P. 1
proposta Pedagógica

proposta Pedagógica

|Views: 934|Likes:
Publicado porrevistaleire

More info:

Published by: revistaleire on May 16, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/25/2012

pdf

text

original

Prefeito Municipal de Campo Grande Nelson Trad Filho Secretária Municipal Maria Cecília Amêndola da Motta Secretário Adjunto

Cícero Rosa Vilela Superintendência de Gestão e normas e Relações Comunitárias Maria Ângela de Arruda Fachini Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos Maria Bernadete Durante Superintendência de Gestão de Políticas Educacionais Angela Maria de Brito Superintendência de Gestão Estratégica Soraya Regina Hungria Cruz Diretora Escolar Dejair dos Santos Silva Diretora Adjunta Rossicler Souza Neves

ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA LEIRE PIMENTEL CARVALHO CORRÊA.

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO 2010

Esta unidade escolar adota como Missão: assegurar uma educação de qualidade, garantindo o acesso, a permanência, a apropriação do conhecimento e a formação da cidadania.

Escola Municipal Profª Leire Pimentel de Carvalho Correa.

Diretora Escolar: Dejair dos Santos Silva Diretora Adjunta: Rossicler Souza Neves Orientadoras Educacionais: Edna Jardim de Abreu Sandra Binder Soares Supervisoras Escolares: Maria Socorro de Melo Felix Sandra Socorro Silva Santos Vilasante Apoio Pedagógico: Vilma Lopes da Cunha Souza Coordenadora do Mais Educação: Rosália Bussolo Dorigon

Campo Grande/MS 2010

A Escola Municipal Professora Leire Pimentel de Carvalho Corrêa, fundada em 1992, procura garantir o acesso e a permanência do educando na unidade de ensino, atendendo a Constituição Federal no Art. 205, o Estatuto da Criança e do Adolescente no Art. 53° e os Art. 1°, 2° e 3° da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 9394/96, oferecendo uma educação de qualidade com objetivo de formar cidadãos autônomos, críticos e participativos capazes de atuar com competência, dignidade e responsabilidade na sociedade em que vivem. A escola proporciona meios que possibilitem o desenvolvimento da formação do caráter humano através de ações e projetos desenvolvidos com a participação da comunidade escolar juntamente com o educando, preservando o direito do mesmo ter ciência e participação na construção e reconstrução do processo de ensino e de aprendizagem. Os conteúdos aplicados buscam promover o desenvolvimento integral do aluno levando-o a aprendizagem real e significativa, garantindo a apropriação do conhecimento e a formação para o exercício da cidadania. A metodologia aplicada habilidades conceituais, visa o desenvolvimento e atitudinais. As pleno das

procedimentais

habilidades

conceituais constituem o conjunto de conteúdos e definições relacionadas aos saberes socialmente construídos. As habilidades procedimentais se referem ao conjunto de ações de modo a atuar com a finalidade de alcançar as metas propostas, utilizando o saber adquirido, aplicando-o em diversas situações. As habilidades atitudinais se referem ao trabalho com valores e atitudes frente ao grupo e não ao trabalho isolado.

SUMÁRIO

Dados Identificação...........................................................................5 Introdução..........................................................................................6 Histórico.............................................................................................8 Missão da Escola.............................................................................11 Visão de Futuro...............................................................................11 Valores da Escola............................................................................12 Marco Referencial............................................................................13 Marco Doutrinal...............................................................................15 Perfil da Comunidade Escolar Pressupostos Teóricos....................................................................17 Etapas de Ensino, Modalidades oferecidas pela Instituição e Organização Curricular Avaliação.........................................................................................19 Sistema de Recuperação................................................................22 Sistema de Acompanhamento de Desempenho de Alunos Professores......................................................................................24 Sistema de Formação Continuada dos Profissionais da Educação...26 Organograma..................................................................................27 Modalidades de Ensino...................................................................28 Organização Curricular....................................................................31 Encaminhamentos Metodológicos no Ensino Fundamental............33 Metodologia da Aprendizagem no Ensino Fundamental.................38 Programas e Projetos Desenvolvidos na Escola.............................53 Organização do Espaço de Sala de Aula........................................55 Compromisso da Comunidade Escolar...........................................57 Rotina Permanente da Escola........................................................69 Referências......................................................................................73 Relação dos Participantes da Elaboração do Projeto.....................75

e

IDENTIFICAÇÃO
• Decreto de Criação: Nº. 6532 DE 29 DE ABRIL DE 1992

Autorização da educação Pré-Escolar. Deliberação. CME/MS. Nº. 314 de 05 de agosto de 2004. Deliberação CME/MS nº. 131 de 3 de julho de 2003. Autoriza o Funcionamento do Ensino Fundamental.  Alvará de Funcionamento: N° da Inscrição Municipal: 70651239 e N° de Controle: 009685/08-79. • LOCALIZAÇÂO: →Rua Enzo Ciantelli s/nº. Jardim Colibri II Fone→ 3314 – 4458/ 3314 – 4459. • ÁREA FÍSICA: → Terreno: 7895 m2 → Escola: 1053 m2 • Vigência do Projeto Político Pedagógico → 2008 com reformulação anual. • Biblioteca: O Mundo da Leitura • APM→ Associação de Pais e Mestres CGC→ 00.226.096/0001 – 00 Presidente→Sirlei Aparecida Assalin. Vice - Presidente: →Silvia Santana Targino. Mandato: 31 de março de 2010 a 31 de março de 2012

O Projeto Político Pedagógico da escola será sempre um instrumento indispensável para que ocorra de forma organizada e com qualidade o processo educativo. Esta proposta foi elaborada por meio da

participação dos três segmentos da escola: Professores, equipe técnica, funcionários administrativos, APM e comunidade Escolar. Por meio de estudos e reuniões pedagógicas, buscamos uma fundamentação teórica capaz de interagir com as perspectivas filosóficas, psicológicas, lingüísticas, sociológicas, didáticas e do letramento, entre outras que pudessem permitir a elaboração plena deste Projeto Político Pedagógico . Este Projeto Político Pedagógico norteará as ações que visam efetivar um processo de construção do conhecimento que realmente permita ao educando construir e reconstruir o seu conhecimento. A função do Educador será de proporcionar ao aluno condições favoráveis para que possa realizar sua própria aprendizagem, conforme seus próprios interesses, necessidades, fantasias, segundo as dúvidas e exigências que a realidade lhe apresenta”. Martins (apud, Demo, 2006 p.53). Permitirá ao aluno vivências múltiplas, relações com seu exterior e afirmar -se experimentando de forma positiva o confronto com o outro e exercitando a solidariedade. Segundo Piaget, 1987, uma das chaves principais do desenvolvimento humano é ação do sujeito sobre o mundo e o modo pelo qual isso se converte num processo de ensino-aprendizagem. Acreditamos que seja possível uma educação de qualidade, desde que haja o compromisso com o processo de aprendizagem do educando, mediante a sua efetiva aplicação no cotidiano da escola. Sendo assim, não apresentamos um Projeto Político Pedagógico preso a um determinado método, mas com o compromisso de proporcionar um processo educativo que vise à aprendizagem eficaz do educando não apenas para a abstração de conhecimento para educação formal, mas com uma missão de formar cidadãos conscientes de seu papel na transformação da sociedade. Entretanto este Projeto Político Pedagógico também apresenta as formas mais viáveis para que todos os funcionários participem ativamente do processo educativo no espaço escolar de forma competente e solidária.

Leire Silva Pimentel, nasceu no dia 07 de abril de 1939, na cidade de Rio Brilhante (Entre Rios) estado de Mato Grosso do Sul. Filha de Deoclécio Pimentel e Antonia Silva Pimentel, a primeira dos seis filhos do casal. Casou-se em 1974 com Geraldo Carvalho Corrêa (Passou a chamar-se Leire Pimentel de Carvalho Corrêa) com quem teve dois filhos, Geraldo Carvalho Junior e Renata Pimentel de Carvalho Corrêa. Sua vida profissional foi sempre direcionada ao ensino, onde ocupou várias posições na área educacional, como professora de Psicologia, Filosofia, História e Geografia. Após 13 anos afastada da educação, no início de 1991, retornou ao magistério como professora de Filosofia no Instituto de Educação, permanecendo pouco tempo, pois, por motivo de saúde, teve que se afastar, vindo a falecer no dia 16 de setembro de 1991, deixando no coração da família e amigos, a saudade. O nome da escola foi escolhido na gestão do Prefeito Municipal Senhor Lúdio Martins Coelho e do Secretário Municipal de Educação Professor Heitor Romero Marques, pelo excelente desempenho da Professora Leire Pimentel de Carvalho Corrêa que dedicou sua vida a ensinar e modernizar idéias de seus alunos e dos próprios professores que na época eram muito restritas. A Escola Municipal Professora Leire Pimentel de Carvalho Corrêa, foi inaugurada no dia 05 de agosto de 1992. Nasceu de uma solicitação feita pelo então Presidente da Associação dos Moradores da Vila Alves Pereira, Senhor Sebastião Florêncio de Melo e dos alunos das escolas Iracema de Souza Mendonça e José Dorilêo de Pina, ambas da Rede Municipal de Ensino. Teve como diretor em sua inauguração o Professor Celso Guidini Castro. • No final do ano de 1998 a escola foi contemplada com 04 salas de aulas e com a construção da quadra de esporte em parceria com o sindicato dos trabalhadores da Construção Civil, através de um curso oferecido pela comunidade. • No ano de 1999 a APM construiu a sala de apoio, com recursos próprios, destinados para o uso no processo ensinoaprendizagem dos alunos inseridos nesta escola.

• •

No dia 10 de agosto de 2000 foi inaugurada a sala de Em 20 de abril de 2005 foi construída a quadra coberta, 4

informática com 18 computadores. salas de aula, sendo duas no bloco I e duas no bloco II, a construção do muro da escola e instalação do parquinho infantil com tela e 2 WCs no Bloco II. • Em 2008 foi construída calçada em volta da Escola e WC para acessibilidade e conta com 13 salas de aulas funcionando nos turnos matutino e vespertino. • A Escola tem como gestora: Dejair dos Santos Silva que assumiu a sua gestão no dia 04 de Março de 2004, logo em seguida vieram como adjuntos: Hericka Mayza Trazzi Oliveira Escandolhero 2005, Vandirley Aparecido Pereira 2006, e atual adjunta Rossicler Souza Neves Muller que assumiu sua gestão no dia 09 de março de 2007. Ambas desenvolvem um trabalho de parceria melhorando cada vez mais a escola, tanto na parte física da escola como também no assessoramento pedagógico. Lideram os atores que vivem dentro e no entorno da escola, influenciando-os e interagindo com eles para dar e receber contribuições que levem à realização dos objetivos traçados. Coordenam, integram e consolidam os resultados dos membros da escola, explicitados sempre no Plano Integrado de Trabalho contemplando as quatro dimensões pontuadas na Política de Gestão Escolar da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande que são: Dimensão Pedagógica: a busca de mecanismos que contribuam para a aprendizagem efetiva do aluno de acordo com o Projeto Político Pedagógico proposto, Dimensão Administrativa: assegura a integração entre esta unidade e a Semed, Dimensão Legislativa: acompanha o cumprimento e conhece as políticas Públicas de educação que vigoram no país e a legislação pertinente e Dimensão Técnica: promove estudos para elaboração de Regimento Escolar e Projeto Político Pedagógico assegurando ensino de qualidade. Estes resultados têm como objetivo final, assegurar o único resultado que interessa: O sucesso do aluno.

A APM (Associação de Pais e Mestres) teve em sua gestão desde 1992, os seguintes presidentes: Maria Celeste M. Veranis (1992), Cléia Lúcia Miranda (1993), Marilúcia Borges da Silva (1994 e 1995), Romilda dos Santos Prado (1997 a 2000), Quitéria Umbelina de Siqueira Tomaz (2001 e 2002), Cleide Fontinele Molina (2003 a 2007), Isabel Cristina Vilhalva (2008 a 2010) e atualmente Sirlei Aparecida Asssalin (2010 a 2012). Dentro do desenvolvimento das Atividades Culturais, foi criado no dia 16 de abril de 1999 o Coral Infanto Juvenil “Lindo Tom”, composto por alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental, teve como primeira regente a Professora Elizete Ferreira Jarcem. Também a Ginástica Olímpica teve seu inicio no ano de 2006 na Escola Municipal Profª. Leire Pimentel de Carvalho Corrêa através do Programa Escola Viva/Escola Aberta, sendo as aulas ministradas nas terças, quartas, quintas e sextas-feiras das 17h 10 m às 18h 10 m pelo professor Giuliano Leopici de Souza. No ínicio haviam poucos alunos interessados em praticar um esporte considerado de “elite”, mas com persistência e apoio da Direção Escolar o numero de participantes foi aumentando gradativamente. Ao participar das primeiras competições, os resultados não foram animadores, mas com o passar do tempo e evolução do nível técnico dos atletas, foi possível em 2007 iniciar duas turmas de treinamento e após o surgimento dessas turmas, os frutos começaram aparecer, hoje a equipe vem se mantendo em primeiro lugar tanto no masculino, quanto no feminino nos jogos da REME e jogos escolares, se tornado tradição nesta unidade de ensino. A Escola participa e/ou já participou dos seguintes Projetos: TV Escola, PNDE, PDE, PDDE, PROFA, PROAPA, PROERD, GESTAR, ESCOLA CAMPEÃ, ESCOLA VIVA/ESCOLA ABERTA, ESCOLA QUE PROTEGE, PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO, PROJETO FICHA LIMPA, BULLING. Projetos que auxiliam na Aprendizagem dos Alunos. Fatos marcantes: Desfile Cívico no bairro em setembro para comemorar a Independência do Brasil.

A Escola Municipal Professora Leire Pimentel de Carvalho Corrêa assegura aos alunos a construção do conhecimento, habilidades e competências relevantes para o seu pleno desenvolvimento intelectual e útil para a vida em sociedade com uma aprendizagem eficaz. Definimos então como síntese da missão para esta Unidade de Ensino a frase: “Nossa escola adota como Missão: Assegurar uma

educação de qualidade, garantindo o acesso, a permanência, a apropriação do conhecimento e a formação da cidadania.”

A visão de futuro identifica as aspirações da escola, criando um clima de envolvimento e comprometimento com o seu futuro. A definição de onde se pretende chegar permite entender com clareza o que é preciso mudar na escola ou como ela precisa mudar para que o objetivo seja concretizado. Uma visão de futuro compartilhada une pessoas e as impulsiona a buscar os objetivos apesar das dificuldades.

Entendemos então que uma Unidade Escolar sem visão de futuro é uma escola sem direção. Para tanto se faz necessário que o espaço escolar consonância esteja em com a sociedade que desejamos para o futuro. Portanto,

realizamos nosso trabalho com segurança e responsabilidade, envolvendo todos os segmentos da escola nas atividades escolares, proporcionando a formação de alunos participativos, que saibam reivindicar e exercer seus direitos, conhecer e praticar seus deveres como um cidadão em construção. Para que a visão de futuro da nossa escola seja plena e concreta precisamos de uma equipe coesa, capacitada, motivada e comprometida com este ideal. Definimos então como síntese a visão de futuro para esta Unidade de Ensino a frase: “Realizamos nosso trabalho com segurança e responsabilidade, envolvendo cada segmento da escola nas atividades escolares, proporcionando um ensino de qualidade.”

Entendemos os valores, como idéias fundamentais em torno das quais se constrói a escola. Os valores permeiam todas as atividades e relações, existentes na escola; com os alunos, com as famílias e com a comunidade. Portanto, entendemos que os valores devem ser compreendidos e aceitos de forma que sejam elementos motivadores da ação de toda comunidade escolar, sendo então os valores de grande relevância para esta unidade de ensino: • - valorização do ser humano; • - busca da qualidade da educação; • - competência, profissionalismo, eficácia e ética nos serviços prestados; • - exercício da cidadania; • - participação; • - responsabilidade;

• - igualdade.

O Brasil encontra-se num momento de transição política que dificulta as tomadas de decisões no campo econômico, social, seguindo as normas e acordos internacionais. O Estado de Mato Grosso do Sul é rico em recursos naturais (Pantanal), destacando-se na agropecuária, com predominância da população urbana sobre a rural e ênfase nos setores secundários e terciários. Uma das características básicas do estado é a distribuição da exploração de terra de forma regionalizada com a centralização do desenvolvimento dessas áreas baseadas num sistema de exploração e nos meios e fins que se destina. A questão indígena, os sem-terra e o mercado de trabalho (migração e imigração) tornam-se problemas sociais sérios por falta de infra-estrutura, de compromisso político e de investimento sócio-culturais que são de relevante significado para a melhoria da qualidade de vida da população. A educação neste contexto reflete e busca as estruturações políticopedagógicas, organizadas e subsidiadas para atender as necessidades da sociedade que busca caminhos para uma educação de qualidade. O Município de Campo Grande tem sua economia baseada no comércio. O setor industrial é diversificado, predominando a economia privada

(micro-empresa) com pequenos, médios e grandes estabelecimentos. A população é resultante da migração de vários grupos étnicos, que somam uma diversidade cultural. Na educação detecta-se que a maior parte dos ingressantes não conclui o ensino fundamental e médio, elitizando cada vez mais a classe estudantil e estreitando as opções no mercado de trabalho. O Município conta com a Educação Infantil, Ensino Fundamental e médio nas escolas Estaduais, Municipais e Particulares. No Ensino Superior, conta com Universidades e Faculdades privadas, Estadual e Federal. A Escola Municipal Professora Leire Pimentel de Corrêa está localizada na zona urbana do Município de Campo Grande. Fundada em 05 de agosto de 1992 (na região do Anhanduizinho), sua clientela é formada por alunos do próprio bairro e outros oriundo de bairros vizinhos. O bairro onde se localiza a escola é formado na sua maioria de famílias com baixa renda de classe média baixa. Caracterizado desta forma pela heterogeneidade sócioeconômica e cultural das famílias inseridas no contexto desta Unidade Escolar. Os pais ou responsáveis matriculam os filhos nesta escola por acreditarem que o processo educativo é bom, sendo uma das únicas oportunidades reais que seus filhos terão para vencer as dificuldades econômicas e sociais.

O Projeto Político Pedagógico da Escola Municipal Profª Leire Pimentel segue uma tendência progressista por entender que estabelece o perfil de homem e sociedade que acreditamos e com as quais queremos colaborar. Pretendemos uma sociedade democrática, justa, onde prevalecerão os direitos, interesses e deveres de cidadãos, eliminando a desigualdade social. É imprescindível a parceria com as famílias e com uma metodologia que vise a formação democrática de nossos educandos, que no futuro serão

agentes transformadores para a construção de uma sociedade mais justa. Acreditamos que para interagir com esta sociedade, o ser humano necessita de uma educação de qualidade que virá por meio de práticas educativas adequadas as suas necessidades políticas, econômicas, sociais e culturais, possibilitadora de uma formação autônoma e crítica, que o torne capaz de atuar com competência, dignidade e responsabilidade, objetivando a convivência a participação e a cooperação em uma sociedade democrática e solidária. Neste contexto, propomos um Projeto Político Pedagógico organizado de forma que fundamente e oriente a aprendizagem, criando-se, assim, condições para que o aluno desenvolva e aperfeiçoe, de forma progressiva, contínua e integrada, várias habilidades ao longo do processo de ensino e aprendizagem. Acreditamos que as ações de ensino organizam e constituem o processo de aprendizagem e que estas são sempre contextualizadas e embasadas em pressupostos teóricos que as sustentam e no contexto histórico e social no qual estão inseridas. O papel do professor será de ajudar a aprender, de estimular e orientar a aprendizagem, organizar situações de ensino baseadas em descobertas espontâneas e significativas dos alunos, permitindo que reflitam sobre as atividades realizadas e os resultados obtidos para incorporá-los à sua aprendizagem e a construção de novos conhecimentos (SANTOS, 2000, p.2123). O que não quer dizer proporcionar uma aula instrucionista, “a aprendizagem reclama extremo cuidado por parte do professor e por parte do aluno “ [...] “o professor vem hoje definido pelo cuidado com a aprendizagem do aluno, não pela aula reprodutiva,”(DEMO, 2002,p.137). Sendo assim, consideramos aprendizagem como: • Processo dinâmico que se faz através da atividade do aprendiz. Não se trata apenas de atividade externa física, mas também de atividade interna, mental e emocional, porque a aprendizagem é um processo que envolve a participação total e global do indivíduo, em seus aspectos físicos, intelectuais, emocional e social. • Processo contínuo desde o início da vida, a aprendizagem acha-se presente na idade escolar, na adolescência, na idade adulta e em

necessários a uma prática efetiva em sala de aula. A Rede Municipal de Ensino, para atender a Política Nacional de Educação Especial, oferece cursos de formação continuada em serviço aos professores para um Atendimento Educacional Especializado, visando com que esses alunos sintam-se inclusos no ensino regular. Esta Unidade Escolar visando uma qualidade de ensino eficaz procura de tal forma adaptar em seu espaço instalando rampas, banheiros e corrimão, facilitando também desta forma o trabalho do professor. Este espaço inclusivo na escola deve ser de responsabilidade de todos, com a participação da comunidade interna e externa, porém compete ao professor a participação efetiva dentro da elaboração, execução e avaliação de projetos que beneficiem estes alunos. A escola deve proporcionar que os educadores possam socializar o seu saber específico junto aos outros profissionais, incentivando-os na busca por meio de pesquisa a inclusão dentro da escola e como poderão utilizar os recursos pedagógicos em sala de aula para o Atendimento Educacional Especializado. Somente teremos avanços sobre a inclusão na escola quando houver uma política que valorize a formação da consciência crítica do professor quanto a sua responsabilidade pela aprendizagem dos alunos quer sejam eles deficientes ou não e que a escola para se considerar um espaço inclusivo deva ter como desafio o sucesso de todos os alunos, sem exceção. Nosso objetivo será alcançado se conseguirmos plantar sementes de uma idéia inovadora, que implica na revisão de nossos princípios e práticas educativas, um ensino que contemple e acolha todos os alunos, uma escola em que todos os alunos aprendam.

1º ANO – LÍNGUA PORTUGUESA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Prática de Oralidade – Textos Verbais e Não Verbais Noções e Conceitos: Produção e expressão oral (falar/ouvir) Apropriação da base alfabética Textos Poéticos: Parlendas, quadrinhas, poemas, cantigas, trava-línguas Textos Narrativos: Contos clássicos, historias em quadrinhos, cantigas Textos Publicados: cartazes, folhetos e folderes Eixo Temático: Prática de Leitura Noções e Conceitos: Apropriação da base alfabética Leitura de textos com compreensão e atribuição de sentido Leitura de textos como fonte de conhecimento e ampliação de vocabulário Leitura de textos pelo prazer de ler Leitura de textos como pretexto para apropriação do código escrito Leitura de texto por meio da decodificação dos códigos escritos Estratégias de leitura Nome e sobrenome da criança Eixo Temático: Prática Produção de Texto e Expressão Escrita Noções e Conceitos: Apropriação da base alfabética Convencionalidades do sistema de escrita Escrita do nome Eixo Temático: Prática de Analise e Reflexão Sobre a Língua Noções e Conceitos: Apropriação da base alfabética 2° BIMESTRE Eixo Temático: Prática de Oralidade – Textos Verbais e Não Verbais Noções e Conceitos: Produção e expressão oral (falar/ouvir) Apropriação da base alfabética Textos Poéticos: Parlendas, quadrinhas, poemas, cantigas, trava-línguas Textos Narrativos: Contos clássicos, historias em quadrinhos, cantigas Eixo Temático: Prática de Leitura Noções e Conceitos: Leitura de texto como fonte de conhecimento e ampliação de vocabulário Leitura de textos pelo prazer de ler Leitura de textos como pretexto para apropriação do código escrito Leitura de texto por meio da decodificação dos códigos escritos Estratégias de leitura Nome e sobrenome da criança Eixo Temático: Prática Produção de Texto e Expressão Escrita Noções e Conceitos: Escrita convencional e não convencional As funções da escrita

Escrita do nome Eixo Temático: Prática de Analise e Reflexão Sobre a Língua Noções e Conceitos: As funções sociais da escrita 3º BIMESTRE Eixo Temático: Prática de Oralidade – Textos Verbais e Não Verbais Noções e Conceitos: Produção e expressão oral (falar/ouvir) Apropriação da base alfabética Textos epistolares: bilhetes, convites, avisos e recados Textos jornalísticos: notícias, entrevistas, classificadas Textos publicados: cartazes, folhetos e folders Eixo Temático: Prática de Leitura Noções e Conceitos: Leitura de texto como fonte de conhecimento e ampliação de vocabulário Leitura de textos pelo prazer de ler Leitura de textos como pretexto para apropriação do código escrito Leitura de texto por meio da decodificação dos códigos escritos Estratégias de leitura Nome e sobrenome da criança Eixo Temático: Prática Produção de Texto e Expressão Escrita Noções e Conceitos: Escrita convencional e não convencional As funções sociais da escrita Atribuição de sentido e compreensão da leitura e da escrita Escrita do nome e sobrenome Escrita do nome de algumas pessoas da família Eixo Temático: Prática de Analise e Reflexão Sobre a Língua 4º BIMESTRE Eixo Temático: Prática de Oralidade – Textos Verbais e Não Verbais Noções e Conceitos: Produção e expressão oral (falar/ouvir) Apropriação da base alfabética Textos informativos: gráficos e tabelas Textos instrucionais: receitas, culinárias e regras de jogo Textos descritivos: imagens, lugares, objetos, pessoas e animais Eixo Temático: Prática de Leitura Noções e Conceitos: Leitura de texto como fonte de conhecimento e ampliação de vocabulário Leitura de textos pelo prazer de ler Leitura de textos como pretexto para apropriação do código escrito Leitura de texto por meio da decodificação dos códigos escritos Estratégias de leitura Nome e sobrenome da criança Eixo Temático: Prática Produção De Texto E Expressão Escrita Noções e Conceitos: Escrita convencional e não convencional As funções sociais da escrita Atribuição de sentido e compreensão da leitura e da escrita Escrita do nome e sobrenome Escrita do nome de algumas pessoas da família Eixo Temático: Prática de Analise e Reflexão Sobre a Língua Noções e Conceitos: Função da leitura da escrita e da produção de textos Fundamentos do código lingüísticos

Uso da ortografia Uso da linguagem e suas modalidades Segmentação Apresentação das letras cursivas 1º ANO - MATEMÁTICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Números e Operações (Noções) Noções e Conceitos: Seriação numérica Seqüenciação numérica Ordenação de números Contagem numérica Registro de quantidades Situação problema envolvendo adição e subtração Eixo Temático: Grandezas e Medidas (Noções) Noções e Conceitos: Sistema monetário Eixo Temático: Espaço e Forma (Noções) Noções e Conceitos: Organização e localização do espaço Figuras bidimensionais e tridimensionais Eixo Temático: Tratamento de Informação (Noções) Noções e Conceitos: Gráficos e tabelas simples 2° BIMESTRE Eixo Temático: Números e Operações (Noções) Noções e Conceitos: Seriação numérica Sequenciação numérica Ordenação dos números Contagem numérica Registro de quantidades Seqüência numérica Situação problema envolvendo adição e subtração Comparação de números Correspondência um a um e grupo a grupo Eixo Temático: Grandezas e Medidas (Noções) Noções e Conceitos: Sistema monetário Medida de tempo Eixo Temático: Espaço e Forma (Noções) Noções e Conceitos: Organização e localização do espaço Figuras bidimensionais e tridimensionais Eixo Temático: Tratamento de Informação (Noções) Noções e Conceitos: Gráficos e tabelas simples 3º BIMESTRE Eixo Temático: Números e Operações (Noções) Noções e Conceitos: Seriação numérica Sequenciação numérica Ordenação de números Contagem numérica Registro de quantidades

Sequência de números Situação problema envolvendo adição e subtração Comparação de números Situação problema envolvendo multiplicação Correspondência um a um e grupo a grupo Antecessor e sucessor dos números Eixo Temático: Grandezas e Medidas (Noções) Noções e Conceitos: Sistema monetário Medida de tempo Eixo Temático: Espaço e Forma (Noções) Noções e Conceitos: Organização e localização do espaço Figuras bidimensionais e tridimensionais Eixo Temático: Tratamento de Informação (Noções) Noções e Conceitos: Gráficos e tabelas simples 4º BIMESTRE Eixo Temático: Números e Operações (Noções) Noções e Conceitos: Seriação numérica Sequenciação numérica Ordenação de números Contagem numérica Registro de quantidades Sequência de números Situação problema envolvendo adição e subtração Comparação de números Situação problema envolvendo multiplicação Correspondência um a um e grupo a grupo Antecessor e sucessor dos números Números ordinais e cardinais Eixo Temático: Grandezas e Medidas (Noções) Noções e Conceitos: Sistema monetário Medida de tempo Medida de capacidade Eixo Temático: Espaço e Forma (Noções) Noções e Conceitos: Organização e localização do espaço Figuras bidimensionais e tridimensionais Eixo Temático: Tratamento de Informação (Noções) Noções e Conceitos: Gráficos e tabelas simples 1º ANO - HISTÓRIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho 2° BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Cada criança tem uma história – Eu e minha família 3º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Brinquedos e brincadeiras 4º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho

Noções e Conceitos: O tempo em nossa vida 1º ANO - GEOGRAFIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais Noções e Conceitos: Grupo familiar e a construção do espaço Minha história (Nome, idade, peso, altura, naturalidade) e meu papel na construção do espaço; Minha família e sua história de trabalho; Grupo social escolar, a construção do espaço ocupado e o trabalho escolar desempenhado pelas diferentes profissões dos trabalhadores da escola; Características que integram e diferenciam na sala de aula, conforme as diferentes culturas em espaços específicos 2° BIMESTRE Eixo Temático: Construção da Noção do Espaço Noções e Conceitos: Lateralidade: frente/atrás, direita/esquerda, perto/longe, em cima em baixo, tendo como referencia o próprio corpo, outra criança, objetos e sala de aula Desenho do corpo e localização dos extremos e outros pontos, como frente/atrás Localização da sala de aula na escola: perto ou longe dos banheiros, da direção da cantina, da quadra de esporte, do parque, quais as salas ao lado ou em frente a porta 3º BIMESTRE Eixo Temático: Construção da Noção de Temporalidade Noções e Conceitos: Atividades praticadas pelas crianças durante os diferentes períodos, manha, tarde e noite Passado e presente Tudo tem dia para começar: Ex: nascimento de uma pessoa, de uma escola, cidade e outros 4º BIMESTRE Eixo Temático: Meio Ambiente Noções e Conceitos: Elementos naturais do espaço de vivencia como ar, água, pessoas, solo, rios e outros; Elementos culturais como a alimentação, habitação, vestuário e outros 1º ANO - CIÊNCIAS 1º BIMESTRE Eixo Temático: Ser Humano e Saúde Noções e Conceitos: Descoberta do corpo e suas funções básicas Fases da vida do ser humano Preservação do ambiente em que as crianças inseridas, com ênfase na prevenção da Dengue Órgão dos sentidos e a sua relação com o ambiente 2° BIMESTRE Eixo Temático: Ser Humano e Saúde Noções e Conceitos: Preservação da saúde por meio: (a) da higiene

corporal, (b) da higiene bucal, (c) do ambiente em que as crianças estão inseridas com ênfase na preservação da Dengue, (d) das vacinas Alimentação: (a) alimentação balanceada, (b) higiene dos alimentos Droga influencia das drogas lícitas 3º BIMESTRE Eixo Temático: Vida e Ambiente Noções e Conceitos: Preservação de acidentes domésticos Cuidados com a ingestão de remédios 4º BIMESTRE Eixo Temático: Vida e Ambiente Noções e Conceitos: Comparação das características e comportamentos entre os seres humanos e os animais domésticos envolvendo: (a) condições de ambiente, (b) formas de alimentação, (c) sustentação e locomoção, (d) reprodução (formas de nascimento) 1º ANO - ARTES 1º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórico-cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Cores quentes e cores frias - Formas - Recortes e colagem - Desenhos e pinturas livres - Técnica de diferentes pinturas e tintas variadas (Giz de cera, giz, molhado, mosaicos, etc.) - Linhas curvas e linhas retas - Data comemorativa do bimestre 2º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórico-cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Cores primárias e secundárias - Releitura de obras (desenho e pintura) - Criação artística de obras regionais por meio de desenho e pintura - Data comemorativa do bimestre 3° BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórico-cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Leitura e pintura de imagens e obras de artistas - Nação da história da arte musical: Nacional e Regional - Criação artística de obras regionais por meio de desenho e pintura - Data comemorativa do bimestre 4º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórico-cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Criação da literatura infantil: fábulas, músicas e contos de fadas - Noção de história do teatro - Leitura e pintura de imagens - Data comemorativa do bimestre

1º ANO – EDUCAÇÃO FÍSICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimentos e conceitos sobre o corpo - Jogos simbólicos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. Noções e Conceitos: • Desenvolver a familiaridade com a imagem do próprio corpo; • Conhecer o corpo e seus limites; • Desenvolver atitude de confiança; • Noções de saúde e higiene. • Jogos e brincadeiras da cultura popular; • Jogos de faz-de-conta; • Recreação geral. • Desenvolver a resistência aeróbica. • Explorar as possibilidades de gestos e ritmos corporais; • Canções e rodas cantadas; Interação; 2° BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimentos e conceitos sobre o corpo - Jogos simbólicos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. Noções e Conceitos: • Deslocar-se com destreza (andar pular, correr etc.); • Noções de tempo e espaço; • Equilíbrio; • Atividades que envolvam músicas populares; • Brincadeiras infantis; • Desenvolver a força. • Ritmos corporais; Canções e brincadeiras cantadas. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimentos e conceitos sobre o corpo - Jogos simbólicos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. Noções e Conceitos: • Desenvolver a capacidade motora e lateralidade; • Flexibilidade; • Desenvolver movimentos (preensão, encaixe, lançamento, etc.) • Brincadeiras infantis; • Jogos que internalizam o mundo adulto; • Desenvolver a coordenação motora. • Músicas que envolvam a expressividade em grupos; • Rodas e brinquedos cantados; 4º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimentos e conceitos sobre o corpo - Jogos simbólicos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. • Noções e Conceitos: Movimentos ginásticos que familiarizem com a imagem do próprio corpo; • Jogos que impliquem na resolução de problemas;

Identificar e nomear cores e formas geométricas através de jogos; • Jogos de faz-de-conta; • Recreação geral. • Rodas e brinquedos cantados; • Ampliar as propriedades expressivas; 2º ANO - LÍNGUA PORTUGUESA TODOS OS BIMESTRES Eixo Temático: prática de análise e reflexão sobre a língua – metacognição do sistema lingüístico (analisar / refletir o funcionamento da língua Noções e Conceitos: Apropriação da base alfabética (alfabeto, ordenação do alfabeto, relação fonema / grafema – valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); ● As funções sociais da escrita: comunicação, registro, orientação,organização das idéias que compõem o conteúdo do texto; ● Função da leitura, da escrita e da produção de texto; ● Fundamentos do código lingüístico-constituíção alfabética e palavras ● Uso da ortografia; ● Uso das linguagens e suas modalidades( orais e escrita) ● Pontuação em final de frases: ponto final, exclamação e interrogação ● Segmentação ● Apresentação dos quatro tipos de letras. 1º BIMESTRE Eixo Temático: Prática de leitura Noções e Conceitos: Apropriação da base alfabética ( alfabeto, ordenação do alfabeto, relação fonema / grafema – valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); Textos poéticos: parlendas, quadrinhas, poemas, cantigas, trava-línguas; Textos narrativos contos clássicos, histórias em quadrinhos, lendas e fábulas. Eixo Temático: Prática de produção de texto e expressão escrita – Linguagem escrita Noções e Conceitos: Apropriação da base alfabética ( alfabeto, ordenação do alfabeto, relação fonema / grafema – valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); Escrita convencional; As funções sociais da escrita: comunicação, registro, orientação, organização das idéias que compõem o conteúdo do texto; Atribuição de sentido e compreensão da leitura e escrita ( ler / escrever); Textos poéticos: parlendas, quadrinhas, poemas, cantigas, trava-línguas; Textos narrativos: contos clássicos; histórias em quadrinhos, lendas e fábulas. Eixo Temático: prática de análise e reflexão sobre a língua – metacognição do sistema lingüístico (analisar / refletir o funcionamento da língua Noções e Conceitos: Texto poéticos: parlendas, quadrinhas, poemas, cantigas, travas-línguas; Textos narrativos: contos clássicos; histórias em quadrinhos, lendas e

fábulas. Eixo Temático: Prática de oralidade – textos verbais e não verbais Noções e Conceitos: Produção e expressão oral (falar / ouvir) – a linguagem como possibilidade de comunicação de sentimentos, desejos, idéias, entre outros; Apropriação da base alfabética ( alfabeto, ordenação do alfabeto, relação fonema / grafema – valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); Textos poéticos: parlendas, quadrinhas, poemas, cantigas, trava-línguas; 2° BIMESTRE Eixo Temático: Prática de leitura Noções e Conceitos: Apropriação da base alfabética ( alfabeto, ordenação do alfabeto, relação fonema / grafema – valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); Textos epistolares: bilhetes, convites, avisos e recados. Textos jornalísticos: notícias, entrevistas, classificação. Eixo Temático: Prática de produção de texto e expressão escrita – Linguagem escrita Noções e Conceitos: Aprovação da base alfabética ( alfabeto, ordenação do alfabeto, relação fonema / grafema – valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); Escrita convencional, As funções sociais da escrita: comunicação, registro, orientação, organização das idéias que compõem o conteúdo do texto; Atribuição de sentido e compreensão da leitura e escrita (ler / escrever) Texto epistolares: bilhetes, convites, avisos e recados Textos jornalísticos: notícias entrevistas, classificados. Eixo Temático: prática de análise e reflexão sobre a língua – metacognição do sistema linguistico (analisar / refletir o funcionamento da língua Noções e Conceitos: Textos epistolares: bilhetes, convites, avisos e recados Textos jornalísticos: notícias, entrevistas, classificados Eixo Temático: Prática de oralidade – textos verbais e não verbais Noções e Conceitos: Produção e expressão oral (falar / ouvir) – a linguagem como possibilidade de comunicação de sentimentos, desejos, idéias, entre outros; Apropriação da base alfabética ( alfabeto, ordenação do alfabeto, relação fonema / grafema – valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); Textos epistolares: bilhete, convites, avisos e recados. Textos jornalísticos: notícias, entrevistas, classificados. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Prática de leitura Noções e Conceitos: Apropriação da base alfabética ( alfabeto, ordenação do alfabeto, relação fonema / grafema – valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); Textos publicitários: cartazes, folhetos, folderes; Textos informáticos: gráficos e tabelas. Eixo Temático: Prática de produção de texto e expressão escrita – Linguagem escrita

Noções e Conceitos: Aprovação da base alfabética ( alfabeto, ordenação do alfabeto, relação fonema / grafema – valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); Escrita convencional, As funções sociais da escrita: comunicação, registro, orientação, organização das idéias que compõem o conteúdo do texto; Atribuição de sentido e compreensão da leitura e escrita (ler / escrever) Texto publicitários: cartazes, folhetos, folderes; Textos informáticos: gráficos e tabelas Eixo Temático: prática de análise e reflexão sobre a língua – metacognição do sistema linguistico (analisar / refletir o funcionamento da língua Noções e Conceitos: Texto publicitários: cartazes, folhetos, folderes; Textos informáticos: gráficos e tabelas Eixo Temático: Prática de oralidade – textos verbais e não verbais Noções e Conceitos: Produção e expressão oral (falar / ouvir) – a linguagem como possibilidade de comunicação de sentimentos, desejos, idéias, entre outros; Apropriação da base alfabética ( alfabeto, ordenação do alfabeto, relação fonema / grafema – valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); Textos publicitários: cartazes, folhetos, folderes; Textos informáticos: gráficos e tabelas 4º BIMESTRE Eixo Temático: Prática de leitura Noções e Conceitos: Apropriação da base alfabética ( alfabeto, ordenação do alfabeto, relação fonema / grafema –valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); Textos instrucionais: receitas culinárias e regras de jogo. Textos descritivos: imagem, lugares, objetos, pessoas, animais. Eixo Temático: Prática de produção de texto e expressão escrita – Linguagem escrita Noções e Conceitos: Aprovação da base alfabética ( alfabeto, ordenação do alfabeto, relação fonema / grafema – valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); Escrita convencional, As funções sociais da escrita: comunicação, registro, orientação, organização das idéias que compõem o conteúdo do texto; Atribuição de sentido e compreensão da leitura e escrita (ler / escrever) Texto instrucionais: receitas culinárias e regras de jogo. Textos descritivos: imagem, lugares, objetos, pessoas, animais. Eixo Temático: prática de análise e reflexão sobre a língua – metacognição do sistema lingüístico (analisar / refletir o funcionamento da língua Noções e Conceitos: Textos instrucionais: receitas culinárias e regras de jogo Textos descritivos: imagem, lugares, objetos, pessoas, animais. Eixo Temático: Prática de oralidade – textos verbais e não verbais Noções e Conceitos: Produção e expressão oral (falar / ouvir) – a linguagem como possibilidade de comunicação de sentimentos, desejos, idéias, entre outros; Apropriação da base alfabética ( alfabeto, ordenação do alfabeto, relação

fonema / grafema – valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); Textos instrucionais: receitas, culinárias e regras de jogo. 2º ANO - MATEMÁTICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações - Grandezas e medidas - Tratamento da informação - Espaço e forma Noções e Conceitos:  Seriação numérica  Sequenciação numérica  Ordenação de números  Contagem numérica  Comparação de números  Correspondência um a um e grupo a grupo  Seqüências numéricas  Números ordinais e cardinais.  Conceitos de grandezas  Medidas de capacidade de Organização e localização do espaço.  Figuras bidirnensionais e tridimensionais.  Gráfico e tabelas simples. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações - Grandezas e medidas - Tratamento da informação - Espaço e forma Noções e Conceitos:  Registro de quantidades  Antecessor e sucessor dos números  Situações-problema envolvendo adição  Situações-problema envolvendo subtração.  Medidas de tempo: calendário, dia (manhã, tarde e noite), hora, mês e ano.  Classificação de figuras planas e não planas.  Figuras geométricas e não planas.  Tabela simples e gráfico. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações - Grandezas e medidas - Tratamento da informação - Espaço e forma Noções e Conceitos:  Situações-problema envolvendo adição  Situações-problema envolvendo subtração  Situações-problema envolvendo multiplicação.  Situações-problema envolvendo subtração.  Sistema monetário  Números de arestas de um sólido geométrico.  Classificação dos sólidos geométricos.  Leitura e construção de tabelas e gráficos, com quadro de contagem. Elaboração de gráficos de barras utilizando barbantes para registrar

medidas de comprimento. Eixo Temático: Números e operações - Grandezas e medidas - Tratamento da informação - Espaço e forma  Noções e Conceitos: Situações-problema envolvendo divisão  Situações - problema envolvendo as quatro operações.  Ordens e classes  Números multiplicativos  Fração (idéia de divisão)  Valor absoluto e valor relativo.  Medidas não convencionais de: massa, capacidade.  Noções de simetria  Leitura e construção de tabelas e gráficos, com quadro de contagem.. Elaboração de gráficos de barras utilizando barbantes para registrar medidas de comprimento. 2º ANO - HISTÓRIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho Noções e Conceitos: Minha Casa A rua onde moro 2° BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho Noções e Conceitos: A escola 3º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho Noções e Conceitos: A cidade onde moro 4º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho Noções e Conceitos: Meu bairro 2º ANO - CIÊNCIAS 1º BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde Noções e Conceitos: Conhecimento do próprio corpo: (a) noções do ciclo vital; (b) diferença entre sexos feminino e masculino, com ênfase no respeito ao corpo; (c) respeito às deficiências e as etnias; (d) respeito pelo outro e suas variedades de expressão; Segurança e prevenção de acidentes: nas residências (cuidados com ingestão de remédios) e na escola; 2° BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde Noções e Conceitos: Higiene e saúde: (a) do corpo: (b) da boca (importância da escovação e do flúor para os dentes e a interferência da dentição de leite ns dentição permanente); (c) da mente (lazer e esporte); (d) do ambiente em que a criança está inserida com ênfase na prevenção da

dengue e Leishmaniose; 3º BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde Noções e Conceitos: Importância da vacina da prevenção de doenças infecto-contagiosas; Alimentação: (a) importância de uma alimentação, saudável, enfocando desperdício de alimentos e formas de reaproveitamento; (b) higiene dos alimentos; 4º BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde Noções e Conceitos: Drogas: influências das drogas lícitas. 2º ANO - GEOGRAFIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais - Construção da noção de tempo Construção da noção de espaço - Meio Ambiente Noções e Conceitos: Bairro e a sua historia de construção do espaço; Passado presente e a construção da paisagem; Diferentes espaços da escola: pátio, biblioteca, sala de aula, parque e outros. A natureza próxima do homem 2° BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais - Construção da noção de tempo Construção da noção de espaço - Meio Ambiente Noções e Conceitos: Tipos de comércio e serviços e SUS impactos na construção do espaço urbano; Ações mais importantes que a criança realiza na sua vida, como nascer, engatinhar, andar, falar, inicio da vida escolar, etc. Espaço de referência escola / casa; Funções ao espaço: lazer, trabalho, produção, consumo. Qualidade do espaço de vivência, como sala de aula, escola, barro, no tocante à limpeza, luminosidade, organização, ventilação. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais - Construção da noção de tempo Construção da noção de espaço - Meio Ambiente Noções e Conceitos: Infra -estrutura corno água. asfalto, energia, esgoto, sinalização e outros e seus impactos na construção do espaço urbano. Transformações que ocorreram na paisagem no percorrer do tempo historio da criança. Organização do espaço; como; por quem e para quem; Respeito aos direitos e deveres. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais - Construção da noção de tempo Construção da noção de espaço - Meio Ambiente Noções e Conceitos: Áreas de lazer e a ocupação do espaço. Ações que a criança realiza em períodos mais longos de sua vida e a configuração da paisagem das diferentes fases da sua vida. Divisão do trabalho; Escola / casa / comunidade.

As transformações ocorridas ao longo do tempo na natureza: o que mudou o que não mudou / para quem mudou. 2º ANO - ARTES 1º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórico-cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Cores quentes e cores frias - Formas - Recortes e colagem - Desenhos e pinturas livres - Técnica de diferentes pinturas e tintas variadas (Giz de cera, giz, molhado, mosaicos, etc.) - Linhas curvas e linhas retas - Data comemorativa do bimestre 2º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórico-cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Cores primárias e secundárias - Releitura de obras (desenho e pintura) - Criação artística de obras regionais por meio de desenho e pintura - Data comemorativa do bimestre 3° BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórico-cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Leitura e pintura de imagens e obras de artistas - Nação da história da arte musical: Nacional e Regional - Criação artística de obras regionais por meio de desenho e pintura - Data comemorativa do bimestre 4º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórico-cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Criação da literatura infantil: fábulas, músicas e contos de fadas - Noção de história do teatro - Leitura e pintura de imagens - Data comemorativa do bimestre 2º ANO – EDUCAÇÃO FÍSICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimentos e conceitos sobre o corpo - Jogos simbólicos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. Noções e Conceitos: • Desenvolver a familiaridade com a imagem do próprio corpo; • Conhecer o corpo e seus limites; • Desenvolver atitude de confiança; • Noções de saúde e higiene. • Jogos e brincadeiras da cultura popular;

• Jogos de faz-de-conta; • Recreação geral. • Desenvolver a resistência aeróbica. • Explorar as possibilidades de gestos e ritmos corporais; • Canções e rodas cantadas; Interação; 2° BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimentos e conceitos sobre o corpo - Jogos simbólicos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. Noções e Conceitos: • Deslocar-se com destreza (andar pular, correr etc.); • Noções de tempo e espaço; • Equilíbrio; • Atividades que envolvam músicas populares; • Brincadeiras infantis; • Desenvolver a força. • Ritmos corporais; Canções e brincadeiras cantadas. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimentos e conceitos sobre o corpo - Jogos simbólicos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. Noções e Conceitos: • Desenvolver a capacidade motora e lateralidade; • Flexibilidade; • Desenvolver movimentos (preensão, encaixe, lançamento, etc.) • Brincadeiras infantis; • Jogos que internalizam o mundo adulto; • Desenvolver a coordenação motora. • Músicas que envolvam a expressividade em grupos; • Rodas e brinquedos cantados; 4º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimentos e conceitos sobre o corpo - Jogos simbólicos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. • Noções e Conceitos: Movimentos ginásticos que familiarizem com a imagem do próprio corpo; • Jogos que impliquem na resolução de problemas; • Identificar e nomear cores e formas geométricas através de jogos; • Jogos de faz-de-conta; • Recreação geral. • Rodas e brinquedos cantados; • Ampliar as propriedades expressivas;

3º ANO - MATEMÁTICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: - Números e operações - grandezas e medidas

- espaço e forma - tratamento da informação Noções e Conceitos: Seriação numérica Sequenciação numérica Ordenação de números Contagem numérica Comparação de números Seqüências numéricas 2° BIMESTRE Eixo Temático: - Números e operações - grandezas e medidas - espaço e forma - tratamento da informação Noções e Conceitos: Sistema de numeração decimal Números pares e impares Adição e subtração Bimestre semestre e ano Sistema monetário brasileiro Formas planas e não planas Tabelas simples e listas e gráficos. Contagem de 2 em 2, de 5 em 5 e 10 em 10. Multiplicações dos números naturais 3º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações Espaço e forma Grandezas e medidas Tratamento da informação Noções e Conceitos: Multiplicação dos números naturais Números multiplicativos de 2 em 2, e 5 em 5. Situações problemas envolvendo as quatro operações. Figuras planas e não planas Sistema monetário brasileiro Medidas de capacidade Tabels interpretação Construir gráficos e interpretar 4º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações grandezas e medidas espaço e forma tratamento da informação Noções e Conceitos: Multiplicação dos números naturais propriedades da multiplicação números multiplicativos divisão dos números naturais situações problemas envolvendo as quatro operações adição e subtração com reagrupamento sistema monetário poliedros: cubo paralelepípedos simetria tabela simples, gráficos de barra

3º ANO - HISTÓRIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho. Noções e Conceitos: Aspectos administrativos do poder legislativo, judiciário, executivo. símbolos de campo grande. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho. Noções e Conceitos: Aspectos administrativo do poder legislativo, judiciário, executivo símbolos de campo grande. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho Noções e Conceitos: Migração; Comunidades étnicas e movimentos sociais e culturais de campo grande. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho. Noções e Conceitos: O modo de vida de várias etnias que vivem na região urbana e rural de campo grande. 3º ANO - GEOGRAFIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: O homem e a construção do espaço. Noções e Conceitos O homem como ser social diferentes necessidades sociais diferentes grupo sociais: 2° BIMESTRE Eixo Temático: O homem e a construção do espaço. Noções e Conceitos: Diferentes necessidades sociais diferentes grupo sociais diferente modo de viver espaço rural e urbano 3º BIMESTRE Eixo Temático: Homem e a construção do espaço Noções e Conceitos: Espaço construído e modificado por meio do trabalho as modificações na natureza no local da moradia 4º BIMESTRE Eixo Temático: O homem e a construção do espaço. Noções e Conceitos: as transformações da paisagem natural em paisagem humanizada. os pontos cardeais 3º ANO - CIÊNCIAS 1º BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde vida e ambiente Noções e Conceitos: Concepção do funcionamento integrado de seu corpo. Comparação do homem com outros seres vivos Prevenção de doenças: dengue leishmaniose Conhecendo o ambiente

2° BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde vida e ambiente Noções e Conceitos: concepção do funcionamento integrado de seu corpo. vacinação comparação do homem com outros seres vivos prevenção de doenças: dengue leishmaniose conhecendo o ambiente 3º BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde e vida no ambiente Noções e Conceitos: Vacinação prevenção de doenças dengue leishmaniose e gripe h1n1 4º BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde vida e ambiente. Noções e Conceitos: higiene mental, ambiental interferência do ser humano no ambiente como fator de desequilíbrio as fases da planta ciclo da água. 3º ANO - LÍNGUA PORTUGUESA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Oralidade Prática de leitura Prática de produção de texto Prática análise e reflexão sobre a língua Noções e Conceitos: Apropriação da base alfabética ( alfabeto, ordenação do alfabeto, relação fonema / grafema – valor posicional da letra na palavra, posição e tipo de letras); as funções sociais da escrita: comunicação, registro, orientação, organização das idéias que compõem o conteúdo do texto; atribuição de sentido e compreensão da leitura e escrita ( ler / escrever); produção e expressão oral (falar / ouvir) – a linguagem como possibilidade de comunicação de sentimentos, desejos, idéias, entre outros; textos narrativos: contos clássicos; histórias em quadrinhos, lendas e fábulas. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Oralidade Leitura Produção de texto Análise e reflexão Noções e Conceitos: Textos narrativos, contos clássicos, fábulas. textos poéticos: poema, quadrinha, parlenda e cantiga. textos epistolares: bilhete e convite. - fonema, sílaba. - emprego da letra maiúscula e minúscula. - acentuação e paragrafação - classes gramaticais - frase

- produção de texto. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Oralidade Prática de leitura Prática de produção de texto Análise e reflexão sobre a língua Noções e Conceitos: Textos clássicos literários, fábricas e história em quadrinho. textos instrucionais: receita culinária; classe gramaticais- noções e função do substantivo, artigo, adjetivo, numeral, verbo, advérbio, preposição, conjunção – interjeição. frase, oração discurso direto e indireto paragrafação e pontuação gramática 4º BIMESTRE Eixo Temático: Oralidade Prática de leitura Prática de produção de texto Prática análise e reflexão sobre a língua Noções e Conceitos: Textos diversificados textos instrucionais e científicos e jornalísticos, artigo, pronome, verbo, advérbio, preposição, conjunção, interjeição, denotação e conotação: sinônimo e antônimo. figura de linguagens: onomatopéia e personificação. segmentação de palavras, frases, texto e paragrafação. 3º ANO - ARTES 1º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórica cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Cores primárias e secundárias - Desenho figurativo e abstrato - Forma, cor e textura. - Diferentes técnicas: Giz de cera, giz molhado, mosaicos,etc. - Pintura com tintas - reciclagem (confecção) - Data comemorativa do bimestre 2º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórica cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Leitura e pintura de imagens - História da arte: Artística regional - Criação artística de obras regionais por meio de desenho e pintura - Confecção de materiais de acordo com o bimestre - Data comemorativa do bimestre 3° BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórica cultural das artes visuais Noções e Conceitos:

- Leitura e pintura de imagens - História de alguns instrumentos musicais: Nacional e Regional - Criação artística de obras regionais por meio de desenho e pintura - Confecção de materiais de acordo com o bimestre - Data comemorativa do bimestre 4º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórica cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - História do teatro - Criação da literatura infantil: fábulas, músicas e contos de fadas. - Leitura e pintura de imagens - Data comemorativa do bimestre 3º ANO – EDUCAÇÃO FÍSICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimento sobre o corpo e hábitos saudáveis - Jogos esportivos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. • Noções e Conceitos: Cultura do movimento; • Nutrição e hábitos alimentares; • Consciência corporal; • Recreação geral. • Jogos de regras simples para as mais complexas; • Jogos da cultura popular; jogos de salão; • Jogos pré-desportivos; • Introdução ao ritmo; • Ritmicidade; • Dança. • Expressão corporal; • Músicas e rodas cantadas populares. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimento sobre o corpo e hábitos saudáveis - Jogos esportivos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. • Noções e Conceitos: Coordenação motora óculo-manual; • Coordenação motora óculo-pedal; • Nutrição e obesidade; • • Conhecimentos básicos de anatomia humana. • Jogos de regras simples para as mais complexas; • Atividades que envolvam a noção temporal e espacial; • Jogos em linha; • Atividades que envolvam os movimentos fundamentais. • Atividades rítmicas; • Expressividade individual e grupal; • Melodia e métrica introdução. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimento sobre o corpo e hábitos saudáveis - Jogos esportivos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas.

Noções e Conceitos: Noções fisiológicas durante o exercício físico; • Nutrição e vida saudável; • Noções de higiene. • Jogos ginásticos; • Ginástica geral; • Movimentos e atividades esportivas gerais; • Atividades rítmicas; • Expressividade individual e grupal; • Aperfeiçoamento da melodia e métrica. • Cantigas regionais e jogos cantados populares. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimento sobre o corpo e hábitos saudáveis - Jogos esportivos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. • Noções e Conceitos: Respostas fisiológicas durante o exercício físico; • Nutrição e obesidade; • Conscientização corporal geral. • Jogos ginásticos coreográficos; • Recreação geral; • Movimentos e atividades esportivas gerais; • Atividades rítmicas; • Expressividade individual e grupal; • Aperfeiçoamento da melodia e métrica. • Coreografia e danças atuais.

4º ANO - LÍNGUA PORTUGUESA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem Oral Noções e Conceitos: Segmentação de palavra, frase e texto; Exposição verbal de idéias e opiniões; Preparação prévia de idéias e opiniões; Preparação prévia de linguagem. Eixo Temático: Prática de leitura Noções e Conceitos: Leitura e compreensão de: - Textos Narrativos: Livros Infantis, contos,fábulas, lendas e histórias em quadrinhos. - Textos Poéticos: Poemas, quadrinhas e músicas. Eixo Temático: Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Produção de texto narrativo Eixo Temático: Prática de analises e reflexão 2° BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem Oral Noções e Conceitos: Leitura de textos de diferentes gêneros de acordo com as necessidades e Possibilidades; Concordância nominal e verbal.

Eixo Temático: Prática de leitura Noções e Conceitos: Leitura e compreensão de: Textos epistolares: bilhete, carta e convite; Textos jornalísticos: classificados, charge e noticias. Eixo Temático: Prática e produção de texto Noções e Conceitos: Produção de textos de diferentes gêneros: bilhete, músicas e poemas. Eixo Temático: Prática de analises e reflexão Noções e Conceitos: Acentuação gráfica; Classes gramaticais – noções e funções: substantivo, artigo, adjetivo, numeral, pronome, pontuação. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem Oral Noções e Conceitos: Exposição verbal de idéias e opiniões. Eixo Temático: Prática de leitura Noções e Conceitos: Textos Publicitários: Anúncio, cartaz e propaganda; Textos Informativos: resumo, tabela e gráfico. Eixo Temático: Prática de análise e reflexão Noções e Conceitos: Verbo; advérbio; preposição; conjunção; interjeição; frase, oração, Paragrafação. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem Oral Noções e Conceitos: Significado e sentido de expressões. Eixo Temático: Prática de leitura Noções e Conceitos: Textos Instrucionais: manual de instruções, lista telefônica, receita Culinária e regras de jogo. Textos Científicos. Eixo Temático: Prática de Produção de Texto Noções e Conceitos: Produção de textos - Publicitários: anúncios, cartazes, classificados e propagandas; - Textos científicos. Eixo Temático: Prática e análise de reflexão Noções e Conceitos: Denotação e conotação; período simples; discurso direto e indireto; figuras de linguagem: onomatopéia; personificação; antítese; metáfora e ironia.

4º ANO - MATEMÁTICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações Noções e Conceitos: Adição e subtração de números naturais; Propriedade de adição; Números pares e ímpares dos números naturais; Antecessor e sucessor dos números naturais; Sistema de numeração decimal;

Comparação e ordenação dos números naturais; Composição e decomposição dos números naturais; Multiplicação dos números naturais; Situação-problema convencional e não convencional. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações Noções e Conceitos: Propriedades da multiplicação Números multiplicativos; Divisão dos números naturais; Situações-problema envolvendo as quatro operações; Números racionais na forma fracionária e decimal; Adição e subtração com números fracionários; Relação entre números fracionários e decimais; Situações-problema envolvendo princípios multiplicativos. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Grandezas e Medidas/ Espaço e Forma Noções e Conceitos: Sistema monetário brasileiro; Medidas de tempo: dia, mês, ano, século, hora, minuto, segundo; Perímetro de figuras planas; Medidas de comprimento, massa e capacidade (convencional e não convencional); Localização espacial; Sólidos geométricos; Figuras planas. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Espaço e Forma/ Tratamento da informação Noções e Conceitos: Noção de ângulos (ângulos rotacionais e ângulos retos); Organização e representação de dados apresentados por meio de listas, Tabelas, diagramas e gráficos. Tabelas e gráficos de barras (leitura, produção e interpretação).

4º ANO - HISTÓRIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho Noções e Conceitos: A origem e a formação de Mato Grosso do Sul; A história da divisão de Mato Grosso. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do trabalho Noções e Conceitos: O trabalho como elemento de desenvolvimento do Estado de Mato Grosso do Sul e sua transformações; Aspectos administrativos dos poderes ( legislativo, judiciário e executivo) do Estado de Mato Grosso do Sul. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho Noções e Conceitos: Símbolos de Mato Grosso do Sul; As migrações e sua influências na organização do trabalho produtivo.

4º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho Noções e Conceitos: As migrações e a formação de comunidades, etnias e movimentos sociais e culturais em Mato Grosso do Sul. 4º ANO - GEOGRAFIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: O homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: Cidade - Trabalho: organização e modo de produção em sua cidade; - Elementos de um mapa: título, legenda, Rosa-dos-ventos, escala; - Diferentes tipos de mapas; - Diferentes espaços em seus municípios: rua, bairro, região urbana, cidade; - Crescimento desordenado das cidades: problema de moradia, trânsito, poluição, lixões, falta de infra – estrutura e serviços. 2° BIMESTRE Eixo Temático: O homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: Município - Trabalho: organização e modo de produção em seu município; - Formação histórica do município. 3º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: Município - Organização política do município; - Diferentes costumes, hábitos, crença, lendas e particularidades culturais de diversos povos que formam a população campo-grandense. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Meio Ambiente Noções e Conceitos: Aspectos físicos (relevo, hidrografia, vegetação e clima) do município de Campo Grande; Limites; Atividades econômicas do município; Problemas Ambientais do município. 4º ANO - CIÊNCIAS 1º BIMESTRE Eixo Temático: Terra e Universo Noções e Conceitos: Noções de Astronomia; Noções básicas sobre a teoria do universo e da formação da Terra; Movimentos da Terra: Relação de ritmos diários e anuais relacionados aos períodos do dia, da noite e das estações do ano, com movimentos de rotação e translação da Terra. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Ser Humano e Saúde Noções e Conceitos: Alimentação: hábitos alimentares saudáveis, origem dos alimentos: mineral, animal e vegetal; Alimentos construtores, energéticos e reguladores; Prevenção a doenças causadas por vermes. 3º BIMESTRE

Eixo Temático: Ser Humano e Saúde Noções e Conceitos: Sexualidade: transformações do corpo, o respeito pelo outro e suia variedades de expressão; Prevenção contra drogas lícitas: cigarro e álcool; Conseqüências do uso de bebidas alcoólicas no transito. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Vida e Ambiente Noções e Conceitos: Diversidade dos seres vivos em relação ao ecossistema regional: conhecimentos básicos sobre animais e plantas e a relação com o Ser Humano; Cadeia alimentar, relacionando fotossíntese ao produtor e consumidor; Interferência da ação do Ser Humano nos fatores ambientais referentes ao solo, a água e ao ar; Saneamento básico: lixo, esgoto, poluição, conservação ambiental. 4º ANO - ARTES 1º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórica cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Cores primárias e secundárias - Desenho figurativo e abstrato - Forma, cor e textura. - Diferentes técnicas: Giz de cera, giz molhado, mosaicos,etc. - Pintura com tintas - reciclagem (confecção) - Data comemorativa do bimestre 2º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórica cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Leitura e pintura de imagens - História da arte: Artística regional - Criação artística de obras regionais por meio de desenho e pintura - Confecção de materiais de acordo com o bimestre - Data comemorativa do bimestre 3° BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórica cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Leitura e pintura de imagens - História de alguns instrumentos musicais: Nacional e Regional - Criação artística de obras regionais por meio de desenho e pintura - Confecção de materiais de acordo com o bimestre - Data comemorativa do bimestre 4º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórica cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - História do teatro - Criação da literatura infantil: fábulas, músicas e contos de fadas. - Leitura e pintura de imagens - Data comemorativa do bimestre

4° ANO - EDUCAÇÃO FÍSICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimento sobre o corpo e hábitos saudáveis - Jogos esportivos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. • Noções e Conceitos: Cultura do movimento; • Nutrição e hábitos alimentares; • Consciência corporal; • Recreação geral. • Jogos de regras simples para as mais complexas; • Jogos da cultura popular; jogos de salão; • Jogos pré-desportivos; • Introdução ao ritmo; • Ritmicidade; • Dança. • Expressão corporal; • Músicas e rodas cantadas populares. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimento sobre o corpo e hábitos saudáveis - Jogos esportivos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. • Noções e Conceitos: Coordenação motora óculo-manual; • Coordenação motora óculo-pedal; • Nutrição e obesidade;onhecimentos básicos de anatomia humana. • Jogos de regras simples para as mais complexas; • Atividades que envolvam a noção temporal e espacial; • Jogos em linha; • Atividades que envolvam os movimentos fundamentais. • Atividades rítmicas; • Expressividade individual e grupal; • Melodia e métrica introdução. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimento sobre o corpo e hábitos saudáveis - Jogos esportivos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. • Noções e Conceitos: Noções fisiológicas durante o exercício físico; • Nutrição e vida saudável; • Noções de higiene. • Jogos ginásticos; • Ginástica geral; • Movimentos e atividades esportivas gerais; • Atividades rítmicas; • Expressividade individual e grupal; • Aperfeiçoamento da melodia e métrica. • Cantigas regionais e jogos cantados populares. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimento sobre o corpo e hábitos saudáveis - Jogos esportivos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. • Noções e Conceitos: Respostas fisiológicas durante o exercício

• • • • • • • • •

físico; Nutrição e obesidade; Conscientização corporal geral. Jogos ginásticos coreográficos; Recreação geral; Movimentos e atividades esportivas gerais; Atividades rítmicas; Expressividade individual e grupal; Aperfeiçoamento da melodia e métrica. Coreografia e danças atuais.

5° ANO - LINGUA PORTUGUESA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Prática de leitura, prática de escrita, produção de texto e análise lingüística. Noções e Conceitos: - textos narrativos: livros infantis e infanto-juvenis, contos, lendas, fábulas, - anedotas, textos dramáticos e histórias em quadrinhos; - textos instrucionais: receitas culinárias, lista telefônica e manuais de instruções; -textos informativos: resumo, tabela, gráfico, verbetes e textos didáticos. 2º BIMESTRE Eixo Temático: Prática de leitura, prática de escrita, produção de texto e análise lingüística. Noções e Conceitos: - textos poéticos: poemas, paródias e músicas; - textos epistolares: bilhetes, cartas, avisos, cartões e diários; - textos jornalísticos: classificados, charge e notícias; - textos publicitários: anúncios, cartazes, classificados e propagandas; 3° BIMESTRE Eixo Temático: Prática de leitura, prática de escrita, produção de texto e análise lingüística. Noções e Conceitos: - classes gramaticais – noções e funções: substantivo, artigo, adjetivo, • textos científicos; • outros textos de diferentes numeral, pronome, verbo, advérbio, gêneros de acordo com as preposição, conjunção, interjeição - frases necessidades e - oração • possibilidades; • gramática em contexto - período simples semântico/interativo de acordo - discurso direto e indireto com as dificuldades, - paragrafação necessidades e possibilidades: - segmentação de palavra, frase e texto - letra - pontuação - fonema - concordâncias nominal e verbal - ordem alfabética - coesão e coerência - sílaba - significado e sentido de palavras e - ortografia

- emprego de letras maiúscula e expressões minúscula - denotação e conotação - divisão silábica - figuras de linguagem: onomatopéia, - acentuação gráfica personificação, antítese, metáfora, ironia e pleonasmo ou redundância. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Prática de análise lingüística Noções e Conceitos: - período simples -Coesão - discurso direto e indireto -Coerência - paragrafação - ortografia - segmentação de palavra, frase e - emprego das regras gramaticais texto - divisão silábica - pontuação - acentuação gráfica - concordâncias nominal e verbal - classes gramaticais – noções e - significado e sentido de palavras e funções: substantivo, artigo, adjetivo, expressões numeral, pronome, verbo, advérbio, - denotação e conotação preposição, conjunção, interjeição - figuras de linguagem: onomatopéia, - frases personificação, antítese, metáfora, - oração ironia e pleonasmo ou redundância. 5° ANO - MATEMÁTICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações, Grandezas e medidas, Espaço e forma, Tratamento da informação. Noções e Conceitos: Sistema de Numeração decimal; - comparação e ordenação dos números naturais; - operações com as quatro operações; - situacões-problema envolvendo os significados das quatro operações; - propriedade da adição - propriedade da multiplicação. - Sistema Monetário Brasileiro; - medidas de capacidade, massa e comprimento padronizados e nãopadronizados; - Poliedros (prismas, pirâmides); - vistas (lateral, frontal e superior);. - Coleta e organização de dados apresentados por meio de tabelas, diagramas e gráficos; - tabelas e gráficos de colunas (leitura, produção e interpretação). 2º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações, Grandezas e medidas, Espaço e forma, Tratamento da informação. Noções e Conceitos: - Sistema de Numeração decimal; - números racionais na forma fracionária e decimal; - frações equivalentes; - situações-problema englobando os diferentes significados das frações (parte-todo,quociente, razão); - comparação e ordenação dos números fracionários;

- áreas e perímetros de figuras planas; - medida de superfície expressa em unidades não padronizadas; - ampliação e redução de figuras pelo uso de malhas; - situações-problema envolvendo comparação de áreas e perímetros de figuras planas. - localização espacial (sistema de referencia); - Coleta e organização de dados apresentados por meio de tabelas, diagramas e gráficos; - tabelas e gráficos de colunas (leitura, produção e interpretação). 3° BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações, Grandezas e medidas, Espaço e forma, Tratamento da informação. Noções e Conceitos: - Sistema de Numeração decimal; - adição e subtração com números racionais forma fracionaria; - números primos; - decomposição dos números em fatores primos; - medida de superfície expressa em unidades não padronizadas; - ampliação e redução de figuras pelo uso de malhas; - situacões-problema envolvendo comparação de áreas e perímetros de figuras planas; - noção de ângulos (angulo rotacional e ângulos retos); - polígonos (Triângulo, quadriláteros, pentágonos, hexágonos); - Coleta e organização de dados apresentados por meio de tabelas, diagramas e gráficos; - tabelas e gráficos de colunas (leitura, produção e interpretação). 4º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações, Grandezas e medidas, Espaço e forma, Tratamento da informação. Noções e Conceitos: Sistema de Numeração decimal; - porcentagem; - situações-problema envolvendo os números racionais na sua forma fracionária, - decimal e porcentagem; - situações-problema envolvendo princípios multiplicativos - medida de superfície expressa em unidades não padronizadas; - situações-problema envolvendo comparação de áreas e perímetros de figuras planas; - figuras planas e não planas; - simetria; - áreas de polígonos; - Coleta e organização de dados apresentados por meio de tabelas, diagramas e gráficos; - tabelas e gráficos de colunas (leitura, produção e interpretação). 5° ANO - HISTÓRIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho. Noções e Conceitos:

- História do Bairro; - História da escola em que estuda; - Campo Grande historicamente, seus vultos e fundadores e a formação da sua população; -Divisão de Mato Grosso e Criação de Mato Grosso do Sul; 2º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho. Noções e Conceitos: - Os municípios que formam o estado de Mato Grosso do Sul, - A população Indígena e Quilombola do estado; A erva mate no início da economia de Mato Grosso do Sul. 3° BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho. Noções e Conceitos: • Datas comemorativas e seus significados históricos: - Dia Internacional da Mulher - Aniversário de Campo Grande, - Dia do Índio - 07 de Setembro - Divisão do estado; - Proclamação da república; - Dia do soldado; - Dia da Bandeira. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais da cultura e do trabalho, Noções e Conceitos: - A chegada dos europeus no Brasil, a catequização dos índios, o tráfico negreiro, o trabalho escravo Brasil e a chegada dos imigrantes; - Tipos de governo: municipal, estadual e federal. - Os diferentes hinos e o significado das letras; - Os Três poderes: executivo, legislativo e judiciário. - Eleições; 5° ANO - GEOGRAFIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Construção da noção de espaço. Noções e Conceitos: - Região - Espaços geográficos: - País - Bairro - Continente - Escola - Mundo - Município - Mapas - Estado 2º BIMESTRE Eixo Temático: Meio ambiente. Noções e Conceitos: - Aspectos físicos: - Clima - vegetação tipos de solo

3° BIMESTRE Eixo Temático: Meio ambiente Noções e Conceitos: - Atividades econômicas de Mato Grosso do Sul: • Agricultura • Pecuária • Turismo 4º BIMESTRE Eixo Temático: Relações sociais, construção da noção de temporalidade. Noções e Conceitos: Projeto Vida no Campo e Costumes rurais: • Vocabulário • Vestimenta • Alimentação • Trabalho • Moradia - Pantanal sulmatogrossense 5° ANO - CIÊNCIAS 1º BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde. Noções e Conceitos: - Higiene - Alimentação - Os sentidos - Corpo humano 2º BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde, Vida e ambiente. Noções e Conceitos: - Sistemas do Corpo humano - Reprodução - Prevenção a dengue e outras doenças - Fases da vida. - Ecologia - Meio ambiente 3° BIMESTRE Eixo Temático: Vida e ambiente Noções e Conceitos: - Pantanal - Animais em extinção - Desmatamento - Queimadas 4º BIMESTRE Eixo Temático: Vida e ambiente Noções e Conceitos: • Assoreamento • Caça e pesca predatórias • Classificação dos animais.

5º ANO - ARTES 1º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórica cultural das artes visuais Noções e Conceitos - Cores primárias e secundárias - Desenho figurativo e abstrato - Forma, cor e textura. - Diferentes técnicas: Giz de cera, giz molhado, mosaicos,etc. - Pintura com tintas - reciclagem (confecção) - Data comemorativa do bimestre 2º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórica cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Leitura e pintura de imagens - História da arte: Artística regional - Criação artística de obras regionais por meio de desenho e pintura - Confecção de materiais de acordo com o bimestre - Data comemorativa do bimestre 3° BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórica cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - Leitura e pintura de imagens - História de alguns instrumentos musicais: Nacional e Regional - Criação artística de obras regionais por meio de desenho e pintura - Confecção de materiais de acordo com o bimestre - Data comemorativa do bimestre 4º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão Histórica cultural das artes visuais Noções e Conceitos: - História da arte teatral - Criação de textos a partir de temas ou expressão livre. - Teatro de bonecos - Confecção de máscaras e bonecos - Leitura e pintura de imagens - Data comemorativa do bimestre 5° ANO - EDUCAÇÃO FÍSICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimento sobre o corpo e hábitos saudáveis - Jogos esportivos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. • Noções e Conceitos: Cultura do movimento; • Nutrição e hábitos alimentares; • Consciência corporal; • Recreação geral. • Jogos de regras simples para as mais complexas; • Jogos da cultura popular; jogos de salão;

Jogos pré-desportivos; Introdução ao ritmo; Ritmicidade; Dança. Expressão corporal; Músicas e rodas cantadas populares. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimento sobre o corpo e hábitos saudáveis - Jogos esportivos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. • Noções e Conceitos: Coordenação motora óculo-manual; • Coordenação motora óculo-pedal; • Nutrição e obesidade; • • Conhecimentos básicos de anatomia humana. • Jogos de regras simples para as mais complexas; • Atividades que envolvam a noção temporal e espacial; • Jogos em linha; • Atividades que envolvam os movimentos fundamentais. • Atividades rítmicas; • Expressividade individual e grupal; • Melodia e métrica introdução. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimento sobre o corpo e hábitos saudáveis - Jogos esportivos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. • Noções e Conceitos: Noções fisiológicas durante o exercício físico; • Nutrição e vida saudável; • Noções de higiene. • Jogos ginásticos; • Ginástica geral; • Movimentos e atividades esportivas gerais; • Atividades rítmicas; • Expressividade individual e grupal; • Aperfeiçoamento da melodia e métrica. • Cantigas regionais e jogos cantados populares. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Conhecimento sobre o corpo e hábitos saudáveis - Jogos esportivos e recreativos - Atividades rítmicas e expressivas. • Noções e Conceitos: Respostas fisiológicas durante o exercício físico; • Nutrição e obesidade; • Conscientização corporal geral. • Jogos ginásticos coreográficos; • Recreação geral; • Movimentos e atividades esportivas gerais; • Atividades rítmicas; • Expressividade individual e grupal; • Aperfeiçoamento da melodia e métrica.

• • • • • •

• Coreografia e danças atuais.

6º ANO - LÍNGUA PORTUGUESA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Conotação e denotação; Substantivos: Classificação, gênero e número; Artigos: definidos e indefinidos; Ortografia; Coesão e coerência textual; Exposição verbal de idéias e opiniões; Adequação da fala às inúmeras e variadas situações comunicativas; Preparação prévia da linguagem; Leitura e compreensão de: - Textos narrativos: livros infanto-juvenis, contos, fábulas e histórias em quadrinho; - Textos poéticos: narrativos e descritivos. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Classes gramaticais: Pronomes e numerais; Pontuação; Elementos de coesão; Relato de opiniões e idéias por meio de argumentos verbal e não-verbal; Utilização de elementos da expressão oral; Adequação à fala, com clareza e objetividade; Narração de fatos; Leitura e compreensão de: - Textos publicitários: anúncios, cartazes e propagandas; - Textos humorísticos e irônicos: anedotas e charges; - Textos informativos: resumos e relatórios; Produção de textos publicitários, humorísticos e informativos considerando: Intencionalidade, tipo de linguagem, papéis dos interlocutores, elementos constitutivos do texto, sentido geral do texto e progressão temática. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Classes gramaticais: pronomes e numerais; Pontuação; Elementos de coesão; Compreensão e aplicação de diferentes linguagens; Dramatização de textos; Exposição verbal de idéias e opiniões; Adequação da fala às inúmeras situações comunicativas; Leitura e compreensão de: - Textos jornalísticos: notícia, classificado e comunicado;

- Textos epistolares: carta familiar e cartão – postal; Produção de textos jornalísticos e epistolares levando em consideração: - Intencionalidade, tipo de linguagem, papéis dos interlocutores, elementos constitutivos do texto, sentido geral do texto, progressão temática, conhecimentos prévios, fatores de textualização (coesão e coerência). 4º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Frase e oração; Variação lingüística; Noções de concordância; Adequação da fala às inúmeras situações comunicativas com clareza e objetividade; Utilização de elementos da expressão verbal; Compreensão de diferentes linguagens; Exposição verbal de opinião e idéias; Dramatização de textos; Leitura e compreensão de textos instrucionais; Leitura de diferentes textos narrativos e poéticos; Produção de textos narrativos, instrucionais e poéticos, observando a finalidade, o tipo de linguagem, os elementos que estruturam e caracterizam o texto e a organização das informações mais relevantes. 6º ANO - MATEMÁTICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações: Noções e Conceitos: Sistema de numeração decimal e não-decimal (Romano, Egípcio, Grego...); Eixo Temático: Grandezas e medidas: Noções e Conceitos: Área e perímetro dos paralelogramos, triângulos e círculos; Eixo Temático: Espaço e forma: Noções e Conceitos: Figuras geométricas tridimensionais e bidimensionais; Representação das formas geométricas; Eixo Temático: Tratamento da informação: Noções e Conceitos: Tabelas e gráficos (leitura e interpretação). 2° BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações: Noções e Conceitos: Situações-problema envolvendo expressões numéricas; Situações-problema envolvendo (MMC); Números primos: Situações-problema envolvendo Máximo divisor comum (MDC); Eixo Temático: Grandezas e medidas: Noções e Conceitos: Situações-problema envolvendo medidas de tempo e temperatura; Eixo Temático: Espaço e forma: Noções e Conceitos: Quadriláteros e triângulos;

Composição e decomposição de figuras planas; Eixo Temático: Tratamento da informação: Noções e Conceitos: Tabelas e gráficos (construção). 3º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações: Noções e Conceitos: Números racionais na forma fracionária; Operações com números fracionários; Reta numerada envolvendo números fracionários e decimais; Eixo Temático: Grandezas e medidas: Noções e Conceitos: Volume do cubo e paralelepípedo; Sistema monetário brasileiro; Eixo Temático: Espaço e forma: Noções e Conceitos: Planificação dos sólidos; Eixo Temático: Tratamento da informação: Noções e Conceitos: Média aritmética. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações: Noções e Conceitos: Situações-problema envolvendo números fracionários, decimais e porcentagem; Noções de razão associando escalas de mapas e plantas: Noções de radiciação e potenciação Eixo Temático: Grandezas e medidas: Noções e Conceitos: Sistema métrico decimal (transformação de medidas). Eixo Temático: Espaço e forma: Noções e Conceitos: Localização e movimentação em mapas e plantas. Eixo Temático: Tratamento da informação: Noções e Conceitos: Probabilidade (lançamento de uma moeda ou dado). 6º ANO - HISTÓRIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Introdução aos estudos históricos; Fontes históricas; História da escola; Tempo Cronológico; Pré-História Geral e do Brasil; Surgimento da Vida Humana na África. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Mesopotâmia; Egito; Hebreus; Persas; Fenícios: Economia, religião, comércio, sociedade. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Antiguidade Clássica: Grécia; Primeiros povoadores; Colonização grega; Democracia; Escravidão; Esparta; Atenas; Filosofia; Expansão de Atenas; Guerra do Peloponeso; Liga de Delos; Guerras Médicas; Religião; Mitologia. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Antiguidade Clássica: Roma; Elementos geográficos; Os povoadores; Períodos históricos; Organização política; Monarquia;

República; Império; Cultura; Religião; Artes.

6º ANO - GEOGRAFIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: Introdução à geografia: Conceito de geografia; - Para que estudar a geografia? - Paisagem; Espaço Geográfico e Espaço Natural; Coordenada Geográficas: linhas imaginárias e hemisférios terrestres Orientação e Localização: - Movimentos da Terra: Translação e Rotação; - Fusos Horários; - Introdução Cartográfica: elementos de um mapa e tipos de mapas. 2º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: - A formação do Planeta Terra; - A estrutura interna e externa da terra. - Litosfera: a origem da terra (eras geológicas); -A formação do Planeta Terra; - A estrutura interna e externa da terra; - Formas de relevo, ocupação e degradação dos solos. 3º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: Hidrosfera: importância da água, oceanos e mares, bacias hidrográficas brasileiras e hidrografia de Mato Grosso do Sul. Atmosfera: - diferença entre tempo e clima, - Climas do Brasil; - Alterações climáticas (efeito estufa, chuva ácida, buraco na camada de ozônio), - Protocolo de Kyoto 4º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: - O trabalho do ser humano como agente modificador do espaço; - Biomas Brasileiros e áreas de preservação ambiental. 6º ANO - CIÊNCIAS 1º BIMESTRE Eixo Temático: Terra e universo Noções e Conceitos: - Historia da astronomia; - teoria da formação do universo; - teoria geocêntrica e heliocêntrica; - formação do sistema solar; - movimentos de rotação e translação; - evolução tecnológica. 2° BIMESTRE

eixo temático: Vida e ambiente Noções e Conceitos: - Noções de ecologia; - cadeias e teias alimentares; - adaptações dos seres vivos em relação ao ambiente; - relação entre diferentes ambientes nos ecossistemas brasileiros; - solo, composição e propriedades, tipos de solo, doenças relacionadas ao solo, com ênfase nas epidemias e nas endemias. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Vida e ambiente Noções e Conceitos: - ar, característica e propriedades, composição. - camada de ozônio. - Poluição do ar, efeito estufa, chuva ácida e queimada. - doenças causadas pelo ar. - água, características e propriedades, composição. - mudanças de estados físicos. - ciclo da água, tipos de água. - doenças causadas pela água. - contaminação e poluição, combate ao desperdiço da água. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde Noções e Conceitos: - conhecimento do próprio corpo; - sexualidade, valorização do corpo e do outro respeitando as diferenças, puberdade, adolescência, transformações do corpo; - gravidez e prevenção a dsts e AIDS; - prevenção a drogas e a violência. 6º ANO - Língua Estrangeira Moderna Inglês 1º BIMESTRE Eixo Temático: Leitura – Interpretação - Dramatização Noções e Conceitos: Alphabet; Greetings; How are you?; Presentation; Months of the year; Cardinal numbers (0- 100). 2° BIMESTRE Eixo Temático: Leitura – Interpretação - Dramatização Noções e Conceitos: Personal Pronouns; Verb To Be ( affirnative, negative, interrogati-ve and contracted form); Colors; Classroom objects; Articles. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Leitura – Interpretação -Dramatização Noções e Conceitos: Foods and drinks; Professions; Where are you from; Animals; Family;

Coutries /nationalites. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Leitura – Interpretação - Dramatização Noções e Conceitos: There is- There are. Hours; Demonstratives; Plural of nouns; How much- How many. 6º ANO - EDUCAÇÃO FÍSICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos e recreativos Jogos Cooperativos Noções e Conceitos: Handebol – Histórico, Manejo do Corpo, Regras, Jogos Preliminares, Medidas Importância da atividades física- na adolescência, e adulto Dama: histórico,movimentos e peças Habilidades:elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Handebol e dama Movimento corporal 2° BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos e Recreativos Esportes coletivos Noções e Conceitos: Atletismo – Histórico, Revezamento, Regras, Tipos de Corrida, lançamento de Dardo e Disco. Recreação em Geral – Brincadeiras em Grupos dentro do Atletismo Danças Folclóricas ( Junina ) Atividades rítmicas e expressivas Habilidades:elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Basquetebol Movimento corporal Criação de um grupo de dança 3º BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos Noções e Conceitos: Xadrez – Histórico Regras Básicas, Movimento das Peças, Conhecimento das Peças, Jogo Propriamente dito. Danças Folclóricas ( Junina ) Atividades rítmicas e expressivas Habilidades: elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Basquetebol Movimento corporal Criação de um grupo de dança Recreação Geral na Quadra 4º BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos Noções e Conceitos: Futsal – Histórico, Regras Básicas, Manejo do Corpo, Jogos Preliminares, Jogos Pré Desportivos, Jogos Propriamente Ditos e Organização de Eventos Danças Folclóricas ( Junina ) Atividades rítmicas e expressivas

Habilidades:elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Basquetebol Movimento corporal, criação de movimentos em grupos Criação de um grupo de dança 6º ANO - ARTES 1º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão histórica e cultural das artes visuais; Produção artística; Compreensão histórica e cultura da música; produção artística. Noções e Conceitos: Manifestações das artes visuais na historia da Arte pré-histórica e pré-histórica no Brasil: principais características e obras. Elementos da linguagem visual: estudo dos elementos da linguagem visual por meio da apreciação de produções, filmes; fotografia, cartazes. Manifestação da musica na pré-história; elementos da linguagem musical: instrumentos vocais e instrumentais. Formas de expressão: experimentação e pesquisa a partir das manifestações musicais vocais. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão histórica e cultura das artes visuais; Produção artística; Compreensão histórica e cultural da música. Noções e Conceitos: manifestações das artes visuais na história da Arte Egípcia: principais características e obras; Elementos da linguagem visual: apreciação de produções imagéticas (filmes ou desenhos animados), fotografias; Formas de expressão artística: pesquisa e criação artística por meio de desenho, gravura, pintura, recorte e colagem; fotografia. Manifestação da música na Egípcia, principais características. Elementos da linguagem musical: instrumentos vocais e instrumentais. Formas de expressão: pesquisa e criação a partir das manifestações musicais: vocais, instrumentais e outros; Músicas folclóricas e contemporâneas. 3º BIMESTRE Eixo Temático: compreensão histórica e cultura das artes visuais; Compreensão histórica e cultura da musica; Produção Artística. Noções e Conceitos: Historia da Arte Grega: principais características, artistas e obras; Estudos da linguagem visual por meio da apreciação de produções imagéticas: cartazes, reprodução de obras de arte, fotografia e outros. Formas de Expressão artística: experimentação, pesquisa e criação artística por meio do desenho, gravura, pintura, recorte e colagem; escultura ou modelagem. Manifestação da musica Grega: principal característica influência da musica Grega em todo ocidente; Estudos dos elementos de linguagem musical em diferentes produções musicais (obra de arte que retratam a musica por meio de imagens, instrumentos musicais e instrumento vocal). Formas de expressão: experimentação, pesquisa e criação a partir das manifestações musicais: vocais, instrumentais e outras; Organização dos sons vocais, instrumentais e corporais, improvisação sonora com

instrumentos, corporal, vocal; jogos musicais; construção de instrumentos musicais e sonoros. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão histórica e cultural do Teatro Grego; Produção Artística; Noções e Conceitos: Manifestações teatrais na historia da humanidade: teatro grego; principais características, manifestações e suas influencias na cultura brasileira e suas formas de expressões estéticas na contemporaneidade; dramaturgia. Tipos de Teatros: teatro de sombras, bonecos de vara, de palco, de dedo e outros; Experimentação, pesquisa e criação: elementos e recursos da linguagem teatral; experimentação de diferentes possibilidades de expressão corporal expressão facial e corporal; jogos dramáticos.

7º ANO - LÍNGUA PORTUGUESA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Conceitos de frase, oração e período; Noções de análise sintática: sujeito e sua classificação; Ortografia e acentuação. Relato de opiniões, idéias e conhecimento por meio de argumento verbal e não- verbal; Dramatização de textos; Récita de textos poéticos; Expressar com clareza e objetividade nas diferentes situações de comunicação. Texto jornalístico: notícias, manchetes; Narrativas ficcionais: livros infanto- juvenis fábulas e histórias em quadrinho; Textos poéticos; Produção de textos narrativos, jornalísticos e poéticos considerando: - as características do texto, finalidade, unidade de sentido, progressão temática e mecanismos básicos de ortografia, acentuação, coerência, coesão e concordância. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Predicado: tipos de predicado; Pontuação; Elementos de coesão e coerência; Relato de opiniões e idéias por meio de argumento verbal e não-verbal; Utilização de elementos da expressão oral; Exposição verbal de opiniões diante de situações complexas do dia-a-dia; Adequação da fala ao ambiente de comunicação; Textos jornalísticos: entrevistas, reportagens e classificados; Textos informativos: resumos e relatórios; Textos narrativos: contos, tiras;

Produção de textos jornalísticos e informativos, atentando para as características do texto, finalidade, unidade de sentido, progressão temática e mecanismos básicos de ortografia, acentuação, coerência, coesão e concordância. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Conotação e denotação (ênfase nos textos publicitários e jornalísticos); Concordâncias verbal e nominal; Coesão e coerência; Adequação da fala às inúmeras situações comunicativas com clareza e objetividade; Utilização de elementos da expressão verbal; Compreensão de diferentes linguagens; Exposição verbal de opinião e idéias; Dramatização de textos; Leitura de textos publicitários: Anúncios, cartazes e propagandas; Leitura de textos epistolares: carta familiar; Textos poéticos; Produção de textos publicitários, epistolares e poéticos, verificando atentamente as características do texto, intencionalidade, finalidade, unidade de sentido, progressão temática e mecanismos básicos de ortografia, acentuação, coerência, coesão e concordância. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Noções de estrutura e formação das palavras; Variação lingüística; Revisão de classes gramaticais: substantivos e adjetivos; Utilização de elementos da expressão verbal; Adequação da fala às inúmeras situações comunicativas; Compreensão de diferentes linguagens; Exposição verbal de opinião e idéias; Dramatização de textos; Leitura de textos instrucionais; Revisão de textos narrativos e poéticos; Produção de textos instrucionais, narrativos e poéticos, verificando os fatores de textualização, as características do texto, intencionalidade, finalidade, unidade de sentido, progressão temática e mecanismos básicos de ortografia, acentuação, coerência, coesão e concordâncias. 7º ANO - MATEMÁTICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações Noções e Conceitos: Reta numerada envolvendo números inteiros relativos; Operações com números inteiros relativos (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação); Comparação e ordenação dos números inteiros relativos; Sucessor e antecessor dos números inteiros relativos.

Eixo Temático: Grandezas e medidas: Noções e Conceitos: Área e perímetro (unidades padronizadas); Eixo Temático: Espaço e forma: Noções e Conceitos: Figuras planas; Sólidos geométricos. Eixo Temático: Tratamento da informação: Noções e Conceitos: Média aritmética e ponderada. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações: Noções e Conceitos: Reta numerada envolvendo números racionais relativos; Operações com números racionais (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação); Comparação e ordenação dos números racionais; Sucessor e antecessor dos números racionais. Eixo Temático: Grandezas e medidas: Noções e Conceitos: Medidas de comprimento, capacidade, massa, volume, tempo e temperatura (unidades convencionais e não convencionais). Eixo Temático: Espaço e forma Noções e Conceitos: Propriedades do triângulo; Condição de existência do triângulo. Eixo Temático: Tratamento da informação Noções e Conceitos: Moda. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações: Noções e Conceitos: Situações-problema envolvendo as operações com números decimais; Equações do 1° grau; Situações-problema envolvendo equações do 1° grau. Eixo Temático: Grandezas e medidas: Noções e Conceitos: Medida de ângulos: reto, agudo, obtuso e raso; Área do círculo; Comprimento da circunferência. Eixo Temático: Espaço e forma: Noções e Conceitos: Nomenclatura dos triângulos quanto a lados e ângulos; Relação entre circunferência, seu raio e diâmetro; Referencial cartesiano (mapas e croquis). Eixo Temático: Tratamento da informação: Noções e Conceitos: Contagem dos casos possíveis e noções de probabilidade. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações: Noções e Conceitos: Razão e proporção: Situações-problema envolvendo grandezas diretamente e inversamente proporcionais; Sistema de equação do 1° grau. Eixo Temático: Grandezas e medidas: Noções e Conceitos: Área e volume de figuras espaciais.

Eixo Temático: Espaço e forma: Noções e Conceitos: Ampliação e redução de figuras planas na malha quadriculada; Situações-problema envolvendo razão e proporção em mapas e plantas. Eixo Temático: Tratamento da informação: Noções e Conceitos: Tabelas e gráficos de setor. 7º ANO - HISTÓRIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: O fim do Império Romano; Reinos germânicos; Império Carolíngio; Francos; Feudalismo; Sociedade; Economia; Comércio; Religião; Crise econômica; Guerra dos cem Anos; Formação dos estados Nacionais. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Renascimento; Reformas religiosas: Lutero, Calvino, Igreja Anglicana; Expansão marítima; Pioneirismo português; Viagens de Vasco da Gama; Especiarias; Cristóvão Colombo; Mercantilismo. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: História da América; Brasil Colônia; Administração colonial; Economia; Brasil holandês; Mineração. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Continente africano; Negros no Brasil colônia; Tratado de Tordesilhas; Os espanhóis na região atual de Mato Grosso do Sul no período colonial; História dos indígenas de Mato Grosso do Sul. 7º ANO GEOGRAFIA

1º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: Localização Geográfica do Brasil; - Formação socioeconômica do espaço brasileiro: Ciclos econômicos e organização política atual. - O Processo de colonização do Brasil Urbanização: Divisão do trabalho entre o campo e a cidade; 2° BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: População brasileira: diversidade de povos, movimentos migratórios, população economicamente ativa, economia formal e informal, indicadores sociais brasileiros. Urbanização brasileira: problemas sociais e ambientais nas cidades brasileiras. 3º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: Regionalização: Geoeconômica e do IBGE; Nordeste: Organização do espaço; - Condições naturais, sociais e econômicas; - Desenvolvimento econômico; - Humanos e sub-regiões. 4º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: Região Centro-sul: - Organização do espaço; - Condições naturais, sociais e econômicas; - Desenvolvimento econômico; - Conflitos urbanos e rurais. Amazônia: aspectos físicos (aspectos naturais e sua interdependência), aspectos humanos (ocupação e exploração) e econômicos ( desenvolvimento sustentável e eco turismo. 7º ANO - CIÊNCIAS 1º BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde Noções e Conceitos: Origem e evolução dos seres vivos. - Características gerais dos seres vivos, vírus, bactérias, protozoários e fungos - Características, relações com o ser humano e com outros seres vivos, relação com o ambiente. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Vida e ambiente Noções e Conceitos: Plantas, características, relação com o ser humano e com outros seres vivos, relação com o ambiente. - Animais invertebrados característicos, relações com o ser humano e com outros seres vivos, relação com o ambiente. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Vida e ambiente Noções e Conceitos: Animais vertebrados e invertebrados, características,

relações com o ser humano e com outros seres vivos, relação com o ambiente. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde Noções e Conceitos: - Respeito às diferentes étno-raciais, gênero r deficiências. - valorização do corpo e do outro respeitando as diferenças, puberdade, adolescência, transformações do corpo. - gravidez e prevenção a DST e AIDS. - prevenção a drogas e a violência. 7º ANO - LÍNGUA ESTRANGEIRA INGLÊS. 1º BIMESTRE Eixo Temático: Leitura; Interpretação; Dramatização. Noções e Conceitos: Cardinal numbers ( 0 a 100); Ordinal numbers (0 a 100); Imperative (affirmative and negative form); Parts of the body; Colors. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Leitura; Interpretação; Dramatização. Noções e Conceitos: Verb To Be ; Places; Foods and drinks; Parts of the house. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Leitura; Interpretação; Dramatização. Noções e Conceitos: Prepositions ( IN, ON,UNDER); Immediate future-going to; Possessive Adjectives; Possessive Pronouns; Genitive Case. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Leitura; Interpretação; Dramatização. Noções e Conceitos: Culture; Directions; Quantifies ( much, little,many and few); Modal verbs: can, could and should. 7º ANO - ARTES 1º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão histórica e cultural das artes visuais; Produção artística; compreensão histórica e cultura da música; produção artística. Noções e Conceitos: Manifestações das artes visuais na historia da Arte pré-histórica e pré-histórica no Brasil: principais características e obras. Elementos da linguagem visual: estudo dos elementos da linguagem visual por meio da apreciação de produções, filmes; fotografia, cartazes. Manifestação da musica na pré-história; elementos da linguagem musical:

instrumentos vocais e instrumentais. Formas de expressão: experimentação e pesquisa a partir das manifestações musicais vocais. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão histórica e cultura das artes visuais; Produção artística; Compreensão histórica e cultural da música. Noções e Conceitos: manifestações das artes visuais na história da Arte Egípcia: principais características e obras; Elementos da linguagem visual: apreciação de produções imagéticas (filmes ou desenhos animados), fotografias; Formas de expressão artística: pesquisa e criação artística por meio de desenho, gravura, pintura, recorte e colagem; fotografia. Manifestação da música na Egípcia, principais características. Elementos da linguagem musical: instrumentos vocais e instrumentais. Formas de expressão: pesquisa e criação a partir das manifestações musicais: vocais, instrumentais e outros; Músicas folclóricas e contemporâneas. 3º BIMESTRE Eixo Temático: compreensão histórica e cultura das artes visuais; Compreensão histórica e cultura da musica; Produção Artística. Noções e Conceitos: Historia da Arte Grega: principais características, artistas e obras; Estudos da linguagem visual por meio da apreciação de produções imagéticas: cartazes, reprodução de obras de arte, fotografia e outros. Formas de Expressão artística: experimentação, pesquisa e criação artística por meio do desenho, gravura, pintura, recorte e colagem; escultura ou modelagem. Manifestação da musica Grega: principal característica influência da música Grega em todo ocidente; Estudos dos elementos de linguagem musical em diferentes produções musicais (obra de arte que retratam a música por meio de imagens, instrumentos musicais e instrumento vocal). Formas de expressão: experimentação, pesquisa e criação a partir das manifestações musicais: vocais, instrumentais e outras; Organização dos sons vocais, instrumentais e corporais, improvisação sonora com instrumentos, corporal, vocal; jogos musicais; construção de instrumentos musicais e sonoros. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão histórica e cultural do Teatro Grego; Produção Artística; Noções e Conceitos: Manifestações teatrais na historia da humanidade: teatro grego; principais características, manifestações e suas influências na cultura brasileira e suas formas de expressões estéticas na contemporaneidade; dramaturgia. Tipos de Teatros: teatro de sombras, bonecos de vara, de palco, de dedo e outros; Experimentação, pesquisa e criação: elementos e recursos da linguagem teatral; experimentação de diferentes possibilidades de expressão corporal expressão facial e corporal; jogos dramáticos.

7º- ANO – EDUCAÇÃO FISICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos e recreativos - Jogos Cooperativos Noções e Conceitos: Handebol – Histórico, Manejo do Corpo, Regras, Jogos Preliminares, Medidas. Importância da atividade física na adolescência, e na fase adulto. Dama: histórico, movimentos e peças. Habilidades: elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Handebol e dama Movimento corporal 2° BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos e Recreativos Noções e Conceitos: Esportes coletivos Atletismo – Histórico, Revezamento, Regras, Tipos de Corrida, lançamento de Dardo e Disco. Recreação em Geral – Brincadeiras em Grupos dentro do Atletismo Danças Folclóricas (Junina) Atividades rítmicas e expressivas Habilidades:elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Basquetebol Movimento corporal Criação de um grupo de dança 3º BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos Noções e Conceitos: Xadrez – Histórico Regras Básicas, Movimento das Peças, Conhecimento das Peças, Jogo Propriamente e dito. Danças Folclóricas (Junina) Atividades rítmicas e expressivas Habilidades: elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Basquetebol Movimento corporal Criação de um grupo de dança Recreação Geral 4º BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos Noções e Conceitos: Futsal – Histórico, Regras Básicas, Manejo do Corpo, Jogos Preliminares, Jogos Pré Desportivos, Jogos Propriamente Ditos e Organização de Eventos. Danças Folclóricas (Junina) Atividades rítmicas e expressivas Habilidades:elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Basquetebol Movimento corporal, criação de movimentos em grupos. Criação de um grupo de dança

8º ANO - LÍNGUA PORTUGUESA 1º BIMESTRE

Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Termos essenciais da oração: sujeito e predicado; Acentuação e ortografia; Coesão e coerência; Relatar opiniões, idéias, experiências e acontecimentos; Discutir temas atuais ou polêmicos com desenvoltura; Utilizar adequadamente a linguagem conotativa, denotativa e referencial; Utilizar a linguagem oral em situações que exijam preparação prévia e maior grau de formalidade; Leitura de textos narrativos: livros infanto-juvenis e contos; Leitura de textos poéticos: poemas narrativos, argumentativos e descritivos; Leitura de outros textos de diferentes gêneros de acordo com as necessidades; Planejamento da produção envolvendo os elementos que caracterizam o tipo de texto, mobilização de conhecimentos prévios e organização das informações; Condições de produção: estruturação, finalidade, intencionalidade, tipo de linguagem e interlocutores; Segmentação das frases, orações, períodos e paragrafação. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Termos integrantes da oração; Noções de concordância nominal; Pontuação; Elementos de coesão; Relato de opiniões e idéias de forma clara e objetiva; Relato de notícias atuais; Adequação da fala às diversas situações comunicativas do cotidiano; Reconto de histórias; Leitura de textos poéticos: letras de música; Leitura de textos narrativos: crônicas e tiras; Textos epistolares: cartas familiar e comercial; Planejamento da produção envolvendo os elementos que caracterizam o tipo de texto, mobilização de conhecimentos prévios e organização das informações; Condições de produção: estruturação, finalidade, intencionalidade, tipo de linguagem e interlocutores; Segmentação das frases, orações, períodos e paragrafação, fatores de textualização (coesão e coerência). 3º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Termos acessórios da oração; Estrutura das palavras; Noções de concordância verbal; Variações lingüísticas; Compreensão e aplicação de diferentes tipos de linguagem; Exposição verbal de idéias, opiniões e conhecimentos;

Relato de experiências e acontecimentos do dia – a- dia; Adequação da fala às diversas situações comunicativas do cotidiano; Utilizar tramas dissertativas; Leitura de textos dissertativos; Leitura de textos jornalísticos: artigo de opinião e reportagem; Leitura de textos publicitários: propagandas slogans e logotipos; Planejamento da produção envolvendo os elementos que caracterizam o tipo de texto, mobilização de conhecimentos prévios e organização das informações; Condições de produção verificando a estruturação, finalidade, intencionalidade, tipo de linguagem e interlocutores; Fatores de textualização (coesão e coerência). 4º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Formação das palavras; Conjunções coordenativas; Análise sintática dos períodos; Ortografia, acentuação e pontuação; Dramatização de textos; Troca de impressões com outros leitores a respeito dos textos lidos; Relato de opiniões, idéias, experiências e conhecimentos por meio de argumentos verbal e não-verbal; Utilizar tramas dissertativas; Leitura de textos epistolares: requerimento e abaixo-assinado. Leitura de textos dissertativos; Leitura de textos jornalísticos: entrevistas; Produção de textos dissertativos, jornalísticos e epistolares, atentando para as características do texto, finalidade, unidade de sentido, fatores de textualização, segmentação dos períodos, progressão temática e mecanismos básicos de ortografia, acentuação, coerência, coesão e concordância. 8º ANO - MATEMÁTICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações: Noções e Conceitos: Conjuntos numéricos (N, Z, Q, I e R); Representação finita e infinita; Equação e inequação do 1° grau. Eixo Temático: Grandezas e medidas: Noções e Conceitos: Medidas de ângulos: Reto, agudo, obtuso e notável. Eixo Temático: Espaço e forma: Noções e Conceitos: Polígonos e seus elementos – ângulos, lados e diagonais; Bissetriz de um ângulo; Ângulos opostos pelo vértice. Eixo Temático: Tratamento da informação: Noções e Conceitos: Tabelas e gráficos de linha, barras e colunas; Elementos de estatística – média e porcentagem.

2° BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações: Noções e Conceitos: Juros simples e compostos; Cálculo algébrico – polinômios; Expressões algébricas. Eixo Temático: Grandezas e medidas: Noções e Conceitos: Área e perímetro de polígonos; Área do círculo. Eixo Temático: Espaço e forma: Noções e Conceitos: Retas paralelas, perpendiculares e mediatrizes de segmentos; Teorema de Tales; Teorema de Pitágoras. Eixo Temático: Tratamento da informação: Noções e Conceitos: Tabelas e gráficos de setores e histograma. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações: Noções e Conceitos: Sistemas de 1° grau; Produtos notáveis e fatoração. Eixo Temático: Grandezas e medidas: Noções e Conceitos: Volume do cubo e do paralelepípedo. Eixo Temático: Espaço e forma: Noções e Conceitos: Congruência de triângulos; Casos de semelhança de triângulos. Eixo Temático: Tratamento da informação: Noções e Conceitos: Elementos de estatística – coleta de dados e classes. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações: Noções e Conceitos: Frações algébricas; Situações problema envolvendo fatoração. Eixo Temático: Grandezas e medidas: Noções e Conceitos: Sistema de medida de comprimento, massa, capacidade e volume. Eixo Temático: Espaço e forma: Noções e Conceitos: Pontos notáveis de triângulos; setor circular – área e comprimento. Eixo Temático: Tratamento da informação: Noções e Conceitos: Tabelas e gráficos de linha, barras, colunas, setores e porcentagem. 8º ANO - HISTORIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Revolução Inglesa; Monarquia Absolutista; Antigo regime; Sociedade: estamentos; Absolutismo; Revolução Gloriosa; Iluminismo; Montesquieu, Diderot, Voltaire, Rousseau; Revolução Industrial; Pioneirismo inglês; Etapas da Revolução; Liberalismo econômico; Revolução Francesa; Crise social; Estados Gerais; Tomada da Bastilha; Monarquia Constitucional; República.

2° BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Era Napoleônica e Congresso de Viena; Governo de Napoleão; Consulado; Fases do Consulado; Bloqueio Continental; Independência do Brasil. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Situação colonial: Brasil; Independência política; Primeiro reinado; Conjuração Mineira; Conjuração Baiana; Revolução Pernambucana; Regências; Império. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Guerra do Paraguai; Economia de Mato Grosso no Brasil Império; Imperialismo. 8º ANO - GEOGRAFIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: Regionalização do espaço mundial: -Paisagens naturais- desenvolvimento social e cultural; -Origens e aspectos físicos; -Diferenças econômicas e sociais; -Divisão Norte / Sul; Os continentes: origem e deriva continental; Revolução Industrial e revolução técnico-científico; Regionalização do continente americano: localização; Aspectos Físicos; Processos históricos de ocupação do continente; regionalização socioeconômica. 2° BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: As Origens históricas do desenvolvimento e do subdesenvolvimento: noções do neocolonialismo e imperialismo; Globalização: Blocos econômicos mundiais e regionais; Indicadores sociais de riqueza – IDH; América Anglo-Saxônica: Aspectos humanos e econômicos; América Latina: Formação histórica; - Aspectos humanos e econômicos -Canadá - EUA. 3º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: América Central América Platina América Andina(aspectos gerais) 4º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a construção do Espaço Noções e Conceitos: Integração política da América do Sul. - Guianas

- Brasil - Mercosul - México país latino 8º ANO - CIÊNCIAS 1º BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde Noções e Conceitos: - História evolutiva do homem. - metabolismo celular. - sistema do organismo como um todo. - alimentação, distinção entre alimentos construtores, reguladores e energéticos. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde Noções e Conceitos: - Relação entre os sistemas digestórias, cardiovascular, respiratório e urinário, com ênfase na nutrição. - sistema nervoso e hormonal e suas relações com o ambiente influenciam do uso das drogas para o sistema nervoso, conseqüências do consumo de drogas no trânsito. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Ser humano e saúde Noções e Conceitos: - compreensão dos processos de fecundação, gravidez, partos, e aleitamento, a importância da gravidez planejada. - valorização do sexo seguro, métodos contraceptivos, anticoncepcional, diu, tabelinha, diafragma, camisinha masculina e feminina, pílula do dia seguinte e prevenção as DSTS- AIDS. - adolescência, namoro, preconceitos, tabus e mitos, diversidade de valores e crenças e comportamentos relacionados à sexualidade. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Viva e ambiente Noções e Conceitos: - Genética, conceitos básicos sobre genética. - variabilidade genética. - engenharia genética, melhoria na qualidade de vida. - paternidade, herança genética. - alimentos, transgênicos, projeto genoma e clonagem. - papel do homem e da mulher na sociedade, aspecto tecnológico.

8º ANO - LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA INGLÊS. 1º BIMESTRE Eixo Temático: Leitura - Interpretação - Dramatização Noções e Conceitos: Culture; Simple present tense; Verb to Be ( Past tens); Places and directions; Questions with Why and answer with Because. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Leitura - Interpretação - Dramatização

Noções e Conceitos: Interrogati-ve words (where, who,which, whose, what, when); Prepositions; Frequency Adverbs; Present and Present Continuous. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Leitura - Interpretação - Dramatização Noções e Conceitos: Vocabulary; Question tag; Interrogati-ve words (how long, how far, how old); Simple past: regular and irregular verbs (DID); Some , any and derevaties.; Verb can, May, Could. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Leitura - Interpretação - Dramatização Noções e Conceitos: Simple future and going to; Ordinal and cardinal numbers; Long and short anseers; Visit in places like, restaurants, airport, shopping, groceries, store, hospital, etc. 8º ANO - ARTES 1º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão histórica e cultural das artes visuais; Produção artística; compreensão histórica e cultura da música e do Teatro. Noções e Conceitos: Manifestações das artes visuais na historia da Arte Barroca e no Brasil; Linguagem: visual. Musical e teatral; Neoclassicismo: linguagem visual, musical e teatral. Projeto 2° BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão histórica e cultura das artes visuais; Produção artística; Compreensão histórica e cultural da música e do teatro. Noções e Conceitos: manifestações das artes visuais na história da Arte Romântica: movimentos estéticos do século XX; principais características; influências na cultura brasileira e sua apropriação pelas formas de expressões estéticas na contemporaneidade; artistas e obras. Estudo dos elementos da linguagem visual por meio da apreciação de produções imagéticas (filmes e desenhos animados, comerciais; folder, cartazes, obras de arte, reprodução de obras de artes, fotografias, entre outras). Expressão artística: experimentação, pesquisa e criação artística por meio do desenho, gravura, pintura, trabalhos tridimensionais (escultura, fotografia, arte gráficas, infogravura, trabalhos tridimensionais (escultura, modelagem, assemblage), instalação, audiovisual e outros). Manifestação da música Romântica; movimento do século XX; principais características; influencias na cultura brasileira e suas formas de expressões estéticas na contemporaneidade; músicos e obras; Estudos dos elementos da linguagem musical em diferentes produções musicais da atualidade (a musica nos filmes e desenhos animados, comerciais,

jingles concertos, teatros, praças, shows, rádios, TV, CDs, musicas do computador, walkman, celular, livros, MP4, revistas, folder, obras de arte que retratam a música por meio de imagem, estúdio de gravação, instrumentos vocais e instrumentais). A história do Teatro a partir dos dramaturgos e suas obras, dos gêneros e das formas de representação: teatro no século XIX (romantismo); movimentos estéticos do século XX; principais características, manifestações e suas influencias na cultura brasileira e suas formas de expressões estéticas na contemporaneidade; dramaturgia. Projeto 3º BIMESTRE Eixo Temático: compreensão histórica e cultura das artes visuais; Produção Artística Compreensão histórica e cultura da musica e cultural do Teatro; Produção Artística. Noções e Conceitos: Historia da Arte do Realismo: movimentos estéticos do século XX; principais características; influências na cultura brasileira e sua apropriação pelas formas de principais características, influências na cultura brasileira e sua apropriação pelas formas de expressões estéticas na contemporaneidade; artistas e obras. Estudos dos elementos da linguagem visual por meio da apreciação de produções imagéticas (filmes e desenhos animados, comerciais; folder, cartazes, obras de arte, reprodução de obras de artes, fotografias, entre outras). Formas de expressão artística: experimentação, pesquisa e criação artística por meio de desenhos, gravuras, pinturas, recorte e colagem, fotografia, trabalhos tridimensionais (escultura, modelagem e assemblage). Manifestações da musica do Realismo; movimentos estéticos do século XX; principais características; influencia na cultura brasileira e suas formas de expressões estéticas na contemporaneidade ( a musica nos filmes e desenhos animados, comerciais, jingles concertos, teatros, praças, shows, rádios, TV, CDs, musicas do computador, walkman, celular, livros, MP4, revistas, folder, obras de arte que retratam a música por meio de imagem, estúdio de gravação, instrumentos vocais e instrumentais). A história do Teatro a partir dos dramaturgos e suas obras, dos gêneros e das formas de representação: teatro no século XIX (romantismo); movimentos estéticos do século XX; principais características, manifestações e suas influencias na cultura brasileira e suas formas de expressões estéticas na contemporaneidade; dramaturgia. Músicos e obras. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão histórica e cultural das artes visuais; Produção artística; Produção musical; Compreensão histórica e cultural do Teatro. Noções e Conceitos: Manifestações das artes visuais da Arte do Impressionismo; movimentos estéticos do século XX; principais características; influências na cultura brasileira e sua apropriação pelas formas de expressões estéticas na contemporaneidade; músicos e obras; Estudos dos elementos da linguagem visual por meio da apreciação de produções imagéticas (filmes e desenhos animados, comerciais; folder, cartazes, obras de arte, reprodução de obras de artes, fotografias, entre outras).

Formas de expressão artística: experimentação, pesquisa e criação artística por meio do desenho, gravura, pintura, recorte e colagem, modelagem, escultura, fotografia, artes gráficas, infogravura, trabalhos tridimensionais (escultura, modelagem, assemblage), instalação, audiovisual, e outros. Elementos da linguagem musical: estudos dos elementos da linguagem musical em diferentes produções musicais da atualidade contemporaneidade (a musica nos filmes e desenhos animados, comerciais, jingles concertos, teatros, praças, shows, rádios, TV, CDs, musicas do computador, walkman, celular, livros, MP4, revistas, folder, obras de arte que retratam a música por meio de imagem, estúdio de gravação, instrumentos vocais e instrumentais). A história do Teatro a partir dos dramaturgos e suas obras, dos gêneros e das formas de representação: teatro no século XIX (impressionismo); movimentos estéticos do século XX; principais características, manifestações e suas influencias na cultura brasileira e suas formas de expressões estéticas na contemporaneidade; dramaturgia. Músicos e obras. 8º ANO – EDUCAÇÃO FÍSICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos e recreativos Noções e Conceitos: Jogos Cooperativos. Atividades rítmicas e expressivas. Handebol – Histórico, Manejo do Corpo, Ataque e Defesa, Regras, Jogos Preliminares, medidas, Organização de Eventos. Freqüência cardíaca: importância, e identificação de pulsação. Danças: Folclore regional Habilidades: elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Handebol Movimento corporal Criação de um grupo de dança 2° BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos e recreativos Noções e Conceitos: Esportes Coletivos. Basquetebol – Manejo do Corpo, Ataque e Defesa, Regras, Dimensões da Quadra, Organização de Eventos. Xadrez = histórico, movimentos, peças. Danças Folclóricas (Junina) Atividades rítmicas e expressivas Habilidades: elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Basquetebol Movimento corporal, criação de movimentos em grupos. Criação de um grupo de dança 3º BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos Noções e Conceitos: Futsal – Histórico, Regras Básicas, Manejo do Corpo, Jogos Preliminares, Jogos Pré Desportivos, Jogos Propriamente Ditos e Organização de Eventos. Danças: Atividades rítmicas e expressivas.

Habilidades: elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Basquetebol Movimento corporal, criação de movimentos em grupos. Criação de um grupo de dança 4º BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos Noções e Conceitos: Futsal – Histórico, Regras Básicas, Manejo do Corpo, Jogos Preliminares, Jogos Pré Desportivos, Jogos Propriamente Ditos e Organização de Eventos Danças : Atividades rítmicas e expressivas Habilidades:elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Basquetebol Movimento corporal, criação de movimentos em grupos Criação de um grupo de dança

9º ANO – LÍNGUA PORTUGUESA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Diferença entre Gêneros e tipos textuais; Produção de texto dissertativo/ características do texto dissertativo; Reescrita textual; Acentuação, pontuação e ortografia. Dramatização e récita de textos que envolvam temas atuais; Exposição verbal de opiniões perante as diversas situações do cotidiano; Seminário; Troca de informações com outros leitores; Utilização da intertextualidade. Leitura e compreensão de textos de diferentes gêneros: contos, crônicas, tiras, histórias em quadrinho; Leitura e compreensão de textos poéticos; Leitura de textos dissertativos argumentativos. Produção de textos narrativos, poéticos e argumentativos verificando os elementos que caracterizam o tipo de texto, mobilização de conhecimentos prévios e organização das informações; a estruturação, finalidade, intencionalidade, tipo de linguagem e interlocutores; unidades de sentido, fatores de textualização (coesão e coerência). 2° BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Período composto por subordinação: orações subordinadas substantivas (revisar os termos da oração); Produção e reescrita textual; Coesão e coerência. Exposição verbal de opiniões perante as diversas situações do cotidiano; Seminário; Troca de informações com outros leitores;

Utilização da intertextualidade; Compreensão e utilização da linguagem conotativa e denotativa. Leitura de textos dissertativos expositivos; Leitura de textos jornalísticos: notícias e entrevistas; Leitura de textos publicitários: anúncios, cartazes e propaganda. Produção de textos dissertativos, jornalísticos e publicitários verificando os elementos que caracterizam o tipo de texto, mobilização de conhecimentos prévios e organização das informações; a estruturação, finalidade, intencionalidade, tipo de linguagem e interlocutores; as unidades de sentido, fatores de textualização (coesão e coerência). 3º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Período composto por subordinação: orações adverbiais; Concordância verbal; Produção e reescrita textual. Seminário; Exposição verbal de opiniões perante as diversas situações do cotidiano; Troca de impressões com outros leitores; Utilização da intertextualidade; Compreensão e utilização da linguagem conotativa e denotativa. Textos epistolares: Curriculum vitae, requerimento, cartas comercial e familiar; Textos instrucionais: receitas, regulamentos e normas; Leitura e análise de outros gêneros de acordo com as necessidades. Produção de textos epistolares, instrucionais e outros observando os elementos que caracterizam o tipo de texto, mobilização de conhecimentos prévios e organização das informações; a estruturação, finalidade, intencionalidade, tipo de linguagem e interlocutores; as unidades de sentido, fatores de textualização (coesão e coerência). 4º BIMESTRE Eixo Temático: Linguagem oral - Prática de leitura - Prática de produção de texto Noções e Conceitos: Seminário; Exposição verbal de opiniões perante as diversas situações do cotidiano; Troca de impressões com outros leitores; Utilização da intertextualidade; Compreensão e utilização da linguagem conotativa e denotativa; Dramatização de textos que envolvam temas atuais. Leitura de textos jornalísticos: manchete, reportagem, carta ao leitor, artigos; Textos publicitários; Narrativas ficcionais; Textos dissertativos (revisão). Produção de textos jornalísticos, publicitários e argumentativos fazendo a análise dos elementos que caracterizam o tipo de texto, mobilização de conhecimentos prévios e organização das informações; da estruturação, finalidade, intencionalidade, tipo de linguagem e interlocutores; das unidades de sentido, fatores de textualização (coesão e coerência). 9º ANO - MATEMÁTICA 1º BIMESTRE

Eixo Temático: Números e operações Noções e Conceitos: Potência e raízes; Operações com radicais; Notação científica Eixo Temático: Grandezas e medidas Noções e Conceitos: Relações métricas no triângulo retângulo. Eixo Temático: Espaço e forma Noções e Conceitos: Teorema de Pitágoras Eixo Temático: Tratamento da informação Noções e Conceitos: Coleta e organização de dados, tabelas e gráficos 2° BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações: Noções e Conceitos: Equação de 2° grau; Equação biquadrada. Eixo Temático: Grandezas e medidas Noções e Conceitos: Área de polígonos e do círculo Eixo Temático: Espaço e forma Noções e Conceitos: Teorema de Tales; Referencial cartesiano Eixo Temático: Tratamento da informação Noções e Conceitos: Gráficos – leitura e interpretação; Média, moda e mediana 3º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações Noções e Conceitos: Problemas do 2° grau; Função do 1° grau Eixo Temático: Grandezas e medidas Noções e Conceitos: Introdução à trigonometria Eixo Temático: Espaço e forma Noções e Conceitos: Semelhança e congruência de triângulos Eixo Temático: Tratamento da informação Noções e Conceitos: Probabilidade 4º BIMESTRE Eixo Temático: Números e operações Noções e Conceitos: Função do 2° grau Eixo Temático: Grandezas e medidas Noções e Conceitos: Relação métrica na circunferência Eixo Temático: Espaço e forma Noções e Conceitos: Volume do cubo, prisma, cilindro e cone Eixo Temático: Tratamento da informação Noções e Conceitos: Gráfico de setores, freqüência e freqüência 9º ANO - HISTÓRIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: República Velha; Governo Provisório; Encilhamento; Primeira Constituição da República; Governos militares; Revolução federalista; Primeira Guerra Mundial; Fases do conflito; O Pós Guerra;

Revolução Russa; Industrialização e movimento operário; Partido Comunista; Crise de 1929; Quebra da Bolsa de Nova York; Partido Comunista; Crise de 1929; Quebra da Bolsa de Nova York; Regimes totalitários; Nazi-fascismo. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Era Vargas; Movimento Divisionista de Mato Grosso; Segunda Guerra Mundial; Guerra Fria. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Brasil democrático (1945-1964) Brasil ditadura (1964-1985) Brasil reabertura política 1985 – aos dias atuais Tendência do mundo atual 4º BIMESTRE Eixo Temático: Relações Sociais da Cultura e do Trabalho Noções e Conceitos: Oriente Médio; Guerra do Vietnã; Apartheid; Discriminação a grupos sociais e etnias; Revolução Cubana; Blocos econômicos; Terrorismo. 9º ANO - GEOGRAFIA 1º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a Construção do Espaço Noções e Conceitos: Estado, Território e Nação; Multipolarização; Globalização cultural e econômica. - Origem do capitalismo e socialismo; - Primeira e Segunda guerra Mundial - O Mundo Pós Guerra - A divisão do Mundo em blocos econômicos. 2° BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a Construção do Espaço Noções e Conceitos: * Europa: - Localização geográfica; - Aspectos Físicos e problemas ambientais. População: predomínio urbano, fluxo migratório (imigração ilegal), predomínio de população idosa, xenofobia, as minorias étnicas e sua s lutas e IDH; Economias: economia dos principais países e a construção da EU. 3º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a Construção do Espaço Noções e Conceitos: Ásia: Regionalização da Ásia; Aspectos físicos; População: diversidade cultural e religiosa; Economia: Japão e Tigres Asiáticos, China e Oriente Médio; Conflitos asiáticos. 4º BIMESTRE Eixo Temático: O Homem e a Construção do Espaço Noções e Conceitos: África:

- Localização geográfica; - Processo de ocupação histórica: Imperialismo; Regionalização do continente africano - Aspectos físicos; - População: distribuição, condições de vida e conflitos internos; - economia africana; África do Sul: pós apartheid; Oceania; Nova Zelândia; Austrália. 9º ANO - CIÊNCIAS 1º BIMESTRE Eixo Temático: Ser Humano e Saúde Noções e Conceitos: - História e evolução da química da pré-história até os tempos modernos. - Fenômenos químicos, Relações com o meio ambiente, Relações entre sistemas biológicos e físicos, Respiração, Ciclos biogeoquímicos e a Fotossíntese. - A química com a saúde, Poluição, Chuva Ácida, Queimadas, Efeito Estufa, e Camada de Ozônio. - Matéria, átomos e moléculas. 2° BIMESTRE Eixo Temático: Ser Humano e Saúde Noções e Conceitos: - Substâncias químicas. - Mistura combinações e Separação de misturas. - Propriedades e Características das substâncias. - Reações e Ligações químicas. - Moléculas e átomos. 3º BIMESTRE Eixo Temático: Vida e Ambiente Noções e Conceitos: - Drogas lícitas e ilícitas, Contaminação por drogas injetáveis e Prevenção as dsts-aids. - Produtos de higiene e limpeza. - Fertilizantes, inseticidas, pesticidas, agrotóxicos. - Fenômenos físicos. - Propagação de calor. - Luz e som. As máquinas e o ser humano, trabalho e potência. - Energia - processos de extração, produção de energia e fontes alternativas. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Vida e Ambiente Noções e Conceitos: - Mecânica , Tipos de Movimento, Trajetória, Distância. - Compreensão dos processos de fecundação, Gravidez, Partos, e Aleitamento, A importância da gravidez planejada. - Valorização do sexo seguro, Métodos Contraceptivos. 9º ANO - LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA INGLESA

1º BIMESTRE Eixo Temático: Leitura Interpretação Dramatização Noções e Conceitos: Culture Simple present tense Present continuous Degree- comparative and superlative Passive voice 2° BIMESTRE Eixo Temático: Leitura Interpretação Dramatização Noções e Conceitos: General word about ITERNET. For-Since Idiomatic Expressions 3º BIMESTRE Eixo Temático: Leitura Interpretação Dramatização Noções e Conceitos: Direct speech ( to say) Genitive case Music 4º BIMESTRE Eixo Temático: Leitura Interpretação Dramatização 9º ANO - ARTES 1º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão histórica e cultural das artes visuais; Produção artística; compreensão histórica e cultura da música e do Teatro. Noções e Conceitos: Movimentos artísticos do século XX; Arte Moderna: Expressionismo, Fauvismo, Cubismo, Abstracionismo e Surrealismo. Linguagens: visual, musical e teatral. Projeto 2° BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão histórica e cultura das artes visuais; Produção artística; Compreensão histórica e cultural da música e do teatro. Noções e Conceitos: Arte no final do século XX (Op-art, Pop-arte, Minimalismo e Arte Conceitual). Linguagens: visual, musical e teatral. Projeto 3º BIMESTRE Eixo Temático: compreensão histórica e cultura das artes visuais; Produção Artística Compreensão histórica e cultura da música e cultural do Teatro; Produção Artística.

Noções e Conceitos: Historia da Arte da moderna: movimentos estéticos no fim do século XX; principais características; influências na cultura brasileira e sua apropriação pelas formas de principais características, influências na cultura brasileira. Linguagens: visual, musical e teatral. 4º BIMESTRE Eixo Temático: Compreensão histórica e cultural das artes visuais; Produção artística; Produção musical; Compreensão histórica e cultural do Teatro. Noções e Conceitos: Arte Contemporânea: internacional, nacional e regional. Linguagens: visual, musical e teatral. 9º ANO - EDUCAÇÃO FISICA 1º BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos e Recreativos Jogos Cooperativos Atividades rítmicas e expressivas Noções e Conceitos: Handebol – Histórico, Manejo do Corpo, Ataque e Defesa, Regras, Jogos Preliminares, medidas, Organização de Eventos. Freqüência cardíaca: importância, e identificação de pulsação. Danças: Folclore regional Habilidades: Elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Handebol Movimento corporal Criação de um grupo de dança 2° BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos e Recreativos Esportes Coletivos Noções e Conceitos: Basquetebol – Manejo do Corpo, Ataque e Defesa, Regras, Dimensões da Quadra, Organização de Eventos. Xadrez = histórico, movimentos, peças. Danças Folclóricas (Junina) Atividades rítmicas e expressivas Habilidades: Elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Basquetebol Movimento corporal, criação de movimentos em grupos. Criação de um grupo de dança 3º BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos Noções e Conceitos: Tênis de Mesa – Histórico Material Utilizado, Pontuação, Jogos, Regras, Empunhadura, Saque. Danças Folclóricas (festa da primavera) Atividades rítmicas e expressivas Habilidades: Elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Basquetebol Movimento corporal Criação de um grupo de dança 4º BIMESTRE Eixo Temático: Jogos Esportivos Noções e Conceitos: Futsal – Histórico Regras Básicas, Manejo do Corpo, Jogos Preliminares, Jogos Pré Desportivos, Jogos Propriamente Ditos e

Organização de Eventos. Danças: Atividades rítmicas e expressivas Habilidades: Elementos psicomotores das qualidades físicas Conhecer e identificar a modalidade de Basquetebol Movimento corporal, criação de movimentos em grupos. Criação de um grupo de dança

A Educação Especial é uma modalidade de ensino que perpassa, como apoio, complemento ou suplemento, todas as etapas e os níveis da Educação Básica e deverá ser oferecida por meio de Atendimento Educacional Especializado – AEE. A Educação Especial, entendida como apoio, complemento e suplemento, deverá oferecer atendimento especializado para a formação do aluno com deficiência, em idade própria à etapa que frequenta, em classe comum do ensino regular. A unidade escolar deverá estar preparada para receber crianças, adolescentes, jovens e adultos com deficiência, oferecendo cuidados diários que favoreçam a inclusão e o acesso ao Atendimento Educacional Especializado, sem prejuízo aos atendimentos especializados. Os atendimentos especializados deverão ser realizados por meio de convênios firmados com instituições especializadas para facilitação do atendimento do aluno. O Atendimento Educacional Especializado é o apoio especializado que deverá ser oferecido na unidade escolar com recursos e técnicas adequados a cada tipo de necessidade educacional do aluno com deficiência para que possa desenvolver as atividades escolares. O Atendimento Educacional Especializado deverá ocorrer em Sala de Recursos e Sala de Recursos Multifuncionais, em turno contrário ao que o aluno está matriculado, para oferecer recursos, serviços e estratégias, a fim de ampliar as possibilidades de aprendizagem dos alunos. A Sala de Recursos Multifuncional deverá ser organizada com grupo de alunos e com professor especializado nos diferentes tipos de deficiência. O trabalho na Sala de Recursos Multifuncional deverá abranger três eixos:  o de ação pedagógica;  o de produção de material e  o de atendimento e acompanhamento ao aluno com deficiência. Os recursos educacionais e as estratégias de apoio ao aluno com deficiência, por meio da Tecnologia Assistiva, deverão ser as diferentes alternativas de atendimento, estando de acordo com as deficiências de cada um.

Compete aos técnicos dos Núcleos Municipais de Apoio Psicopedagógico – NUMAPS, a orientação, o acompanhamento e o encaminhamento referentes ao Atendimento Educacional Especializado no âmbito da unidade escolar. São consideradas matérias (componentes curriculares) de complemento para o Atendimento Educacional Especializado:              – Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS); – interpretação de Libras; – ensino de Língua Portuguesa para surdos; – Código Braille; – orientação e mobilidade; – utilização de soroban; – ajudas técnicas e informática adaptada; – mobilidade e comunicação aumentativa e alternativa – CAA; – tecnologias assistivas; – informática educativa; – Educação Física adaptada; – enriquecimento e aprofundamento do repertório de conhecimento; – atividades da vida autônoma e social.

A organização didática e a prática de ensino deverão atender às diferenças, sem discriminação, beneficiando o convívio e o crescimento na pluralidade, por meio das matérias (componentes curriculares) do Atendimento Educacional Especializado. A unidade escolar poderá contar, em caso de extrema necessidade, com professor auxiliar ao docente que tiver em sua sala aluno com deficiência em grau de comprometimento acentuado, seja físico e/ou mental. O acompanhamento técnico-pedagógico às atividades do professor auxiliar será de responsabilidade da equipe técnica da escola, em articulação com os técnicos do Centro Municipal de Educação Especial Amilton Garai da Silva e Núcleo Municipal de Atendimento Psicopedagógico. O professor auxiliar será lotado na unidade escolar, conforme seleção da Divisão de Educação Especial/DEE, mediante a apresentação dos documentos que comprovem: • cadastro no banco de dados da Divisão de Educação Especial; • habilitação de nível superior em Pedagogia; • especialização e/ou cursos de formação específica na área de educação especial. O professor auxiliar realizará o planejamento e produção de materiais e

recursos específicos, em conformidade com planejamento elaborado pelo professor titular da classe do ensino regular. O professor auxiliar não poderá desempenhar nenhuma outra função na unidade escolar a não ser aquela para a qual foi destinado. A unidade escolar será responsável pela organização para atendimento aos alunos especificados no Regimento Escolar, respeitando o horário de planejamento do professor auxiliar. No horário de trabalho do professor auxiliar, na escola, e na ausência dos alunos assistidos por ele, este dará apoio ao professor titular em sala de aula. O professor auxiliar tem responsabilidades e direitos iguais aos demais professores da unidade escolar, conforme legislação vigente. O profissional de apoio atuará na execução de atividades de caráter sócioeducacionais, com os alunos com deficiência e transtornos globais do desenvolvimento, e que necessitam de apoio constante nas atividades de higiene, alimentação e locomoção no cotidiano escolar. O profissional de apoio deverá pertencer ao cargo efetivo de Agente de Atividades Educacionais, da Secretaria Municipal de Educação, com carga horária de 40h. O acompanhamento das atividades do profissional de apoio será de responsabilidade da escola. A unidade escolar poderá compor em seu quadro de professores, com o intérprete para LIBRAS, quando indicado esse tipo de trabalho para o aluno surdo, que tenha domínio dessa língua.

5.1 Educação Infantil
7.1.1 – OBJETIVOS GERAIS Partindo-se do pressuposto de que a criança possui um conhecimento prévio, embasamo-nos no referencial teórico da Educação Infantil para organizar os objetivos a qual se destina a Educação Infantil. Que a criança seja capaz de:  Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de sua limitações;  Descobrir e conhecer progressivamente seu próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidado com a própria saúde e bem-estar;  Estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças,

fortalecendo sua auto-estima e ampliando gradativamente suas possibilidades de comunicações e interação social;  Estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais, aprendendo aos poucos a articular seus interesses e pontos de vista, respeitando a diversidade e desenvolver atitudes de ajuda e colaboração;  Observar e explorar o ambiente com atitude de curiosidade, percebendo-se cada vez mais como integrante, dependente e agente transformador do meio ambiente e valorizando atitudes que contribuem para sua conservação;  Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;  Utilizar as diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, oral e escrita), ajustadas às diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a compreender e ser compreendido, expressar suas idéias, sentimentos, necessidades e desejos e, avançar no seu processo de construção de significados, enriquecendo cada vez mais sua capacidade expressiva.
7.1.2- OBJETIVOS GERAIS POR ÁREA DE CONHECIMENTO

No Ensino Fundamental
Entendemos a avaliação como um momento importante no processo ensino e aprendizagem, não por atribuir notas ou quantificar o aprendizado do aluno, mas por permitir que o educador reflita sobre sua prática pedagógica. Propondo uma metodologia participativa, com conteúdos mais significativos; não podendo a avaliação ser fundamentada na decoração, na repetição de enunciados longos e não significativos. Não estamos propondo um aluno passivo, que apenas recebe informações tampouco um aprendizado baseado na repetição de procedimentos, especialmente quando este procedimento é único. A avaliação não deve ser calcada em um único instrumento: A prova. A avaliação só tem sentido se utilizarmos vários instrumentos, quando é processada em diferentes oportunidades de diversas formas (trabalho, pesquisa, participação em sala de aula, testes, prova dissertativa, trabalho em grupo, projetos, etc.). O aluno deve ser avaliado no dia-a-dia, à medida que vai construindo

seu aprendizado. Assim, a avaliação deve ser entendida como um processo contínuo. Se, no decorrer dessa avaliação contínua, o professor verificar que essa construção não está se processando de forma adequada, deve-se rever a metodologia aplicada por meio de feedback. A nota é uma exigência do sistema educacional e da sociedade. Entretanto, não deve funcionar como elemento de coerção e nem como uma tirania da educação e sim como um juízo de valores sobre dados relevantes com critérios e instrumentos adequados e contextualizados com a realidade do aluno. Segundo Hoffman, (2005) não é a nota que motiva ou leva o aluno a ter mais interesse pelas aulas. Se fosse assim, o aluno estudaria apenas para tirar nota e não para aprender. Na observação sistemática e constante do desempenho do aluno, consideram-se além do conhecimento, a atenção, o interesse, as habilidades, a responsabilidade, a participação, a pontualidade e assiduidade na realização de atividades e organização nos trabalhos escolares, preponderando os aspectos qualitativos sobre os quantitativos. A avaliação deve constituir-se em processo de troca, de parceria. A ameaça que muitas vezes ronda o aluno por meio de notas e conceitos deve, especialmente nos primeiros anos, ceder ao companheirismo a ajuda mútua. O desenvolvimento da confiança em si mesmo e nos colegas incluindo também o professor dará ao educando a base firme para o seu processo educacional tranqüilo. Em se tratando de avaliação externa a escola deverá ter um cuidado especial com a criança de seis anos, por encontrar-se em processo de alfabetização requer assim um cuidado afetivo em todas as atividades avaliativas realizadas em sala de aula. Que essas avaliações, sejam aplicadas sem alterar a rotina da sala de aula, mantendo a harmonia própria, uma vez que o objetivo de um diagnóstico aprendizagem. Sendo assim, os professores e equipe técnica devem manter a tranqüilidade em relação à avaliação, pois as atividades diagnósticas devem ser tratadas como atividades diárias, com a finalidade de estabelecer pontos de é colher dados fidedignos, que representem a fase de desenvolvimento cognitivo do aluno, em um determinado momento de sua

partida frente aos resultados colhidos, a fim de orientá-los na elaboração de ações pontuais que se concretize na efetiva aprendizagem do aluno. Diante da avaliação externa (SEMED) na escola, os pais recebem por escrito o informativo com as datas que ocorrerão o processo avaliativo. Quanto à avaliação bimestral, fica estabelecida no Calendário Escolar desta unidade, os pais serão informados por meio de bilhetes com datas e conteúdos a serem aplicados nas avaliações. Esta unidade escolar fundamenta sua prática em três momentos: 1. Avaliação Diagnóstica → O objetivo desta avaliação é conhecer o aluno. Esse conhecimento deve centrar nas competências e características mais relevantes para o trabalho escolar devendo ser feito no início do ano/ durante as primeiras semanas de aula. 2. Avaliação Formativa → O objetivo desta avaliação é corrigir os rumos podendo ser feita de maneira contínua e informal. Qualquer que seja o instrumento, formal ou informal, o objetivo da avaliação formativa e assegurar que os alunos estejam atingindo os resultados pretendidos. É importante avaliar tanto os conteúdos aprendidos, os processos inferidos, quanto a outras características, sobretudo cognitivos e metacognitivas, inclusive hábitos e ritmo de estudos. 3. Avaliação Somativa: É uma avaliação tipicamente usada para tomar decisões a respeito da promoção, reprovação ou reenturmação dos alunos. Os resultados desta avaliação serão informados aos pais ou responsáveis, para que eles possam acompanhar o desempenho dos alunos e seus progressos. Asseguramos critérios e instrumentos de avaliação conforme ficha própria entregue ao Professor para anotações em todos os bimestres. • Assiduidade; • Freqüência; • Participação em sala de aula; • Trabalhos apresentados; • Produções de textos (Coerência e coesão); • Projetos;

• Pesquisas elaboradas pelos alunos através da biblioteca ou internet; • Avaliações mensais. • Recuperação paralela. As avaliações bimestrais deverão ser elaboradas pelos professores e encaminhadas a Supervisão Escolar para serem analisadas num prazo mínimo de três dias antes da data marcada no Calendário Escolar.

Entendemos a recuperação como um programa que deve ser específico, tanto quanto possível individualizado ou destinado a grupos de alunos com dificuldades comuns. Frequentemente trata-se de dar mais tempo para o aluno estudar, assimilar e organizar sua aprendizagem. No entanto, a recuperação não pode ser tratada como um ritual, nem pode ser vista como uma punição. Compete à Direção e à Equipe Técnica elaborar um plano de intervenção pedagógica para recuperar os alunos com baixo desempenho seguindo as orientações da Semed e na conformidade do que prevê a Proposta Pedagógica da Escola. O objetivo das atividades de recuperação é sanar a falta de pré – requisitos dos alunos, fatores estes que limitam a possibilidade de novas aprendizagens. O planejamento das aulas de recuperação será baseado em resultados de diagnósticos ou avaliações. O diagnóstico é um teste ou prova, mas poderá ser baseado em outras evidências. Para o diagnóstico deverão ser estabelecidos objetivos pretendidos com evidências de compreensão dadas pelos alunos. As respostas dos mesmos irão permitir ao professor diagnosticar certos problemas de aprendizagem e possibilitar as tomadas de decisões para elaboração no planejamento. Esse diagnóstico deverá inclusive separar problemas apresentado tanto individual como coletivo.

Esta Unidade Escolar tem a recuperação da aprendizagem como parte integrante do processo educativo e visa: • Oferecer oportunidade ao aluno de identificar suas necessidades e de assumir responsabilidade pessoal com sua aprendizagem; • Propiciar ao aluno os alcances dos requisitos consideráveis indispensáveis para sua aprovação. No entanto a recuperação da aprendizagem compreenderá duas modalidades: • professores. • Periódica→Proporcionada após a avaliação mensal e ao final de cada bimestre letivo, e ao aluno que apresente insuficiência de aproveitamento de aprendizagem. Contínua → realizada obrigatoriamente ao longo do processo ensino-aprendizagem à medida que as deficiências forem detectadas pelos

A gestão desta unidade escolar tem por objetivo promover a construção de uma prática educativa que contemple e vá ao encontro das necessidades do mundo contemporâneo abordados neste projeto e no Plano de Desenvolvimento da Escola (P.D.E.), observando sua real aplicação, desta forma realiza o acompanhamento sistemático de desempenho de alunos e professores tendo como norte a Política de Gestão Escolar da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande pautada em quatro dimensões: • Dimensão Pedagógica: Assegura a educação de qualidade através do acompanhamento e cumprimento do planejamento dos professores por meio da equipe técnica do 1° ao 9° ano, preocupando-se em elevar os índices de aproveitamento apontado pela SEMED e MEC, propondo ações efetivas que minimizem os déficits de aprendizagem e também a evasão, o abandono e

repetência dos alunos, propiciando o alcance de requisitos básicos para aprendizagem, primando pela qualidade da ação pedagógica escolar. Coordena a elaboração de estudos, cumprimento das metas referentes ao P.D.E e IDEB e ao próprio Projeto Político Pedagógico. Proporciona através de projetos e planos de intervenções pedagógicas, a oportunidade de recuperar a aprendizagem dos alunos com baixo rendimento. • Dimensão Administrativa: Assegura a integração entre esta unidade e SEMED promovendo reuniões com a equipe técnica e professores a fim de compartilhar informações e orientações recebidas desta secretaria no que diz respeito a atividades realizadas, a prestação de contas, a documentos recebidos e enviados, ao cumprimento de prazos, a participação do corpo docente nos eventos visando a formação continuada e capacitações, na aplicação de práticas profissionais inovadoras, freqüência no trabalho, desenvolvimento dos planos de ensino do corpo docente, da vida funcional, dos bens patrimoniais, da conservação de mobiliários, equipamentos e instalações físicas da unidade escolar. • Dimensão Legislativa: Acompanha o cumprimento e conhece as Políticas Públicas de educação que vigoram no país e a legislação pertinente as Atividades Escolares tais como: Plano de Desenvolvimento da Escola, Estatuto da Associação de Pais e Mestres, Conselho Escolar, Inspeção Escolar, Regimento Escolar e Programa do Livro Didático. • Dimensão Técnica: Promove estudos para elaboração do Regimento Escolar, Projeto Político-Pedagógico assegurando condições necessárias junto à equipe técnica e professores no desenvolvimento do ensino de qualidade, incentivando e envolvendo todo grupo escolar nas ações.

De acordo com a Política de Gestão Escolar da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande, dimensão administrativa, cabe também ao Gestor Escolar participar e incentivar sua equipe a participar dos programas de formação continuada, visando o aperfeiçoamento profissional objetivando o alcance do índice do P.D.E desta unidade de ensino e do I.D.E.B (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). A participação efetiva e assídua dos profissionais da educação nos eventos e cursos promovidos pela SEMED tais como: Reuniões de Pólo (Encontro de Formação Reflexiva) que envolvem todos os setores do âmbito escolar que atendem professores do 1° ao 9° ano, professores coordenadores das tecnologias da escola, assistentes de biblioteca, assistentes de serviços diversos, monitores/inspetores de alunos, agentes de atividades educacionais/ profissionais de apoio, especialistas em educação, alunos do 6° ao 9° ano, Cursos de Educação à Distância, Latu Senso, Pro funcionário, nas Reuniões Pedagógicas, nas oficinas e cursos promovidos pela escola contribuindo na formação docente e demais capacitações possibilitam a aplicação de práticas profissionais inovadoras melhorando o índice de aproveitamento dos alunos desta unidade.

ORGANOGRAMA

Apoio Apoio Pedagógico Pedagógico 07:00 às às 11:00 07:00 11:00 13:00 às17:00 13:00 às17:00

Supervisão Supervisão Escolar Escolar 07:00 àsàs 11:00 07:00 11:00 13:00 àsàs 17:00 13:00 17:00 07:00 àsàs 12:20 07:00 12:20 12:20 àsàs 16:20 12:20 16:20 ee 7:00 àsàs 10:40 7:00 10:40 13:00 àsàs 17:20 13:00 17:20
Monitores Monitores dede alunos alunos

Merendeiras Merendeiras 06:00 às às 10:00 06:00 10:00 11:00 às às 15:00 11:00 15:00 e e 9:00 às às 13:00 9:00 13:00 14:00 às às 18:00 14:00 18:00

Coordenação Coordenação mais Educação mais Educação 07:00 às às 11:00 07:00 11:00 13:00 às17:00 13:00 às17:00

Orientação Orientação Educacional Educacional 07:00 às às 11:00 07:00 11:00 13:00 às17:00 13:00 às17:00

Professores Professores 07:00 às às 11:10 07:00 11:10 13:00 às às 17:10 13:00 17:10
ALUNOS ALUNOS 0707 às 11:10 às 11:10 1313 às 17:10 às 17:10

Auxiliar dede Auxiliar Biblioteca Biblioteca 07:00 às às 11:00 07:00 11:00 13:00 às às 17:00 13:00 17:00

Secretários Secretários 07:00 às às 11:00 07:00 11:00 12:00 às às 16:00 12:00 16:00 e e 08:00 às às 12:00 08:00 12:00 13:00 às às 17:00 13:00 17:00 Guarda Guarda Municipal Municipal 2424 horas horas Profissional dede Profissional Apoio Apoio 07:00 às às 11:00 07:00 11:00 13:00 às17:00 13:00 às17:00

ASD ASD 07:00 às às 11:00 07:00 11:00 13:00 às às 17:00 13:00 17:00

Gestão Gestão 07:00 às às 11:00 07:00 11:00 13:00 às às 17:00 13:00 17:00

MODALIDADE E NÍVEIS DE ENSINO 2010
EDUCAÇÃO INFANTIL/ENSINO FUNDAMENTAL

Educação Infantil:
PRÉ-ESCOLA DURAÇÃO: 01 ANO FAIXA ETÁRIA: 04 ANOS.

Ensino Fundamental:
DURAÇÃO: 09 ANOS ANOS INICIAIS: 05 ANOS. FAIXA ETÁRIA: 06 A 10 ANOS. ANOS FINAIS: 04 ANOS. FAIXA ETÁRIA: 11 A 14 ANOS.

EDUCAÇÃO INFANTIL Nº. de Turma: 01 Nº.de Alunos: 25

PRIMEIRO PRIMEIRO MATUTINO ANO ANO

QUARTO ANO
Nº. de Turmas: 02 Nº. de Alunos: 60

Nº. dede Turma: 01 Nº. Turma: 01 Nº.de Alunos: 30 Nº.de Alunos: 30

Nº. dede Turmas: 01 Nº. Turmas: 01 Nº. dede alunos: 26 Nº. alunos: 26

SEGUNDO SEGUNDO ANO ANO

Nº. dede Turmas: 03 Nº. Turmas: 03 Nº. dede alunos: 83 Nº. alunos: 83

TERCEIRO TERCEIRO ANO ANO

Nº. dede Turmas: 01 Nº. Turmas: 01 N N de alunos: 30 de alunos: 30

QUINTO QUINTO ANO ANO

NONO ANO
Nº. de Turmas: 01 Nº. de Alunos: 25

Nº. dede Turmas: 01 Nº. Turmas: 01 Nº. dede alunos: 27 Nº. alunos: 27

OITAVO OITAVO ANO ANO

SÉTIMO

Nº. dede Turmas: 01 Nº. Turmas: 01 Nº. dede alunos: 35 Nº. alunos: 35

SEXTO SEXTO ANO ANO

ANO Nº. de Turma: 01 Nº.de Alunos: 37

VESPERTINO
EDUCAÇÃO INFANTIL PRIMEIRO PRIMEIRO Nº. de Turma: ANO SEGUNDO ANO 01 SEGUNDO Nº. dede Turmas: 01 Turmas: 01 ANO Nº. Nº.de Alunos: 26 N°de Alunos: 28 ANO N°de Alunos: 28 Nº. dede Turmas: 01 Nº. Turmas: 01
N°de Alunos: 2626 N°de Alunos:

Nº. dede Turmas: 01 Nº. Turmas: 01 Nº. dede Alunos: 27 Nº. Alunos: 27

TERCEIRO TERCEIRO ANO ANO

Nº. dede Turmas: 01 Nº. Turmas: 01 Nº. dede Alunos: 29 Nº. Alunos: 29

QUARTO QUARTO ANO ANO

SEXTO SEXTO ANO ANO
Nº. dede Turmas: 03 Nº. Turmas: 03 Nº. dede Alunos: 85 Nº. Alunos: 85

Nº. dede Turmas: 01 Nº. Turmas: 01 Nº. dede Alunos: 34 Nº. Alunos: 34

SÉTIMO SÉTIMO ANO ANO

NºNº. de Turmas: 02 . de Turmas: 02
Nº. de de Alunos: 58 Nº. Alunos: 58

OITAVO OITAVO ANO ANO

Nº. de de Turmas: 02 Nº. Turmas: 02 Nº. de de Alunos: 47 Nº. Alunos: 47

NONO NONO ANO ANO

Esta Unidade Escolar Organiza-se nos seguintes níveis de Ensino Prevista na (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Art. 87 e na Lei nº. 10.172/2001) a implantação progressiva do Ensino Fundamental de Nove anos, a inclusão de crianças de seis anos de idade nesse segmento da Educação Básica. Esta Unidade Escolar também se organiza de acordo com a Lei Federal nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, nos Parâmetros Curriculares Nacionais/ Adaptações Curriculares e na Deliberação CME/MS nº. 77 de 05 de dezembro de 2002, capítulos IV, Art. 11. Para Viabilizar o acesso à aprendizagem aos alunos com necessidades educativas especiais, é preciso utilizar medidas de flexibilização e dinamização do currículo denominado adaptações curriculares. Os conteúdos constituem um elo essencial no processo da concretização dos objetivos educacionais. Eles indicam e definem os aspectos do desenvolvimento que se deseja promover. A organização Curricular desta unidade escolar visa: Promover o desenvolvimento integral do aluno nos seguintes aspectos: • • • • • • • Socialização. Exploração sensorial e motora. Expansão do desenvolvimento intelectual. Desenvolvimento da personalidade humana. Enriquecimento do vocabulário. O despertar da criatividade como elemento de auto expressão. O desenvolvimento de atitudes e hábitos de higiene, além de propiciar à criança atividades que a prepare para a aprendizagem subseqüente. A identificação de conteúdos nas diferentes áreas do conhecimento favorece diferentes aprendizagens para uma melhor compreensão da realidade. O desenvolvimento integral do aluno em seus aspectos físico,

psicológico, intelectual, e social, contemplando a ação da família e da comunidade, proporcionando condições adequadas para promover o bem estar do aluno, seu desenvolvimento emocional, intelectual, moral e social, a ampliação de suas experiências estimulando por sua vez o interesse do aluno pelo processo da construção do conhecimento do ser humano, da natureza e da sociedade.

O fazer pedagógico é uma das ferramentas para a superação de uma pedagogia que vem enfrentando problemas de fundos ideológicos e teóricos, pois não há consenso, o sistema educacional é algo dinâmico que muda de acordo com o contexto político e econômico, assim como as concepções teóricas que sustentam o fazer pedagógico do educador. Este Projeto Político Pedagógico não apresenta um método rígido no fazer pedagógico, objetivando o desenvolvimento das capacidades relativas aos aspectos cognitivo, afetivo e ético. A Tendência Pedagógica, aplicada nesta unidade de ensino consiste em uma prática progressista, (Crítico Social dos conteúdos) com um processo que visa ao desenvolvimento pleno das habilidades (conceitual, procedimental e atitudinal) utilizando a Recuperação Paralela em todos os anos do Ensino Fundamental resultando o progresso amplo, global e contínuo por meio de conteúdos e atividades significativas. Segundo Perrenoud, 1988 o termo progressista, emprestado de Snyders, é usado para designar as tendências que, partindo de uma análise crítica das realidades sociais, sustentam implicitamente as finalidades sóciopolíticos da educação. Evidentemente a pedagogia progressista não tem como institucionalizar-se numa sociedade capitalista; daí ser ela um instrumento de luta dos professores ao lado de outras práticas sociais. A tendência da pedagogia crítico social dos conteúdos propõe uma síntese superadora das pedagogias: tradicional e renovada, valorizando a ação pedagógica enquanto inserida na prática social concreta. Entende-se a escola como mediação entre o indivíduo e o social, exercendo a articulação entre a transmissão dos conteúdos e a assimilação ativa por parte do aluno num contexto de relações sociais; desta articulação resulta o saber criticamente

reelaborado e com autonomia por parte do mesmo. Tendo como diretriz o Referencial Curricular da Rede Municipal de Ensino, sugerimos uma proposta que englobe as três tipologias de conteúdos visando a uma melhor compreensão e reflexão do professor perante o seu planejamento e sua ação reflexiva no seu fazer pedagógico da seguinte forma: Os conteúdos conceituais que de acordo com Moretto (2002), constituem o conjunto de conteúdos e definições relacionados aos saberes socialmente construídos e são fundamentais no processo de construção e representação significativa dos alunos. Desde que estejam contextualizados e sua relevância identificada, tanto por quem ensina como por quem aprende. De acordo com Valls (1996) os conteúdos procedimentais se referem ao conjunto de ações de modo a atuar com finalidade de alcançar metas, tratase do conhecimento ao qual nos referimos ao saber fazer as coisas e sua aprendizagem vai supor em sua última análise, que saberão usá-las e aplicálas e em outras situações, para alcançar metas. Neles agrupamos as habilidades ou as capacidades básicas para atuar de alguma maneira, estratégias que os alunos aprendem solucionar, problemas ou as técnicas e atividades sistemáticas relacionadas com as aprendizagens concretas. Os conteúdos atitudinais referem-se ao trabalho com valores, atitudes, isto é, da predisposição do sujeito para atuar de certa maneira e que estes não devem ser trabalhados isoladamente, mas no contexto com os outros, visto o processo de ensino-aprendizagem. A avaliação está no contexto de uma aprendizagem organizada e significativa, que permitirá ao educando ter confiança nos recursos e ter liberdade de tempo e espaço para suas descobertas. Teremos como objetivo manter-nos atento às possibilidades dos alunos; ajustar tempos, espaços e recursos às necessidades de cada um; promover a interação efetiva entre todos os elementos da ação educativa; desenvolver situações diversificadas em diferentes tempos de processo, interpretar a expressão das aprendizagens individuais; adequar tarefas avaliativas ao contexto educativo e acompanhar a evolução das aprendizagens dos alunos por meio de tarefas gradativas e complementares. Dessa forma acreditamos que as tarefas não podem ser interpretadas sem levar em conta o contexto na qual foram feitas [...] Devemos

planejar situações, em todos os níveis de ensino, que envolvam os alunos em conflitos cognitivos, encorajando-os a elaborarem cooperativamente soluções aos problemas colocados (Hoffmann, 2001, p.109- 113). Os encaminhamentos metodológicos para o processo de alfabetização não poderão desconsiderar o letramento e a lingüística, a ludicidade, a tecnologia e as atividades de intervenção para os alunos com necessidades educativas especiais. Neste contexto, segundo Isseler, 1996, para a criança obter o domínio de uma língua (Código social com regra) ela terá que compreender que o código se compõe de fonema que se relacionam por regras mofo fonêmicas que Piaget chama de estágio de operações concretas as fases de desenvolvimento em que a criança usa mais critérios perceptuais nas soluções de problemas (Sintáticas e semânticas). A criança domina em lugar a linguagem perceptual sob o ponto de vista receptivo – auditivo, aprende a reconhecer, reter e associar certos padrões acústicos significativos. Não podemos desconsiderar a importância da consciência fonológica (habilidade de prestar atenção aos sons da fala como entidades diferentes de seu sentido, reconhecer alterações e rimas, contar sílabas nas palavras), porque a criança adquire um sistema de sons relacionados com o adulto, reiventando-o com traços próprios, colocando-o dentro de suas próprias estruturas, modificando-o conforme amadurece assim conhece melhor o sistema do adulto. Todas as palavras do adulto serão assimiladas a esse padrão. Depois, aprendendo cada vez mais e mais novas palavras que correspondem a novos conceitos, seu sistema será reestruturado para acomodar as palavras do adulto. Assim estabelece uma nova estrutura, equilíbrio entre assimilação e acomodação. Portanto, a teoria de Piaget e a lingüística tem muito em comum, e a criança aprende que os sons são signos sociais com uma referência aceita pelo adulto. Então, aprende a coordenar a relação entre eles, isto é a relação entre significado e significante. Segundo Ferreiro, 1988 (apud Tolchinski, 1995) a criança no início de suas produções escritas, busca parâmetros distintivos entre marcas gráficas icônicas (desenhos) e as não icônicas (escritas). Nesse processo as letras se constituem em objetos substitutivos. Depois, a criança estabelece a

diferenciação entre as formas escritas, trabalhando alternativamente sobre eixos quantitativos referindo-se a variedade das marcas. Neste período a escrita passa apresentar uma série de letras correspondentes a algumas diferenças entre as palavras que são realizadas por variações no repertório, na quantidade ou na posição de letras. Nesta variação pode influir a recordação de algum modelo de escrita. Diante desta metodologia acreditamos verificar a caracterização pela fonetização da escrita da criança, que começa por um período silábico e desemboca no período alfabético. Durante a primeira fase, a sílaba é utilizada como unidade sobre a qual se pode estabelecer a correspondência entre as letras e a pauta sonora das palavras. Primeiramente, essas correspondências são apenas quantitativas, mas depois passarão a ser também qualitativas. As correspondências qualitativas são adquiridas a partir do aprendizado dos valores sonoros convencionais das letras, então se abandona a correspondência quantitativa a favor de uma qualitativa, determinadas letras valem para determinada sílaba. Nesse período a criança dedica-se a elucidar as relações de significados dos elementos e suas combinações. Neste contexto, Lemle, 2002, afirma que para ocorrer o cultivo das capacidades que permitem os saberes básicos para a alfabetização devam ser propostas atividades que estimulem a idéia de símbolos, discriminação das formas das letras, discriminação dos sons da fala. Esta metodologia além de propor um ambiente de aprendizagem que possibilite a criança compreender e sistematizar que o casamento entre os sons e letras nem sempre é monogâmico, mostra que há correspondência biunívocas e não biunívocas entre sons da fala e letras do alfabeto e que há a variação dialetal e arbitrariedade nas relações entre sons e letras. De acordo com Cagliari 1998, no início o objetivo é escrever. Depois que o aluno conseguir escrever com certa fluência, está na hora de começar a preocupar-se com o segundo aspecto do sistema de escrita que é a grafia das palavras conforme o modelo ortográfico estabelecido. Superada a primeira fase, que é o aprendizado da leitura, aprender ortografia vem como conseqüência do trabalho de autocorreção de textos. Entretanto, não estamos afirmando que não iremos nos preocupar com a forma como a criança está desenvolvendo a escrita desde o início,

porque temos como objetivo propiciar um ambiente de aprendizagem em que a criatividade, a variedade lingüística, a função e usos dos sistemas de escrita, serão explicados no contexto do processo de aprendizagem. Sendo assim, citamos Gomes, 1998, que apresenta situações de ensino-aprendizagem refletindo sobre a ortografia a partir de textos e apresenta como sugestão o ditado interativo, releitura com focalização e reescrita com transgressão ou correção. Temos como objetivo propiciar um processo de alfabetização em que o educando aproprie-se da escrita isto é, consiga fazer uso das práticas sociais de leitura e escrita. Sendo que o processo de leitura se desenvolverá de forma dinâmica. Sendo assim, as atividades de preparação para leitura têm como objetivo a discussão das expectativas e previsões em relação ao texto em função do gênero ou tipo, do suporte, da apresentação gráfica, do título, do autor, etc. O desenvolvimento dessas atividades deverá variar de acordo com os recursos disponíveis (multimídia) e o interesse e a necessidade dos alunos. As atividades a serem trabalhadas nas séries iniciais do Ensino Fundamental são: Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História e Geografia e as disciplinas das séries finais são: Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História, Geografia, Inglês, Artes e Educação Física. Na sala de Informática serão planejadas atividades com o objetivo de sistematização de informações, incentivando a metacognição, o saber sobre o pensar, seja no acerto, seja no erro. Possibilitar ao aluno ter acesso a diferentes tipos de softwares e ao acesso a internet. Esta metodologia oferece ao professor a possibilidade de acompanhar o processo de aprendizagem dos alunos passo a passo e ver como a criança é capaz de analisar o que fez. Esta vivência desperta na criança a responsabilidade sobre o seu desenvolvimento, a segurança diante de situações desconhecidas, além de levá-la a refletir sobre seu próprio pensamento (Weiz, 2001) Portanto, acreditamos que através dessa metodologia o professor consciente do seu papel, possa proporcionar ao aluno uma aprendizagem eficaz. O planejamento é um processo de reflexão, de tomada de decisão

sobre a ação, que visa á concretização de objetivos em prazos determinados e etapas definidas pelo professor no cotidiano de seu trabalho pedagógico. Os parâmetros definidos para a elaboração do plano seguem roteiro abaixo: • • • Diretrizes Curriculares/Referencial Curricular; Planejamento Quinzenal; Planejamento Diário.

A metodologia de ensino do Ensino Fundamental visa a uma participação e compreensão do processo de desenvolvimento da cidadania, no exercício de direitos e deveres políticos, civis, e sociais respeitando e agindo com solidariedade, cooperação e repúdio as injustiças, agindo de maneira crítica nas totalidades e decisões coletivas. Valorizar e conhecer a pluralidade do patrimônio sócio cultural brasileiro e de outros países, posicionando-se contra as discriminações culturais de classes sociais, de crença, de sexo, de etnia, percebendo-se como integrante dependente e transformador do meio. Conhecer e cuidar do corpo, valorizar e adotar hábitos saudáveis e de confiança afetiva, física, cognitiva, ética, questionar de forma lógica e criativa, capacitando-se assim no processo evolutivo, social, utilizando diferentes fontes de informação e recursos tecnológicos para desenvolver diferentes linguagens – verbal, matemática, plástica e usufruir das produções culturais, em contextos públicos. Com base em pressupostos metodológicos da pedagogia progressista esperamos que os alunos inseridos nesta unidade escolar pudessem adquirir a competência da autonomia da aprendizagem nos diversos componentes curriculares que compõe a modalidade do Ensino Fundamental tais como:

Língua Portuguesa A aprendizagem do aluno está fundamentada na leitura e escrita. O trabalho com a leitura é imprescindível para dar solução ao problema relacionado ao pouco aproveitamento escolar. Por isso, apresentamos atividades que possibilitem o desenvolvimento do processo cognitivo da leitura por meio da variação da tipologia textual e do funcionamento da língua como elemento fundamental da linguagem oral e escrita. A língua falada e a língua escrita são trabalhadas, considerando os seus diferentes aspectos e significados. O Projeto visa principalmente à formação dos alunos para o conhecimento da linguagem como processo de interlocução e estabelece alguns objetivos essenciais: • • • • Evidenciar e aprimorar a leitura dando noções de conceitos e utilização da língua falada e da língua escrita. Formar alunos conhecedores da linguagem como processo de interlocução. Levar ao conhecimento dos alunos os diferentes tipos de texto e discursos, seus elementos constitutivos e suas funções. Proporcionar uma visão ampla e esclarecida dos fatos lingüísticos cotidiano. • Estimular o trabalho artístico visando uma melhora na leitura, na interpretação e na produção de textos de diversas tipologias e gêneros. • Utilizar textos e contextos diferentes para estimular a aprendizagem da Língua Materna. A partir disso, ainda que de modo bastante sucinto, expomos cinco aspectos que consideramos fundamentais a serem desenvolvidos e explorados do 1º ao 9º ano em língua portuguesa. 1. Diversidade de textos: Quanto maior for o contato com diferentes tipos de textos, mais chances o professor terá de desenvolver os processos observando sua funcionalidade no nosso

intertextuais. O texto literário, o informativo, o publicitário e o dissertativo, deverão estar presentes nas aulas de língua portuguesa, para que se confrontem nas diferentes formas e, principalmente, seus diferentes tipos de discursos ideológicos. Isso garante a intertextualidade (a dialética textual), porque permite a leitura de diferentes pontos de vista sobre o mesmo assunto. 2. Interdisciplinaridade: A interdisciplinaridade representa uma visão integrada da aprendizagem, sem artificialismos. Colocando o processo de aprendizagem numa situação concreta de interação social, além de romper com o habitual ensino compartimentado. 3. Contexto artístico: Entendemos que todo o conhecimento precisa estar vinculado à sensibilização e às condições afetivas e sociais. O trabalho artístico deve expressar a leitura do aluno sobre a realidade social e humana que o cerca. 4. Ludicidade: Sabe-se que a criança aprende brincando e com maior prazer, quando a aprendizagem se faz por meio de jogos, brincadeiras, música ou atividades semelhantes. Brincando o aluno descobre o mundo, como ele funciona, aprende e desenvolve, experimenta, vai adquirindo noções especiais produzem sons, desenvolve o cérebro para as funções do falar e do escrever, auxiliando no seu desenvolvimento global. Os aspectos afetivos e sociais são a interação com a criança por meio de estímulos, aprender por intermédio da interação com o ambiente pode ser desenvolvida e realizada por meio das brincadeiras com responsabilidade didática. 5. Funcionalidade: Na perspectiva da funcionalidade, os fatos lingüísticos (gramática, ortografia, pontuação) são contextualizados; pois o objetivo principal é a capacidade comunicativa do aluno (receptiva e produtiva). Dessa forma, o ensino da língua portuguesa deve ser compreendido como competências (desempenho e habilidades) que precisam ser desenvolvidas, e não como conteúdos a memorizar.

LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA Compreendemos e acreditamos que é de suma importância a aquisição da aprendizagem da Língua Moderna Estrangeira (Inglês) em nossa unidade escolar a partir do 6º ano do Ensino Fundamental e expomos os seguintes objetivos: Despertar no aluno o gosto pela Língua Estrangeira, sem, contudo perder o gosto pela Língua Materna respeitando as diversidades culturais, proporcionando um universo contextualizado onde os aprendizes possam descobrir novos significados através das informações que lhe forem repassadas utilizando recursos tecnológicos, livros didáticos e materiais paradidáticos.

HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS • Reconhecer que o aprendizado de uma língua estrangeira ou mais possibilita o acesso aos bens culturais da humanidade construídos em outra parte do mundo; • Vivenciar uma experiência de comunicação humana, pelo uso de uma língua estrangeira, no que se refere às novas maneiras de se expressar e de ver o mundo, possibilitando maior entendimento de mundo diversificado; • Construir o conhecimento, sobre a organização textual valorizando a leitura como fonte de informação e prazer, sabendo como e quando utilizar a linguagem nas situações de comunicação, tendo como base a língua materna. • Desenvolver a habilidade sensoriovisual e sensoriaudivisual nos educandos;

• Conhecer e usar a Língua Inglesa como instrumento de acesso à informação e a outras culturas; • Aprimorar o vocabulário, bem como permitir que os aprendizes peguem gosto por aquilo que estejam fazendo; • Compreender as expressões das dinâmicas aplicadas.

MATEMÁTICA Para enfrentar os desafios dos novos tempos, os seres humanos precisam cada vez mais de autonomia no pensar, capacidade de tomar decisões; criatividade e versatilidade para transitar pelas diversas áreas do conhecimento, além de uma profunda consciência. Diante dessa realidade, o ensino de forma geral, e a matemática, em particular, precisaram modificar profundamente. É preciso formar aluno pensante, crítico e criativo, originando um cidadão participativo e responsável. Temos para isso alguns objetivos: • Transmitir informações e desenvolver as competências matemáticas necessárias ao exercício da cidadania que possibilitem ao aluno estabelecer conexões e associações entre diferentes noções, entre suas concepções espontâneas e novas aprendizagens, para que possam estabelecer redes de significados. • • Identificar os conhecimentos matemáticos como meios para compreender e transformar o mundo a sua volta. Utilizar conceitos matemáticos e procedimentos, bem como recursos tecnológicos disponíveis diante de uma situaçãoproblema. • • Desenvolver a auto-estima, a perseverança e a criatividade na busca de soluções. Resolver situações–problema adotando estratégias, desenvolvendo formas de raciocínio e processos como: intuição, dedução, analogia e estimativa.

Propomos aos nossos alunos uma aprendizagem matemática a partir da resolução de situações-problema, exploração dos conteúdos de forma equilibrada e articulada, envolvendo números e operações, espaços e formas, grandezas e medidas, tratamento de informação. Além disso, motivar diferentes tipos de cálculos, como cálculo mental e aproximado, o uso da calculadora, permitindo ao aluno também desenvolver a leitura, oralidade e a escrita percebendo que o estudo da matemática estimula o interesse, a curiosidade e o espírito de investigação. Encaminhamentos e estratégias de atividades: Desenvolver as operações mentais e as habilidades de raciocínio, tais como: 1. Relacionar, classificar, seriar, seqüenciar, levantar hipóteses e etc. 2. Solucionar problemas que permitam o levantamento de questões, a pesquisa, a discussão, a exploração e a especulação, além da contextualização das operações. 3. Usar procedimentos intuitivos ou estratégias pessoais para resolver cálculos ou problemas, porém sempre com algumas estratégias que possibilitem ao aluno associar os aspectos semânticos e sintáticos das operações matemáticas. 4. Tomar a aprendizagem significativa, levando o aluno a estabelecer relações entre os novos conhecimentos e os conhecimentos que já possui, ampliando suas capacidades de compreensão da realidade. 5. Possibilitar ao aluno associar os símbolos matemáticos ao seu significado referencial. 6. Propor ao aluno modelos concretos como manipulativos, verbais, gráficos ou de caráter simbólicos (modelos aritméticos para as regras algébricas) para que os alunos associem os símbolos matemáticos ao seu significado referencial. 7. Construir noções e conceitos de procedimentos em diferentes contextos por intermédio de situações-problema que respondam a estruturas semânticas diferentes. 8. Estimular a abstração progressivamente por meio de processos de dissociação entre o conteúdo matemático e extra matemático que leve a

abstração e que não seja excludente, mas complementar ao processo de associação entre o significado referencial e o formal dos símbolos matemáticos. 9. Contextualizar as atividades, utilizando situações do cotidiano do aluno. Em alguns momentos, optamos por situações concretas e lúdicas que sua envolvam jogos e brincadeiras, buscando sempre relacionar o conhecimento já construído e a situação – problema, proposta, exigindo, por vez , tomada de decisões que permitam ao aluno analisar, levantar hipóteses e concluir com autonomia. Desta forma, os conteúdos matemáticos devem ser integrados, naturalmente às demais disciplinas. Consideramos fundamental que se desperte no aluno o gosto e o interesse pela matemática, por meio de uma orientação e uma aprendizagem eficaz. ARTES As atividades lúdicas são indispensáveis para apreensão dos conhecimentos artísticos e estéticos, pois possibilitam o desenvolvimento da percepção, da imaginação, da fantasia e dos sentimentos. O brincar nas aulas de artes pode ser de uma forma em que o aluno consiga durante este momento experimentar novas situações, de compreender e assimilar mais facilmente o mundo cultural e estético. A prática artística é vivenciada pelo aluno tanto na educação infantil como no ensino fundamental como uma atividade lúdica, onde o fazer se identifica com o brincar, o imaginar com experiência da linguagem ou da representação. O jogo simbólico pressupõe a representação de um objeto ausente, ele tem características fundamentais, como assimilação do real ao eu, sem quaisquer limites ou sanções. Assim tudo é possível no faz de conta. A brincadeira permite-lhe elaborar a experiência vivida, fazendo parte de seu esforço de compreensão e adaptação ao mundo ao qual está inserida. Essas representações vividas pelas crianças cedem lugar, mais tarde a representação em pensamento, que caracteriza o universo do adulto. A construção do conhecimento sobre o trabalho artístico pessoal , dos colegas e sobre a arte como produto da história, da multiplicidade das

culturas, com ênfase na formação cultivada do cidadão. Objetivos do ensino de Artes: • Conhecer a arte através da alfabetização nas linguagens: Artes Visuais, teatro, música e dança, promovendo o desenvolvimento cultural dos alunos considerando sua capacidade de criar, inventar, construir, viver emoções, conhecer e transformar o mundo dentro de uma visão crítica e flexível. HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS EM ARTES • Compreender e utilizar a arte como linguagem, mantendo uma atitude de busca pessoal e coletiva articulando a percepção, a sensibilidade e a reflexão ao realizar uma produção artística; • Experimentar e conhecer materiais, instrumentos e procedimentos artísticos diversos em artes (visuais, dança, música, teatro), utilizando-os nos trabalhos pessoais, identificando-os e interpretando-os na apreciação e contextualização cultural. • Identificar, relacionar e compreender a arte como um fato histórico, contextualizando nas diversas culturas, conhecendo e respeitando as produções de um modo geral; • Realizar pesquisa, organizando informações sobre a arte, através dos artistas, obras de arte e fontes de comunicação e informação. • Compreender e reconhecer a arte e a cultura de seu município. (artistas, músicos regionais). CIÊNCIAS Com a supervalorização do conhecimento científico e a crescente presença e intervenção da tecnologia no cotidiano do aluno, o conteúdo de Ciências ajuda na compreensão do mundo e suas transformações e permite que nos reconheçamos como parte integrante do universo. Por meio desse saber podemos questionar, criticar o que vemos ou ouvimos, intervir na natureza e utilizar seus recursos; agir de forma responsável tanto com relação ao ambiente quanto a nós mesmos e refletir sobre as questões éticas que estão implícitas na relação entre ciências e sociedade.

Durante séculos o ser humano apropriou-se dos recursos naturais, alterou os ciclos da natureza, acreditando que estava a sua disposição. Hoje estamos diante de uma crise ambiental que coloca em risco toda a vida do planeta. Saber como a natureza se comporta e como a vida se processa é fundamental para o aluno tomar posições com fundamento e orientar suas ações de forma consciente. É preciso ainda que o aluno saiba que o corpo humano, interage como o meio em que vive. O corpo recebe uma herança biológica, mas também é influenciado pelo meio cultural, social e afetivo, que contribuem para que cada corpo seja único, assim como é cada ser humano. Ao ensinarmos ciências possibilitamos aos alunos passar do conhecimento do senso comum para o conhecimento científico. Durante os primeiros anos de vida escolar, a criança se apropria do mundo e a formulação de novos conhecimentos vai ampliando e modificando por meio da aprendizagem sistemática . As perguntas se colocam sucessivamente, a curiosidade se expande e a apropriação do conhecimento sistematizado pela humanidade acompanha seu desenvolvimento cognitivo e sua trajetória escolar. Embora a curiosidade esteja presente em toda a vida das pessoas, ela é particularmente intensa durante a infância e a adolescência . Alguns fenômenos da natureza exercem verdadeiro fascínio sobre o aluno. O comportamento e característica de animais, especialmente aqueles que não fazem parte do seu cotidiano, as explorações de ambiente desconhecido como o fundo do mar e o universo despertam a curiosidade da maioria dos alunos. Sua habilidade e interesse em montar coleções de pedrinhas, de sementes, de folhas e etc. Seu interesse por substâncias esperando alguma surpresa como resultado, a constante indagação – “E se eu fizer tal coisa, o que vai acontecer?” – a freqüente pergunta “Por quê?”. Algumas vezes tão difícil de responder, são algumas características que aproximam crianças do saber científico. Objetivos a serem desenvolvidos na disciplina de acordo com o Projeto Político Pedagógico: Desenvolver a consciência ecológica dos jovens para que compreendam a importância da conservação ambiental. Formando cidadãos integrados ao meio e consciente da sua integração ao ecossistema através do

estudo de teorias científicas que explicam a formação do universo, planetas, origem da vida e evolução das espécies. HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS • • Compreender a natureza, sendo o ser humano parte integrante e agente transformador relacionado aos demais seres vivos; Compreender a Ciências como um processo de produção de conhecimento e uma atividade humana, associada aos aspectos de ordem social, econômica, política e cultural; • Identificar relações entre conhecimento científico de produção tecnológica e condições de vida, compreendendo como um meio para suprir as necessidades humanas; • Saber utilizar conceitos científicos básicos associados à energia, matéria, transformação, espaço, tempo, sistema, equilíbrio e vida, colocando em prática conceitos, procedimentos e atitudes adquiridas no aprendizado escolar; • Valorizar o meio ambiente.

HISTÓRIA O conhecimento da própria individualidade e do outro, ou seja, a identificação da realidade como o eu, você, nós, o lugar está no início do processo do conhecimento histórico e da compreensão homem/ natureza. Sua utilização como recurso pedagógico possibilita ao aluno elaborar gradualmente uma nova maneira de se relacionar com o mundo, que, em conseqüência, vai deixando de ser uma mera projeção de suas emoções para ganhar dimensão de uma realidade exterior e objetiva. A realidade imediata de cada um dá-se num tempo e um espaço determinado. Essa circunstância, que caracteriza as individualidades, está na base da compreensão das semelhanças e diferenças, das mudanças e permanências, noções fundamentais para o desenvolvimento dos estudos de História. a

Apresentamos aos professores uma proposta que partindo do tempo pessoal do aluno e dos lugares de seu cotidiano, busca levá-los a ampliar as experiências do tempo e do espaço e a representá-las, como atividade exploratória, no processo de compreensão das relações sociais, das instituições, das regras de convivências, da pluralidade cultural, das implicações da intervenção humana nos processos naturais. Compete ao educador acompanhar o aluno nesse processo, proporcionando a oportunidade de vivências que lhe permitam reavaliar criticamente as noções do senso comum com as quais chegam à escola e a partir daí, construir o seu conhecimento assumindo novos valores inerentes ao exercício da cidadania e ao convívio social. O ensino de História tem como objetivo desenvolver no aluno a consciência de sua individualidade e a reconhecer a individualidade do outro, condições necessárias e indispensáveis para a sua inserção na sociedade. O proposto está apoiado no mundo conhecido e vivenciado pela criança em situações que lhe são próximas. Elas são as bases a qual o aluno estabelece relações entre fatos presentes, próximos e remotos; identifica seus aspectos particulares e universais, desenvolvendo, assim, sua capacidade de dar forma e significado à realidade observada e seu espírito inquiridor e crítico, pressuposto necessário no processo da elaboração das abstrações e das noções de conceitos. A escolha desta forma de ensinar História justifica-se pela facilidade que têm as crianças de identificar a realidade como o eu, dentro de um processo gradativo de descentralização. Por esse caminho, o aluno passa a ampliar e enriquecer o repertório de suas vivências e dá início a um novo modo de relacionar-se com o mundo, abrindo-se para o convívio social e para o exercício da cidadania. Essa é a razão por que apresentamos como eixo temático a maneira como a criança constrói sua história, elabora seu conhecimento tendo como referência as pessoas com as quais vive e convive em casa, escola, na rua, no bairro, na cidade, as relações de parentesco, os locais onde se movimenta, os objetos com os quais confere significados pessoais. Esses e outros aspectos de sua vida cotidiana servem de base para o desenvolvimento dos conceitos de História, relações sociais, cultura, tempo e

espaço,

permitindo

aos

alunos

do

ensino

fundamental

apreender

significativamente a realidade mais abrangente e complexa como o município, Estado e país e mundo. Espera-se que ao longo do ensino fundamental os alunos gradativamente possam ampliar a compreensão de sua realidade, especialmente confrontando-a e relacionando-a com outras realidades históricas e assim possam fazer suas escolhas e estabelecer critérios para orientar suas ações. HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS EM HISTÓRIA • Identificar relações sociais no seu próprio convívio local, regional, nos países e no mundo e outras manifestações estabelecidas em outros tempos e espaços. • • • Compreender que as histórias individuais são partes integrantes de Reconhecer que o conhecimento histórico é parte de um conhecimento Situar e conhecer os acontecimentos históricos e localizá-los em sua • Conhecer e respeitar o modo de vida de diferentes grupos, em diversos tempos e espaços, em suas manifestações culturais, econômicas, políticas e sociais, reconhecendo as semelhanças e diferenças entre eles, continuidade, descontinuidade, conflitos e contradições sociais. • Conhecer e estudar a História e a Cultura Afro-brasileira levando os indivíduos a compreenderem e valorizarem as diferentes culturas sem discriminação de acordo com a Lei 10.639/01. • Valorizar o patrimônio sócio cultural e respeitar a diversidade social, considerando critérios éticos; • Valorizar o direito de cidadania dos indivíduos, dos grupos e dos povos fortalecendo a democracia. histórias coletivas. interdisciplinar. multiplicidade de tempo;

GEOGRAFIA A escola tem um papel muito importante na construção do conhecimento do indivíduo e de sua preparação para a formação de um cidadão pleno. Cabe a ela fortalecer os vínculos, orientar o discente a lidar com as novas tecnologias preparando - o assim para o mercado de trabalho. Na busca de alcançar estes objetivos, a Geografia propõe situações diversas de construção e reconstrução do conhecimento através de trocas contínuas entre os indivíduos no meio em que vivem, exercendo um papel fundamental no sentido de contribuir para a continuidade da formação cidadão consciente. HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS EM GEOGRAFIA • Conhecer o mundo atual em sua diversidade, favorecendo a compreensão, de como as paisagens, os lugares e os territórios se constrói; • Identificar e avaliar as ações dos homens em sua sociedade e suas conseqüências em diferentes espaços e tempos. • Compreender as especialidades e temporalidade dos fenômenos geográficos e seu funcionamento em suas múltiplas relações; • Compreender a importância das diferentes linguagens de leitura da paisagem, sabendo utilizar a linguagem gráfica para obter informações e representar a especialidade dos fenômenos geográficos. • Valorizar o patrimônio sócio-cultural e respeitar a diversidade, reconhecendo-os como direitos dos povos. EDUCAÇÃO FÍSICA Esta Unidade Escolar respeita e obedece a Resolução SEMED nº. 110 de 16 abril de 2007 que regulamenta as aulas de Educação Física. Esta resolução regulamenta que as aulas de Educação Física serão ministradas por professores habilitados em curso de graduação em Educação Física. Compete ao professor elaborar seu plano de trabalho em consonância com as Diretrizes Curriculares. de

Artigo 6º - O Professor de Educação Física deverá estar adequadamente trajado para ministrar as aulas. Parágrafo Único – O traje de que trata o caput deste artigo compõe se de tênis, camiseta, calça, bermuda ou calção. Esta Unidade compreende que o processo de ensino e aprendizagem em Educação Física, visa aprimorar no aluno condutas motoras básicas, desenvolver princípios psicomotores, noções de como lidar com as transformações corporais, obter conhecimento de higiene, iniciar a prática desportiva através de atividades lúdicas, desenvolver aspectos de cuidados com a saúde e qualidade de vida e que por meio dessas habilidades o aluno possa se desenvolver integralmente adotando o exercício como parte integrante de sua vida e como forma de vida saudável. Portanto não se restringe ao simples exercício de certas habilidades e destrezas, mas sim de capacitar o aluno a refletir sobre suas possibilidades corporais com autonomia, exercê-la de maneira social e culturalmente significativa e adequada. Trata-se de compreender como o aluno utiliza suas habilidades e estilos pessoais dentro de linguagens e contextos sociais, pois um mesmo gesto adquire significados diferentes conforme a intenção de quem o realiza e a situação em que isso ocorre. No Projeto Político Pedagógico por meio das habilidades desenvolvidas queremos que o aluno se aproprie do processo de construção de conhecimento relativo ao corpo e ao movimento e construa uma possibilidade autônoma de utilização de seu potencial. Para tanto as aulas de Educação Física e recreação ocorrerão sempre que possível em: I – Quadra Esportiva; II – Pátio da Unidade Escolar. Durante as aulas de Educação Física os alunos portadores de necessidades educativas especiais serão integrados as atividades para que desenvolvam suas potencialidades, sendo respeitados os tipos e graus de limitações, pois entendemos que a aula de Educação Física pode favorecer a construção de uma atitude digna, de respeito próprio por parte do deficiente e a convivência com os demais alunos possibilitará a construção de atitudes de solidariedade, de respeito, de aceitação, sem preconceitos.

HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS EM EDUCAÇÃO FÍSICA • Promover a socialização dos indivíduos através da cultura corporal de movimentos utilizando a ginástica, a dança e o jogo. • Estabelecer relações equilibradas e construtivas sem discriminação pessoal, física e social, adotando atitudes de respeito mútuo, repudiando qualquer tipo de violência. • Inserir o indivíduo na cultura corporal de forma consciente tornando-se parte do processo, interagindo no meio em que vive, sendo capaz de reconhecer a atividade física como imprescindível na manutenção da qualidade de vida e na saúde coletiva. • Conhecer e valorizar, respeitar e desfrutar da pluralidade de manifestações de culturas do Brasil e do mundo. Esta unidade escolar promove e estimula em todas as disciplinas o estudo dos Temas Transversais: • • • • • • Ética Pluralidade Cultural Meio ambiente Saúde Orientação Educacional Trabalho e consumo

Assegura o conhecimento, a compreensão e estudo das datas comemorativas dando ênfase nas seguintes: • Dia do índio. • Dia do Trabalho. • Dia Internacional da Mulher. • Dia da Páscoa. • Dia do Descobrimento do Brasil. • Dia da Independência do Brasil. • Dia do Folclore.

• Semana Nacional do Trânsito. • Dia da Proclamação da República. • Dia da Bandeira. • Dia da Consciência Negra. • Natal e etc. Assegura o uso das tecnologias educativas na contribuição do processo de ensino e aprendizagem: Biblioteca, Sala de Informática, TV Escola e materiais didáticos e pedagógicos. Assegura a abordagem do Estatuto da Criança e do Adolescente de acordo com a Lei nº 4.314/2005 em todo âmbito escolar, promovendo reuniões com o corpo docente, discente e pais, garantindo o seu cumprimento e direito dos alunos. Dentro deste Projeto também asseguramos no currículo do Ensino Fundamental, obrigatoriamente, conteúdos que contemplem e que tratem dos direitos das crianças e dos adolescentes em cumprimento a Lei n° 11.525, de 25/09/07 que acrescenta § 5° ao Art. 32 da Lei n° 9.394 de 20/12/96, para incluir este tema, observando a produção e distribuição de material didático adequado.

Esta unidade de ensino participa do Programa Escola Viva/Escola Aberta e ou Escola dos Finais de Semana, conta como apoio e participação do Coordenador Pedagógico, Professor Comunitário e Oficineiros. A comunidade é assídua e participativa. O Programa oportuniza o elo de integração entre comunidade e escola. De acordo com os depoimentos da comunidade, as oficinas ministradas proporcionam aumento da renda familiar, novas amizades, interação entre adolescentes, jovens e adultos entre outros fatores. A Comunidade Escolar desenvolve projetos de ensino e aprendizagem elaborados com a direção, equipe técnica, professores e alunos visando à

aplicação de praticas inovadora, incentivando a participação individual e coletiva no processo. A direção juntamente com a equipe técnica está desenvolvendo um projeto no intuito de minimizar os problemas de indisciplina no âmbito escolar, principalmente nas salas de aula e conta com a participação efetiva do alunado envolvido e com problemas de comportamento. O projeto visa formar alunos conscientes de seu papel na escola, despertando-nos mesmos o prazer e o gosto pelas aulas ministradas em sala de aula independente da disciplina trabalhada, num ambiente favorável sem interferências no que se refere ao acompanhamento dos alunos, finaliza com a participação do grupo participante na acolhida demonstrando mudanças de comportamento.

De acordo com o Regimento Interno, desta Unidade de Ensino em seu artigo 102, Título VI , Visa que : A Política da Educação e o Ensino para o trânsito, embasado nos conceitos éticos e morais, deverão orientar os trabalhos pedagógicos nas unidades escolares, considerando o respeito e a valorização da pessoa humana como parte integrante e fundamental da formação dos alunos. Compete ao professor do Ensino Fundamental incluir em seu planejamento o ensino sobre o trânsito cujo objetivo geral é promover mudanças de comportamento e proporcionar o exercício da cidadania, a inclusão social, o respeito à diversidade e a solidariedade, estimulando nas crianças , nos adolescentes , jovens e adultos atitudes, valores e hábitos que venham de fato contribuir para a preservação da vida, para a paz no cotidiano dos espaços urbanos e rurais, capazes de ajudar na redução de acidentes de trânsito. As atividades pedagógicas da educação para o trânsito contemplarão as que propiciem a inclusão social, sem discriminação, trabalhando conteúdos e práticas vivenciadas que valorizem a vida e o exercício da cidadania. A educação e o ensino para o trânsito no Ensino Fundamental deverão oferecer ações que permitam ao aluno compreender o fenômeno “Trânsito” e suas expectativas sobre diversos aspectos da vida como: a

cidadania, o respeito ao próximo, a preservação da saúde e do meio ambiente, entre outros.

O Bullying na escola causa sofrimento e angústia. As vítimas podem ter o processo de aprendizagem comprometido, ocasionando o déficit de concentração, queda do rendimento escolar e desmotivação para os estudos, podendo resultar em evasão e reprovação escolar. Nesta Unidade Escolar o programa será efetuado de acordo com o Regimento Escolar no que se refere ao artigo 173 a 176, e também, articulado ao Projeto Ficha Limpa Premiada. PROJETOS: • • • • • • • Educação para Sustentabilidade. Dia da Consciência Negra. Ficha Limpa Premiada. Cultura Indígena e Africana. Cultura Regional Pantanal e Música. Leitura e Fantoches (cronograma na biblioteca). Intervenções Pedagógica.

PROGRAMAS: • • • Mais Educação. Saúde na Escola. Saúde e Prevenção na Escola.

Ensino Fundamental de 1º ao 5º ano.
A organização na sala de aula deverá respeitar as diferentes necessidades dos alunos e estar de acordo com a realização das diversas atividades que lhes são propostas. Acreditamos que importante não é a quantidade de espaço, e sim as possibilidades de ter jogos, brinquedos, um cantinho de leitura, um mural no qual se coloquem os avisos, notícias e importantes. A organização da sala de aula é fundamental para que a criança possa conhecer e explorar seu espaço com autonomia. Por isso consideramos importante prever todas as questões. Faz-se necessário que nos coloquemos em seu lugar e, na medida do possível, com seus olhos, busquemos reconstruir o espaço e aquelas tarefas que queremos exigir delas, para que isso ocorra de forma natural. Os professores ajudarão a organizar o cantinho da leitura e da rotina de sala de aula porque se as atividades não variam e os espaços não são modificados, pode haver dificuldade de acompanhamento ou questões de indisciplina na sala de aula. Acreditamos que a sala de aula não pode ser um espaço imutável uma vez que ela é o cenário onde ocorrem diferentes situações de aprendizagem. Em algumas delas o importante é que os alunos estejam à frente de seus colegas, discutindo suas idéias , ouvindo. Em outras há um objeto em elaboração,os alunos precisam movimentar-se, tirar dúvidas, buscar material. Às vezes o professor precisa falar e ser ouvido por todos, em outro momento fala enquanto os alunos escrevem ou lêem . O importante é a adequação do espaço à atividade. fatos que as crianças consideram

Arrumação da sala de aula
O espaço é um retrato da relação pedagógica porque registra, concretamente, através de sua arrumação (dos móveis....) e organização (dos materiais....) a maneira como esta relação é vivida. Ela pode contar as inúmeras experiências vividas dentro da sala de aula, mas somente o fará se suas paredes não estiverem nuas ou decoradas (alienadamente) pelo professor com figuras da Mônica ou Pato Donald. (Madalena Freire, 1988).

Portanto as salas de aula desta unidade serão constituídas de um ambiente de letramento de forma contextualizada a partir de uma rotina dinâmica e significativa, pois percebemos e também acreditamos que a sala de aula é espaço para trabalhar valores éticos e democráticos. O ambiente de aprendizagem deve proporcionar a construção e reconstrução desses valores que promoverão a formação do sujeito crítico e consciente de seu papel na sociedade por meio de um ensino de qualidade, ou seja, a formação integral do aluno. Compete a cada professor: • • • Deixar as paredes de sua sala decorada pelas alunos, quer seja por meio de desenhos ou escritas. Dar acabamento final nas produções dos alunos a fim de valorizá-las. Expor as produções de seus alunos, nas dependências da escola, tanto nos corredores quanto nas paredes da sala de aula. Cartazes necessários em sala de aula: • • • • • • • • • Calendário Aniversariante do mês Ajudante do dia Cabeçalho da escola Alfabeto (Com os quatro tipos de letras) Números de 0 a 09 Cantinho da leitura Lista nominal dos alunos Horário das aulas. produções de seus

Do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano
Compete aos Professores, elaborar o mapa de sala no qual o aluno permanecerá no local em que se possibilitem mais condições de aprendizagem assegurando a participação efetiva, a concentração e a compreensão dos conteúdos aplicados. Expor nas paredes da sala de aula: • • Cartaz com os Comportamentos Inadequados e Medidas Sócio Educativas para a efetivação do Projeto Ficha Limpa; Mapa de sala

Ao gestor escolar compete supervisionar e coordenar as atividades pedagógicas, administrar os recursos financeiros da Unidade Escolar, em consonância com as normas estabelecidas no Regimento Escolar e neste Projeto Político Pedagógico. O gestor escolar gerencia delegando co-responsabilidades compartilhadas, com visão de futuro e de mundo, exercendo a liderança com apoio administrativo, professores e equipe técnica, bem como de voluntários e parceiros que colaboram com a obtenção das metas previstas assegurando o êxito dos alunos. Entendemos também que o gestor escolar no seu trabalho cotidiano, lidera os atores que vivem dentro e no entorno da escola, influenciando-os e interagindo com eles para dar e receber contribuições que levem à realização dos objetivos traçados. Diante deste contexto percebemos que o gestor escolar coordena, integra e consolida os resultados dos membros da escola, explicitados sempre no seu

Plano Integrado de Trabalho contemplando as quatro dimensões pontuadas na Política de Gestão Escolar da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande que são: Dimensão Pedagógica: a busca de mecanismos que contribuam para a aprendizagem efetiva do aluno de acordo com o Projeto Político Pedagógico proposto, Dimensão Administrativa: assegura a integração entre esta unidade e a Semed, Dimensão Legislativa: acompanha o cumprimento e conhece as políticas Públicas de educação que vigoram no país e a legislação pertinente e Dimensão Técnica: promove estudos para elaboração de Regimento Escolar e Projeto Político Pedagógico assegurando o ensino de qualidade. Estes resultados têm como objetivo final, assegurar o único resultado que interessa: O sucesso do aluno. É primordial que o gestor escolar saiba ouvir e compreender os professores, alunos, pais e funcionários, usar a liderança sugerindo e discutindo a dinâmica das ações e das relações dentro da escola, de tal forma que todas as situações possam ser vivenciadas como experiências que serão revertidas para o benefício de toda comunidade. Esta Unidade Escolar acredita que o sucesso dos alunos decorre da participação de todos os segmentos da comunidade escolar. Também acreditamos, numa liderança eficaz que não se confunde nem se baseia apenas em comando, mas aquela que garante condições para que seus liderados produzam e alcancem os resultados por meio de um clima de cordialidade e solidariedade por meio de um ambiente adequado de trabalho, com respeito e confiança, definindo e delegando tarefas, apoiando seus liderados em todas as atividades pedagógicas, avaliando e revertendo os resultados para assegurar os objetivos de uma escola eficaz. Sendo fundamental no processo de gestão escolar compartilhada a participação do gestor no acompanhamento da aprendizagem em sala de aula, auxiliando no processo pedagógico,ou seja, sempre que possível lançar um olhar, observador e compreensivo, sobre a reação do aluno diante dos estímulos dos professores. A gestão desta Unidade escolar acredita na parceria entre os educadores na busca da melhoria permanente do processo ensino aprendizagem e na melhoria da qualidade do ensino. Compete ao gestor da Unidade Escolar estabelecer metas que

possam viabilizar e concretizar

o processo da aprendizagem dos alunos,

superando eventuais resultados por meio da superação dos desafios da gestão escolar no cumprimento das atribuições relacionadas no Regimento Escolar. A gestão escolar em cumprimento as suas obrigações principais, deve verificar algumas ações no contexto escolar: 1. As práticas pedagógicas. 2. A importância do professor. 3. A gestão democrática e a participação da comunidade escolar. 4. A participação dos alunos na vida da escola . 5.As parcerias externas.

O Supervisor Escolar atua em articulação com a Direção, Orientação Educacional e os Professores. A função primordial é acompanhar e avaliar o planejamento e a execução do processo pedagógico, intervindo e auxiliando os professores nas dificuldades, objetivando a qualidade do ensino, resultando na aprendizagem significativa dos alunos. Esta unidade escolar acredita que a Supervisão Escolar de acordo com as suas atribuições deva : • Apoiar e ajudar o professor a superar dificuldades de conteúdos, metodologias, domínio de classe, relacionamento com alunos, pais e colegas; • • • • Apoiar o professor em atividades de planejamento e avaliação do plano de ensino; Estimular o professor a trocar experiências, dificuldades e êxitos com outros colegas. Estimular o professor a engajar-se em outras atividades da escola; Acompanhar se o professor está presente e cumpre o seu plano de trabalho;

• • • •

Acompanhar os resultados da ação do professor, verificando os resultados de aprendizagem; Participar ativamente dos conselhos de classes realizados a cada bimestre. Conhecer a proposta pedagógica em sua íntegra. Conhecer e cumprir os termos do Regimento Escolar desta Unidade. Acreditamos que a Supervisão Escolar se constitui em uma atividade

de aprendizagem permanente, de troca de experiências e crescimento profissional. Sempre apoiando o professor no alcance de seus objetivos e não permitindo que seu trabalho se confunda com processo de controle, inspeção, tutela ou acompanhamento meramente burocrático. A supervisão Escolar nesta Unidade Escolar tem também a função de receber e analisar os instrumentos avaliativos bem como conhecer os critérios de correção das avaliações elaboradas pelos professores com um único objetivo de manter qualidade de ensino e garantir o sucesso dos alunos nos resultados.

Para um bom desempenho de sua função a Orientação Educacional precisa relacionar-se de maneira positiva e construtiva com a Direção, Supervisão Escolar, Professores , Administrativos , a Comunidade e principalmente com os alunos. Participar, acompanhar e avaliar a execução do processo pedagógico, tendo como objetivo principal a aprendizagem dos alunos. Para o bem estar do aluno compete ao Orientador Educacional: • • • Realizar a acolhida dos alunos; Verificar a freqüência e assiduidade dos mesmos; Acompanhar o trabalho desenvolvido nas salas de aulas e desenvolver atividades específicas com a turma, de liderança, formação de grupo, disciplina, grupo de estudo e monitoria. • Elaborar e executar projetos de cuidados pessoais e higiene dos alunos

junto com os professores; (piolho, dengue, leishmaniose, etc). • • • Resolver juntamente com a Direção conflitos existentes entre Pais, Professores e Alunos. Registrando em livro próprio, casos mais graves; Conhecer o Projeto Político Pedagógico em sua íntegra, bem como a legislação vigente nos níveis Federal, Estadual e Municipal. Conhecer e cumprir os termos do Regimento Escolar desta Unidade. Esta Unidade escolar acredita na Orientação Educacional que age e atua como um profissional atento às leis que regem a infância e adolescência em nosso país,ou seja, no profissional que atenda da melhor forma possível o aluno respeitando seus direitos, atento aos seus deveres e que contribua para a participação efetiva da família na escola.

COORDENAÇÃO DO MAIS EDUCAÇÃO
O Programa Mais Educação promove a ampliação de tempos, espaços, considerando as experiências que são vividas na escola, não ficando apenas restrito ao ambiente de sala de aula e aos conteúdos que representam os conhecimentos científicos, promove atividades em turno inverso, buscando o compartilhamento da tarefa de educar utilizando meios onde o educando possa expressar suas linguagens as quais demonstram o que sentem e pensam sobre o mundo que os cerca. Para essas articulações cabe ao professor comunitário ou coordenador do programa, a atribuição de coordenar a oferta e a execução das atividades de Educação Integral a seguir: • Verificar quais alunos necessitam ser encaminhados para o programa juntamente com a supervisão e orientação e convocar os pais para adesão. Entrevistar a selecionar monitores, verificando atividades que poderão ser acompanhadas por estudantes universitários (estagiários), em processo de formação específica nos macrocampos e com habilidades reconhecidas pela comunidade. Organizar oficinas e turmas. Verificando e definindo horário das

atividades que serão desenvolvidas. • Acompanhar e auxiliar o planejamento dos monitores. Assessorando-os. Verificando, apoiando, dando sugestões e preparando materiais necessários para a execução das atividades. Acompanhar o desempenho escolar dos alunos, disciplina e participação no Programa. Participando das reuniões de Conselhos de Classe e estando em contato com a SE e OE, verificando o desempenho e avanços dos alunos, bem como a participação nas oficinas e realizando contato com os pais quando necessário. Elaborar relatórios e documentos referentes ao programa. Preenchendo e encaminhando toda a documentação referente ao programa para a Semed e secretaria da Escola, como relatórios de atividades, recibos, pagamentos e termo de adesão.

APOIO PEDAGÓGICO
• Acolhida dos alunos; • Registrar dos alunos que chegam atrasados; • Registrar as ocorrências; • Priorizar o atendimento preventivo em articulação com a Orientação Educacional; • Acompanhar o recreio monitorado; • Acompanhar o projeto ficha limpa; • Conscientizar os alunos ao uso do uniforme; • Acompanhar o processo pedagógico dos alunos retidos e alunos abaixo da média; • Realizar leitura e acompanhar o desempenho registrando em ficha própria; • Utilizar de jogos pedagógicos para a aprendizagem da tabuada e estimular o raciocínio lógico dos alunos; • Orientar os alunos nas questões pedagógicas e disciplinares; • Realizar a rotina diária em articulação com os demais segmentos da escola.

Esta unidade de Ensino acredita que o professor deve ser um profissional dinâmico, reflexivo, criativo, comprometido e responsável com a sua formação continuada, visando sempre à construção e reconstrução da prática pedagógica em sala de aula. Neira (2004) afirma que “[...] o cenário da escola de hoje apresenta novos desafios aos professores e torna insuficiente” [...] os saberes docentes desenvolvidos no contexto da escola. Nossa sociedade espera que a escola forme o cidadão capaz de viver em paz respeitando as diferenças e que saiba lidar com a complexidade do mundo individualmente e coletivamente. O trabalho pedagógico não é mais prestado por vocação ou sacerdócio, e sim por competência e com intencionalidade. Assim, só terá condições de atender a expectativa dessa nova sociedade, o professor que estiver melhor preparado. Esse preparo compreende a formação continuada reflexiva, e bem fundamentada teoricamente. Vale também ressaltar a importância da pesquisa como uma prática efetiva desse profissional e o estudo constante. Observa-se ainda a necessidade da afetividade e a relação de reciprocidade mútua entre professor e aluno. Nessa expectativa a intervenção professor e aluno no processo de aprendizagem possibilitam ajudá-lo a acreditar em suas possibilidades e potencialidades valorizando os seus conhecimentos prévios. Outro fator indispensável em nossa unidade de ensino é que o professor deva ter conhecimento das tendências pedagógicas, principalmente a que ancora este Projeto Político Pedagógico,os métodos e técnicas que melhor atendam e que compreendem o aluno como sujeito construtor do seu próprio conhecimento. A preocupação com o planejamento é outro fator a ser considerado, pois neste projeto não há lugar para “prática do carbono” (cópias de atividade sem significado). Deve-se levar em conta ainda à importância da avaliação, não como um instrumento de exclusão social, mas como mecanismo que possibilite ao professor mensurar o acerto, detectar o erro e replanejar seu fazer pedagógico a fim de saná-lo. Quanto ao método, faz se necessário que o professor saiba que não há um ideal, mas o professor consciente do seu papel cria seu próprio caminho, a partir do seu conhecimento, ele pesquisa, cria novos recursos e inova sua prática pedagógica.

Vivemos em um mundo de transformações, um mundo acelerado com características diferentes da sociedade ou época em que uma grande maioria dos professores atual foi formada. Em conseqüência, esse professor trabalha com alunos que possui valores, características e ações bem diferentes daquelas para qual o professor foi preparado para trabalhar. Além dos saberes técnicos advindos do curso de formação o professor deve possuir um perfil com base sólida e ir além dos saberes cognitivos, buscando conhecimento por meio da pesquisa e da leitura, tendo, que não se pode formar professor sem a devida consciência da responsabilidade assumida de formar alunos leitores, escritores e críticos. Para tanto esta Unidade de Ensino visa ter em seu quadro permanente de professores, profissionais comprometidos com o processo de ensino e aprendizagem que tenham ou que busquem as características a seguir: • • escola; • • agradável; • • • • • • • • • • • Mantém o foco no aluno; Estimula e utiliza as tecnologias disponíveis na escola; É participativo e comprometido com a escola e seus alunos; Contextualiza o ensino; Possui uma postura interdisciplinar, ou seja, trabalha pautado Adota metodologia de pesquisas e leituras; Promove trabalho em grupo e com projetos; Valoriza os alunos, até aqueles com mais dificuldades; Sabe que não é o detentor único do saber; Reconhece nos conflitos uma oportunidade para o crescimento e Que seja inquieto diante dos desafios da formação Planeja suas ações, prevendo suas conseqüências; Comunica-se bem e mantém a sala de aula com clima Busca atualizar-se em diversas áreas constantemente; Construtor de uma imagem positiva de si, dos alunos e da seguintes

na realidade e na sociedade que está inserido;

amadurecimento profissionais;

continuada; • • • de vestir; • • • resolva; • • Existem palavras que ofendem, portanto tenha cuidado com o Evite falar de assuntos relacionados aos alunos com os pais que fala para os outros; na rua ou na frente da escola, sempre resolva conflito Pais e alunos junto com a Orientação Escolar e ou Direção. • • Invista na formação continuada sempre. Ter a coerência e a ética mediante o Regimento Escolar, o Saber lidar com o imprevisto; Faça parte da solução dos problemas surgidos na Seja corajoso, não tema as mudanças; Seja insatisfeito, tenha visão crítica de seu trabalho. Não seja ingênuo, pois você será avaliado até pelo seu modo

aprendizagem de seus alunos; Resolva os conflitos surgidos, não crie, nem os esconda,

Estatuto da Criança e as metas do PDE desta Unidade Escolar.

Zelar pela documentação da escola que envolve alunos, professores, funcionários administrativos e direção. Atender a comunidade escolar com respeito, atenção e responsabilidade. Além desses atributos ao secretário escolar, esta Unidade atenta-se também a um profissional responsável em desenvolver com eficiência as seguintes atribuições: • • • Recolher, selecionar, classificar e catalogar todos os documentos que circulam ou que já devam ser arquivados definitivamente; Organizar arquivos de modo racional e simples, mantendo-os sob sua guarda, com máximo sigilo; Garantir a perfeita conservação e restauração dos documentos

recolhidos; • • • Organizar as informações e fontes de pesquisas, de modo que qualquer documento solicitado possa ser rapidamente localizado; Manter em dia as escriturações dos livros de registros escolares, dos alunos e dos professores, zelando pela sua fidedignidade; Manter arquivado e organizado em ordem a coleção de leis, regulamentos, instruções, circulares, avisos e despachos que dizem respeito às atividades escolares; • • Divulgar todas as normas procedentes da diretoria, estimulando todos os envolvidos a respeitá-las, valorizá-las e agir de acordo com as mesmas; Atender aos alunos, professores ou a qualquer outro elemento da comunidade escolar, em assuntos diferentes à documentação e outras informações pertinentes; • • • • • • • • • Fornecer em tempo hábil as informações solicitadas; Planejar seu trabalho de acordo com as necessidades da escola, estabelecendo objetivos e padrões mínimos de desempenho; Elaborar cronograma de atividades da secretaria, tendo em vista a racionalização do trabalho e sua execução em tempo hábil; Participar das reuniões, responsabilizando pelo registro em ata; Responder pelo expediente e pelos serviços gerais da secretaria; Contribuir para o aumento do esforço individual, criatividade e satisfação do pessoal envolvido no trabalho da secretaria da escola.. Conferir documentos como: Ofício, Comunicação Interna, numeração e datas, antes de qualquer encaminhamento ou assinar. Ter comprometimento com a formação continuada em serviço; Manter a ética e a coerência com o Regimento Escolar desta Unidade de Ensino.

Os monitores de alunos são responsáveis juntamente com os demais profissionais inseridos em nossa Unidade de Ensino pela disciplina geral dos

alunos, desempenhando com responsabilidade e compromisso os trabalhos solicitados pela direção e equipe técnica, Esta Unidade escolar acredita que um monitor com um bom relacionamento com a comunidade escolar poderá contribuir da seguinte forma: • • • • • • • • • • • • • • Organizar juntamente com os professores a fila dos alunos; Verificar se os alunos estão uniformizados Verificar os alunos que estão chegando atrasados e encaminhá-los a orientação escolar; Atender sala de aula quando o professor precisar sair, zelando pela disciplina dos alunos; Colaborar com a Supervisão Escolar na tiragem de cópias (xérox) de atividades ou avaliação; Manter o quadro de avisos atualizado; Disponibilizar Livro Ponto e documentos para os professores assinarem; Bater o sino na entrada dos alunos/ recreio/saída conforme horário; No recreio monitorado realizar brincadeiras no pátio para os alunos; Ajudar na entrega do Kit escolar, uniforme, livros e outros materiais dos alunos. Zelar pela disciplina dos alunos no pátio da escola; Comprometer-se com a formação continuada em serviço; Manter a ética profissional no relacionamento com os alunos, pais e colegas de trabalho. Retirar o aluno da sala de aula que estiver com problemas de saúde e encaminhá-lo ao serviço de Orientação Educacional para as devidas providências.

Ao profissional de apoio compete auxiliar os alunos com deficiências nos diferentes níveis e modalidades do Ensino Fundamental, que necessitem de apoio constante nas atividades de higiene, alimentação e locomoção no

cotidiano escolar. São atribuições do profissional de apoio: - manusear pranchas de comunicação; - acompanhar o aluno quando necessário, orientando-o em todas as atividades que favoreçam o seu convívio no âmbito do espaço escolar; - acatar as orientações dos superiores e tratar com urbanidade e respeito os funcionários da unidade escolar e os usuários dos serviços educacionais; - desempenhar a função com competência, assiduidade, pontualidade, senso de responsabilidade, zelo, discrição e honestidade; - conhecer e cumprir os termos deste regimento.

Temos como meta um auxiliar comprometido com os projetos da escola e que demonstre o prazer pela leitura estimulando esse hábito aos usuários. Entendemos que o auxiliar de biblioteca deve ser uma pessoa que goste de ler e que saiba organizar o ambiente de forma competente e eficaz cumprindo suas atribuições conforme itens abaixo: • Mantenha os livros organizados facilitando aos alunos no ato da pesquisa; • Controle a entrada e empréstimos de livros; • Distribua os livros didáticos aos alunos no início do ano letivo; • Recolha os livros ao final do ano de professores e alunos. • Entregue e recolha os jornais nas salas de aula. • Se comprometa com a formação continuada em serviço; • Seja responsável, comprometido e competente em sua função; • Seja ético no relacionamento com a comunidade escolar.

Segundo a Constituição Brasileira em seu artigo 205 (1998), a educação é dever dos pais e responsabilidade conjunta do Estado, da família e

da sociedade. Portanto, esta Unidade de Ensino acredita que os pais são coresponsáveis pela educação dos filhos e consequentemente são coresponsáveis por sua escolarização e por mantê-los na escola. Esta unidade vem ampliando os espaços para os pais participarem das decisões fundamentais sobre a escola de seus filhos, pois acredita que quanto maior for a participação dos pais e comunidade, melhor será o desempenho dos alunos. A seguir listamos o perfil esperado dos pais e que os mesmos: • Mantenham-se atentos as necessidades de seus filhos, acompanhando o seu desenvolvimento escolar; • Participem das decisões pertinentes a melhoria e a qualidade do ensino de seus filhos; • Acreditem no Projeto Político Pedagógico da escola. • Tenha o diálogo como à melhor forma de resolver qualquer conflito existente na vida escolar de seus filhos; • Participem das reuniões e dêem sugestões a escola para melhorar a qualidade do ensino e de aprendizagem; • Orientem seus filhos para a interagirem na sociedade em que vivem de forma construtiva e cooperativa; • Apresentem - se na Unidade Escolar com trajes adequados.

Sendo o aluno o foco desta Unidade de Ensino e o motivo porque existe, esperamos também que ele desempenhe a função de estudante, freqüentando regularmente as aulas, mantendo –se compromissado e atento aos direitos e deveres contidos no Regimento Escolar da escola. Temos como meta a eficácia do ensino e aprendizagem com autonomia, tornando os alunos aptos a interagirem com a sociedade a qual estão inseridos. O perfil exigido dos nossos alunos é: • Que mantenham hábitos de higiene em seu corpo, seu vestuário e

em seus objetos escolares; • Que colaborem com a preservação do espaço escolar; • Que sejam disciplinados; • Que tenham visão de futuro e de sucesso escolar. Portanto também dispomos de regras que ajudam a manter o sucesso de nossos alunos como: • Não dispensamos alunos sem bilhete dos pais; • É obrigatório o uso do uniforme doado pela prefeitura; • O aluno que danifica a escola ou algum bem público (vidros, carteiras, etc.) por displicência ou ato intencional deve por meio dos pais ou responsáveis, ressarcir o estrago ou consertá-lo, se for o caso; • Após os recursos e contatos com as famílias sem resultado satisfatório, Direção. os alunos faltosos e indisciplinados serão encaminhados ao Conselho Tutelar pelo serviço de Orientação e

As merendeiras devem zelar pela higiene e a qualidade no preparo da alimentação dos alunos de forma eficaz e competente. Acreditamos que as merendeiras podem contribuir da seguinte forma: • Manter a organização e a higiene da cozinha; • Estar sempre com proteção no cabelo e usar avental; • Verificar a quantidade suficiente de vasilhame para cada turno; • Preparar e servir a merenda com carinho sem atrasos; • Informar o cardápio do dia no mural; • Fazer o café e distribuir para a secretaria, sala dos professores e direção. • Recolher as garrafas, copos de cafés e demais vasilhames, após servir

• Estar em dia com a Carteira Sanitária. • Ser comprometida com a formação continuada em serviço. •

Acreditamos que o espaço escolar deve ser atrativo, limpo e organizado, portanto faz-se necessário que as profissionais que exercem essa função sejam atenciosos em relação a limpeza, mantendo o ambiente limpo e agradável. O perfil dos profissionais que zelam pela limpeza da nossa Unidade Escolar deve ser: • Tratar a todos com cortesia; • Usar adequadamente os materiais destinados a limpeza; • Ser assíduo e pontual; • Ao ter conhecimento de irregularidades detectadas levarem ao conhecimento da gestão escolar; • Que saibam acatar as orientações do gestor escolar; • Manter o foco na limpeza da escola e organização do espaço físico da mesma; • Conhecer e cumprir os termos do Regimento Escolar desta Unidade de Ensino. Ao limpar o quadro negro que evitem passar panos com sabão ou outro tipo de detergentes ao limpar paredes das salas, corredores ou demais dependências da escola evitem danificar os recursos pedagógicos utilizados por professores e outros, sempre avisando previamente a data da limpeza.

De acordo com a Lei que criou a Guarda Municipal, as atribuições de seus integrantes estão reguladas da seguinte forma:
“DA FINALIDADE E COMPETÊNCIAS DA GUARDA MUNICIPAL

Art. 1º A Guarda Municipal de Campo Grande, criada pela Lei nº 2.749, de 10 de agosto de 1990, é uma corporação operacional, organizada, de conformidade com o § 8º do art. 144 da Constituição Federal e o art. 81 da Lei Orgânica do Município, com a finalidade de proteger o patrimônio, bens, serviços e instalações públicas do Município. Art. 2º Compete à Guarda Municipal planejar, coordenar e desenvolver as seguintes atividades: I - proteger os bens, serviços e instalações do Município, visando prevenir a ocorrência de atos ilícitos, danos, vandalismo e sinistros, mediante vigilância: a) dos bens de uso comum do povo, assim entendidos as praças, os parques, os jardins, os monumentos e quaisquer outros bens de domínio público municipal; b) das escolas, das unidades de saúde, dos ceinfs, dos museus e dos prédios utilizados na prestação de serviços públicos pela Administração Municipal; c) das áreas de preservação do patrimônio natural do Município, para proteção e conservação do meio ambiente e defesa da fauna e da flora;” (Lei Municipal nº. 2.749/90)

Além das atribuições elencadas acima os integrantes daquela instituição pode ainda contribuir também com a Unidade Escolar nos seguintes aspectos: • Garantir a ordem, a disciplina e a segurança na ambiente escolar; • Verificar se nas imediações da escola existe alguma situação de risco para os alunos, caso haja, comunicar a Direção da escola; • Estar atento aos procedimentos de entrada de pessoas visitantes ou da comunidade escolar, recebendo-os de forma educada, demonstrando-lhes a importância de sua presença, encaminhando ao setor solicitado; • Evitar distribuir doce ou balas aos alunos; • Conhecer as regras e normas da escola que definem quem pode entrar além dos alunos, professores e servidores; • Manter a ética profissional e a coerência com o Regimento Escolar desta Unidade de Ensino. • Atender as solicitações da Direção Escolar.

SEMANAL
PERÍODO MATUTINO • Acolhida na entrada às 7 horas.
• Recreio→ Monitorado - Horário: Das 8h50min às 9h10min Os professores deverão acompanhar os alunos para pegar o lanche juntamente com os monitores até 9 horas orientando – os na forma correta de alimentar - se. Após esse horário serão oferecidas brincadeiras e jogos para as crianças. Ao final do recreio os alunos deverão fazer fila para entrar nas salas de aula, acompanhados pelo professor de forma organizada. • Horário da saída: 11h10min Os alunos deverão sair acompanhados pelos professores até a grade, não sendo permitido retornar. Os alunos que esperam a chegada dos pais para retornarem as suas casas ficarão acompanhados de um monitor desde que previamente combinado através do caderno de registro. • Não é permitida a entrada e saída dos alunos pelo portão frontal, localizado na Rua Enzo Ciantelli.

PERÍODO VESPERTINO • Acolhida na entrada às 13 horas.
• Recreio→ Monitorado Horário: Das 14h50min às 15h10min Os professores deverão acompanhar os alunos para pegar o lanche juntamente com os monitores até 15 horas. Após esse horário serão oferecidas brincadeiras e jogos para as crianças. Ao final do recreio os alunos deverão fazer fila para entrar nas salas de aula, acompanhado pelo professor de forma organizada. • Horário da saída: 17h10min Os alunos deverão sair acompanhados pelos professores até a grade, não sendo permitido retornar. Os alunos que esperam a chegada dos pais para retornarem as suas casas ficarão acompanhados de um monitor desde que previamente combinado através do caderno de registro com seus responsáveis.

HINOS CÍVICOS

• Serão executados uma vez por semana, após o recreio. Compete ao auxiliar de biblioteca organizar o som e CD dos Hinos Cívicos e responsabilizar-se por esses materiais. Na sua ausência os monitores/inspetores ficarão encarregados do serviço. • Compete aos professores e aos monitores de alunos organizarem as filas orientando a postura correta para a execução dos Hinos Cívicos. • Os professores à frente de seus alunos deverão orientar e dar exemplo mantendo postura adequada. • Compete aos professores e aos orientadores educacionais realizarem trabalho de leitura e interpretação da letra, favorecendo e fortalecendo o sentimento de amor pelo Brasil, repassando atitudes adequadas tais como: não usar boné e bater palmas somente para o hasteamento da bandeira.

LIVRO PONTO
• Todos os servidores municipais inseridos nesta Unidade de Ensino deverão conforme Regimento Escolar assinar o Livro Ponto diariamente evitando transtornos profissionais;

DIÁRIO DE CLASSE
• Levar o Diário de Classe para a sala de aula mantendo sempre atualizado a freqüência dos alunos, ao final do período deixar o diário na escola. • Ao verificar a ausência de alunos em três dias consecutivos encaminhar o nome do aluno a Orientação Educacional de preferência por escrito para providências. • Em caso de dúvida sobre o preenchimento do Diário, procure a secretária, Supervisão Escolar ou Direção da escola para orientações.

PLANEJAMENTO
• Manter o caderno de planejamento atualizado e coerente com o Projeto Político Pedagógica da Escola. Os planejamentos supervisionados na escola deverão ser encaminhados a Supervisão Escolar para que a mesma

verifique e possa dar sugestões, orientações e fazer intervenções nas atividades. • 50% do planejamento deverá ser cumprido na escola, sendo acompanhado pela Supervisora Escolar. • 50% do planejamento Livre, podendo ser solicitado para cumprir na escola quando necessário. • Verificar diariamente o Calendário Escolar. Caso haja Reunião Pedagógica ou Reunião de Pais o professor deverá permanecer na escola ainda que seja seu Planejamento Livre conforme Inciso II Art. 1° da Resolução 90/05.

MENSAL
• Compete ao professor realizar no mínimo quatro avaliações, sendo uma manuscrita, com critérios e instrumentos eficazes de acordo com o Projeto Político Pedagógico da escola. • Reunião pedagógica estabelecida em Calendário Escolar.

BIMESTRAL
• Realizar a avaliação oficial com os alunos, ou seja, a avaliação bimestral; • Entregar devidamente preenchidos rasuras nas datas marcadas; • Entregar o canhoto de notas dos alunos na secretaria; • Conferir os diários e canhotos • Participar do Conselho de Classe; • Participar da Reunião de Pais e Mestres; • Rever as ações e metas do PDE; • Rever o Projeto Político Pedagógico. os diários de classe sem

ANUAL
• Festa Junina

• Desfile Cívico • Mostra Científica Cultural • Aniversário da Escola • Dia da Consciência Negra • Festa da Primavera • Dia do Professor e Funcionário Público.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
BRASIL. LEI DE DIRETRIZES E BASES DA EDUCAÇÃO NACIONAL Lei nº. 9394 de 20 de dezembro de 1996 BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Artes Brasília: MEC/SEF, 1998b. BRASIL. Referencial Curricular Nacional do Ensino Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998 a. BRASIL. Referencial MEC/SEF, 1998b. CUNHA, Suzana Rangel Vieira (Org). Cor, som e movimento: Expressão Plástica, musical e dramática no cotidiano da criança. Porto Alegre: Meditação, 2004. DEMO, Pedro. Educação de Qualidade. Campinas: Papirus, 1995. Estatuto da Criança e do adolescente. 2004 FREIRE. Madalena. Dois olhares ao espaço na Educação Infantil. In MORAIS, Regis de (org) Sala de aula que espaço é esse? 18. ed. São Paulo, Papirus, 1988. GANDIN, Danilo - Planejamento como prática educativa. São Paulo: Contexto, 1992 LEMLE. Miriam. Guia Teórico do Alfabetizador. São Paulo: Atica, 1987 JARCEM, Elizete Ferreira – O perfil do Professor Alfabetizador a realidade de quatro escolas públicas. IESF/SEMED 2007. Manual Gerenciando uma Escola Eficaz, 2006. LUCKESI, Cipriano. Avaliação em questão, Porto Alegre, 1996 Curricular para a Educação Infantil. Brasília:

OLIVEIRA, João Batista Araújo, APRENDER e APRENDER. PARO, Vitor. Gestão e Participativa, 1989. PARECER. Educação e Ensino no Trânsito 34/2007. PERRENOLD, Filipe, As Competência do Educador, São Paulo, 1993. Projeto Educativo. São Paulo: Liberal, 1995. REGIMENTO ESCOLAR DA UNIDADE ESCOLAR, 2007. RESOLUÇÃO SEMED N. 110 de 16 de abril de 2007. SOARES, Magda. Alfabetização e letramento. São Paulo: Contexto, 2003. SEMED, Políticas de Gestão Escolar da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande, 2007. VASCONCELLOS, Celso dos Santos – Planejamento de Ensino – Aprendizagem e VIANNA, Ilca Oliveira de Almeida. Planejamento participativo na escola: UM desafio ao educador. São Paulo – EPU. 1996.

Adriana Urt Maciel Alessandra Raquel Faria Allan Jones Soares Aquino da Silva Ana Aparecida de Amorim da Silva Andréa Almeida Duarte da Rocha Arildo Araújo Lima Carlos Alberto Corrêa Carlos Roberto Ponso Caroline da Silva Portilho Celeide Alves Gonçalves Cilene Dias Basilío Creuza Pessoa da Silva Cristiane Oliveira da Silva Luna

Danielle Camargo dos Santos Dejair dos Santos Silva Deisi Kretschmer Deyse Cristina Silva Dias da Silva Edina da Silva Ferreira Edna Jardim de Abreu Eliane Beatriz Nobres da Silva Eliane Rodrigues Deip Elio Aparecido de Souza Silva Elisângela Jaime Costa Érika Araújo Nunes Érika Barbosa de Andrade Eugênio Zanatto Neto Geane Pereira dos Santos Morais Germana da Silva Gilmar Morais do Espírito Santo Giuliano Leopici de Souza Gleice Maria Barbosa Muana Uta Helen Cristina de Castro Ilisete Fátima Pereira Janaina de Almeida Delcolli Jorge Rodrigues de Lima José Edílson Dias Basílio Kamila da Silva Carvalho Kelly Cristina da Silva Leandro Rocha Marques Luciene Pires Recaldes Dias Lucyana Ocampos Cabral Manuel Ramão Ferreira Queiros

Marcelo Custódio Alves Marcelo Urt Maciel Maria Aparecida da Silva Maria Socorro de Melo Félix Marilene Rosa Ramiro Muller Patrício Ladeia Rita de Cássia Lemes Castilho Ronildo Ferreira Vanderlei Rosália Bussolo Dorigon Rosemary de Oliveira Ferreira Rossicler Souza Neves Rute Helena da Silva Pinho Sandra Batista Silva Sandra Binder Soares Sandra Cristina da Costa Silva Sandra Marcela Pereira Sandra Socorro Silva Santos Vilasante Sidnéia Teixeira Silvia Santana Targino Ventura Silvio da Silva Santos Simone Aparecida Garcia Rodrigues Sirlei Aparecida Assalin Pires Soraya Góes Lemos Valdomiro Lopes Mariano Vanuza Araújo Lima Vera Lucia Araújo Vera Lucia Hamana Kerche Verônica Ferreira Vilma Lopes da Cunha Souza

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->