P. 1
Quais são os sinais vitais

Quais são os sinais vitais

|Views: 2.430|Likes:
Publicado pordanielachucre

More info:

Published by: danielachucre on May 04, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/01/2013

pdf

text

original

Quais são os sinais vitais? Qual a primeira coisa a fazer em caso de acidente em via pública?

Porque é desaconselhável mexer em um acidentado em via pública? O que fazer em caso de parada cardíaca? Como deve ser feita a massagem cardíaca? Como deve ser feita a respiração boca-a-boca? O que fazer em caso de obstrução das vias aéreas e/ou da garganta? Complete o desenho mostrando como é avaliada a área corporal em relação à queimadura. 1) A quem o socorrista não deve remover no caso de um acidente? 1. As vítimas com hemorragia. 2. As vítimas que estão com sinais de fraturas no pescoço ou na espinha. 3. As vítimas que estão com fraturas nos braços. 4. As vítimas que estão com fraturas nas pernas. 3) Porque o tempo de atendimento é importante no caso de parada respiratória? 1. Porque há diminuição das defesas do organismo, quando há falta de oxigênio. 2. Porque após 5 a 10 minutos pode haver uma lesão cerebral. 3. Porque pode haver uma espera de 30 minutos. 4. Nenhuma das respostas 9) O que o socorrista deve observar quando for remover o acidentado? 1. Se a vítima está respirando. 2. Se a vítima não está com algum membro quebrado ou com sangramento. 3. Se a vítima está nervosa. 4. Todas as alternativas estão corretas. 2) Em caso de parada cardíaca devemos: 1. Verificar a pulsação da vítima. 2. Verificar a temperatura da vítima. 3. Realizar uma massagem cardíaca. 4. Verificar a pulsação e a temperatura da vítima. 7) A vítima que você está socorrendo parou de respirar. O que você faz? 1. A sacode para que volte a respirar. 2. Chama o médico legista. 3. Não faz nada, pois não há mais nada a fazer. 4. Inicia uma respiração boca-a-boca e aguarda a chegada do médico, pois a vítima pode estar viva. 9) Na avaliação secundária verificamos: 1. A respiração da vítima. 2. O estado de consciência da vítima. 3. A extensão dos ferimentos da vítima. 4. A pulsação da vítima. 10) Na avaliação primária verificamos: 1. A extensão dos ferimentos. 2. A circulação. 3. A quantidade de sangue perdido. 4. A quantidade de fraturas. 13) Na avaliação primária devemos verificar o nível de consciência, para tal devemos: 1. Forçar a vítima a abrir os olhos. 2. Conversar com ela, caso esteja consciente, acalmando-a e aproveitando para perguntar seus dados pessoais. 3. Tentar sentá-la para que acorde. 4. Não dar importância ao tamanho de suas pupilas.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->