P. 1
A Arquitetura Gotica: Gótica-Alemã (ilustração)

A Arquitetura Gotica: Gótica-Alemã (ilustração)

5.0

|Views: 3.494|Likes:
Publicado porMarcus Mocelin
Introdução sobre o nascer da Arquitetura Gótica na Europa e sua difusão; Aprofundamento de sua implementação na Alemanha em contraponto com a Arquitetura Gótica existente na Catedral de Santa Cruz do Sul, RS.
Introdução sobre o nascer da Arquitetura Gótica na Europa e sua difusão; Aprofundamento de sua implementação na Alemanha em contraponto com a Arquitetura Gótica existente na Catedral de Santa Cruz do Sul, RS.

More info:

Published by: Marcus Mocelin on May 04, 2011
Direitos Autorais:Traditional Copyright: All rights reserved

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See more
See less

11/12/2013

Universidade de Caxias do Sul – UCS Centro de Artes e Arquitetura Teoria e História da Arquitetura e Urbanismo I

ARQUITETURA GÓTICA Arquitetura gótica alemã

Profa.: Adriane Karkow Alunos (as): Bárbara Raymondi, Gabriela Paim, Marcus Vinicius Mocelin dos Reis, e Tiago de Campos.

Arquitetura gótica
Inicialmente no século X, a Europa passava por mudança em sua política, economia, filosofia, sociedade e religião. Devido a isso, surgiu a arte denominada “Opus Francigenum” (Obra Francesa) e depois “Arte das Catedrais”. O vocábulo “gótico” foi introduzido somente na Renascença, pelos renascentistas italianos. O gótico surge na França e ao seu final, datando o século XIV, difunde-se por toda Europa medieval e baseavase no princípio de uma arquitetura racional, na qual a forma gera a estrutura do edifício. Historicamente, localizamos esse período posteriormente à Arte Românica e precedente à Arte Renascentista.

Catedral de Saint-Denis, na França. A primeira catedral gótica!

A maior característica da Arte Gótica é a revolução arquitetônica nas capelas, como: • • o arco ogival; abóbadas ogivais com arestas bem marcadas; e

• arcobotantes contrafortes; • grande iluminação, e ; • acima de tudo, verticalidade!

a

Interior da Catedral de Saint-Denis.

Moore definiu a arquitetura gótica como, “um sistema de abóbadas, cuja estabilidade era assegurada por um equilíbrio perfeito de forças”.
A parede deixou de ser elemento da estrutural fazendo com que o edifício fosse uma gaiola de vidro e de pedra. A arquitetura gótica, era a arquitetura da pele e do osso.

Arquitetura gótica alemã
A Alemanha ofereceu maior resistência à entrada da influência francesa, fazendo parte da Arquitetura Gótica tardia e possuía suas características próprias, entre uma delas a de que a necessidade de amplos espaços para o sermão originou o vestíbulo.

Características
• • • • • • • estilo enxaimel única nave ou nave escalonada exterior mais ornamentado mais verticalidade naves e asas laterais da mesma altura “igreja tipo salão” sem o clerestório ou trifório, prevalecia a sensação de um espaço interior continuo.

Abóbadas elaboradas com nervuras em rede ou configurações alveolares facetadas espalhamse pelo teto.
Pilares tomaram a forma de feixes de fustes ascendendo sinuosamente, para se tornarem nervuras da abóbada. Por meio desse desenho, o gótico alemão diferese do gótico francês ao dispensar a construção de arcobotantes nas naves laterais e central.

Elisabethkirche
Catedral de Santa Elizabeth (Isabel) Marburgo, Alemanha

Foi a primeira igreja gótica em território germânico. Teve sua construção iniciada em 1235.

A planta desta igreja apresenta o formato de cruz, embora sendo o braço do coro e o transepto, de uma mesma medida. Nas extremidades dessa construção cruciforme temos formas arredondadas que fazem clara menção a uma permanência do estilo românico nesse tipo de desenho arquitetônico.

Catedral de Ulm
Ulm, Alemanha

Cabe ressaltar que a Catedral de Ulm é a mais alta igreja do mundo com seus 161,53m de altura e 768 degraus. Sua construção deu-se do ano 1377 ao ano 1890, 513 anos.

Catedral de Colônia
Colônia, Alemanha
Em 1248, tem início a construção da catedral de Colônia que é puramente gótica, a partir de então o estilo se firma em toda Alemanha e influenciará a Áustria e a Hungria.

Sua construção demorou em torno de 600 anos e possui uma altura de aproximadamente 144m.

Catedral São João Batista
Santa Cruz do Sul, Brasil

O arquiteto Simão Gramlich foi o responsável pela catedral de São João Batista, o maior templo em estilo neo-gótico tardio da América Latina.

Suas dimensões são: • Comprimento: 80 metros; • Largura: 38 metros; • Altura: 26 metros na nave central, 19 metros nas naves laterais e 83 metros nas torres.

Catedral São João Batista
Planta baixa
Pela análise da planta baixa, denota-se inicialmente as duas salas capitulares ao lado da entrada da nave principal; seu deambulatório é interceptado; possui um transepto marcado; duas absidíolas cercando a abside/coro principal. Observa-se ainda a simetria dos elementos construtivos e principalmente o fato de que não se trata de uma cruz latina, como a maioria das tradicionais igrejas góticas.

Catedral São João Batista
Planta baixa

Catedral São João Batista

Elisabethkirche

Catedral São João Batista

Catedral de Colônia

Catedral São João Batista

Catedral de Ulm

Catedral São João Batista

Elisabethkirche Catedral Santa Isabel

• Presença de simetria nas duas catedrais, traço marcante do gótico.

• Em sua fachada, denotam-se suas torres os arcobotantes, os pináculos, o coruchéu e sua volumetria geométrica, outras características típicas do gótico. • Tracerias (ou arrendados) em forma de arco ogival nas torres, próximas aos arcobotantes

Entretanto, vale ressaltar que os alemães em sua arquitetura gótica dispensaram os arcobotantes

No quesito ornamentação, são visíveis os arcos ogivais, o gablete, os vitrais permitindo a claridade, e a tradicional rosácea.

No tímpano há vitrais historiados, ainda no pórtico de entrada, as arquivoltas (ou arco escalonado). Nos pináculos da entrada da nave central há cogulhos.

Catedral São João Batista Catedral de Colônia

Glabetes.

Catedral São João Batista

Catedral de Colônia

Arquivoltas (ou arco escalonado)

Florões e cogulhos, típicos elementos góticos.

• Arco contracurvado no pórtico, característica influenciada pela cultura árabe (em portas internas do prédio também);

• Arco escalonado.

Ao adentrar na Catedral, denota-se a oposição do princípio alemão no qual o interior é menos ornamentado. Contrariando esse princípio, a Catedral São João Batista é ricamente adornada em seu interior , com pinturas lindíssimas nas arcarias.

Interior da Catedral de Colônia menos ornamentado que a de São João Batista (>>)

Catedral São João Batista

Catedral de Colônia

Catedral São João Batista

Catedral de Colônia

Grande ornamentação na Catedral São João Batista.

• Muita cor, principalmente nas arcarias e na abside.

Catedral de Ulm

Catedral São João Batista

Interior da Catedral de Ulm menos ornamentado que a de São João Batista (>>)

Capitel naturalista arrendado, seus pilares remetem à ordem clássica grega coríntia. Suas colunas são octogonais e ainda compõe-se no seu interior pilares adoçados, monolíticos e fasiculados, como na arquitetura gótica alemã e seus pilares com feixes de fustes.

Possui ainda duas salas capitulares, altar chanfrado e uma dilatação espacial. Abóbadas estreladas com arestas bem marcadas e com pomos, feitas em estuque (tela e madeira, dando um sentido ornamental) respeitando o gótico alemão, com abóbadas elaboradas e com configurações alveolares.

As nervuras, ou arestas, da abóbada da Catedral São João Batista lembram as da abóbada da Catedral de Colônia, e sua configuração alveolar as da Catedral de Ulm. O deambulatório da Catedral é interceptado; e através seu transepto leste-oeste somado à planta baixa conclui-se que a Catedral de São João Batista não respeita a prática da implementação cósmicoreligiosa do tradicional gótico.

Catedral São João Batista

Catedral de Colônia

Nervuras, arestas muito marcadas.

Catedral São João Batista

Catedral de Ulm

Nervuras e configurações alveolares.

Catedral São João Batista

Catedral de Ulm

Nervuras e configurações alveolares.

As naves laterais são praticamente da mesma altura da nave central, denomina-se então como uma igreja tipo salão.

Catedral São João Batista

Catedral de Ulm

Catedral São João Batista

Catedral de Colônia

• Arco contracurvado, de origem árabe, nas portas do interior da Catedral São João Batista.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->