Você está na página 1de 20

 Prof.

Luís Fernando (Tigrão) - Geografia


Geral/Geopolítica – 2010.

REVISÃO 2: CARTOGRAFIA, ORIENTAÇÃO E


LOCALIZAÇÃO.

1. (FUVEST)

a) Identifique e relacione as figuras I, II e III às estações do ano no Hemisfério Sul.


b) Explique as variações do período de iluminação para as cidades de São Paulo e Belém,
relacionando-as com o "horário de verão".

a) I. inverno II. primavera III. verão


b) São Paulo no verão dias mais longos que as noites; Belém (Equador) dias de igual duração.

2. (FUVEST) Nos anúncios de imóveis de São Paulo, é comum realçar a qualidade de ser "face
norte". Tal qualidade seria importante também nas cidades de Belém do Pará ou Nova
York? Explique.

Não. Em Belém a insolação é equatorial com pouca variação da posição do sol no céu, sempre
vertical. Em Nova Iorque Face Norte fica sem sol o ano todo.

3. (Pucrj 2010)
Prática adotada pelo Estado brasileiro desde a década de 1930, o horário de verão é uma
estratégia para economizar energia no setor público e privado. Apesar das controvérsias em
relação a essa prática não serem poucas, desde 1985 não houve interrupção na sua aplicação no
país.

a) Explique, com base nas faixas latitudinais do território brasileiro no hemisfério Sul, a escolha,
pelo Estado, das unidades da federação que adotam o horário de verão.
b) Apresente um motivo que justifique a não adoção do horário de verão por alguns estados da
federação, mesmo estes estando na mesma faixa latitudinal de outras unidades que o aplicam.

a) O horário de verão é adotado adiantando-se os relógios em uma hora, para se poder aproveitar
a maior duração dos dias nessa estação. Quanto maior a latitude, menor o raio de curvatura da
Terra com maior duração dos dias. Deste modo os estado brasileiro do centro-sul, mais
afastados do Equador, apresentam dias mais longos no verão em relação aos estados do Norte
e Nordeste, mais próximos ao Equador, praticamente não apresentam diferenças significativas
de duração do dia ao longo do ano.

b) São exemplos de estados brasileiros que se localizam em uma mesma faixa latitudinal e que
não adotam o horário de verão, a Bahia e Rondônia. O estado da Bahia não acatou a decisão
federal e Rondônia possui um pequeno consumo energético o que trona a adoção do horário de
verão desnecessária.

4. (Ufrgs 2010) Ainda é 31 de dezembro no Brasil quando a televisão noticia a chegada do


ano Novo em diferentes países. Entre os países que comemoram a chegada do Ano Novo
antes do Brasil, encontram-se a Austrália, a Nova Zelândia e o Japão.
Este fato se deve
a) à inclinação do eixo terrestre.
b) ao movimento de rotação terrestre.
c) ao movimento de translação terrestre.
d) à maior proximidade do sol no verão.
e) a diferença de latitude entre esses países e o Brasil.

5. (FGV) "No Afeganistão, a 'yelda' é a primeira noite do mês de 'jadi', a primeira noite do
inverno, e a mais longa do ano. Como mandava a tradição, Hassan e eu ficávamos
acordados até mais tarde, com os pés enfiados debaixo do 'kursi', enquanto Ali atirava
cascas de maçã no fogareiro e nos contava velhas histórias de sultões e de ladrões para
passar o tempo dessa noite que era a mais comprida de todas. Foi por meio de Ali que
fiquei conhecendo a tradição de 'yelda', daqueles meses enfeitiçados, que se precipitam
para as chamas das velas, e dos lobos que sobem ao alto das montanhas em busca do sol.
Ali jurava que quem comesse melancia na noite de 'yelda' não sentiria sede durante o
verão seguinte."
(Khaled Hosseini. "O Caçador de Pipas". 2005)

Considerando os fenômenos registrados no texto, bem como a localização do Afeganistão, é


correto afirmar que:
a) a data provável para o "jadi" é o dia 21 de junho, o solstício de inverno no Hemisfério Norte.
b) a noite mais comprida no Hemisfério Norte, que marca o equinócio de outono, é 23 de
setembro.
c) a esfericidade do planeta Terra permite uma maior insolação nas regiões próximas ao Equador,
portanto são inverossímeis as condições registradas nessa obra de ficção.
d) se as condições meteorológicas permitirem, a noite mais longa no Afeganistão será entre o dia
21 ou 22 de dezembro, pois depende do ano bissexto.
e) o solstício de inverno no Afeganistão é 21 de dezembro, quando o Trópico de Câncer recebe
menor incidência dos raios solares.

6. (UFMG) Analise este bloco-diagrama, em que estão representados o relevo de uma região,
que se caracteriza pela presença de um vale estreito e profundo, e o movimento aparente
do Sol, ao longo do dia:

A partir da análise e interpretação desse bloco-diagrama, é INCORRETO afirmar que:

a) o grande vale central, que se estende no sentido dos meridianos, recebe o menor número de
horas de insolação da região.
b) as diferenças de intensidade da insolação, nas várias partes da região representada, se
acentuam ao meio-dia local, quando o Sol está na altura máxima.
c) as formas e a orientação do relevo, mais do que a latitude, criam importantes variações de
insolação na região.
d) as vertentes orientais recebem os raios solares mais diretamente durante a manhã, enquanto,
nas ocidentais, essa incidência ocorre durante a tarde.

7. (UFRS) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, imagine uma pessoa na seguinte situação:

localização: 30° de latitude Norte


posição: em pé, ereta
horário: 12 horas
dia: 22 de dezembro
direção do olhar: Pólo Sul

Considerando as informações apresentadas, podemos afirmar, com relação a sua sombra, que
a) não há sombra, pois é Solstício de Verão no Hemisfério Norte.
b) não há sombra, pois é o dia em que a Terra se encontra no Periélio.
c) há sombra, a qual se projeta a partir de suas costas.
d) há sombra, a qual se projeta para o lado Sul.
e) há sombra, a qual se projeta para o lado Oeste.

8. (Fuvest 2010)
A personagem Mafalda, que está em Buenos Aires, olha o globo em que o Norte está para cima e
afirma: “a gente está de cabeça pra baixo”. Quem olha para o céu noturno dessa posição
geográfica não vê a estrela Polar, referência do polo astronômico Norte, e sim o Cruzeiro do Sul,
referência do polo astronômico Sul. Se os polos do globo de Mafalda estivessem posicionados de
acordo com os polos astronômicos, ou seja, o polo geográfico Sul apontando para o polo
astronômico Sul, seria correto afirmar que
a) o Norte do globo estaria para cima, o Sul para baixo e Mafalda estaria realmente de cabeça
para baixo.
b) o Norte do globo estaria para cima e o Sul para baixo, mas Mafalda não estaria de cabeça para
baixo por causa da gravidade.
c) o Norte do globo estaria para cima, o Sul para baixo, e quem estaria de cabeça para baixo
seriam os habitantes do hemisfério norte.
d) o Sul do globo estaria para cima e o Norte para baixo, mas Mafalda estaria de cabeça para
baixo por causa da gravidade.
e) o Sul do globo estaria para cima, o Norte para baixo e Mafalda não teria razão em afirmar que
está de cabeça para baixo.

9. (ENEM) Leia o texto a seguir.


O jardim de caminhos que se bifurcam
(...) Uma lâmpada aclarava a plataforma, mas os rostos dos meninos ficavam na sombra. Um me
perguntou: O senhor vai à casa do Dr. Stephen Albert? Sem aguardar resposta, outro disse: A casa
fica longe daqui, mas o senhor não se perderá se tomar esse caminho à esquerda e se em cada
encruzilhada do caminho dobrar à esquerda.
(Adaptado. Borges, J. "Ficções". Rio de Janeiro: Globo, 1997. p.96.)
Quanto à cena descrita, considere que

I. o sol nasce à direita dos meninos;


II. o senhor seguiu o conselho dos meninos, tendo encontrado duas encruzilhadas até a casa.

Concluiu-se que o senhor caminhou, respectivamente, nos sentidos:


a) oeste, sul e leste.
b) leste, sul e oeste.
c) oeste, norte e leste.
d) leste, norte e oeste.
e) leste, norte e sul.
10. (Ufpr 2010) Ao planejar uma viagem de férias utilizando o programa GoogleEarth, você
anotou as coordenadas geográficas de dois locais que gostaria de visitar na Ilha do Mel
(PR), sendo o primeiro de coordenadas 25°33'26.28"S (latitude) e 48°18'30.75"O
(longitude), e o segundo de coordenadas 25°33'46.27"S (latitude) e 48°18'10.10"O
(longitude). Com base nos valores das coordenadas, é correto afirmar que do primeiro para
o segundo ponto você se deslocou para:

a) leste.
b) nordeste.
c) sudeste.
d) oeste.
e) noroeste.

11. (UEL) Em uma mesma região, a parede sul no interior de uma residência apresenta,
freqüentemente, grandes extensões cobertas por fungos, enquanto, nos fragmentos de
florestas primárias, os caules das árvores têm como características a face voltada para sul
coberta por liquens e musgos, e a face oposta é livre destas plantas simples (é lisa).
Observando estas características regionais da paisagem, podemos afirmar:
a) Esta região está situada entre os paralelos 08° e 10°, no Hemisfério Sul.
b) Esta região está situada entre os paralelos 12° e 14°, no Hemisfério Sul
c) Esta região está situada entre os paralelos 16° e 18°, no Hemisfério Sul.
d) Esta região está situada entre os paralelos 24° e 26°, no Hemisfério Sul.
e) Esta região está situada entre os paralelos 20° e 22°, no Hemisfério Sul.

12. (UFPEL) Observe o mapa a seguir.

Por hipótese, suponha que destroços de um avião tenham sido encontrados nas seguintes
coordenadas geográficas: 68° de latitude Norte e 20° de longitude Oeste.Com relação às
indicações do local onde os destroços do avião foram encontrados, é correto afirmar que o lugar
está localizado:

a) na parte setentrional da Europa e ao Norte do Trópico de Câncer.


b) na costa Ocidental da América do Norte e ao Sul do Círculo Polar Ártico.
c) nas proximidades do Círculo Polar Antártico e ao Sul do Trópico de Capricórnio.
d) nas proximidades do Círculo Polar Ártico e a Oeste do Meridiano de Greenwich.
e) no Oceano Pacífico, a Leste de Greenwich e ao Norte da Linha do Equador.

TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES:

Observe o gráfico a seguir. Considerando que o eixo X corresponde à Linha do Equador e o eixo Y
corresponde ao Meridiano de Greenwich, responda as questões a seguir.

13. (Ueg 2010) Identifique as coordenadas geográficas correspondentes, respectivamente, aos


pontos B e A:
a) 30º de Lat. Sul e 45º de Long. Leste; 90º de Lat. Sul e 60º de Long. Leste
b) 45º de Lat. Norte e 30º de Long. Oeste; 90º de Lat. Sul e 60º de Long. Leste
c) 30º de Lat Norte e 45º de Long. Oeste; 60º de Lat. Sul e 90º de Long. Leste
d) 30º de Lat. Sul e 45º de Long. Leste; 60º de Lat. Norte e 90º de Long. Leste

14. (Ueg 2010) Considerando que no ponto A são 14 horas, calcule o horário local do Ponto B.
Em sua resposta, desconsidere a possibilidade da existência de horário de verão e de horas
cifradas:
a) 20 horas
b) 18 horas
c) 17 horas
d) 8 horas

15. (Ufla 2010) Observe o mapa a seguir.

Assinale a alternativa INCORRETA em relação à interpretação do mapa.


a) O Brasil possui terras nos Hemisférios Boreal e Austral.
b) O ponto A localiza‐se totalmente no Hemisfério Ocidental.
c) O Brasil é cortado pelo Equador e pelo Trópico de Capricórnio.
d) O ponto A possui 10° de latitude oeste e 45° de longitude sul.

16. (FUVEST) Responda à questão com base na tabela e nas afirmativas.

Com relação às informações dadas na tabela, afirma-se:

I. A distância no sentido longitudinal, em quilômetros, entre as cidades A e B é maior que a


distância no sentido longitudinal, em quilômetros, entre as cidades C e D.
II. Entre as cidades A e B há uma diferença horária de 7 horas.
III. As cidades C e D estão situadas no mesmo fuso horário.
IV. A sombra de uma pessoa que esteja na cidade B no dia 21 de junho, ao meio-dia, horário solar,
será projetada para o Sul.

Estão corretas apenas as afirmativas


a) I, II e III.
b) I e II.
c) I e IV.
d) II e III.
e) II e IV.
17. (UNICAMP) A próxima Olimpíada ocorrerá em 2008 e será realizada na China, tendo como
sede a cidade de Pequim.
a) Tomando por base o mapa apresentado, qual será a diferença horária total entre a realização
das competições e seu acompanhamento televisivo ao vivo no Brasil? Supondo que a cerimônia de
abertura seja realizada a partir das dezoito horas (18h00min), no dia 8 de agosto de 2008, qual a
data e o horário correspondentes no horário oficial do Brasil?
b) Sabendo-se que a diferença de horário entre as cidades de Brasília e Pequim decorre da
existência de diferentes fusos horários, explique como são delimitados os fusos horários e indique
qual a sua extensão padrão em graus de longitude.

a) O afastamento longitudinal entre China e Brasil corresponde a 165° ou 11 horas. Como o Brasil
está a oeste da China, com a hora atrasada, e a abertura dos jogos será às 18 horas de 8 de
agosto de 2008, os telespectadores no Brasil irão assitir à cerimônia de abertura às 7 horas da
mahã de 8 de agosto de 2008 (18 horas na China menos 11 fusos de diferença a oeste de
Greenwich).

b) A diferença de fusos horários resulta da relação arco/tempo. A Terra movimenta-se em rotação


de oeste para leste, cobrindo um arco de 360° em 24 horas de tempo, totalizando uma extensão
padrão de15° por hora ou um fuso horário.

18. (UFRS) Responder à questão com base no quadro adiante, que representa uma rede de
coordenadas de uma área do globo terrestre.

Tendo como base a organização dos fusos horários legais, as cidades 1 e 4 têm como diferença
horária
a) 3 horas e 30 minutos.
b) 3 horas.
c) 2 horas.
d) 1 hora e 30 minutos.
e) 1 hora.
19. (PUC-RS) Três jovens amigos estão localizados em pontos diferentes da Terra: Paulo está a
165° Leste de Greenwich; Pedro permanece a 45° a Oeste de Paulo, e Clara está a 2° Oeste
de Greenwich. Sabendo que no Meridiano Inicial são 18 horas do dia 5 de janeiro, a hora
legal e o dia em que Paulo, Pedro e Clara estão, respectivamente, são:

20. (Cftsc 2010)

Com base no mapa dos fusos horários do Brasil, analise as proposições abaixo.

I – Atualmente o Brasil possui 4 fusos horários.


II – O estado do Acre encontra-se no 3º fuso horário brasileiro.
III – A maioria do estados brasileiros encontra-se no fuso horário de Brasília (45°W).
IV – Se em Araranguá, Jaraguá do Sul e Joinville são 18 horas, na capital do estado do Piauí são 19
horas.

Assinale a alternativa CORRETA.


a) Apenas as proposições II e III são VERDADEIRAS.
b) Apenas a proposição IV é VERDADEIRA.
c) Apenas as proposições I e III são VERDADEIRAS.
d) Apenas a proposição II é VERDADEIRA.
e) Apenas a proposição I é VERDADEIRA.

21. (UFRS) Observe a figura a seguir.


No dia 10 de janeiro, às 8h, um navio cargueiro, em sua rota, cruza a Linha Internacional da Data
no sentido Oeste (Gr).
Após ter cruzado a referida linha, que dia e hora local são registrados no navio?
a) 9 de janeiro, 7h.
b) 9 de janeiro, 8h.
c) 10 de janeiro, 9h.
d) 10 de janeiro, 10h.
e) 11 de janeiro, 8h.

22. (UFRS) Uma embarcação situada no oceano Atlântico está a 30° Oeste em relação ao
meridiano de Greenwich. Para chegar ao porto do Rio de Janeiro, a embarcação deverá
seguir a direção 12° Sudoeste na bússola em relação a sua posição atual. Considerando
que eram 14h em Greenwich quando a embarcação estava naquele meridiano e que, para
chegar ao porto, ela levará 8 horas, pode-se dizer que a embarcação chegará ao Rio de
Janeiro, pelo horário local, às
a) 8h.
b) 14h.
c) 19h.
d) 20h.
e) 22h.

23. Porto Alegre encontra-se, aproximadamente, na longitude 51°W Gr. e, portanto, está
incluída no fuso horário de -3h, que tem como meridiano central 45°W Gr. Com base nessa
informação é correto afirmar que o meio-dia verdadeiro (ou solar) ocorre quando os
relógios indicam:
a) 12h 24 min
b) 12h 00 min
c) 12h 06 min
d) 11h 54 min
e) 11h 36 min

24. (UFRS) Se os relógios de moradores de uma cidade localizada a 56° Norte e 13° Leste estão
marcando 16 horas, que hora solar verdadeira será nesta cidade?
a) 17 horas.
b) 16 horas e 8 minutos.
c) 16 horas.
d) 15 horas e 52 minutos.
e) 15 horas.

25. (UEL) Considere que um avião supersônico sai da cidade de Tóquio à 1 h da manhã de um
domingo com direção à cidade de Manaus - AM. A duração do vôo é de nove horas e a
diferença de fuso horário de uma cidade a outra é de onze horas. Assinale a alternativa que
apresenta corretamente a hora e o dia da semana da chegada desse avião na cidade de
Manaus.
a) 22 h do sábado.
b) 23 h do sábado.
c) 01 h do domingo.
d) 10 h do domingo.
e) 12 h do domingo.

26. (UFGO) Observe as figuras a seguir.


As figuras anteriores apresentam dois tipos de representação do relevo. A análise dessa
representação orienta o uso e a ocupação do espaço. Tendo-as como referência,
a) identifique o tipo de representação do relevo utilizado em cada uma das figuras;
b) identifique, entre as áreas A, B e C destacadas nas figuras, a área propícia à realização da
agricultura mecanizada e explique por que essa área é a mais adequada para essa atividade e
como esse aspecto pode ser observado nas figuras apresentadas.

a) Respectivamente Cara e Perfil Topográfico.


b) C. Menor declividade (desnível), por as curvas de nível ou isoípsas estão mais afastadas.

27. (Unicamp simulado 2011) A representação abaixo corresponde a uma porção de uma carta
topográfica com desnível entre as curvas de nível de 20 metros. Indique o sentido em que
o rio corre e a margem de menor declividade:

a) nordeste e margem esquerda.


b) sudoeste e margem direita.
c) sudoeste e margem esquerda.
d) nordeste e margem direita.

28. (PUC-MG Analisando-se o mapa e associando-o ao perfil A - B, pode-se concluir que:


a) quanto mais próximas as curvas de nível, maior é a declividade do terreno.
b) quanto mais distantes as curvas de nível, maior é a declividade do terreno.
c) quanto mais próximas as curvas de nível, menor é a declividade do terreno.
d) a declividade do terreno não possui qualquer relação com a distância entre as curvas de nível

29. (UFPE) A representação cartográfica do relevo traduz, para duas dimensões de um plano,
um fenômeno que, na realidade, se apresenta de maneira tridimensional. Observe as
figuras a seguir.

Com relação ao corte apresentado na carta topográfica da Figura A, é correto afirmar que o perfil
topográfico correspondente está representado na Figura
a) B, e as altitudes diminuem no seu conjunto de oeste-noroeste para leste-sudeste,
acompanhando a orientação do perfil.
b) C, e as linhas hipsométricas, na carta topográfica, unem pontos que, sobre o terreno, possuem
idêntica altitude.
c) B, e as curvas de nível na carta topográfica apresentam uma eqüidistância de 100 m.
d) B, e as curvas de nível que representam as partes do terreno mais planas são em maior
quantidade e menos espaçadas do que nas partes mais íngremes do relevo.
e) C, e a altitude de qualquer ponto do terreno poderá ser determinada por meio de interpolação
linear de curvas contíguas.

30. (FGV) A partir da interpretação do esquema é correto afirmar que:

a) As maiorias altitudes encontram-se ao centro do esquema.


b) A distância real entre os pontos X e Y é de 300 km.
c) O rio principal R segue em direção Sudoeste.
d) As maiores declividades localizam-se na direção Oeste.
e) A margem esquerda do rio R é a mais favorável à prática agrícola mecanizada.

31. (UFES) "Olhar os mapas pode ser esclarecedor. Olhar para eles de ângulos novos pode ser
ainda mais esclarecedor."
(The Economist, 14.01.95. APUD Magnoli, 1993).
Considerando a afirmação anterior, analise o emblema oficial da ONU, que utiliza um mapa com
projeção azimutal equidistante, e indique a alternativa que explica a representação do mundo
expressa no emblema.

a) A centralização do Pólo Sul reunindo os continentes em torno dele.


b) A Eurásia no centro, com os outros continentes em torno dela.
c) O Pólo Norte ao centro e as terras do Hemisfério Sul ao longe, distorcidas.
d) Os continentes reunidos, simbolizando a Pangéia.
e) Um aglomerado aleatório dos continentes, a partir da centralização da América.

32. (Unesp 2010) Observe os mapas.


A respeito destas projeções cartográficas é correto afirmar que
a) na projeção de Mercator, os meridianos e os paralelos são linhas retas, que se cortam em
ângulos retos, provocando distorções mais acentuadas nas áreas continentais de baixas
latitudes.
b) a de Peters é frequentemente apontada como uma projeção que expressa o poderio do Norte
sobre o Sul, visto que superdimensiona as terras do Norte.
c) a de Peters é muito útil na navegação, pois respeita as distâncias e os ângulos, embora não
faça o mesmo com o tamanho das superfícies.
d) a projeção de Mercator é, comumente, utilizada em cartas topográficas e, no Brasil, é adotada
como base do sistema cartográfico nacional.
e) a projeção de Peters utiliza a técnica de anamorfose, o que explica o alongamento dos
continentes no sentido Norte – Sul, mantendo a fidelidade à proporção de áreas.

33. (Ufu 2010) A seguir estão colocadas três formas de representação cartográfica em relação
à superfície de projeção.

Sobre as superfícies de projeção apresentadas, é INCORRETO afirmar:


a) Outro tipo de projeção muito utilizada é projeção cônica, que se refere à projeção do globo em
um cone imaginário, cujo eixo é coincidente com o eixo da Terra em relação ao Equador. Esta
projeção é utilizada principalmente para a representação das regiões do mundo adjacentes ao
polo.
b) As projeções cartográficas fornecem mapas que oferecem diversos tipos de ponto de vista do
planeta, sendo que cada projeção distorce o tamanho ou a forma dos continentes.
c) A projeção cilíndrica está baseada na projeção do globo sobre um cilindro imaginário de raio e
eixo coincidentes com o raio e o eixo relacionados ao Equador. Neste tipo de projeção, as áreas
próximas ao Equador possuem suas formas mostradas com precisão, mas as porções mais
próximas dos polos são distorcidas inevitavelmente.
d) Resumidamente, a projeção azimutal consiste na projeção do globo sobre um plano imaginário
cujo centro é trespassado pelo eixo da Terra em relação ao Equador. Este tipo de projeção
mostra as áreas em suas reais proporções, mas esta técnica acarreta a deformação das
verdadeiras formas dos continentes e países.

34. (UNICAMP) O sistema de projeção do mapa a seguir foi criado por Mercator em 1569 com o
objetivo de facilitar as navegações marítimas. Observe o mapa e faça o que se pede:

Adaptado de Igor Moreira, "O Espaço Geográfico: Geografia Geral e do Brasil", São Paulo:
Editora Ática, 2002, p. 446.
a) Segundo a projeção de Mercator, em quais porções da Terra representadas no mapa não ocorre
distorção e onde a distorção é mais acentuada?
b) A projeção de Mercator é um exemplo do grande desenvolvimento da cartografia no século XVI.
A que contexto histórico e econômico está associado esse desenvolvimento da cartografia?
c) O mapa indica três possibilidades de rotas marítimas entre as cidades de Montevidéu (Uruguai)
e Cidade do Cabo (África do Sul). Identifique qual das três rotas é a menor. Justifique sua resposta.

a) Na projeção de Mercator, as menores distorções ocorrem próximas ao Equador, e as maiores


distorções, nas áreas próximas do pólo.

b) Ao desenvolvimento das navegações, quando das descobertas de novas áreas, ao surgimento


de colônias e à crescente circulação de mercadorias que demandavam mapas melhores e mais
precisos, e exigiram novas técnicas de orientação, mais precisas, por isso os mapas e cartas
teriam de ser mais corretos e detalhados.

c) Trata-se da rota C. A projeção de Mercator é cilíndrica, e o globo projetado no cilindro tende a


distorcer as áreas polares e a esconder o fato de que a Terra foi aberta em "gomos" esticados no
sentido leste-oeste. Na rota C, num globo verdadeiro, com o "gomo" diminuído ("encolhido"), a
distância é a menor.

35. (Fuvest 2010) Sempre deixamos marcas no meio ambiente. Para medir essas marcas,
William Rees propôs um(a) indicador/estimativa chamado(a) de “Pegada Ecológica”.

Segundo a Organização WWF, esse índice calcula a superfície exigida para sustentar um gênero
de vida específico. Mostra até que ponto a nossa forma de viver está de acordo com a capacidade
do planeta de oferecer e renovar seus recursos naturais e também de absorver os resíduos que
geramos. Assim, por exemplo, países de alto consumo e grande produção de lixo, bem como
países mais industrializados e com alta emissão de CO2, apresentam maior Pegada Ecológica.
www.wwf.org.br. Acessado em 17/08/09. Adaptado.

Assinale a anamorfose que melhor representa a atual Pegada Ecológica dos diferentes países.
Nota – Considere apenas os tamanhos e as deformações dos países, que são proporcionais à
informação representada.
Fontes: WWW.worldmapper.org. Acessado em 17/08/2009. Le Monde Diplomatique, 2009 .
a)

b)

c)

d)

e)

36. (Ufla 2010) Observe a figura.

Do ponto de vista da cartografia, é correto afirmar:


a) trata‐se um exemplo de projeção de Peters, caracterizado basicamente pela equivalência (áreas
da terra conservam a proporcionalidade, porém com uma deformação nos ângulos).
b) trata‐se de uma Anamorfose, ou seja, um tipo de representação cartográfica que se caracteriza
pela proporcionalidade de algo que se deseja representar.
c) trata‐se de um exemplo de projeção, a de Groote, que se caracteriza pela representação
interrompida da massa continental.
d) trata‐se uma representação artística – uma “visão” do artista para aquilo que se pretendeu
representar.

37. (FUVEST) Com relação à representação cartográfica do mapa, é correto afirmar que:

a) a escala apresentada é do tipo numérica.


b) isolando a França, ampliando o seu território e colocando-a em destaque fora do mapa, a escala
empregada deverá ser, provavelmente, maior que a do planisfério.
c) caracteriza uma visão eurocêntrica, pois centraliza o Oceano Pacífico.
d) o Japão, situado a oeste da Escandinávia, está representado em uma escala menor que as
demais áreas existentes no mapa.
e) o mapa está representado a partir de uma projeção azimutal, tendo como ponto central a
República de Moçambique.

38. (UNESP) A figura representa o palco da guerra entre a coalizão Anglo-Americana e o Iraque.

Usando as referências contidas na figura e considerando que a distância entre o centro de Bagdá
e o limite do último círculo fosse de 5 cm, a escala do mapa seria
a) 1: 160000000.
b) 1: 53000000.
c) 1: 20000000.
d) 1: 15000000.
e) 1: 3200000.

39. (Ueg 2010)


No mapa do município de Anicuns, as distâncias em linha reta entre a sede do município e
Choupana e entre Anicuns e Capelinha são, respectivamente, de 5,0 cm e 4,5 cm. Já a distância
entre Choupana e Capelinha corresponde a 6,5 cm. Sabendo-se que a escala do mapa é de 1:
400.000, a distância real entre as localidades é de aproximadamente:
a) 18 km, 20 km e 26 km
b) 20 km, 18 km e 26 km
c) 20 km, 26 km e 18 km
d) 26 km, 18 km e 20 km

40. (Pucrs 2010) Se tomássemos como base o desenho de um prédio em que X mede 12
metros e Y mede 24 metros, e fizéssemos um mapa da sua fachada reduzindo-a em 60
vezes, qual seria a escala numérica desta representação?

a) 1: 60
b) 1: 120
c) 1: 10
d) 1: 60.000
e) 1: 100

41. (Ueg 2010) Belém e Palmas estão no mesmo meridiano (48º W) e suas latitudes são 1º S e
10º S, respectivamente.
Considerando o raio da Terra como 6.400 km, a distância entre as duas cidades é de
aproximadamente:
a) 1.005 km
b) 1.020 km
c) 670 km
d) 503 km

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:

A abelha, no Brasil, é um híbrido das abelhas europeias com a abelha africana. Essa
abelha, africanizada, possui um comportamento muito semelhante ao da abelha africana, em
razão da maior adaptabilidade desta raça às condições climáticas do País. Muito agressiva, porém
menos que a africana, a abelha do Brasil tem grande facilidade de enxamear, alta produtividade e
tolerância a doenças.

(Adaptado de Embrapa Meio-Norte,


http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Mel/SPMel/r acas.htm, acessado em
05/09/2008.)

42. (Unicamp simulado 2011) Indique a distância entre o ponto de origem e Fortaleza e a
justificativa para as abelhas não colonizarem a área em destaque (área cinza no mapa):

a) A distância é de 2.400.000 m, e as abelhas não colonizaram a área porque é uma região muito
quente e normalmente úmida.
b) A distância é de 2.400.000 m, e as abelhas não colonizaram a área porque é uma região muito
fria e em grande parte extremamente seca.
c) A distância é de 240.000 m, e as abelhas não colonizaram a área porque é uma região fria e de
elevadas altitudes.
d) A distância é de 240.000 m, e as abelhas não colonizaram a área porque é uma região fria e
úmida.

43. (PUC-PR) Sobre um mapa, na escala de 1:500 000, tenciona-se demarcar uma reserva
florestal de forma quadrada apresentando 7 cm de lado.
A área da reserva medirá no terreno
a) 12,25 km2
b) 1.225 km2
c) 12.250 km2
d) 122,5 km2
e) 12.255 km2