcmaster.bris.works about David Ricardo by Ross Emmett. reeditado em 1819 e 1821. A sua tese liberal ³Ensaio sobre a Influência do Baixo Preço do Cereal sobre o Lucro do Capital (Essay on the influence of a low price of corn on the profits of stock)´.edu.ca) Essay on Profits (1815) (ecn.uk) On the Principles of Political Economy. Em 1817 publicou a sua grande obra ³Princípios de Economia Política e Tributação (Principles of political economy and taxation)´.mcmaster. a Proof of the Depreciation of Bank (1810) (unimelb.bris.au) On the Principles of Political Economy. as suas principais obras são: Em 1809 e 1815.edu.uk) The High Price of Bullion. mas de todo o ocidente. Principais Contribuições 1.mcmaster.ac. uma prova da depreciação das notas bancárias (The high price of bullion.edu) On The Principles of Political Economy and Taxation (third edition 1821) (Peface) (socsci. and Taxation (Book 3) (third edition 1821) (ecn.edu) due to licensing requirements On the Principles of Political Economy. por muitas décadas. and Taxation (Book 3) (third edition 1821) (unimelb.ca) On the Principles of Political Economy.bris.au) On the Principles of Political Economy.ca) Chapter 12 (Land Tax) of (third edition 1821) (socsci.1.au) Essay on Profits (1815) (socsci. ³O alto preço do ouro. and Taxation (Book 1) (third edition 1821) (unimelb. " Essay on "Comparative Advantage" Blake LeBaron's essay on Comparative Advantage " Obras: (McMaster University) " On the Principles of Political Economy. and Taxation (Book 1) (third edition 1821) (ecn.ca) Chapter 23 (On Bounties on Production) of (third edition 1821) (socsci. a proof of the depreciation of bank notes)´.4.3.ac.au) Essay on Profits (1815) (csuchico.mcmaster.ac.ac. dominando não apenas a economia inglesa.edu.ac. a Proof of the Depreciation of Bank (1810) (ecn.uk) Essay on Profits (1815) (unimelb.

a pressão demográfica leva a utilização de mais terras. Principio da vantagem comparativa. Foram três as hipóteses consideradas por David Ricardo para a elaboração do seu modelo de distribuição de rendimentos: a Lei dos Rendimentos Decrescente. em economia quando existem trocas. Para Ricardo a correção destas três hipóteses ocasionou o aparecimento do estado estacionário. ³soltar´ o que lhe é superior para outras tarefas. para entendermos o que é vantagem comparativa há que recuar até Adam Smith. não dependia da abundância. Segundo ele uma nação é rica quando há abundancia de mercadorias que contribuem para a comodidade e o bem-estar de seus habitantes. A escassez explica o valor de trocas das mercadorias não reprodutíveis. mesmo que uma nação seja menos eficiente na produção de todos os tipos de bens do que seu parceiro comercial. Ou seja. trabalho nelas encorpados. enquanto que a quantidade de trabalho explica o valor de troca das mercadorias reprodutíveis. como exemplo demonstrativo. Segundo Ricardo mesmo que um país ou individuo apresente superioridade sobre o outro. de acordo com esta teoria o valor da troca das mercadorias era determinado pela quantidade de trabalho necessário a sua produção. Ele foi o criador do ³Teorema do Ganho da Troca´. já que existindo superioridade de um dos intervenientes este acabaria por dominar e subjugar o outro. Desta forma e resumidamente. em que a produção na economia deixa de crescer. Usou o comercio de Portugal e Inglaterra para apresentar esta teoria. David Ricardo considerava como fontes do valor de troca a escassez e a quantidade de trabalho. a Lei Malthusiana da População e o Móbil do Crescimento do Produto. sendo inicialmente mais . A equivalência ricardiana é um argumento que sugere que em certas circunstancias a escolha entre financiar as despesas através de impostos ou através do déficit não terá efeito na economia. porque ninguém é totalmente independente e o outro pode quanto mais não seja. Os preços das mercadorias são então proporcionais ao . sendo a melhor opção o mais fraco simplesmente substituir. ambos os lados ganham. é neste ponto que Ricardo discorda e dá seu contributo. mas sim do maior ou menor grau de dificuldade na sua produção. Smith acreditava em que em casos em que um pais sabe fazer tudo melhor em relação ao seu parceiro a troca não teria sentido. de que cada nação vende o que sabe fazer melhor ou mais barato e comprar o que mais precisa ou quer. podem existir sempre trocas. Teoria da distribuição / teoria da renda. pois.Teoria do valor do trabalho encorpado. segundo o qual o comércio internacional deveria funcionar num principio básico. Ricardo defendia que nem a quantidade de dinheiro nem o valor monetário desse dinheiro era o maio determinante para a riqueza de uma nação. Isto serve também para indivíduos. Teoria das vantagens comparativas constitui que duas nações podem beneficiar-se do comércio livre.

SILVA. BIBLIOGRAFIA OLIVEURA. Ele contribuiu bastante para formular conceitos que são de estrema importância para a economia hoje. R. Os proprietários das melhores terras vendem os produtos a um preço superior ao seu custo de produção. David Ricardo: as Relações Internacionais e os seus Problemas Específicos.pph. teoria dos lucros. como conseqüência de tal fato a taxa de lucros torna-se cada vez menor e a renda cada vez mais elevada. FERREIRA. Moacir J. 2.uem. teoria do valor. 3.br>. constituindo a diferença a renda diferencial.br/cih/anais/trabalhos/434. Disponível em: <http://www.cultivadas pelos empresários as mais férteis. 4. Ana. que permite entendermos que David Ricardo foi um dos maiores contribuintes para economia internacional através da sua teoria das vantagens comparativas.uem. CARDOSO. o que leva estas se tornarem cada vez menos férteis. Sandra. David Ricardo foi um dos maiores e respeitados economistas de sua época. teoria da renda fundiária e da distribuição. aumentando assim o seu valor e conseqüentemente o salário também. Dr. tais como: política monetária. Disponível em: <prof. da. As obras de David Ricardo atingiram vastas áreas econômicas. e do comercio internacional.pdf>. I. Acesso em: 17 abril 2010. CONCLUSÃO Em virtude dos fatos mencionados somos levados a crê que. Uma de suas maiores contribuições foi à análise econômica internacional através do seu conceito de vantagens comparativas. T. Livre Comércio Versos Protecionismo: uma análise das principais teorias do comércio internacional.santana-e- . GONSALVES. Catarina. sendo muito destes temas permanecem atuais nos dias de hoje. Acesso em: 17 abril de 2010. CORREIA. METODOLOGIA A pesquisa tomara como fundamento as principais obras e as principais contribuições de David Ricardo. Disponível em: <http://www. Assim cultivando novas terras (menos férteis ) tem que se aumentar a quantidade de trabalho para produzir os mesmos bens.urutagua. Álvaro N. O Pensamento de Hayek e a Questão da Alocação de Conhecimentos na Economia.

pdf>. Disponível em: <http//www. em: 17 abril 2010. .scielo. Acesso GONTIJO. As duas Vias do Principio das Vantagens Comparativas de David Ricardo e o Padrão-ouro: um Ensaio Crítico.phe?pid=501013157200700030006&script=sci_arttex&ting=target=_blank>.silva. Claudio. Acesso em: 17 abril de 2010.pt/economia_e_gestão/trabalhos_06_07/Word/David%20Ricardo.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful