P. 1
Curso de Radiestesia E Radionica

Curso de Radiestesia E Radionica

5.0

|Views: 9.695|Likes:
Publicado porUlisses Carvalho

More info:

Published by: Ulisses Carvalho on May 04, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/05/2016

pdf

text

original

Sections

VERNE CAMERON foi considerado um dos maiores Radiestesistas dos
Estados Unidos. Foi ele quem desenvolveu o aurímetro, um dos
instrumentos mais perfeitos e sensíveis que se conhece. Muitas
pessoas não dão importância ao aurímetro porque o manuseio do mesmo
requer paciência, tempo, treino e um desejo honesto para aprender
alguma coisa. Todos os que desejam trabalhar com o aurímetro
deveriam primeiramente desenvolver a sensibilidade com o pêndulo.
Isso tornaria mais fácil o manuseio do aurímetro. Para tanto, não há
necessidade de nenhuma paranormalidade. Todos aprendem. Uns mais
rápido e outros mais lentamente exigindo, portanto, paciência e
perseverança.

O aurímetro é um aparelho de radiestesia que nos proporciona
inúmeras utilidades. Podemos com ele identificar a existência de
vários tipos de energias, suas dimensões quantitativas e
qualitativas, localizar a existência de água no subsolo, energias
cósmicas, energias telúricas, energias dos objetos, energias
mentais, energias das formas geométricas, energias benéficas,
energias nocivas, e principalmente localizar os fluxos das energias
da aura nos seres humanos, medir o tamanho da aura, saber se a aura
está equilibrada ou não, e diagnosticar sintomas doentios dentro da
aura. Estas medições estão sempre dependentes do grau de
desenvolvimento da sensibilidade do Radiestesista.

Praticamente, o aurímetro deverá estar equilibrado entre os
dedos da mão direita, preso levemente pelos dedos médio e indicador
e pelo polegar, da seguinte maneira: Os dedos médio e indicador
ficam na parte inferior do cabo. O polegar fica na parte superior.
O aurímetro deve permanecer nas mãos horizontalmente, sem estar
muito para baixo nem muito para cima, para que o ponteiro que está
fixado na espiral flexível possa se tornar bem sensível.
Não se deve, pois, segurá-lo com muita força e pressão dos
dedos, nem deixar que ele vire para adireita ou para a esquerda,
perdendo o equilíbrio. O ato de manipular o aurímetro, movimentando-
o equilibradamente exige um bom treino e paciência.
O principiante geralmente não consegue bons resultados,
principalmente porque fica preocupado com o ato de segurar
corretamente o aurímetro. Quando a pessoa for capaz de movimentar
com mais segurança, sem se preocupar com o aparelho, estará apta
para fazer as medições com maiores possibilidades de êxito. Isso
exige treino.

Um bom exercício é levar o aparelho horizontalmente em direção
ao corpo de uma pessoa, bem devagar. Quando o aurímetro encontra um
campo bioenergético da pessoa, automaticamente começa a retroceder.
A energia da pessoa repele o aparelho sensivelmente. Assim se mede a
extensão da energia da aura da pessoa.
Para encontrar pontos vulneráveis e fracos na aura, deve-se
fazer um rastreamento, isto é, ir passando lentamente o aurímetro
bem próximo do corpo da pessoa, mais ou menos a uns 3 ou 5 cms. Tem
que ser bem devagar e repetir quando houver dúvidas. Nos pontos do
corpo onde a energia é fraca ou inexistente, o aurímetro toca
fisicamente o corpo. Onde a energia é forte, o aurímetro é

repelido para além dos 5 cms. Nestes pontos fracos, com certeza, a
pessoa deve sentir dor ou problemas físicos.
E, (isso é admirável) se a pessoa ainda não sente nenhum
problema, com certeza futuramente irá sentir!
O aurímetro localiza as polaridades: Sobre polaridades
positivas, o aparelho faz movimentos verticais. Sobre polaridades
negativas, o movimento é horizontal. Para testar, basta colocar o
aurímetro sobre a palma da mão de um homem e depois sobre a palma da
mão de uma mulher.

Com o aurímetro pode-se fazer inúmeras pesquisas de ordem mais
mental. Pode-se usá-lo para encontrar água, minérios e até pessoas
perdidas.

Isso, porém, exige mais treinamento e técnicas de rastreamento

através de mapas.

POR CURIOSIDADE, FAZER O SEGUINTE EXPERIMENTO:

Equilibrar o aurímetro em frente de uma pessoa que tenha algum
negócio ainda indeciso e não sabe qual caminho seguir ou não tenha
uma decisão final. Faça a pessoa segurar levemente o ponteiro do
aurímetro e diga à pessoa para fazer mentalmente a pergunta: "Devo
tomar esta decisão"? Ao soltar o ponteiro este não deverá oscilar.
Neste momento, pergunte em voz alta SIM ou NÃO se a resposta deva ser
SI« o aurímetro se movimentará VERTICALMENTE e se a resposta deva ser
NÃO o AURÍMETRO se movimentará HORIZONTALMENTE.

Toda a vez que se usa o aurímetro com uma pessoa, coisa, animal,
planta, etc, deve-se descarregar sua energia remanescente. O mesmo se
faz com o pêndulo. Para se descarregar, basta tocar o aparelho no
chão ou na parede. Isso é para evitar uma mistura de diversas
energias, o que pode dificultar a experiência.

Pêndulos Especiais

Saiba que todo Radiestesista possui diversos instrumentos de
trabalho, muitas vezes inteiramente pessoais. Apenas para ilustração,
é bom saber que, em outra etapas, você conhecerá outros tipos de
pêndulos específicos que servirão para ajudar nas pesquisas
radiestésicas. Assim:

PÊNDULO CROMÁTICO - COM ELE O OPERADOR PODERÁ FACILMENTE
TRABALHAR COM AS CORES, DESCOBRIR A COR PESSOAL, ETC.

PÊNDULO EGÍPCIO - UM PÊNDULO QUE NUNCA FICA IMPREGNADO E QUE,
DEVIDO AO SEU FORMATO, PODE EMITIR ENERGIAS, POIS FACILMENTE SE
SINTONIZA COM A MENTE DO OPERADOR.

PÊNDULO ELETROMAGNÉTICO -ONDE PODEREMOS DESCOBRIR AS FASES
ELÉTRICAS OU MAGNÉTICAS DE CADA VIBRAÇÃO CROMÁTICA.

BASTÃO ATLANTE - UM INSTRUMENTO QUE TRABALHA COM A ENERGIA DE UM

CRISTAL MAGNETIZADO.

FORQUILHAS OU MOLAS - GERALMENTE USADOS POR RADIESTESISTAS QUE
TRABALHAM NA BUSCA DE VEIOS DE ÁGUA OU DE MINÉRIOS NO SUBSOLO.

PÊNDULO UNIVERSAL - QUE LOCALIZA NUMA ESFERA QUALQUER COR E
CONSEGUE TRABALHAR COMO EMISSOR E RECEPTOR.

PÊNDULOS COM TESTEMUNHO -SÃO PÊNDULOS OCOS ONDE SE COLOCA UM
TESTEMUNHO DO QUE SE QUER EXAMINAR OU ENCONTRAR. PODEMOS DISPENSÁ-LOS
QUANDO USAMOS O PÊNDULO COMUM E O TESTEMUNHO NA MÃO ESQUERDA OU JUNTO
COM O PÊNDULO. HÁ, PORÉM, RADIESTESISTAS QUE PREFEREM OS PÊNDULOS
OCOS. CADA UM ESCOLHE AQUELE COM O QUAL MAIS SE SINTONIZA.

APARELHOS ELETRÔNICOS -EXISTEM MUITAS CAIXAS RADIÔNICAS QUE
SERVEM PARA MÚLTIPLOS FINS. NESSE CURSO NÃO IREMOS TRABALHAR COM ELAS
POR ENQUANTO.

CONSELHOS PARA A PRÁTICA DA RADIESTESIA

1- Treinar todos os dias durante 15 minutos, não mais que isso,
para não se cansar. Use 5 minutos para um relaxamento e 10 para
trabalhar .com o Pêndulo. Após um mês de treinamento, poderá aumentar
o tempo.

2- Se possível, treine no mesmo horário e local. Isso ajuda a
condicionar o SUBCONSCIENTE.

3- Tirar todos os metais do corpo e da mesa onde trabalha.

4- Os pés devem estar apoiados no chão; NÃO CRUZAR OS PÉS E AS

MÃOS.

5- Exercitar sempre SOZINHO até adquirir confiança.

6- Não usar CALMANTES. SE TIVER TENSÃO, FAÇA RELAXAMENTO ANTES.
Faça aquele exercício de ABRIR AS MÃOS DEVAGARZINHO. É ótimo para
concentração.

7- Comece sempre ESFREGANDO AS MÃOS PARA MELHOR POLARIZÁ-LAS.
8-
Procure ficar NEUTRO. Sei que isso é difícil no início.
Procure estar atento para não influenciar o Pêndulo. Você conseguirá
com o tempo.

9- Ser PACIENTE e PERSISTENTE. A RADIESTESIA FUNCIONA PARA QUEM
TREINA BASTANTE E NÃO DESANIMA NUNCA.

10- Não

começar

praticando

coisas

muito

SÉRIAS

E
COMPROMETEDORAS. Procure aquilo QUE PODE SER COMPROVADO NA HORA, para
adquirir confiança.

11- NÃO SE TORNAR FANÁTICO; Seja sincero consigo e com os

resultados.

12 - Sempre que possível, posicione-se de frente para o
NORTE. É claro que diante de um gráfico que tenha CAMPO DE FORMA
ARTIFICIAL qualquer posição serve.

13- Não pratique em tempo de Tormenta ou mudança brusca

Atmosférica.

14- Regular bem o Pêndulo no PONTO ZERO ou com aquilo que
queremos saber. Segurar o Pêndulo suavemente, porém com firmeza.

15- Sempre que possível, usar um TESTEMUNHO.

16- Cuidado com a REMANÊNCIA ou a IMPREGNAÇÃO.

17- A mão esquerda aberta ou apontando algo é usada como
ANTENA. Quando não a estiver usando, o melhor é tê-la FECHADA.

18- Às vezes o Pêndulo NÃO SE MOVIMENTA. É sinal de TENSÃO,
CANSAÇO ou MUDANÇA ATMOSFÉRICA. Nestes casos, o melhor é não treinar
no momento.

19- Tenha um MÉTODO e organize seus gráficos, tabelas e
medições. Tenha um fichário para anotações importantes.

20- Seja PRUDENTE. NÃO SUSPENDA TRATAMENTOS MÉDICOS. Use a
Radiestesia e a Radiônica como AUXILIAR DOS TRATAMENTOS.

21- Use a Radiônica em PRIMEIRO LUGAR PARA VOCÊ MESMO, DEPOIS

PARA OS OUTROS.

Observação importante: Às vezes você poderá cometer erros ou
se enganar na maneira de Conduzir seu trabalho radiônico. Para
não ficar com sensação de culpa, repita vinte ou trinta vezes esta
frase:

"DESEJO SOMENTE O BEM. PORTANTO, TODA VEZ QUE, POR QUALQUER
MOTIM EU ME ENGANAR NO TRABALHO RADIÔNICO, O APARELHO NÃO
FUNCIONARÁ."

Assim você trabalhará sempre tranqüilo. Saberá que, ao cometer
erros e equívocos, o máximo que pode acontecer é que a Radiônica
ficará sem efeito. Basta repetir vinte ou trinta vezes a frase acima
e seu computador mental estará programado para sempre.

R A D I Ô N I C A

RADIÔNICA

A Radiônica é o sistema pelo qual modificamos qualquer
realidade, colocando-a de novo em equilíbrio completo. Pela Radiônica
podemos modificar a freqüência dos objetos.
A Radiônica é, pois, a emissão de energia, normalmente à
distância, através da mente e de aparelhos radiônicos geradores de
energia. O aparelho materializará a energia que queremos enviar para
determinada pessoa, energizando seu campo áurico.

Na Radiônica usamos

1) TESTEMUNHO: Foto, fio de cabelo ou nome com data de

nascimento, endereço.

2) INSTRUMENTO ou APARELHO RADIÔNICO: É o que faz a ligação
com o testemunho, emitindo, amplificando ou direcionando a energia.
3)
OBJETIVO: Aquilo que realmente queremos alterar ou

energizar.

4) REMÉDIO RADIÔNICO: Em Radiônica entendemos como REMÉDIO
qualquer freqüência vibratória. Assim, tudo pode ser um REMÉDIO
RADIÔNICO, como uma planta, uma cor, um mineral, uma pedra, um som e,
naturalmente os próprios remédios homeopáticos ou alopáticos.

O TESTEMUNHO - A Radiônica é um trabalho fascinante porque pode
ser realizado à distância. Para isso, precisamos de um TESTEMUNHO da
pessoa ou do objeto a ser tratado. Normalmente usamos como testemunho
a foto da pessoa, se possível não muito antiga. Um ótimo testemunho
pode ser ainda um fio de cabelo, pois é uma parte do próprio corpo.
Na falta de ambos, podemos usar o nome escrito da pessoa junto
com a data de nascimento e endereço. Quando não conhecemos a pessoa,
é importante potencializar o nome no decágono. Veremos como fazer
mais adiante.

INSTRUMENTO OU APARELHO RADIÔNICO - Os instrumentos que usamos
em Radiônica são muito simples. Normalmente são gráficos, formas
geométricas ou mesmo aparelhos eletrônicos simples e descomplicados.
Iremos trabalhar com a energia de múltiplas formas: decágono,
hexágono, losango, turbilhão, círculos, triângulos, pirâmides,
semi-esferas, espiral, etc. Cada forma canaliza um tipo de energia.

OBJETIVO - Aquilo que queremos atingir se chama OBJETIVO.
Muitas vezes a Radiônica não funciona direito porque não sabemos
muito bem o que queremos. Sabemos mais ou menos. Acontece que "mais
ou menos" não funciona em Radiônica. Precisamos saber exatamente, com
detalhes, com pormenores, com objetividade. Por isso se chama
OBJETIVO.

Em nosso método, devemos nos acostumar a ESCREVER sempre nossos
objetivos em pequenos pedaços de papel, bem como o TEMPO

em que os gráficos ficarão funcionando. Não basta mentalizar. Neste
primeiro estágio, faz parte da metodologia ESCREVER. Isso tem
sentido. Quando escrevemos, estamos de qualquer forma materializando
nossos pensamentos.

REMÉDIO RADIÔNICO - No início, os alunos estranham muito o
conceito de remédio radiônico. Depois se acostumam. Em radiônica,
remédio não é somente o que compramos em farmácia. Trabalhando com a
energia, é claro que podemos nos aproveitar de tudo o que tem
energia. Acontece que todas as coisas têm energia, pois tudo vibra.
Assim, usaremos de tudo o que for possível para reforçar nossos
objetivos. Os remédios radiônicos podem ser a vibração das cores,
das pedras, das plantas, dos sons, dos perfumes, da argila, da água,
dos minerais, etc.,etc. Sempre usaremos os remédios radiônicos como
reforços. Saiba que, sem eles podemos conseguir resultados também,
pois o equilíbrio vem das formas e da nossa energia mental que tudo
comanda. (VER FIGURA 28 - PÁGINA 38).

MARCAÇÃO DE TEMPO

Pela radiestesia podemos facilmente determinar o tempo exato
em que um gráfico deve ficar funcionando ou emitindo energia.
Devemos sempre marcar o tempo, usando o gráfico próprio para
isso.(VER FIGURA 29 - PÁGINA 39).
Determinado o tempo, escreveremos num pedaço de papel sempre
dessa maneira: "Até hora tal". Por exemplo, se às 10 horas você
perguntar ao Pêndulo quanto tempo deverá deixar o gráfico armado e o
Pêndulo responder que deve ser durante 15 minutos, você escreverá no
papelzinho: "Até 10:15 hs ". Saiba que exatamente às 10:15 o
aparelho automaticamente se desligará e você não precisa se
preocupar mais. Uma vez marcado o tempo, o papelzinho é colocado
fora do gráfico.

Você poderá, ainda, antes de trabalhar com a Radiônica
perguntar ao pêndulo qual o melhor horário. Para isso, use o gráfico
da FIGURA 30 (PÁGINA 39). Em geral, damos a seguinte orientação:
Durante a noite, isto é, desde e hora em que o sol se põe até
o alvorecer, não é preciso marcar tempo. Poderá deixar o gráfico
armado a noite toda. Mas durante o dia é muito importante marcar o
tempo exato de exposição, pois e energia do dia é diferente.
Resumindo, todo o trabalho radiônico geralmente comporta estas

fases:

1- Colocar o gráfico na posição correta, quando for o caso.
2- Escrever o objetivo num papel e colocá-lo dentro do

gráfico.

3- Colocar o testemunho em cima ou embaixo do objetivo.
4- Colocar sobre os dois um remédio radiônico para reforço.
5- Marcar o tempo exato durante o dia. A noite, marcar o tempo
quando achar conveniente.

FERRITE

O ferrite é um material usado em antenas de rádio, cabeçotes de
toca-fitas e memórias de computador. O ferrite tem uma propriedade
muito interessante. Ele parece captar nossas vibrações mentais.
Podemos facilmente nos sintonizar com o ferrite. Ele pode substituir
um remédio radiônico ou até um testemunho. Basta mentalizarmos o que
queremos. Para tanto, colocamos o ferrite no lugar onde ele se torna
um verdadeiro CORINGA e vamos lentamente pivotando ou girando sobre
seu eixo, no sentido horário, mentalizando o que queremos. Quando o
pêndulo girar positivamente, ele já estará sintonizado. Quando você
não tem tempo de pesquisar um remédio radiônico, use o ferrite,
mentalizando qual é o melhor remédio para o presente caso.

MÉTODO DOS SEMI-CÍRCULOS

Há um modo muito prático e simples para você resolver suas
dúvidas quando diversas alternativas se apresentam à sua frente e
você não sabe qual delas seguir.. É o método dos SEMI-CÍRCULOS. Faça
um semi-círculo e coloque nele todas as possíveis alternativas. Tenha
o, cuidado de colocar, como última alternativa, a palavra OUTRO ou
OUTRA. Assim, se o que você pesquisa não se encontra no semi-círculo,
o pêndulo indicará o item OUTRO. Aí você fará um novo semi-círculo e
colocará novas alternativas, até encontrar a alternativa certa.
Na base do semi-círculo você coloca o testemunho e o nome
genérico daquilo que necessita descobrir. Por exemplo, se está
pesquisando uma planta para curar alguém, coloque na base do semi-
círculo a foto da pessoa e a palavra PLANTA. Ao longo da
circunferência você colocará os diversos nomes de plantas. com a
alternativa OUTRO nó final. (VER FIGURAS 28 pág. 38 e 29 pág. 39).
Na primeira etapa sempre é conveniente escrever o que queremos
perguntar. É uma questão de educar o subconsciente. Escreva sempre
seus objetivos para não haver dúvidas. Quando você adquirir certa
prática, isso não será mais necessário. Mas no começo é importante.

MAGNETIZAÇÃO DE APARELHOS RADIÔNICOS

Há um método para você reduzir o tempo em que o aparelho
radiônico permanece "Armado". Chama-se MAGNETIZAÇÃO. Usamos sempre
que desejamos diminuir o tempo, quando temos urgência. É uma espécie
de pronto-socorro radiônico.
Para magnetizar, faça o seguinte: Coloque o pêndulo em cima do
referido gráfico. Imponha propositalmente um movimento giratório no
sentido horário durante aproximadamente um minuto. Você estará
magnetizando e polarizando.
Com esta simples operação o aparelho será magnetizado e
polarizado e o tempo para equilibrar uma disfunção será reduzido
consideravelmente. Após a magnetização, verifique o tempo. Terá
surpresa.

O Decágono

(VER FIGURA 31 - PÁGINA 39).

A primeira forma que vamos conhecer é o Decágono, uma das mais
poderosas formas emissoras de energia. Como diz o nome, o decágono
possui 10 ângulos ou 10 lados e está baseado na forma circular. É bom
saber inicialmente que trabalharemos com formas cujo eixo deverá ser
posicionado na direção norte-sul. Formas circulares, porém, bem como
as extraídas de formas circulares serão colocadas em qualquer posição,
sem ser necessário usar a bússola. Também não necessitamos posicionar
todas as formas que possuem o Campo de Forma Artificial, com as duas
bolinhas (cheia e vazada)

O Radiestesista, entretanto, sempre que não há o campo
artificial, deverá estar voltado para o norte magnético. É melhor.
O Decágono é uma forma maravilhosa e com ele poderemos fazer

múltiplos usos, a saber:

1-LIMPEZA - Usamos o Decágono para purificar e limpar os
testemunhos ou os objetos que possuam energias misturadas, não
próprias. Objetos ficam impregnados de múltiplas energias quando são
manipulados por diversas pessoas. Chamamos a isso de remanência ou
impregnação. Muitas vezes o Radiestesista não consegue se sintonizar
como objeto, com o testemunho, quando a energia dele está impregnada
de outras energias.

Então colocamos o testemunho ou o objeto dentro do Decágono.
Marcamos o tempo de exposição. Geralmente, 5 ou 10 minutos após, o
testemunho já estará limpo e desimpregnado, ficando somente a energia
própria dele. Acostume-se a fazer sempre isso. Use o Decágono para a
primeira Limpeza.

2-POTENCIALIZAÇÃO - Muitas vezes não conseguimos nos sintonizar
com o testemunho porque a energia dele está muito fraca. Um simples
nome da pessoa, que nem conhecemos, escrita num pedaço de papel,
precisa ter sua energia potencializada. Assim também, uma foto muito
antiga. Então colocamos o testemunho dentro do Decágono e, enquanto
ele faz a Limpeza estará ao mesmo tempo aumentando a energia ou
Potencializando a energia daquele testemunho. Acostume-se a colocar,
pois, as fotos ou nomes escritos sempre dentro do Decágono antes de
trabalhar com outros gráficos.

3-FAZER UM REMÉDIO RADIÔNICO - O Decágono tem o poder de
catalizar múltiplas energias a ponto de podermos fazer dentro dele um
verdadeiro remédio radiônico para qualquer coisa. É um processo tão
simples que fica difícil acreditar nos espantosos efeitos e resultados
que temos obtido. Vale a pena experimentar.
Alunos principiantes já conseguem ótimos resultados. Basta
fazer direitinho. Você irá perceber que a Radiônica funciona de fato e
funciona muito rápido.

Antes de mais nada precisa ter um claro objetivo. Você quer
obter exatamente o que? O remédio radiônico é uma energia. Pode servir
para qualquer coisa; Geralmente o fazemos para curas. Mas serve para
outras coisas.

A) Invente o nome do remédio. Todo remédio tem um nome. Invente
um. Pode ser qualquer nome. Pode ser com letras e números, etc.

B) Faça a bula do remédio. Todo o remédio tem uma bula, isto é,
uma maneira de usar, uma posologia. Há necessidade de se prever se é
para tomar e em quantas doses, horário, se é para passar no corpo,
etc, etc.

Você deverá seguir tudo aquilo que colocar na bula. Portanto,
não complique. Faça uma bula inteligente. Lembre-se de que é a sua
mente que está funcionando e a energia curativa vem da sua mente. O
Decágono somente canaliza e amplifica. Há remédios para tomar, há
remédios para pingar, há para massagear, há para aspirar, etc. Analise
qual é o seu caso.

Portanto, no mesmo papelzinho que se escreve o NOME também se

escreve a BULA.

C) Coloque este papelzinho dentro do Decágono para ser
energizado. Pegue o gráfico Marcador de Tempo e marque quanto tempo
deve deixar o papel ai. Uma vez terminado o tempo, o Remédio Radiônico
estará pronto para ser usado.
D)
Modo de usar: Se a pessoa está presente, a melhor maneira de
usar é através da água
. Então coloque um copo com um pouco de água e
deixe-o em cima do papelzinho energizado dentro do Decágono. Lembre-se
que primeiro deve energizar o papel para transformá-lo em Remédio.
Depois você coloca em cima o copo com água. Marque novamente o tempo
seguindo nosso sistema de marcação. Uma vez terminado o tempo, toda a
energia do papelzinho passou para a água. Você, então, joga o papel
fora e usa somente a água seguindo as instruções da sua bula.
Se a pessoa doente não estiver presente ou, por qualquer outro
motivo, não puder usar o método da água, você poderá transferir a
energia do papelzinho diretamente sobre o testemunho dela. Basta
colocar uma foto ou outro testemunho dela sobre o. papelzinho
energizado, dentro do Decágono e marcar o tempo de exposição. Quando
você prevê o uso somente pelo testemunho, é claro que não será
necessário uma bula. Basta escrever o nome do remédio e acrescentar:
"Remédio perfeito para curar... de ... " indicando a causa do sintoma
e o nome do doente. Exemplo: Se se tratar de uma enxaqueca do Sr.
Renato Silva, escrevo Remédio perfeito para eliminar a causa da
enxaqueca do Sr. Renato Silva."

4-APARELHO EMISSOR RADIÔNICO - (VER FIGURA 31 - PÁGINA 39)
Além dessas propriedades, o Decágono é um ótimo gráfico para
Emitir Energia a fim de ajudar na obtenção de nossos objetivos. Para
tanto, basta fazer a montagem que faremos em todos os demais gráficos
emissores, a saber:

A) Escrevemos num pedaço de papel nosso Objetivo bem claro e

resumido.

B) Colocamos o objetivo dentro do Decágono e, em cima dele, o
Testemunho (foto, nome, cabelo).
C)
Colocamos sobre ambos um Remédio Radiônico, conforme
instruções na página 23.
D)
Marcamos o tempo num pedaço de papel e o colocamos fora
do Decágono.
__________________________

Observação : Sendo o Decágono um gráfico de limpeza, não podemos colocar dentro dele
mais de um testemunho. É para não misturar energias diferentes, pois assim haveria
impregnações.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->