Você está na página 1de 9

Imigração

A integração dos imigrantes nas


sociedades de acolhimento é um
processo complexo e multifacetado.
Demetrios Papademetriou (2003)
define integração como o processo
de interacção, ajustamento e
adaptação mútua entre imigrantes e
a sociedade de acolhimento, pelo
Tolerância e Mediação 11
Na mesma linha de
pensamento, Rinus
Penninx (2003), considera
a integração como o
processo de aceitação dos
imigrantes pela sociedade
receptora, como indivíduos
Tolerância e Mediação 22
A nacionalidade portuguesa pode ser adquirida pelo
nascimento ou por declaração de vontade:

- A nacionalidade automática em função do nascimento


está reservada às pessoas nascidas em território
nacional de pais portugueses;

- Os filhos de pais portugueses nascidos no estrangeiro se


declararem expressamente a sua vontade nesse sentido
ou inscreverem o nascimento no registo civil português;

Tolerância e Mediação 33
- As pessoas nascidas em território
nacional poderão ser consideradas
portuguesas se os pais forem
estrangeiros a residir legalmente em
território português há pelo menos
seis anos no caso de serem originários
de um país lusófono, ou dez anos no
caso de provirem de outro país,
desde que declarem expressamente
Tolerância e Mediação 44
a sua vontade nesse sentido;
Pode ser-se também considerado
português por aquisição de
nacionalidade através do casamento,
que se poderá obter ao fim de três
anos da consumação deste com
uma cidadã ou cidadão português e
com apresentação de declaração de
vontade; através da adopção, que é
automática para aqueles que forem
Tolerância e Mediação 55
adoptados por cidadãos
Para que haja naturalização os
candidatos devem:

• Ser maiores ou emancipados


conforme a lei portuguesa;

• Residir em território português, com


autorização de
residência, há pelo menos seis anos se
cidadãos nacionais
de países de língua oficial portuguesa,
ou dez anos se deTolerância
outros países;
e Mediação 66
• Conhecer razoavelmente a língua
portuguesa;

• Comprovar a vinculação à
comunidade nacional;

• Ter responsabilidade moral e cívica;

• Ter capacidade de regência pessoal


e assegurar a própria subsistência.

Conforme os termos da lei, todos os


Tolerância e Mediação 77
nacionais estrangeiros a residir
No entanto, todos os imigrantes que
não possuem um estatuto de
residência legal estão limitados ao
acesso à plena cidadania social.
Alguns factos: o Rendimento Mínimo
Garantido só é atribuído a quem
possuir residência legal em Portugal e
que não possua rendimento que baste
para a própria subsistência ou da sua
Tolerância e Mediação 88
família; os estrangeiros com
O ano de 1997 marca o início da
participação de estrangeiros nas
eleições locais, sendo que os
nacionais da União Europeia e
cidadãos dos PALOP têm esse direito se
tiverem mais de dois anos de
residência legal e os restantes
estrangeiros mais de três. Para
poderem concorrer às eleições
Tolerância e Mediação 99
autárquicas locais, é necessário que os