P. 1
trabalho de geografia

trabalho de geografia

|Views: 4.354|Likes:
Publicado pormbonguedzo

More info:

Published by: mbonguedzo on Apr 28, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/22/2015

pdf

text

original

Geografia Económica

08/2010

Índice
Introdução .............................................................................................................................. 2 Desenvolvimento ....................................................................................................... 3 1. Pecuária....................................................................................................................... 3 a. O que entendes por pecuária............................................................................. 3 b. Características Gerais da Pecuária no Passado e no Presente................. 3 c. Factores da Produção da Pecuária .................................................................4 d. Principais Tipos de Gado ««««««««««. «««««««««...««. 4 e. Importância da Pecuária«««««««««««««««««««««««4 f. Distribuição Geográfica do Gado«««««««««««««««««««.4 2. Pesca«««««««««««««««««««««««««««««««««««6 a. Características Gerais da Pesca (conceito) ««««««««««««««6 b. Tipos de Pesca«««««««««««««««««««««««««««««.6 c. Principais Produtos Pesqueiros«««««««...««««««««««««10 d. Impacto Ambiental««««««««««««««««««««««««««11 3. Silvicultura««««««««««««««««««««««««««««««««11 a. Conceito da Silvicultura«««««««««««««««..««««««««.11 b. Principais espécies«««««««««««««..«««««««««««««11 c. Importância Socioeconómica«««««««««««««««««««««.11 d. Conservação e Protecção««««««««««««««««««««.«««12 Conclusão«««««««««««««««««««««««««««««««.13 Bibliografia««««««««««««««««««««««««««««...«.14

GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO

Página 1

a pele é aproveitada para o fabrico de cintos. densidade e associado com outras espécies. margens dos rios e em redor dos lagos. isto é..Geografia Económica Introdução 08/2010 A pecuária é uma actividade de criação de gado que remonta aos tempos em que o Homem se sedentarizou. A abundância do pescado depende muito das condições favoráveis que a natureza oferece. deixou a vida de nómada. Desenvolvimento GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO Página 2 . poupando-lhes assim grandes deslocações para caçar. a profundidade a temperatura e a salinidade da água. Silvicultura é o acto de criar e desenvolver povoamento florestais. que mais tarde se tornou uma actividade extremamente importante. Implicava a investigação das exigências das árvores quanto ao ambiente e a determinação do seu comportamento quanto à luminosidade. etc. como seja. Crê-se que foi a partir deste momento que se iniciou a criação de animais. satisfazendo assim as necessidades do merca. entre outras coisas. na qual se limitava a recolher alimentos e a caça. Em Moçambique. A pesca constitui uma das actividades mais importantes para o melhoramento da dieta das comunidades Moçambicanas que vivem no litoral. dada a dieta alimentar que os animais forneciam às comunidades. as correntes marítimas. praticamente todo o pescado se destina ao consumo das populações e somente o restante à exportação. o seu estrume fertiliza a terra. manteiga. o leite para o fabrico de queijo. O gado é importante. Dedica-se ao estudo dos métodos naturais e artificiais de regeneração e melhoramento de povoamento florestais. e a alimentação e as condições de reprodução dos peixes. porque: fornece-nos a carne. e os chifres para botões.

é através dela que a população se abastece de proteínas animal.  O Passado e Presente A pecuária desempenha um papel importante na economia Moçambicana. para satisfazerem outras necessidades. deixou a vida de nómada. o gado bovino tem sido aquele que mais tem sofrido a redução do seu efectivo e o constante deterioramento das condições de criação como consequência dos factores acima apontados. isto é. a pecuária é uma parte específica da agropecuária. dada a dieta alimentar que os animais forneciam às comunidades. as pastagens. Para além de ser uma fonte de acumulação de capital. Crê-se que foi a partir deste momento que se iniciou a criação de animais. Pecuária a. Assim. y A produção é tão baixa que serve apenas para os próprios criadores venderem algumas cabeças.Geografia Económica 08/2010 1. as migrações campo ± cidade. etc. que mais tarde se tornou uma actividade extremamente importante. A pecuária é uma actividade de criação de gado que remonta aos tempos em que o Homem se sedentarizou. y Não existe infra-estruturas adequadas para os banhos carracicidas. pela política de desenvolvimento pecuário e outros aspectos que directa ou indirectamente condicionam o seu fraco desenvolvimento. As particularidades físico-geográfico do país conferem condições favoráveis para o desenvolvimento desta actividade. y Tem fracos rendimentos. embora nos últimos anos se tenha relançado a actividade pecuária com vista a reposição dos efectivos dada situação de paz que vive bem como o apoio do governo de outras entidades. GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO Página 3 . poupando-lhes assim grandes deslocações para caçar. No passado colonial. como também em moldes tradicionais pelo sector familiar. a produção pecuária estava organizada quer em moldes empresariais à responsabilidade de pequenos e grandes criadores de gado (colono sobretudo). Porem o seu crescimento tem sido afectado por condições naturais como o clima. Após a independência nacional. Como se observa no mapa seguinte a produção pecuária está geograficamente concentrada na região sul do país. a situação conjuntural que marcou o país sobretudo a partir da década de 80. levou a uma substancial redução dos efectivos pecuários ruminantes. vacinações. Neste contexto. ela proporciona emprego nas zonas rurais e sobretudo. y A assistência médico-sanitária é deficiente. Características gerais da Pecuária no Passado e no Presente? y A mão-de-obra é familiar. O que entendes por pecuária? A pecuária é a arte ou o conjunto de processos técnicos usados na domesticação e criação de animais com objectivos económicos. na qual se limitava a recolher alimentos e a caça. estando na base desta distribuição alguns factores acima mencionados e outros de índole cultural. feita no campo. b. y Existem pouco técnicos veterinários. particularmente nas províncias de Gaza e de Maputo.

Gaza. que origina muitas mortes devido à doença do sono. 21. Nos últimos anos regista-se uma notória recuperação dos efectivos. Por exemplo. etc. dizimaram muitas cabeças. água e investigação técnico-científica. Segundo os dados dos inquéritos de Segurança Alimentar. A criação de cabrito é mais praticada em Tete. tendo os seus maiores efectivos na província de Maputo. O gado suíno está pouco representado no Norte. devido à paz e ao Programa de Fomento Pecuário O número de animais por famílias depende do tempo que ela reside num dado lugar. devido a uma forte presença muçulmana. Inhambane e Maputo. Ovino e aves (galinhas. f. com o gado pastoreado e alimentando-se de pastagens naturais. não se movimenta com facilidade nas zonas montanhosas. publicado em 1996. a criação de gado bovino dificulta pela mosca tsé-tsé. mosca tsé-tsé. Fornecedora de matéria-prima às indústrias. patos etc. d. Os factores que mais interferem na criação do gado são: o clima. Factores da produção da Pecuária A distribuição do gado do nosso país reflecte a influência que os factores físicos-naturais e humanos exercem no desenvolvimento e adaptabilidade do gado. Os animais são criados onde estas condições são mais favoráveis. manteiga. Suíno.Geografia Económica 08/2010 y y y y y y y y c. o gado bovino. dada à sua corpulência. Caprino. porque: Fornece-nos a carne. Devido ao clima tropical húmido. A criação é geralmente realizada em planícies. Guerra e seca prolongam. GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO Página 4 . frequentemente nesse tipo de clima. O leite para o fabrico de queijo. entre outras coisas. no Centro e Norte de Moçambique.) e.. Distribuição geográfica do gado A distribuição do gado em Moçambique depende das condições agro-ecológicas. Importância da Pecuária O gado é importante. do sistema de produtos e do factor cultural. A pecuária produz matéria-prima para as Industrias Dieta alimentar. topografia do terreno. Os chifres para botões. A pele é aproveitada para o fabrico de cintos. Principais Tipo de Gado Os principais tipos de gado são: Gado Bovino.6% das famílias criam gado. O seu estrume fertiliza a terra.

de forma a satisfazer as necessidades da população e contribuir para a economia nacional. Principais Criadores de Gado Bovino em África País Etiópia Sudão Efectivos Pecuários Tipos de Animais Bovino Milhões de Toneladas 25 10 Ano Efectivos 2001 722 199 2002 791 179 2003 965 330 Caprino 2001 5 046 637 2002 4 912 126 2003 4 752 735 Galinhas 2001 2002 22 318 927 2003 Ovinos 2001 174 096 2002 183 116 2003 135 110 Patos 2001 4 131 711 2002 2 126 410 2003 1 531 987 Suínos 2001 2 397 493 2002 1 600 884 2003 1 344 325 Sendo a pecuária uma actividade importante para a dieta alimentar. † Combate a mosca tsé-tsé. GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO Página 5 . † Cruzamento de variedades de gado. importa mencionar algumas medidas que deverão ser implementados. margens dos rios e em redor dos lagos. onde 12% das famílias têm gado. também existe um número considerável de gado bovino em Tete. † Apoio técnico aos camponeses. onde cada família possui. 2.Geografia Económica 08/2010 O efectivo do gado bovino concentra-se no Sul do país ± mais de 60% desta variedade de gado está concentrada a sul de Save. † Inseminação artificial. Pesca A pesca constitui uma das actividades mais importantes para o melhoramento da dieta das comunidades moçambicanas que vivem no litoral. em média. 11 cabeças (contra 7 do Sul). Contudo. Eis algumas delas: † Criação de pastos artificiais. mas também como fornecedora de matéria-prima à indústria.

como sejam. As embarcações são frágeis. como na captura de moluscos perto da costa. Tipos de pesca Segundo o nível de tecnologia. como sejam. técnica empregues na actividade pesqueira e os lugares onde é praticada. a profundidade a temperatura e a salinidade da água. mais tarde. A pesca artesanal pratica-se no litoral e nas águas interiores: No Litoral Ao longo de toda a costa. linha. Salga-se e seca-se o peixe excedente. Inhassoro. as correntes marítimas. Inhambane e Maputo. margens dos rios e em redor dos lagos. A pesca constitui uma das actividades mais importantes para o melhoramento da dieta das comunidades moçambicanas que vivem no litoral. Em Moçambique. sendo vendido somente o excesso. geralmente sem motor. com embarcações de porte pequeno. A abundância do pescado depende das condições que a natureza oferece. para evitar a sua deterioração e para que. rios. para o consumo. há dois tipos de pesca em Moçambique: Artesanal e Moderna. a sobrecarga actual começa a ser nociva à reprodução natural GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO Página 6 . ele possa ser consumido e vendido. como canoas ou jangadas. as correntes marítimas. lagos. praticamente todo o pescado se destina ao consumo das populações e somente o restante à exportação. É praticada no litoral. e a alimentação e as condições de reprodução dos peixes. Sua área de actuação está nas proximidades da costa e nos rios e lagos. ou ainda sem embarcação. Utiliza instrumentos rudimentares: redes. pequenas. existem cerca de 45 000 pescadores artesanais produzindo aproximadamente 40 000 toneladas de peixe por ano. Esta quantidade corresponde a 60% de todo o pescado produzido no país. registando-se hoje um número excessivo de pescadores em relação aos recursos disponíveis. para evitar a deterioração do pescado. y Pesca artesanal A pesca artesanal é um tipo de pesca caracterizada principalmente pela mão-de-obra familiar. Grande parte desta produção é realizada nas baías de Pemba. O tempo de actividade não é superior a um dia. Beira. basicamente. e a alimentação e as condições de reprodução dos peixes. é utilizada para exportação e alimentação.Geografia Económica 08/2010 A abundância do pescado depende das condições que a natureza oferece.        As características da pesca artesanal são: Emprega mão-de-obra familiar É. Considerando que as zonas próximas do litoral são as áreas de desova e criação para grande variedade de peixe e camarão. a profundidade a temperatura e a salinidade da água. Características gerais da pesca (conceito) A pesca é realizada na água. b. a. anzóis.

dos quais. Nesse ano. As principais espécies capturadas na pescaria de arrasto industrial do peixe do alto mar são      GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO Página 7 . As embarcações permanecem semanas ou mesmo meses no alto mar. tratando. somente eram 25 eram movidos a vapor. Daí que. estimava-se que a media anual do pescado rondava as 9100 toneladas. e o número de barcos de 1 228. A captura do camarão em 1997 foi de 9605 toneladas sendo o maior índice dos últimos 10 anos. pequenos barcos e ocasionalmente barcos a motor. pois o pescado é recebido. A exploração de recursos pesqueiros das águas interiores é de grande importância para a população rural. A pescaria de camarão e da gamba são as mais importantes. Calcula-se que a reserva de Cahora Bassa possui um potencial suficiente para suportar o desenvolvimento da pesca de pequena escala e inclusive industrial. Nas Águas Interiores As águas interiores com recursos pesqueiros significativos são constituídas pela reserva de Cahora Bassa. Os recursos de camarão e da gamba produzem anualmente em média. As embarcações são transformadas em verdadeiras fábricas. pelo seu nível tecnológico e volume de produção. se pode classificar como uma indústria. e o número de pescado. A pesca no lago Niassa é também de pequena escala. e cerca de 15000 km de rios. enquanto uma estimativa grosseira do lago Niassa aponta para um potencial de 10 000 toneladas. empacotado e guardado em armazéns-frigoríficos. Nestes barcos também se faz transformações do peixe em farinha para animais e outros produtos.Geografia Económica 08/2010 destes recursos marinhos. A estimativa do seu potencial ronda as 12 000 toneladas. Lago Niassa. É praticada no alto mar. As embarcações estão apetrechadas com equipamentos de comunicação e aparelhos electrónicos para detectar com exactidão os bancos de recurso marinhos. usam redes. pronto para ser comercializado. No lago Niassa e na reserva de Cahora Bassa este tipo de pesca experimentou um certo progresso a partir da década de 80. Emprega muitos assalariados. pequenos lagos e reservas. os pescadores artesanais deverão munir-se de barcos melhorados que lhes permitam a pesca em zonas cada vez mais distante do litoral. lagoas costeiras e estuários. 90% das quais pescadas na estação chuvosa. Em 1983. y Pesca Moderna A pesca moderna é uma actividade que. 7 500 toneladas e 2 700 toneladas respectivamente. É a chamada pesca de pequena escala praticada por pescadores individuais e por algumas cooperativas de pesca. estimava-se em 3 380 o número de pescadores.

000 hectares. com cerca de 7. Tendo em conta quanto a o local pode ser: local. lagostas de rocha.Geografia Económica 08/2010 carapau e a cavala. No período de 1980 a 1985. foram seleccionadas três regiões principais para a execução de projectos se cultura de camarão nomeadamente Maputo. e amêijoas dentre outros. Arte artesanal Carácter sazonal. e os principais recursos são os pequenos peixes pelágicos que constituem cerca de 50 mil toneladas. O total da produção de peixe foi de 11 739 em 1998. As pescarias de pequena escala. Nesta primeira fase se desenvolvimento.500 e 6. Os recursos pesqueiros são limitados. longínqua. holotúrias. foram introduzidas medidas limitativas visando impedir a degradação irreversível destes recursos em termos biológicos e conduzir a melhores resultados económicos. Para a cultura do camarão e outras espécies comerciais. lagunas ou na costa As embarcações são pequenas. a produção decresceu bastante tendo atingido em 1996 o valor mais baixo. principal produto exportação do país. Utiliza meios essencialmente artesanais. lagoas e lagos. Dai que. bem como perto do litoral.000 toneladas. tendo praticamente duplicado no período de 1986 a 1988 (11 mil toneladas). O estado de exploração é considerado intenso. representaram em 1990 cerca de 100 mil toneladas. estuários. Moçambique possui uma área costeira potencialmente apta cerca de 170. Dadas as limitações do recurso camarão. a pescaria industrial de arrasto de peixe registou uma produção anual a cerca de 6. não podendo as embarcações afastar-se mais de seis milhas da costa. Tanto a gamba como o camarão encontram-se numa fase de exploração intensa. crustáceos.000 hectares respectivamente. y Pesca Local A pesca local é o tipo de pesca que se realiza nos rios. y Pesca Longínqua GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO Página 8 . A pesca local tem as seguintes características: o o o o Pratica-se em rios. Beira e Quelimane. e barcos de pequenas dimensões. Outros recursos que também fazem parte deste grupo são os peixes demersais. larga. 19. redes de emalhar ou de arrasto para terra ou armadilhas. apenas 2503 toneladas. como a linha e anzol. costeiras. como canoas ou jangadas. viuse a necessidade de desenvolvimento tecnologias viáveis que permitam o cultivo do camarão no país.500. Nos últimos anos.

tendo uma duração média entre uma e duas semanas. comercial ou recreativa e geralmente é regulamentada segundo o tamanho das embarcações. o Podem trabalhar em águas de ZEE internacionais. É uma pesca industrial podendo utilizar redes de cerco. contribuindo grandemente para o PIB. y Pesca Largo Pesca de largo é o tipo de pesca que se efectua para lá das 12 milhas da costa. tendo uma duração que se pode prolongar por vários meses. Principais produtos pesqueiros No país. utilizando arrasto. As suas características são: o Pesqueiros externos de águas internacionais ou em ZEE de outros países. cerco. emalhe. A este tipo de pesca está associada a pesca industrial. mais de 40% do valor das exportações. Características: o Embarcações maiores. o Podem trabalhar em águas de ZEE internacionais. y Pesca costeira Pesca costeira é aquela que se pratica à vista da costa. no ano 2000. arrasto.  Produtos aquacultura e pesca artesanal (2002 . a pesca do camarão representava. Pode ser artesanal. aspiradores e sondas. A pesca longínqua tem as seguintes características: o Embarcações maiores.2003) Página 9 GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO . c.Geografia Económica 08/2010 A pesca longínqua é um tipo de pesca que se realiza em águas internacionais ou nas que se encontram sob a jurisdição de outros países. linha e anzol e diferentes tipos de armadilhas. as espécies ou quantidades que se podem explorar. o Barcos de grande porte (100TAB) o Condições de habitabilidade à tripulação durante meses. as artes de pesca permitidas e. É uma actividade muito diversificada. por vezes.

põem de meios modernos. que se tem reflectido em destruição maciças. Impacto Ambiental No país. principalmente em regiões costeiras.6 327.4 1668 Quantidades de peixe capturados pela pesca artesanal (2002 .5 804 89 123. Certas artes de pesca utilizam em quase toda a costa Moçambicana acarretam consequências GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO Página 10 .1 2003 7 690 1 425 124 80 1 075 10 978 131 1 608 25 114 d. a busca de espécies capazes de procriar lucros consideráveis desencadeia uma concorrência desenfreada.Geografia Económica Descrição Camarão Algas Marinhas Total  Utilidade Ton Ton Ton Quantidade 2002 600 155 755 USD 103 2002 3000 3.1 3003 08/2010 2003 332 523 855 2003 1657 10.2003) Utilidade Ton Ton Ton Ton Ton Ton Ton Maputo 83 4 040 1 2 0 0 4 126 Inhambane 150 2 871 2 82 0 40 3 145 Sofala 96 2 607 1 7 35 4 2 772 Zambezia 1 949 17 781 18 87 324 2 238 22 397 Nampula 3 557 30 460 367 178 48 24 34 634 Total 5 835 57 759 389 356 429 2 306 67 074 Descrição Camarão Peixe Cefalópodes Caranguejo Tubarão Outros Total  Descrição Camarão Gamba Lagostim Lagosta Caranguejo Peixe Kapenta Lulas Outros Total Quantidades de peixe capturados pela pesca industria e semi-industria (2002-2003) Quantidade 2002 9 000 1 500 80 5 40 3 550 9 500 60 1 450 27 187 USD (103) 2002 72 00 7 500 800 55 120 1 375 11 400 150 725 96 127 USD (103) 2003 61 520 7 125 1 240 243 2 687 13 173. com a consequente diminuição do pescado.

Muito pouco! A maior parte das florestas naturais localiza-se em Manica. umbila. 3. Produção de recurso energético: carvão e lenha. Esta forma de pescar origina uma captura indiscriminada de diferentes tamanhos. Salienta-se o arrasto. As florestas e outras formações vegetais nativas distribuem-se por cerca de 80 milhões de hectares. Para além de Manica. Purificação do ar. mecrusse. Manutenção e equilíbrio da biodiversidade vegetal e animal. que conte 51% das florestas artificiais. As principais espécies de árvores nativas no nosso país são: chanfuta. Implicava a investigação das exigências das árvores quanto ao ambiente e a determinação do seu comportamento quanto à luminosidade. jambirre. As florestas artificiais ± criadas pelo homem ± ocupam uma área de aproximadamente 46 000 hectares para uma potencial área de reflorestamento de 1 000 000ha. em Marracuene. arte que mais prejuízo provoca no domínio da actividade pesqueira. satisfazendo assim as necessidades do merca. Impedimento da erosão. Dedica-se ao estudo dos métodos naturais e artificiais de regeneração e melhoramento de povoamento florestais. A província de Manica é a que detém a maior percentagem de florestas artificiais. Nampula e Cabo Delegado. o que equivalente a 75% da superfície total do país. Produção de madeira para exportação. pau-rosa. Fabrico mobiliário. Produção de plantas medicinais. Zambézia. pratica-se também a silvicultura em Dondo (Sofala) e Lichinga (Niassa). densidade e associado com outras espécies. GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO Página 11 . b) Principais espécies (culturais e naturais) localização geografia (potencialidade florestal) Os recursos florestais de território moçambicano exercem um papel de destaque na vida económica e social do país. Silvicultura a) Conceito da silvicultura Silvicultura é o acto de criar e desenvolver povoamento florestais. panga-panga. paupreto. c) Importância socioeconómica         Produção de materiais de construção. Sofala. As espécies mais frequentes artificiais são pinheiros e eucaliptos. o que se traduz na diminuição da biodiversidade do ambiente marinho. Namaacha e Salamanga (Maputo).Geografia Económica 08/2010 negativas.

assim como afugentar os animais. Conclusão O gado contribui para a dieta alimentar. é pouco expressiva.Geografia Económica 08/2010 A silvicultura. em Moçambique. é necessário que o aproveitamento das árvores seja feito de uma forma controlada e racional. os novos assentamentos da população e a instalação de indústria conduzem ao desflorestamento. O uso de combustível lenhoso nos centros urbanos e peri-urbanos tem tendência a diminuir com a introdução de outras fontes de energia alternativas. Devem estabelecer-se medidas que controlem ou evitem o derrube das arvores para fins de agricultura itinerante. económica e ambiental. o derrube de árvores para construção de estrada. GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO Página 12 . Os recursos florestais representam cerca de 80% da energia consumida no país sob a forma de lenha ou carvão. pois esta acção prejudica sobremaneira o desenvolvimento da cobertura vegetal. Assim. Também nos dá peles e estrumes. As queimadas que as populações fazem para poderem praticar a agricultura e a caça. A maior parte destes factores ocorrem na proximidade dos centros urbanos. As árvores têm grande aplicação em muitas áreas da vida social. o que origina uma multiplicidade de efeito negativo. devido à falta de meios financeiros e humanos. como é o caso da electricidade de gás. Os factores humanos são os que mais contribuem para esta degradação. além de apoiar o homem na agricultura. fornecendo carne e leite. d) Conservação e protecção Os principais factores da degradação dos recursos florestais são naturais e humanos.

sendo a região sul a maior produtora. lulas e caranguejo. oxigénio. As árvores têm grande valor para o homem. devido ao conflito armado e a secas prolongadas. A criação de gado sofreu um grande revés após a independência. porque mantêm o equilíbrio ecológico. margens dos rios e lagos. devido á mosca tsé-tsé. No alto mar pratica-se a pesca industrial. bem como á insuficiência do apoio técnico-financeiro. carvão. os efectivos pecuários têm conhecimento um aumento significativo. etc. por causa. vários tipos de peixe. lenha. porque permite repor as árvores derrubadas. Alberto da Barka e Tirso dos Santos GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO Página 13 . Nos últimos anos. das diversas actividades sociais e económicas. lagosta. A pesca é uma actividade importante na melhoria da dieta alimentar das populações que vivem no litoral. fornecem madeira. A silvicultura é uma actividade importante. fruto do apoio do estado e de organizações humanitários no âmbito do fomento pecuário. No centro e norte do país. principalmente. O derrube das árvores deve ser feito de uma forma controlada. Bibliografia Geografia de Moçambique Física e Económica. a criação de gado bovino é reduzida.Geografia Económica 08/2010 A criação de gado bovino e caprino é a actividade pecuária fundamental dos moçambicanos. aí sendo praticada em moldes artesanais. para não provocar impactos negativos no meio ambiente. Os principais produtos são: camarão.

Luís Agostinho Nanjolo e Ismael Abdul Ismael www.wikipedia.resumos.Geografia Económica Geografia 10 classe G10.net 08/2010 GABRIEL MIGUEL FERNANDO BERO Página 14 .com www.google.com www.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->