Você está na página 1de 1

Relatório da prática de Patologia Clínica.

(14/04/11)

Aline Lima Valle da Costa

Morfologia dos leucócitos

Linfócitos Quando pequenos, possuem núcleo redondo e grande com citoplasma escasso,
cor clara e agranular, geralmente de difícil visualização; quando grandes têm citoplasma um
pouco mais evidente. Podem ter grânulos. É a célula predominante nos animais jovens. Seu
aumento é chamado de linfocitose. Em animais adultos, seu aumento pode ser indício de
infecção viral ou leucemia linfocítica crônica.

Neutrófilos São também denominados de Polimorfonucleares porque possuem o núcleo


irregular, polilobulado, podendo ter de 2 a 5 lóbulos. Quanto maior a segmentação (o número
de lóbulos) indica que mais antiga a célula é. Os neutrófilos jovens são denominados
bastonetes e são menos segmentados. O citoplasma é acidófilo e cora-se em róseo. É a célula
mais encontrada nos animais adultos. São células fagocitárias, móveis, com função de destruir
microorganismos invasores, especialmente bactérias. Participam da resposta imune inata. Seu
aumento pode indicar infecção bacteriana, mas pode estar aumentado também nas infecções.

Monócitos Possuem núcleo irregular, lobulado e pleomórfico. É uma das maiores células da
série branca, têm citoplasma azulado, núcleo irregular (indentado, lobulado, em C ou oval).
Possuem função fagocítica, participando da resposta imune inata juntamente com os
neutrófilos, podem ter vacúolos (indicando uma recente fagocitose). Os monócitos adultos (1 a
3 dias) migram para os tecidos e passam então a ser denominados de macrófagos . Os
precursores dos monócitos são monoblastos e pró-monócitos. Quando estão aumentados usa-
se o termo monocitose e ocorre em infecções virais, leucemia mielomonocítica crônica e após
quimioterapia.

Eosinófilos São células maiores que os neutrófilos, com núcleo bilobulado ou trilobulado,
citoplasma basofílico que não é visualizado por causa da presença de seus grânulos que se
coram de vermelho-alaranjado. Participam da fagocitose e respondem a estímulos
quimiotáticos. Quando seu número aumenta é chamado de eosinofilia, e ocorre em casos de
processos alérgicos ou parasitoses. Seus grânulos liberam enzimas contra bactérias e
helmintos.

Basófilos Possuem núcleo arredondado e citoplasma coberto por grânulos que se coram de
preto-púrpura. Estão relacionados com doenças alérgicas associadas à IgE e na resposta imune
do organismo a parasitas. Em um indivíduo normal, só é encontrado até uma célula (em
termos percentuais), seu aumento indica processos alérgicos.

Você também pode gostar