Você está na página 1de 6

Exercícios de Endócrino

FISIOLOGIA: “RATOS VIRTUAIS”


Procedimento Experimental
Este exercício foi planejado com o objetivo de determinar a identidade de um hormônio desconhecido,
através da observação de seu efeito sobre órgãos de um rato macho. Foram utilizados 7 diferentes grupos de ratos
machos, cada grupo contendo 2 machos: Grupo 1 - denominado controle; contendo um macho intacto e outro
castrado (a castração envolve a remoção dos testículos para eliminar a produção da testosterona). Os 6 grupos
restantes foram denominados experimentais e, eram também constituídos por um rato macho intacto e outro
castrado. Ambos animais (normal e castrado) de cada grupo experimental foram injetados com um determinado
hormônio, diariamente, durante 2 semanas. Ao final desse período os animais foram sacrificados e foram pesados
os seguintes órgãos: hipófise, glândula tireóide, glândulas adrenais, timo (órgão envolvido com a resposta imune
do organismo), testículos, próstata e vesículas seminais. O peso corporal também foi avaliado.
Propostas
Usando a tabela 1 e os dados obtidos na autópsia de cada animal, associe o grupo de ratos com seu
respectivo tratamento hormonal. Os hormônios usados no tratamento foram os seguintes: ACTH, cortisol, LH,
TSH, TRH e testosterona.
Para auxiliar na determinação da identidade do hormônio desconhecido, é importante comparar os valores
obtidos nos animais do grupo controle com os valores obtidos nos animais experimentais (sempre comparando
intactos e castrados). As alterações deverão consideradas significativas quando a variação entre os ratos controle e
ratos que foram tratados com o hormônio desconhecido for superior a 20% (exclusive). Se a alteração for inferior
a 20% (inclusive) deverá ser ignorada e atribuída a erro experimental ou biológico. Erros experimentais incluem
calibração inadequada da balança, erros na aplicação do hormônio ou na remoção dos órgãos. Erro biológico
ocorre devido às diferenças individuais existentes entre os animais.
Ainda, como auxílio na determinação da identidade do hormônio desconhecido, é importante relembrar
alguns conceitos apresentados em aula. Estude e pratique seus conhecimentos respondendo às questões abaixo.
As respostas para as questões apresentadas abaixo serão importantes para a identificação dos hormônios
desconhecidos (obs: é apenas uma sugestão e não deve ser entregue como parte dos exercícios):
1) Qual a relação entre hipotálamo e hipófise?
2) Quais são os hormônios liberados pela hipófise anterior?
3) O que é mecanismo de retroalimentação negativa?
4) Quais os efeitos dos hormônios tireoideanos?
5) Quais são os efeitos do cortisol?
6) Qual o papel do LH no sexo feminino e masculino?
7) Explique a retroalimentação positiva observada na geração do pico de LH.
8) Descreva as diferenças entre atrofia e hipertrofia.
9) Quais são as características do hipotireoidismo e do hipertireoidismo?
10) Quais são os efeitos de uma diminuição na produção da testosterona?
Preencha a tabela 1 adiante conforme o seguinte exemplo: se o tratamento com TRH provocar um
aumento no peso da hipófise, coloque um sinal de (+) no quadro correspondente; se for uma redução, coloque um
sinal de (-); coloque as letras SM (sem modificações), se esse tratamento não provocar alteração. Ainda
considerando o mesmo tratamento, repita esse procedimento com as demais glândulas apresentadas na coluna 1.
Em seguida, repita a mesma operação com os demais tratamentos apresentados. Baseado(a) nas alterações dos
pesos dos órgãos de cada animal (intacto e castrado), o(a) aluno(a) deverá descobrir qual foi o tratamento de cada
um dos ratos experimentais, justificando adequadamente e por escrito, a sua escolha. O preenchimento da tabela
abaixo, juntamente com a autópsia dos ratos, será importante na identificação dos hormônios desconhecidos.
Tabela 1 - Comparação dos efeitos esperados pelos tratamentos hormonais sobre os diferentes órgãos.
TRH TSH ACTH Cortisol Testosterona LH
intacto castrado intacto castrado
Hipófise
Tireóide
Adrenais
Timo
Testículos
Próstata
Vesículas Seminais
Peso Corporal

controle Resultados da autópsia


intacto Hipófise: 12,9mg
Tireóide: 250mg
Timo: 475mg
Adrenais: 40mg
Vesículas seminais: 500mg
Próstata: 425mg
Testículos: 3,200mg
Peso corporal: 300g

controle Resultados da autópsia


castrado Hipófise: 16,8mg
Tireóide: 250mg
Timo: 480mg
Adrenais: 40mg
Vesículas seminais: 200mg
Próstata: 85mg
Peso corporal: 270g

Fig. 1 - Resultados da autópsia dos ratos controles (intacto e castrado).


Determine a identidade do HORMÔNIO 1 e do HORMÔNIO 2 apresentados nas figuras 2 e 3 abaixo, usando os dados da autópsia (Fig. 1) e os resultados
esperados a partir da tabela 1. Justifique sua resposta no formulário adiante.

Hormônio 1 Variação em Hormônio 2 Resultados Variação em


Resultados
intacto relação ao intacto da autópsia
relação ao
da autópsia controle intacto controle intacto
-3,1 Hipófise: 10,1mg -2,8
Hipófise: 9,8mg
-5 Tireóide: 245mg -0,5
Tireóide: 245mg
-225 Timo: 150mg -325
Timo: 250mg
-10 Adrenais: 100mg +80
Adrenais: 30mg
-25 V. seminais: 490mg -10
V. seminais: 475mg
-15 Próstata: 430mg +5
Próstata: 410mg
---- Testículos: 3.000mg -200
Testículos: 3.200mg
-150 Peso corporal: 200g -100
Peso corporal: 150g
Tratamento recebido: Tratamento recebido:

CORTISOL ACTH

Resultados Variação em Variação em


Resultados
relação ao relação ao
Hormônio 1 da autópsia controle castrado Hormônio 2 da autópsia controle castrado
castrado Hipófise: 12,7mg -4,1 castrado Hipófise: 12,9mg -3,7
Tireóide: 247mg -3 -----
Tireóide: 250mg
Timo: 240mg -240 -325
Timo: 150mg
Adrenais: 29mg -11 +55
Adrenais: 95mg
V.seminais: 220mg +20 -5
V. seminais: 195mg
Próstata: 80mg -5 +5
Próstata: 90mg
Peso corporal: 135g -135 Peso corporal: 195g -75
Tratamento recebido: Tratamento recebido:
CORTISOL
ACTH

Fig. 2 - Resultados da autópsia dos ratos tratados com o HORMÔNIO 1. Fig. 3 - Resultados da autópsia dos ratos tratados com o HORMÔNIO 2.
Determine a identidade do HORMÔNIO 3 e do HORMÔNIO 4 apresentados nas figuras 4 e 5 abaixo, usando os dados da autópsia (Fig. 1) e os resultados
esperados a partir da tabela 1. Justifique sua resposta no formulário adiante.

Hormônio 3 Resultados Variação em Hormônio 4 Resultados Variação em


relação ao
intacto da autópsia
relação ao intacto da autópsia controle intacto
controle intacto
-3,1 Hipófise: 10,2mg -2,7
Hipófise: 9,8mg
---- Tireóide: 252mg +2
Tireóide: 250mg
+5 Timo: 470mg +5
Timo: 480mg
---- Adrenais: 38mg -2
Adrenais: 40mg
+400 V. seminais:1.400mg +900
V. seminais: 900mg
+375 Próstata: 900mg +475
Próstata: 800mg
+800
Testículos: 5.700mg +2500 Testículos: 2.400mg
+100
Peso corporal: 385g +85 Peso corporal: 400g
Tratamento recebido: Tratamento recebido:
LH TESTOSTERONA

Resultados Variação em Resultados Variação em


relação ao Hormônio 4 relação ao
Hormônio 3 da autópsia da autópsia
controle castrado castrado controle castrado
castrado Hipófise: 17mg +0,2 Hipófise: 10,1mg -6,7
Tireóide: 250mg ---- Tireóide: 250mg 0
Timo: 480mg ---- Timo: 470mg -10
Adrenais: 42mg +0,2 Adrenais: 41mg +1
V. seminais: 210mg +10 V. seminais: 1.200mg +1000
Próstata: 90mg -5 Próstata: 800mg ----------
Peso corporal: 310g +40 Peso corporal: 485g +715
Tratamento recebido: Tratamento recebido:
LH TESTOSTERONA

Fig. 4 - Resultados da autópsia dos ratos tratados com o HORMÔNIO 3. Fig. 5 - Resultados da autópsia dos ratos tratados com o HORMÔNIO 4.
Determine a identidade do HORMÔNIO 5 e do HORMÔNIO 6 apresentados nas figuras 6 e 7 abaixo, usando os dados da autópsia (Fig. 1) e os resultados
esperados a partir da tabela 1. Justifique sua resposta no formulário adiante.

Hormônio 5 Resultados Variação em Hormônio 6 Resultados Variação em


relação ao
intacto da autópsia controle intacto
intacto da autópsia
relação ao
controle intacto
Hipófise: 15,7mg +2,8 -4,9
Hipófise: 8,0mg
Tireóide: 490mg +240 +250
Tireóide: 500mg
Timo: 462mg -13 -25
Timo: 455mg
Adrenais: 39mg -1 -3
Adrenais: 37mg
V. seminais: 480mg -20 -20
V. seminais: 480mg
Próstata: 400mg +25 -20
Próstata: 405mg
Testículos: 3.150mg -50 Testículos: 2.790mg -410
Peso corporal: 160g -140 Peso corporal: 152g -148
Tratamento recebido: Tratamento recebido:
TRH TSH

Variação em
Resultados Hormônio 6 Resultados Variação em
Hormônio 5 relação ao relação ao
da autópsia controle castrado castrado da autópsia controle castrado
castrado +3,2
Hipófise: 20mg Hipófise: 10,8mg -6
Tireóide: 495mg +245 +255
Tireóide: 505mg
Timo: 460mg -20 -19
Timo: 461mg
Adrenais: 38mg -2 -3
Adrenais: 37mg
V. seminais: 190mg -10 -5
V. seminais: 195mg
Próstata: 100mg +15 +20
Próstata: 105mg
Peso corporal: 144g -126 Peso corporal: 135g +50
Tratamento recebido: Tratamento recebido:
TRH TSH

Fig. 6 - Resultados da autópsia dos ratos tratados com o HORMÔNIO 5. Fig. 7 - Resultados da autópsia dos ratos tratados com o HORMÔNIO 6.
Nome do(a) aluno(a): Talita Licarião e Julio Rangel data: 28/04/2011
Observação: entregue juntamente com estas, cópia das figuras 2 a 7 com as tabelas de variação dos pesos
devidamente preenchidas.

Tratamento do RATO 1: CORTISOL


Justificativa (se necessário, continue a resposta no verso desta folha):

HOUVE DIMINUIÇÃO DA HIPÓFISE, ADRENAL, TIMO E PESO

Tratamento do RATO 2: ACTH


Justificativa (se necessário, continue a resposta no verso desta folha):

HOUVE DIMINUIÇÃO DO TIMO E PESO; AUMENTO DA HIPÓFISE E ADRENAL

Tratamento do RATO 3: LH
Justificativa (se necessário, continue a resposta no verso desta folha):

HOUVE AUMENTO DO TESTÍCULO, PRÓSTATA, VESÍCULA SEMINAL E PESO

Tratamento do RATO 4: TESTOSTERONA


Justificativa (se necessário, continue a resposta no verso desta folha):

HOUVE AUMENTO DE PRÓSTATA, VESÍCULA E PESO

Tratamento do RATO 5: TRH


Justificativa (se necessário, continue a resposta no verso desta folha):

AUMENTO DE HIPÓFISE, TIREÓIDE. DIMINUIÇÃO DO PESO

Tratamento do RATO 6: TSH


Justificativa (se necessário, continue a resposta no verso desta folha):

DIMINUIÇÃO DA HIPÓFISE E PESO; AUMENTO DA TIREÓIDE