P. 1
Conceito e definição de Missão, Visão e Valores

Conceito e definição de Missão, Visão e Valores

|Views: 5.953|Likes:
Publicado porRenata Porto

More info:

Published by: Renata Porto on May 13, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/04/2013

pdf

text

original

O conhecimento e definição da identidade da organização são fatores que influenciam o sucesso. ... a) Missão. b) Visão de Futuro. c) Crenças e Valores.

Email:logistic-2007@hotmail.com.

Missão – é o motivo pelo qual a empresa existe; o que ela se propõe a realizar. Também encontramos este conceito com os nomes “Razão de Ser” e “Definição do Negócio”. Visão – é o cenário ideal visualizado pela empresa. É a situação que a empresa busca, e para onde ela dirige sua criatividade e recursos. Valores – são os princípios que regem as ações e decisões da empresa, segundo os quais ela age. Também encontramos os valores com o nome “Políticas Gerais”, entendendo política como “preceito de ação”. Em relação aos valores, é preciso distinguir bem entre valores e crenças. Uma crença é algo em que eu acredito como sendo certo, justo ou bom. Um valor, por sua vez, é uma crença segundo a qual eu ajo. Portanto, uma crença está sempre associada ao pensar, enquanto um valor sempre ao agir. Isto, a propósito, nos leva à constatação que muitos quadros com valores que vemos nas empresas são, na realidade, suas crenças. Por exemplo, que tal uma empresa comercial declarar como valor “o cliente vem em primeiro lugar” e, ao mesmo tempo, reservar as melhores vagas no estacionamento para os diretores? Então, já sabemos a definição de missão, visão, valores. Agora vem a pergunta: minha empresa precisa disso? A resposta varia muito de caso a caso. Podemos ter uma certeza: toda empresa possui uma missão, uma visão e um conjunto de valores. Apenas, algumas têm isto explicitado formalmente

visão e valores. seja porque o proprietário está se preparando para transferir as decisões a sucessores da família ou a profissionais. enquanto as decisões estiverem sendo tomadas pelo dono. Portanto. então a medida será necessária. seja porque ela está crescendo. Se. todos os integrantes da organização respondem com facilidade à pergunta “Como é que o sr. aí terá chegado a hora de se formalizar missão. Como ele orienta todas as suas ações e decisões em função da missão e da visão que ele visualiza. Porém. a pergunta que precisa ser respondida é “Esta empresa está num processo de descentralização. principal acionista. Eles serão uma das cinco condições para a delegação de autoridade tão necessários quanto as outras quatro (competência. a partir do momento em que a empresa inicia um processo de descentralização de decisões. com delegação de autoridade decisória para além dos proprietários?” Se a resposta for afirmativa. no entanto. Empresas dirigidas pelo seu fundador. ao avaliarmos se uma empresa deve ou não formular missão. pelo dono. orientam-se pelos valores dessa pessoa. em pouco tempo os colaboradores compreendem quais são e começam a agir da mesma forma. que estão na mente do dono. enfim. visão e valores. controles e vontade). . o valor aplicável passa a ser vivido também pelo colaborador. Isto acontece naturalmente: ninguém precisa colocar nenhum valor no papel. nosso melhor conselho seria que a empresa não perdesse tempo com isso: ainda não é a hora. não se estiver cogitando uma mudança dessa natureza. informação.enquanto outras têm estes elementos na cabeça de seu(s) dirigente(s). Fulano age nessas horas?” Assim. Daí decorre que. proprietário. A mesma coisa acontece com a missão e a visão. não há realmente grande necessidade de formalizar nada disso.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->