Você está na página 1de 4

K nas Universidades: SUCESSO!

Mais um semestre se passou criadas provas que consistiam em


e o projeto ”K nas tirar fotos de lugares
Universidades” continua culturalmente significativos,
sendo um sucesso, prova buscar objetos difíceis de se
disso é o número de alunos e achar e até brincar de cabo de
a quantidade de faculdades guerra. O prêmio para o grupo
Nº 2 participantes, que não param de crescer. vencedor foi um I-phone.
O projeto consiste em trazer ao aluno Parabéns aos vencedores!
das faculdades a possibilidade de ter
Com a volta às aulas, o projeto
uma aula de judaísmo por semana.
promete trazer mais alunos as
Além disso, há sempre atividades e aulas e assuntos
festas que tem como intenção juntar interessantíssimos. Pegue a
toda a galera do projeto. É uma ótima tabelinha com os horários, sua
maneira de fazer novas amizades. A grade curricular, veja que horas
pizzada, o fondue e a gincana são rola a aula na sua faculdade e
exemplos destas confraternizações. A programe-se para não deixar de
atividade que mais se destacou foi a comparecer! Não se esqueça de

14/09, domingo gincana por trazer a inovadora idéia de chamar os amigos! Um bom

Churrasco com pagode e chopp “aprender brincando”. Esta não seria semestre e uma boa volta às aulas!
possível sem o incentivo dos rabinos e
a garra dos participantes. Com o Dina Diamandi
intuito de levar conhecimento através ALUNA DE DESIGN DA FAAP E DIRETORA
De 31/09 a 02/10 de uma competição saudável, foram DO ESPAÇO K NAS UNIVERSIDADES.

Viagem para Ilha Bela


Confira os horários e locais das aulas do K nas Universidades*
PARA MAIS INFORMAÇÕES: (11) 3666-0088
FACULDADE DIA HORA LOCAL RABINOS

FAAP TER 11:30h PRÉDIO 3, SALA 110 MOISHY LIBERSOHN

FAAP QUA 20:30h PRÉDIO 3, SALA 110 MOISHY LIBERSOHN

SENAC SANTO AMARO QUI 12:30h BIBLIOTECA MORDECHAI KATZCHALA

PUC QUA 11:30h PRÉDIO NOVO, SALA 122 MOISHY LIBERSOHN

ESPM QUI 20:45h PRÉDIO C, SALA 302 MOISHY LIBERSOHN


• EXPRESSE-SE
ESPM SEG 13:00h SALA DE ESTUDOS DUDU LEVINZON
O que os participantes acharam
OBS.: HORÁRIOS SUJEITOS A ALTERAÇÃO

FGV QUI 11:00h 12º ANDAR, SALA 1203 DUDU LEVINZON


da Ginkana K nas Universidades USP SEG 11:30h EM FRENTE À ECA DUDU LEVINZON

• TORÁ E CIÊNCIA MACKENZIE TER 12:30h MESMO LOCAL DE ANTES DUDU LEVINZON

MACKENZIE SEX 12:40h MESMO LOCAL DE ANTES DUDU LEVINZON


A pesquisadora Mayana Zatz
participa de debate no Espaço K PINHEIROS SEG 12:30h CAOC MOISHY LIBERSOHN

UNINOVE VERGUEIRO TER 21:15h MORDECHAI KATZCHALA

• PALAVRA DOS SUPER-HERÓIS ANHEMBI MORUMBI QUI 11:00h PISO TÉRREO, NO PÁTIO MOISHY LIBERSOHN

Para conhecer as raízes judaicas, CÁSPER LÍBERO QUA 11:45h 6º ANDAR, SALA 3 MORDECHAI KATZCHALA

com Rabino Mordechai Katzchala * EM BREVE nas faculdades USP SÃO FRANCISCO e MEDICINA em BOTUCATU
O que o pessoal achou da
Ginkana K na Universidade...
“A gincana foi super “O Espaço K, mais uma vez, cumpriu a
divertida!Adorei! Ao participar missão de proporcionar atividades que
senti certa nostalgia, pois entrosem os jovens da comunidade
ficar correndo o dia inteiro, judaica de São Paulo. Foi uma tarde na
tendo quebra-gelos e qual pudemos, além de concorrer a um
“aventuras” me fez lembrar prêmio, conhecer novas pessoas e
da minha época de Tnuá (Movimento)”. entender o bem que o K faz à
Stepanhie Brand comunidade judaica, sempre
ALUNA DA FAAP preocupado com a continuidade e
crescimento da mesma. Só temos a A equipe vencedora
agradecer os esforços despendidos pelo
“ A gincana foi muito legal, a gente pessoal do K e a vontade que estas
não parou um segundo.Muito bem pessoas têm de ver as coisas
organizada. Fiquei surpreso com a acontecer, sempre com muita alegria e
quantidade de carros e pessoas que paixão. Também, a busca incessante
apareceram de última hora. O Espaço de novas pessoas para fazerem parte
K está de parabéns pela iniciativa!” das diversas atividades, faz do K um
Marcelo Vasserman Espaço especial, no qual todos se
ALUNO DA USP sentem em casa, confortados e
seguros. Obrigado, por último, por,
devagarzinho, juntar esta colcha de
“A gincana dos carros foi animal! retalhos, que é a comunidade judaica
Diferente de qualquer outra atividade paulista. Vocês conseguem como
que já participamos! O tempo voou e ninguém, trazer ao judaísmo pessoas
no final do dia torcíamos para ter afastadas, sempre demonstrando a
somado muitos pontos e ser os importância que a religião possui e o
vencedores”. Parabéns aos bem que ela pode fazer ao indivíduo e à
organizadores.” comunidade como um todo.”
Daniel Assine, aluno da FGV, Artur Ullmann, ALUNO DA FGV
Elie Barzilai, ALUNO DA FGV,
Jonathan Chrem, ALUNO DO IBMEC,
Morris Hakim, ALUNO DA FGV, e “Foi super!”
Samy Metta, ALUNO DA FAAP Ana Finkelstein, ALUNA DE MODA NO SENAC

fiKe por dentro | ed. 2


a da Ginkana

espaçoK nas universidades


B”H

Mayana Zatz participa Para conhecer as


de debate no Espaço K raízes judaicas
A maior pesquisadora do A visão judaica sobre o assunto é Minha participação no projeto “K nas
Brasil na área de células de que o homem é um parceiro de Universidades” ainda é breve, mas logo verifico
tronco esteve no Espaço D’us na criação, uma vez que o seu intenso impacto. Ao lecionar semanalmente
K, no último dia 21 de mundo foi concebido para ser nas faculdades Casper Líbero e Senac chego a
agosto, debatendo com aperfeiçoado pelo Ser humano. ficar emocionado ao ver-me fazendo o que anos
os nossos super-heróis. Após a atrás poderia parecer um sonho: um rabino, no
exposição da Mayana e dos rabinos, Brasil, entrando num campus de uma faculdade
que fizeram uma abordagem ética para ensinar judaísmo, onde apenas algumas
e haláchica, ficou esclarecido que dezenas dos alunos dentre milhares são judeus.
há um caminho aceitável no
Fico pensando como anos atrás os jovens poderiam reagir a
judaísmo para a utilização de
iniciativas como esta. Com mais ou menos preconceito, mais
células tronco em pesquisas.
ou menos sentimento de inibição ou talvez orgulho, fato é
que hoje em dia a reação é muito positiva.

Verifiquei que muitas


vezes o projeto nem
precisa tomar
iniciativa para abrir
uma nova classe. Os
próprios alunos das
faculdades onde ainda
não há aulas ficam
sabendo do projeto e
buscam-no para abrir
uma nova turma.

O mais gratificante é
após as aulas nós
percebermos a
satisfação do jovem de ter adquirido mais conhecimento
sobre as suas raízes, ficar motivado, aprender cada vez mais
e envolver outros estudantes neste projeto.

Rabino Mordechai Katzchala


É FORMADO PELO RABINATO CHABAD DE ISRAEL EM 2002.

TEM 29 ANOS E VEM SE DESTACANDO PELO SUCESSO COM QUE DESEMPENHA


O ENSINO RELIGIOSO PARA OS JOVENS NUMA LINGUAGEM DINÂMICA, INTELIGENTE E

ABERTA. UTILIZA PARA ESTE FIM TODA A SUA BAGAGEM DE CONHECIMENTOS

JUDAICOS, UNIVERSITÁRIOS E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO


ANO 1, Nº 2 As faculdades de Higienópolis fazem parte
EDIÇÃO: Taís Gaon do Projeto Tiferet nas Faculdades.