Você está na página 1de 2

PROCESSUAL CIVIL – AGRAVO REGIMENTAL EM AGRAVO DE

INSTRUMENTO – INTEMPESTIVIDADE RECURSAL – CONSULTA DOS


AUTOS POR ADVOGADO – CIÊNCIA INEQUÍVOCA DA DECISÃO – INÍCIO DO
PRAZO.
1. Considera-se a parte regularmente intimada quando faz carga dos autos, passando a
correr daí o prazo para interposição do recurso de apelação, independentemente de
publicação no Diário Oficial.
2. Inviável análise de pretensão que demanda revolvimento do conjunto fático-
probatório dos autos.
3. Agravo regimental não provido.
(AgRg no Ag 972.990/SC, Rel. Ministra ELIANA CALMON, SEGUNDA TURMA,
julgado em 20/05/2008, DJe 11/06/2008)

PRAZO PROCESSUAL. RETIRADA DE AUTOS EM CARGA PELO ADVOGADO


DURANTE A FLUÊNCIA DO PRAZO PREVISTO NO PROVIMENTO 06/95 DA
CGJ. CIÊNCIA INEQUÍVOCA DA DECISÃO. INÍCIO DO PRAZO NESTA DATA.
APELO INTEMPESTIVO. DECISÃO CONFIRMADA. AGRAVO (ART. 557 DO
CPC) DESPROVIDO.
I - A retirada dos autos de cartório, pelo advogado da parte, constitui ato inequívoco de
conhecimento da sentença, de modo a determinar automaticamente o transcurso do
prazo para interposição do recurso (RSTJ 58/376).
II - Recurso não conhecido.
(REsp 203.838/SC, Rel. Ministro WALDEMAR ZVEITER, TERCEIRA TURMA,
julgado em 24/06/1999, DJ 06/09/1999, p. 81)

RECURSO ESPECIAL. PREPARO DA APELAÇÃO. DESERÇÃO. PRAZO


RECURSAL.
CARGA DOS AUTOS AO ADVOGADO DO APELANTE.
1. RETIRADOS OS AUTOS DO CARTORIO PELO ADVOGADO ANTES DA
PUBLICAÇÃO DA SENTENÇA, CONSIDERA-SE EFETIVADA A INTIMAÇÃO
DESTA NA DATA EM QUE FOI CONCEDIDA A RESPECTIVA CARGA AO
PATRONO DO APELANTE, TORNANDO-SE IRRELEVANTE A DATA DE
PUBLICAÇÃO NA IMPRENSA. PRECEDENTES.
2. CARACTERIZADA ESTA A DESERÇÃO PORQUE EFETIVADO E
COMPROVADO O PREPARO EM DATA POSTERIOR A INTERPOSIÇÃO DA
APLICAÇÃO E QUANDO JA EXPIRADO O PRAZO RECURSAL.
3. RECURSO ESPECIAL CONHECIDO E PROVIDO.
(REsp 146.197/SP, Rel. Ministro CARLOS ALBERTO MENEZES DIREITO,
TERCEIRA TURMA, julgado em 16/04/1998, DJ 01/06/1998, p. 90)

CIVIL E PROCESSUAL CIVIL. INEXISTÊNCIA DE VIOLAÇÃO AOS ART. 165,


458 E 535, I E II DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL - PRAZO RECURSAL.
TERMO INICIAL. RETIRADA DOS AUTOS EM CARGA PELO ADVOGADO DA
PARTE RECORRENTE. CIÊNCIA INEQUÍVOCA DA DECISÃO. FLUÊNCIA DO
PRAZO NESTA DATA. APELO INTEMPESTIVO. RECURSO NÃO CONHECIDO.
1 - Não ocorre ofensa aos arts. 165, 458 e 535, incisos I e II, todos do Código de
Processo Civil, se o Tribunal de origem decide, fundamentadamente, as questões
essenciais ao julgamento da lide, afastando com clarividência suposta omissão
obscuridade e contradição no acórdão.
2 - Não obstante a regra de que o prazo recursal só tem início com a publicação da
decisão no órgão oficial, este Superior Tribunal de Justiça, em casos excepcionais, tem
flexibilizado a sua aplicação para admitir que a retirada dos autos do Cartório pelo
advogado da parte, constitua ato inequívoco de conhecimento da sentença, de modo a
determinar automaticamente o transcurso do prazo para a interposição do recurso
cabível.
3 - Recurso Especial não conhecido.
(REsp 986.151/MG, Rel. Ministro HONILDO AMARAL DE MELLO CASTRO
(DESEMBARGADOR CONVOCADO DO TJ/AP), QUARTA TURMA, julgado em
17/11/2009, DJe 30/11/2009)

PROCESSUAL CIVIL. ART. 738, INCISO I, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.


CARGA DOS AUTOS. CIÊNCIA INEQUÍVOCA. JUNTADA DO MANDADO
CUMPRIDO EM MOMENTO POSTERIOR. "DIES A QUO" PARA INÍCIO DO
PRAZO DOS EMBARGOS.
EMBARGOS À EXECUÇÃO INTEMPESTIVOS.
I - A ciência inequívoca da parte, que se perfez com a aposição do ciente de seu
patrono, marcou, efetivamente, o início do prazo para oposição dos embargos, ao
contrário do que afirma a agravante, e a despeito da disposição literal do artigo de lei
federal tido como malferido.
II - Existe orientação jurisprudencial já firmada nesta Corte Julgadora no sentido de que
a ciência inequívoca das partes acerca do ato processual praticado supre as formalidades
que giram em torno da intimação. Precedentes: AgRg nos EDcl no REsp 937535/RS,
Relator Ministro JOSÉ DELGADO, DJ de 10/03/2008, p. 1; AgRg no AgRg no Ag
895994/GO, Relator Ministro ALDIR PASSARINHO JUNIOR, DJ de 19/05/2008, p. 1.
III - Agravo regimental improvido.
(AgRg no REsp 1040974/DF, Rel. Ministro FRANCISCO FALCÃO, PRIMEIRA
TURMA, julgado em 05/08/2008, DJe 01/09/2008)