P. 1
GEOMETRIA PLANA

GEOMETRIA PLANA

|Views: 4.052|Likes:
Publicado porMatheus Serra

More info:

Published by: Matheus Serra on May 16, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/09/2013

pdf

text

original

GEOMETRIA PLANA: TRIÂNGULOS 1

TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES. (Ufpe 95) Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses (V) se for verdadeiro ou (F) se for falso.

1. Acerca da figura a seguir podemos afirmar que:

( ( ( ( (

) O triângulo ABC é equilátero. ) O triângulo ACD é isósceles. ) ‘ - (– + ’) é divisível por 2. ) åî = Ø. ) Os triângulos ABC e ACD têm áreas iguais.

2. Analise as seguintes afirmações:

( (

) Dois triângulos equiláteros quaisquer são semelhantes. ) Dois triângulos retângulos são semelhantes se os catetos de um são proporcionais

aos catetos do outro. ( ( ) Num triângulo qualquer, cada lado é maior que a soma dos outros dois. ) Se as diagonais de um quadrilátero se interceptam no seus pontos médios, então

esse quadrilátero é um retângulo. ( ) Se pelo ponto médio do lado AB de um triângulo ABC traçarmos uma reta

paralela ao lado BC, então esta reta interceptará o lado AC no seu ponto médio.

3. (Ufpe 95) Considere os triângulos retângulos PQR e PQS da figura a seguir. Se RS=100, quanto vale PQ?

a) 100Ë3 b) 50Ë3 c) 50 d) (50Ë3)/3 e) 25Ë3

(Unesp 94) Considere o triângulo ABC da figura adiante. Se a bissetriz interna do ângulo B forma com a bissetriz externa do ângulo C um ângulo de 50°. . determine a medida do ângulo interno A.4.

então o ângulo XYZ mede: a) 40° b) 50° c) 60° d) 70° e) 90° . Se o ângulo A mede 40°. BX=BY e CZ=CY.5. (Fuvest 91) Na figura adiante. AB=AC.

7.0) e o ângulo AÔB mede 60°. (Fuvest 91) No quadrado ABCD de lado 12 temos: AE=13 e CF=3. Se A=(9.6. (Unesp 93) A circunferência menor da figura a seguir é tangente à circunferência maior e às semi-retas OA e OB. reto ou obtuso? Justifique. . O ângulo AÊF é agudo. determine o raio da circunferência menor.

8. (Cesgranrio 94) ABCDE é um pentágono regular convexo. O ângulo das diagonais AC e AD vale: a) 30° b) 36° c) 45° d) 60° e) 72°

9. (Ufes 96) Um dos ângulos internos de um triângulo isósceles mede 100°. Qual é a medida do ângulo agudo formado pelas bissetrizes dos outros ângulos internos? a) 20° b) 40° c) 60° d) 80° e) 140°

10. (Ufpe 96) Considere um triângulo equilátero de lado Ø como mostra a figura a seguir. Unindo-se os pontos médios dos seus lados obtemos 4 (quatro) novos triângulos. O perímetro de qualquer um destes quatro triângulos é igual a:

a) 5Ø/2 b) Ø c) 3Ø d) Ø/2 e) 3Ø/2

11. (Ufpe 96) Na figura a seguir determine o ângulo que é oposto ao lado de menor comprimento.

como mostra a figura a seguir.12.75 . (Puccamp 95) Um quadrado tem dois vértices numa circunferência e um lado tangente a ela.75 c) 3. Se a área do quadrado é de 36cm£. em centímetros. a) 2.5 e) 3.5 b) 2.25 d) 3. o raio da circunferência é.

em graus. Nessa figura. A medida de AÊB.13. é a) 96 b) 100 c) 104 d) 108 e) 110 . AB = BD = DE e o segmento BD é bissetriz de EïC. (Ufmg 94) Observe a figura.

.14. (Ufmg 94) Observe a figura. Se AB=2x.BÂE. é a) 5 b) 10 c) 15 d) 20 e) 30 15. CD=a e CE=b. A diferença BðE . (Ufmg 94) Considere um círculo de diâmetro AB e as retas AP e BQ tangentes ao mesmo. em graus. em um ponto C qualquer do mesmo. Nessa figura. BE = ED e o triângulo BCD é equilátero. Uma terceira tangente ao círculo. DEMONSTRE que x£=ab. o segmento BE é perpendicular ao segmento AE. intercepta AP em D e BQ em E.

em graus. (Ufmg 95) Observe a figura a seguir. B e D são pontos da circunferência de centro O e diâmetro åè.5 .16. A medida x do ângulo DÂC. M é ponto médio da corda åî e o ângulo AïM mede 35°. é a) 20 b) 25 c) 30 d) 35 e) 37. Nessa figura.

ð=60° e DÂC é o dobro de ï. Nessa figura.17. AD=BD. (Ufmg 95) Observe a figura a seguir. A razão AC/BC é igual a a) 1/3 b) 1/2 c) (Ë3)/3 d) (Ë2)/2 e) (Ë3)/2 .

A medida MN em função do diâmetro AB é a) (AB)/5 b) (2/5) AB c) (AB)/4 d) (AB)/3 e) (AB)/2 . respectivamente. (Ufmg 95) Observe a figura seguir.18. Nessa figura. D é um ponto da circunferência de centro C e diâmetro åæ. e M e N são pontos médios dos segmentos åè e åî.

respectivamente. Se m e n são. Nessa figura. em graus. o valor de m-n é a) 20 b) 40 c) 60 d) 80 e) 100 .19. respectivamente. e os ângulos BÂC e BðD medem 140° e 40°. åæ e åè são tangentes à circunferência circunscrita ao triângulo BCD. do maior e do menor ângulo do triângulo BCD. (Ufmg 95) Observe a figura a seguir. as medidas.

demostre que: a) AD = DC b) CD = 2.DB . Se a medida do ângulo ADB é 60° e a medida do ângulo ACB é 30°. D e B são colineares e os triângulos ABD e ABC são retângulos em B. (Unesp 96) Na figura.20. os pontos C.

do ângulo OÂC. .21. (Ufsc 96) Na figura a seguir O é o centro da circunferência. em graus. Determine a medida. o ângulo OÂB mede 50°. e o ângulo OïC mede 15°.

é a) Ë3 b) 2 c) Ë5 d) Ë6 e) Ë7 23. onde D é ponto do lado åè.22. (Fuvest 97) Na figura a seguir. em cm. Sabendo que estes lados estão na razão de 8 para 5 e admitindo-se que o lado desigual é o de maior medida. a medida do ângulo BÂC é 30° e BD = DC. (G1) a) O que é um triângulo escaleno? b) O que é um triângulo isósceles? . 24. A medida do lado æè. AB = Ë3 cm. (G1) A diferença entre as medidas de dois lados de um triângulo isósceles é 75 cm. AD = 2cm. calcular o perímetro desse triângulo.

tem CM como bissetriz. . (G1) Determine o valor de 3° 45' 50" + 45° 39' 52" . (G1) O triângulo ABC da figura. Determine os lados do triângulo.25.38° 42' 50" 26.

z. y. . (G1) PA é bissetriz do triângulo ABC.27. (G1) Num triângulo isósceles ABC. cada ângulo da base mede 74° e cada lado congruente 8cm. b) a medida x da base do triângulo. Nessas condições determine: (use a tabela trigonométrica) a) a medida da altura h. Determine x. t. 28.

31.29. . 7cm? Justifique sua resposta. (G1) Um triângulo tem lados a = 20. b = 25 e c = 15. (G1) Determine os lados do triângulo da figura sabendo que ele tem 60cm de perímetro. 32. Determine a projeção do lado c sobre a. (G1) Existe ou não um triângulo com lados medindo 3cm. (G1) Determine o ângulo formado por duas medianas de um triângulo equilátero 30. 2cm.

A altura AH forma com a mediana AM um ângulo de 28°. Se B = 40°. AM é mediana. Calcule os ângulos agudos do triângulo ABC. determine os ângulos x e y. 34. (G1) Um triângulo ABC é retângulo em A. (G1) Num triângulo isósceles ABC. com AB = AC. .33.

åî é a bissetriz inteira de Â. (G1) Na figura a seguir. 3x. (G1) Os três ângulos de um triângulo têm para expressões respectivamente. sabendo que mede (æè)=8cm. Verifique se este triângulo é equilátero. 36. .40°. 2x + 20°. Calcule as medidas de æî e îè.35. 5x .

(G1) O triângulo cujos lados medem 10cm. 38. (G1) A figura a seguir é um triângulo equilátero. 24cm e 26cm: a) é acutângulo b) é retângulo c) é eqüilátero d) é isósceles e) é obtusângulo . Calcule o perímetro do triângulo DEF. F são pontos médios dos lados do triângulo. Os pontos D.37. onde cada lado mede 6 cm. E.

.15 e 17 tem: a) um ângulo reto b) dois ângulos retos c) três ângulos agudos d) um ângulo obtuso e) dois ângulos obtusos 40.39.. 12cm e 23cm. (G1) O triângulo de lados 8. a) é possível apenas formar um triângulo retângulo b) é possível formar apenas um triângulo obtusângulo c) é possível formar apenas um triângulo acutângulo d) é possível formar os três triângulos e) não é possível formar um triângulo . (G1) Com três segmentos e comprimentos iguais a 10cm.

4. 8 c) 6. 10 e) 3. 6 d) 4. 3. 6. (G1) (Universidade Federal de Goiás) O perímetro de um triângulo isósceles de 3cm de altura é 18cm. 4 b) 5. 12 . 7.41. 5. Os lados desse triângulo em cm são: a) 7.

qual é o valor do ângulo interno entre os lados BA e BC I . c) se I e II juntas são suficientes para responder. II . e) se nenhuma das proposições é suficiente para responder. d) se cada proposição é suficiente para responder. (G1) No triângulo representado. mas nenhuma delas sozinha é suficiente. b) se II é suficiente para responder mas I não é.42. Marque: a) se I é suficiente para responder mas II não é. .O ângulo interno entre os lados AB e AC é 60°.Os lados AB e AC são iguais.

(G1) (ESPM 95) Num triângulo isósceles. a base tem 8cm e o ângulo oposto à base mede 120°. Cada um dos outros dois lados do triângulo mede: a) Ë3 cm b) 2Ë5 cm c) 4Ë5 cm d) (4Ë3)/3 cm e) (8Ë3)/3 cm 44.43. (Fei 96) A medida da altura do triângulo equilátero cujo lado mede 20cm é: a) 20 cm b) 10 cm c) 10Ë3 cm d) 20Ë3 cm e) 5 cm .

(Fuvest 97) Considere um triângulo ABC tal que a altura BH seja interna ao triângulo e os ângulos BÂH e HïC sejam congruentes. a) Determine a medida do ângulo AïC. sabendo que AB = 4cm e a razão entre as áreas dos triângulos ABH e BCH é igual a 2. O ângulo dos planos dos dois telhados (em graus) é: a) 90 b) 45 c) 30 d) 52 e) 60 46. .45. (Faap 97) O galpão da figura a seguir está no prumo e a cumeeira está "bem no meio" da parede. b) Calcule a medida de åè.

. Nessas condições calcule: a) a medida do ângulo MPQ (vértice P).47. Os pontos M e N e os pontos P e Q dividem os lados a que pertencem em três segmentos de reta de mesma medida. b) a medida do ângulo BMQ (vértice M). (Unesp 98) O triângulo ABC da figura é eqüilátero.

dos ângulos assinalados. 2a. é: a) 100 b) 110 c) 115 d) 120 . (Ufmg 97) Observe a figura. em graus. e x representam as medidas. O valor de x. em graus. b. 2b.48. Nela. a.

A tangente do ângulo CïQ é: a) Ë2/4 b) Ë2/2 c) (1+Ë2)/2 d) (Ë2-1)/2 . tem-se: AB=AC=6. (Ufmg 97) Observe a figura. BC=BD=4 e CïQ=QïD. Nessa figura.49.

Sabendo-se que a referida projeção mede 4cm.50. uma corda åæ é projetada ortogonalmente sobre o diâmetro æè. A medida do ângulo BÂC é igual a: a) 23° b) 32° c) 36° d) 40° e) 45° . BD e BC são todos congruentes entre si. Sobre o lado AC deste triângulo considere um ponto D tal que os segmentos AD. a medida de åæ. em cm. é igual a: a) 6 b) 8 c) 10 d) 12 e) 14 51. (Unirio 97) Numa circunferência de 16cm de diâmetro. (Ita 98) Seja ABC um triângulo isósceles de base BC.

(Unb 97) Julgue os itens seguintes. C e D. B. relativos a propriedades de triângulos e equiláteros. b) Sejam J o ponto médio do segmento DC. (Fuvest 98) No quadrilátero ABCD. conhecendo-se os seus três lados. (1) É possível traçar um triângulo com lados medindo 15 cm. conhecendo-se os seus três ângulos. Calcule JM e JN. (4) Um quadrilátero fica inteiramente determinado. M o ponto médio do segmento AC e N o ponto médio do segmento BD. (2) Um triângulo fica inteiramente determinado. respectivamente. 53.52. C e D. temos AD = BC = 2 e prolongamento desses lados forma um ângulo de 60°. as medidas dos ângulos internos do quadrilátero de vértices A. conhecendo-se os quatro lados. . 7 cm e 5 cm. B. c) Calcule a medida do ângulo MJN. a) Indicando por A. (3) Um triângulo fica inteiramente determinado. calcule a soma dos ângulos A + B e C + D.

faça coincidir os lados AD e CD sobre a diagonal marcada. Em seguida.3. pode-se concluir que o ângulo BED mede: a) 100° b) 112° 30' c) 115° d) 125° 30' e) 135° . (Cesgranrio 99) Origami é a arte japonesa das dobraduras de papel. Observe as figuras anteriores. onde estão descritos os passos iniciais para se fazer um passarinho: comece marcando uma das diagonais de uma folha de papel quadrada. Considerando-se o quadrilátero BEDF da fig.54. de modo que os vértices A e C se encontrem.

(Mackenzie 98) Na figura a seguir. a distância d vale: a) 5/2 b) (Ë3)/2 c) 3/2 d) 2 e) (3Ë3)/4 .55.

[a cosš + Ë(b£+ a£ sen£š)]. A roda gira no sentido antihorário. julgue os itens que se seguem. (0) Quando h = 0. por meio de uma haste de comprimento b. (3) O valor do deslocamento h. (2) O volume máximo dentro do cilindro limitado pelo pistão é igual a ™r£(b .56. Supondo que h = 0.2a). (1) O valor máximo de h depende somente do raio a da circunferência. o comprimento do segmento OP é igual a 2a + b. O ponto P do pistão está ligado ao ponto Q de uma roda metálica. quando š = 0. com raio a e centro O. Considere r o raio do cilindro. medido no sentido anti-horário. em torno de seu centro. . h o deslocamento do pistão em relação à tampa superior do cilindro e š o ângulo que o segmento OQ faz com a vertical OP. (Unb 96) A figura adiante ilustra o mecanismo de um pistão que desliza dentro de um cilindro. em função do ângulo š. é dado pela expressão h(š) = a + b .

(Uerj 98) Dispondo de canudos de refrigerantes. é: a) 10 b) 9 c) 8 d) 7 58. ð>Â e r a bissetriz do ângulo ð. expressa por um número inteiro. Veja o modelo a seguir: A quantidade de pirâmides de bases diferentes que Tiago poderá construir. diferente das anteriores. usará sempre canudos com 8cm. Sendo ï=70°. (Ufrrj 99) Considere um triângulo isósceles de vértices A. Para as arestas laterais. A base de cada pirâmide será formada por 3 canudos que têm a mesma medida. 10cm e 12cm de comprimento. B e C. .57. em que Â. ï e ð são os ângulos formados em cada um de seus respectivos vértices. Tiago deseja construir pirâmides. calcule o menor ângulo formado pela altura relativa ao lado æè e r.

(Unicamp 2000) a) Quantos são os triângulos não congruentes cujas medidas dos lados são NÚMEROS INTEIROS e cujos perímetros medem 11 metros? b) Quantos dos triângulos considerados no item anterior são eqüiláteros? E quantos são isósceles? .59.

CD=500m. entre C e D. onde ABCE é um quadrado. (Unesp 2000) Uma praça possui a forma da figura. d) 250 m do ponto C. Um poste de luz foi fixado em P. c) 275 m do ponto D. ED=400m. conclui-se que o poste está fixado a a) 300 m do ponto C. Se a distância do ponto A até o poste é a mesma. b) 300 m do ponto D. tanto por B como por D. . e) 175 m do ponto C.60. quando se contorna a praça pelos dois caminhos possíveis.

Sabendo que P チ P‚=63m. mede 20cm. 04. a distância entre as margens (em metros) é: . O perímetro de um paralelogramo de lados x e 2x é igual a 60cm. A medida de um ângulo inscrito. 16. 62. relativo a uma circunferência. A medida do maior deles é 80°. O polígono cujo número de diagonais é igual ao número de lados é o pentágono. 3 e 4 respectivamente. (Ufsc 2000) Dois pescadores P チ e P‚ estão na beira de um rio de margens paralelas e conseguem ver um bote B na outra margem. os ângulos BP チ P‚=‘ e BP‚P チ=’ e que tg‘=2 e tg’=4. (Ufsc 2000) Determine a soma dos números associados à(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S). 08. Os ângulos internos de um triângulo são proporcionais a 2. 02. A altura relativa à hipotenusa de um triângulo retângulo de catetos 12cm e 16cm. A medida de seus lados são 20cm e 40cm. é metade da medida do arco correspondente.61. 01.

63. tem-se que AD=AE. CD=CF e BA=BC. então o ângulo ABC mede: a) 20° b) 30° c) 50° d) 60° e) 90° . (Fuvest 2001) Na figura abaixo. Se o ângulo EDF mede 80°.

determine o ângulo š para que a área de WXYZ seja a maior possível. Sabendo que åæ=2 e åî=1.64. (Ufrj 2001) O retângulo ABCD está inscrito no retângulo WXYZ. . como mostra a figura.

os pontos F. (Ufmg 2001) Observe esta figura: Nessa figura. A e B estão em uma reta e as retas CB e ED são paralelas. o ângulo AïC mede a) 39° b) 44° c) 47° d) 48° . Assim sendo.65.

(Unicamp 2002) Sejam ‘. ’ e – os ângulos internos de um triângulo. todas elas. . maiores ou iguais a 2.66. calcule essas tangentes. a) Mostre que as tangentes desses três ângulos não podem ser. b) Supondo que as tangentes dos três ângulos sejam números inteiros positivos.

c) ’ = ‘/2. os segmentos de reta åæ. a) ’ = 3‘. åè e èî são congruentes. e) ’ = 3‘/2. ’ é um ângulo externo. (Ufc 99) Na figura a seguir. e ‘ um ângulo interno do triângulo ABD.67. d) ’ = 2‘/3. Assinale a opção que contém a expressão correta de ’ em termos de ‘. b) ’ = 2‘. .

. em triângulos menores. 4cm£. 4cm£ e 2cm£.68. o triângulo ABC é subdividido. respectivamente. BOQ e COQ possuem áreas iguais a 6cm£. sendo O o ponto de encontro destes. AOP. (Ufc 99) Na figura a seguir. Se os triângulos AOM. pelos segmentos de reta AQ. determine a área do triângulo ABC. BP e CM.

(Ufpi 2000) A área máxima que pode ter um triângulo isósceles cujos lados iguais medem 10cm é: a) 50 b) 70 c) 35 d) 57 e) 25 . (Ufrn 99) Na figura adiante. o ângulo š mede: a) 94° b) 93° c) 91° d) 92° 70.69.

71. 19. 24. 15. 6 10. Se AB=5. quanto mede CD? a) 6 b) 10 c) 15 d) 19 e) 24 . (Ufpe 2000) Um tetraedro ABCD tem arestas medindo 5.

constituindo fator fundamental para o progresso da indústria e dos meios de transporte. surgiram máquinas com motores de combustão interna que utilizam o mecanismo chamado "biela-manivela" . desde as descobertas de fontes de energia até a expansão de mercados e de territórios dentro e fora da Europa. a distância entre P チ e P‚ é: a) r/2 b) 2r . Observe as duas configurações distintas desse mecanismo representadas a seguir: Sendo r o raio da polia.tal mecanismo transforma o movimento de rotação de uma polia em movimento de translação de um pistão (vaivém) ou vice-versa. proporcionando novos recursos para o desenvolvimento urbano e industrial. OQ チ=OQ‚=r e Q チ P チ=Q‚P‚. com a Revolução Industrial. alargou os horizontes do homem. conclui-se que. A máquina a vapor foi constantemente aperfeiçoada durante a Revolução Industrial.72. perceberemos como o mundo evoluiu a partir do século XVIII e início do XIX. em suas variadas formas. em (II). O advento da máquina. Posteriormente. (Uff 2002) Se olharmos ao redor.

b) 60. . a medida do ângulo ‘. d) 40. c) 45. (Ufjf 2002) Na figura a seguir. em graus.c) (rË3)/2 d) rË3 e) r 73. e) 30. Então. as retas r e s são perpendiculares e as retas m e n são paralelas. é igual a: a) 70.

74. Sejam ‘ a medida do ângulo AÔD e ’ a medida do ângulo AðD. A relação entre ‘ e ’ é a) ‘ = 5’/2 b) ‘ = 3’ c) ‘ = 7’/2 d) ‘ = 2’ . (Ufmg 2002) Na figura abaixo. a circunferência tem centro O e o seu raio tem a mesma medida do segmento BC.

Dados: sen15°=0. Pelo ponto do menor cateto. (01) Os catetos de um triângulo retângulo medem 30cm e 50cm.259. Uma pessoa que sobe inteiramente a rampa eleva-se verticalmente 9. que dista 6cm do vértice do ângulo reto.966 e tg15°=0. (04) Num triângulo isósceles com 24cm de altura e 36cm de base.66m. (02) Uma rampa plana com 10m de comprimento faz um ângulo de 15° com o plano horizontal.75. (08) Dois triângulos são semelhantes quando têm os lados correspondentes proporcionais. (Ufsc 2003) Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S). Soma ( ) . O menor dos segmentos determinados por essa reta no outro cateto mede 10cm. cos15°=0. cada um dos lados iguais mede 60cm. traça-se uma reta paralela à hipotenusa.268.

respectivamente.76. c) 3Ë3 u. (Ufpe 2003) Um triângulo com lados medindo 2. (Ufc 2003) Sejam ‘.1) u. 10¢¡¡-1 e 10¢¡¡+1: a) é isósceles b) é retângulo c) tem área 10¢¦¡-1 d) tem perímetro 4. Se as medidas desses ângulos são diretamente proporcionais a 1. ’ e š os ângulos internos de um triângulo. e) (3Ë3 . d) 3(Ë3 + 1) u.c.c.c.c.). e a bissetriz do ângulo ’ mede duas unidades de comprimento (u. 2 e 3.c.c. a medida do perímetro deste triângulo é: a) 3(Ë3 + 2) u. 77. b) (Ë3 + 1) u.10¦¡.10¢¦¡ e) é acutângulo .

inscrito. d) 2™/3. (Unifesp 2003) Numa circunferência de raio R > 0 consideram-se. A razão entre a altura de T‚ e a altura de T チ é a) 4. circunscrito. c) 5/2.78. os triângulos eqüiláteros T チ. e T‚. b) 3. como na figura. e) 2. .

a medida do ângulo CAD. e) (1/3) Ë(2 + Ë3). o valor do cosseno de um dos ângulos do triângulo é igual a a) 4/5. BC. a medida da mediana relativa à hipotenusa é a média geométrica das medidas dos catetos. . Determine. 80. c) (1/2) Ë(2 + Ë3). b) (2 + Ë3)/5. (Ita 2005) Em um triângulo retângulo. os segmentos AB. em graus.79. Então. DE e EA são congruentes. d) (1/4) Ë(4 + Ë3). (Ufpe 2004) Na figura ilustrada abaixo. CD.

[B] 4.com. [D] 6. V V F F V 3. 3 8. 100° 5.Submarino.br GABARITO 1. [B] . V V V V V 2. pois AF£ < AE£ + EF£ 7. R: O ângulo é agudo.

[E] 11. [D] 14. [E] 13. [B] 10. [E] 15. Observe a resolução a seguir: .9. 58 12.

Logo. a soma das medidas dos ângulos internos C e A é a medida do ângulo externo D. lados opostos a ângulos de mesma medida são congruentes. Num triângulo. a) No ÐACD. 30° + m(CAD) = 60° Ì m(CAD) = 30°. vem CD = 2DB. [E] 20. [C] 19. então AD = DC. [A] 17. [B] 18. b) No Ð ABD.2ab + b£ + 4x£ 4x£ = 4ab x£ = ab 16.b)£ + (2x)£ a£ + 2ab + b£ = a£ . . BD/AD = cos 60° Ì AD = 2DB. Como AD = CD.(a + b)£ = (a .

y = 100° . 450 cm 24. 10° 42' 52'' 26. a) É todo triângulo que tem os três lados diferentes. [A] 23. 25 22.21. a) h = 7. x = 30° . 11.42 cm 29. z = 80° .69 cm b) x = 4. b) É todo triângulo que tem dois lados iguais. 12 27. 120° . 25. t = 70° 28. 11.

30. y = 5/2 36.11 31. 33. O lados do triângulo valem 15. x = 50 y = 90 34. O perímetro vale 9. É equilátero 37. 25. Não existe. pois 7 > 2 + 3 32. 38. [B] . 20. ABC = 59° e ACB = 31° 35. x = 11/2. 1/9 = 0.

[C] 43. [E] 44. [A] 40. [E] 41. [E] 46. [C] 45. [B] 42. a) A medida do ângulo MPQ = 120° b) A medida do ângulo BMQ = 90° . a) 90° b) AC = 2Ë6 47.39.

[D] 49. [B] 55. [C] 52. a) A + B = 120° e C + D = 240° b) JM = 1 e JN = 1 c) MJN = 60° 53.48. F F V F 54. [D] . [B] 51. [A] 50.

š = 45° .56. [A] 58. [A] 61. 60. 04 + 08 + 16 = 28 62. ‘ = 55° 59. F V F V 57. [A] 64. a) 4 triângulos b) nenhum triângulo é eqüilátero e 3 triângulos são isósceles. 84 63.

[D] 66. b) 1. maiores ou iguais a 2. [D] 70. [A] .65. 2 e 3. [A] 68. 69.a. ’ e – são. todas elas. 67. maiores ou iguais a 2. todas elas. a) Considerando que as tangentes de ‘. Como o ângulo cuja tangente vale dois é o de aproximadamente 63°: ‘ µ 63° ’ µ 63° – µ 63° ‘ + ’ + – µ 189 Portanto as tangentes desses três ângulos não podem ser. 24 u.

[B] 75. [B] 78. [E] 72. [D] 77. [A] 74.71. 36° . 01 + 08 = 09 76. [D] 73. [E] 79.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->