P. 1
02 - Introdução à Biofísica

02 - Introdução à Biofísica

|Views: 115|Likes:
Publicado porRuan Tcharle
Uploaded from Google Docs
Uploaded from Google Docs

More info:

Published by: Ruan Tcharle on May 03, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/27/2013

pdf

text

original

Introdução à Biofísica

Teoria da origem do Universo
‡ Início:
o o

Tempo não muito distante e finito no passado Tempo não existia antes do começo O universo está em expansão Vazio Não há espaço nem matéria, apenas energia de alta frequência
convertida em matéria

‡ Edwin Hubble (1929):
o

‡ Antes do início:
o

‡ Momento inicial (Allan Guth):
o

Matéria forma-se por súbita variação de um campo elétrico (flutuação do vácuo) 
Energia

‡ Big Bang:
o o

matéria (Quarks) em expansão sem perder densidade Massa de gás (elétrons, pósitrons, neutrinos) a altíssima temperatura (bilhões de graus) o Expansão esfriamento formam-se prótons e nêutrons

Teoria da origem do Universo
‡ Força da gravidade:
o o

Forma estrelas e galáxias (primeira geração) Primeiras galáxias colidem e se fundem aglomerado de estrelas Formam-se átomos pesados Formam-se estrelas e galaxias (segunda geração)

‡ Nova explosão:
o o

‡ Universo:
o o

Constituído por centenas de milhares de milhões de galáxias Galáxias constituídas por centenas de milhares de milhões de estrelas com amplas extensões de vazio entre elas o Universo em expansão velocidade crítica gravidade não é capaz de pará-lo o Galáxia espiral ± VIA LÁCTEA Planeta Terra

Via láctea

Composição dos seres vivos
‡ Seres vivos:
o o o

Constituídos pelos mesmos componentes da Terra e do universo Moléculas biológicas átomos leves Organismo humano

Composição atômica Valor percentual Hidrogênio 60,56% Oxigênio 25,67% Carbono 10,68% Nitrogênio 2,44% Cálcio 0,23% Fósforo 0,13% Enxôfre 0,13% Sódio 0,08% Potássio 0,04% Cloro 0,03% Magnésio 0,01% Ferro, Zinco, Cobre, Selenio, Flúor, Iodo

Composição dos seres vivos
‡ Universo:
o

Composição complexa Composição complexa

‡ Seres vivos:
o

‡ Componentes fundamentais do universo:
Matéria ± Energia ± Espaço ± Tempo ‡ Descrevem qualitativamente a composição e os fenômenos do universo

‡ Teoria da relatividade:
o

Matéria e energia: Espaço e tempo: 
São equivalentes  Estados diferentes da mesma grandeza fundamental E = m x c2

o 

Tempo não é independente do espaço  São indissociáveis estão combinados espaço-tempo

Sistemas de medidas
‡ Avaliação quantitativa:
o o o

Realizada pelo homem entender os fenômenos naturais Sistema numérico Sistemas de medidas padrões utilizados para quantificar a composição e os fenômenos do Universo Procedimentos de medida atribui-se uma unidade Padrão básico de referência 14ª Conferência Geral sobre Pesos e Medidas (1971) Sistema Internacional de Medidas Comprimento metro m Massa quilograma kg Tempo segundo s Corrente elétrica Ampére A Temperatura termodinâmica Kelvin K Quantidade de substância mol mol Intensidade luminosa Candela cd

‡ Grandezas físicas fundamentais
o o

Sistemas de medidas
‡ Demais grandezas derivadas das fundamentais ‡ Definição dos padrões para grandezas físicas aleatório ‡ Padrão de comprimento metro-padrão = barra de liga de prata iridiada definido como a distância arbitrária entre dois finos traços gravados próximos às extremidades da barra a 0ºC e suportada de modo determinado.
o

Reproduções idênticas ao metro-padrão laboratórios de padrões em todo o mundo (padrões secundários) terciários quaternários

‡ (1960) adotado o padrão atômico para o metro medida mais precisa + evitar a influência de fatores ambientais nas dimensões físicas da barra
o

Comprimento de onda, no vácuo, da radiação laranja-avermelhada emitida por átomos do isótopo 86 do Kriptônio (86Kr) em descarga elétrica um metro = 1.650.763,73 comprimentos de onda dessa luz

Sistemas de medidas
‡ Padrão de massa
o

cilindro de liga de platina iridiada (massa de um quilograma)

Padrões secundários enviados a laboratórios padrões massas de outros corpos são determinadas por pesagem em balança de braços iguais. o Escala atômica padrão de massa unidade de massa atômica (u) massa do isótopo 12 do carbono (12C) = massa de 12 unidades de massa atômica (1,660 x 1027 kg) Não é unidade do Sistema Internacional

‡ Padrão de tempo tempo estabelece a sequência e a durabilidade dos eventos medido por qualquer fenômeno que se repita
o o o o

Rotação da Terra sobre seu eixo duração do dia tempo universal Segundo fração 1/86.400 de um dia Necessita-se de relógio calibrado astronomicamente Relógios de quartzo vibrações periódicas do cristal de quartzo, sustentados eletricamente (padrões de tempo secundários) o 1967 Relógio de Césio-133 = 9.192.631.770 períodos de determinada transição

Sistemas de medidas
‡ Para expressar números muito grandes ou pequenos
o o o o o o o o

múltiplos e submúltiplos

Deca da deci d Hecto h 102 centi c 10-2 Quilo k 103 mili m 10-3 Mega M 106 micro µ 10-6 Giga G 109 nano n 10-9 Tera T 1012 pico p 10-12 Peta P 1015 fento f 10-15 Exa E 1018 atto a 10-18

101

10-1

‡ Sistema biológicos
o o

submúltiplos expressam melhor as quantidades

Massa grama (g), miligrama (mg), nanograma (ng) e picograma (pg) Espaço centímetro (cm), milímetro (mm), micrometro ( m), nanômetro (nm) e picômetro (pm)

Biofísica
‡ Definição:
o o

Estudo da matéria, energia, espaço e tempo nos sistemas biológicos Estudo dos aspectos físicos e físico-químicos dos processos biológicos

‡ Investigações biológicas
o

questionamento físico do problema

Questão formulada a partir das leis gerais físicas + estruturas atômica e molecular da matéria o Estudo biofísico da natureza viva conhecimento dos fenômenos vitais o Biofísica:  Esclarece a estrutura e propriedades das moléculas biológicas fundamentais  Propriedades e mecanismos de ação das estruturas celulares membranas, organelas bioenergéticas, sistemas mecânicos e químicos o Sistemas vivos sistemas heterogêneos, ordenados, auto-reguláveis, autoreproduzíveis e abertos trocam matéria e energia com o meioS  Substâncias fundamentais biopolímeros: proteínas e ácidos nucléicos.

Biofísica
‡ Biofísica:
o o

Estabelece modelos simples, completos e verificáveis dos fenômenos biológicos Utiliza a matemática para definir leis e expressões que representem os fenômenos para melhor compreensão e descrição dos eventos o Biofísica molecular domínio atômico e molecular  Estrutura e propriedades físico-químicas das moléculas biológicas  Interações atômicas e moleculares o Biofísica celular domínio celular e tecidual  Estrutura e função de células e tecidos física de membranas biológicas e processos bioenergéticos  Transporte de substâncias através das membranas celulares  Geração e transmissão de fenômenos elétricos celulares  Processos mecânicos e químicos da contração muscular  Fenômenos relacionados com a visão, audição e a fonação

Biofísica
‡ Biofísica:
o

Biofísica de sistemas complexos domínio macroscópico  Termodinâmica dos processos reversíveis e modulação cinética  Fenômenos bioenergéticos  Processos de desenvolvimento biológico  Circulação do sangue, ventilação pulmonar, transporte de calor

Teoria dos campos
‡ Matéria e energia:
Estados diferentes da mesma qualidade fundamental o Matéria impenetrabilidade + massa da inércia o Energia capacidade de realizar trabalho
o

‡ Matéria gera e emite campo (energia) manifesta-se no espaçotempo como força que atua trabalho MATÉRIA ENERGIA FORÇA TRABALHO ‡ Manifestação do campo: GRAVIACIONAL ELETROMAGNÉTICO NUCLEAR ‡ Campo gravitacional:
o o o

Somente força de atração Varia inversamente com o quadrado da distância Age a longas distâncias

Teoria dos campos
‡ Campo eletromagnético:
o

‡ Campo magnético
o o o

Com carga:  Campo elétrico partículas com carga elétrica ± positiva ou negativa  Forças atrativa e repulsiva  Varia inversamente com o quadrado da distância  Age a pequenas distâncias

pólos norte e sul

Forças atrativa e repulsiva Varia inversamente com o quadrado da distância Age a distâncias médias

Teoria dos campos
‡ Campo eletromagnético:
o

‡ Campo nuclear:
o

Sem carga:  Radiações eletromagnéticas campos elétrico e magnético combinados  Raios cósmicos ± raios X ± UV ± luz visível ± IV ± ondas de rádio  Atinge distâncias astronômicas Agem a distâncias muito curtas ± intranucleares Forças principais de atração ou repulsão muito fortes Forças secundárias fracas entre algumas partículas

‡ Força nuclear forte:
o

‡ Força nuclear fraca:
o

Teoria dos campos
‡ Interação entre os corpos:
o o

Não interagem diretamente Interação entre corpo-campo e campo-campo Propagação do efeito nos campos Demanda tempo para ocorrer Energia potencial repouso, armazenada Energia cinética movimento, trabalhando

‡ Propagação da interação no espaço:
o o

‡ Estados de energia:
o o

Energia potencial Energia cinética ‡ Formas de energia:
Campo G Campo EM Campo N Gravitacional Elétrica / Magnética Nuclear forte Mecânica (trabalho) Eletromagnética Nuclear fraca

Teoria dos campos
‡ Seres vivos:
o o

Grandes usuários dos estados e formas de energia Utilizam com eficiência os estados e formas de energia

Campo gravitacional
‡ Inerente a matéria ‡ Atua por força de atração ‡ Campo G real:
o

Emitido pela matéria ± permanente

campo G da Terra campo G gerado por

‡ Campo G provocado:
o

Produzido pela aceleração dos corpos ± transitório centrífugas Movimento origem muscular (trabalho) Sons e ruídos Movimentos de fluidos ± gases e líquidos Introdução de líquidos no organismo Drenagem de cavidades corporais

‡ Manifestação da atividade dos sistemas biológicos no campo G:
o o o

‡ Ação do campo G:
o o

terapia intravenosa de líquidos

Campo gravitacional
‡ Ação do campo G:
o o o o

Massas volumosas sangue, vísceras, músculos e ossos Receptores sensoriais mecânicos Mecanorreceptores Receptores sensoriais de pressão Barorreceptores Receptores que indicam a direção do campo gravitacional

Campos eletromagnético e nuclear
‡ Campo elétrico:
o

Atividade elétrica celular campo elétrico propagação medida / registro ± ECG ± EEG ± EMG ± ERG Determina a estrutura e os fenômenos biológicos Propriedades de moléculas Forças de interações entre átomos e moléculas Reações químicas Efeitos das interações das radiações com os seres vivos Sustentação das estruturas atômicas Forças fracas responsáveis pelas emissões radiativas

captação /

‡ Campo magnético:
o o o o o

‡ Campo Nuclear:
o o

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->