P. 1
teste - poema lápis - 6º ano - adaptado

teste - poema lápis - 6º ano - adaptado

|Views: 19.833|Likes:
Publicado porsecret--star

More info:

Published by: secret--star on May 17, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/25/2015

pdf

text

original

História dum lápis

O Lápis nasceu vermelho, Mas qual! Veio o mafarrico
alto, delgadinho, airoso, que lhe aparou a cabeça
com letras a oiro velho, e fe!lhe logo outro bico
enfim, um Lápis famoso" muito bem feito e depressa"
#eu destino, qual seria$ Ouviram!no, ent%o, dier, proclamar em
O de todos, faer contas" alto tom&
'or ora nada faia, ()ue me importa adoecer,
tinha iguais ambas as pontas" se o m*dico me p+e bom!,
-ra .á coisa sabida, Vivia, assim, divertido,
! um caso bem delicado ! sempre alegre, descuidado/
que, para ganhar a vida, sabia& bico partido
devia ser aparado" logo era bico aparado"
- assim foi" 0um certo dia -m plena felicidade
! que a ningu*m isto aconteça ! os dias foram passando/
sentiu uma coisa fria fiado na mocidade
a descascar!lhe a cabeça" nem deu porque ia mingando"
1ma esp*cie de grelinho Muito bico ele partiu
o descasque descobriu& nas suas lidas honradas,
que era um bico aguçadinho at* que, com pasmo, viu,
como outro nunca se viu" .á perto, as letras doiradas"
2omeçou a trabalhar #ó ent%o, cheio de espanto,
confiado no futuro, o Lápis caiu em si
p3s!se a escrever, a contar, e disse lavado em pranto&
mas o bico, pouco duro, (Olha o que eu diminu4!,
em certo esforço violento, 5epois, sempre num virote,
tremeu, rangeu, oscilou, nem mesmo durou um m6s,
foi apenas um momento, lá foi parar ao cai7ote
e (crique,, pronto, quebrou" - acabou!se8 -ra uma ve!"""
9o acontecer!lhe aquilo, :aemos igual tolice,
pensava o Lápis, danado e, meu 5eus, quanto nos dói!
(;enho que ir para o asilo, 9o ver chegar a velhice"
#ou um lápis liquidado," 5iemos& (2omo * que foi$!,
Laura Chaves
<n =ulben>ian, ?oletim 2ultural
V< #*rie, n@ ABCD
L6 o poema com toda a atenç%o e responde cuidadosamente Es seguintes quest+es&
Ficha de Avaliação de Língua Portuguesa 1
0ome&FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF 0Gmero&FFFFFFFF
9no&FFFFFF ;urma&FFFFFFF 5ata& FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
9 'rof"&FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF 9valiaç%o& FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
-nc" 5e -ducaç%o& FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
H" )uem * a autora deste poema$
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
I" -ste poema conta!nos uma história" )ual$
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
J" 'or que ra%o a palavra (Lápis, está escrita em maiGsculas$
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
K" -7plica por palavras tuas a e7press%o& (#entiu uma coisa fria B a descascar!lhe a cabeça,"
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
L" (Vivia, assim, divertido, B sempre, descuidado," 9 partir de que estrofe se modificam os seus
sentimentos$ -7plica porqu6"
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
M" 5i qual o sentido da e7press%o& (8sempre num virote8,"
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
D" L6 com atenç%o este e7certo da poesia& (O lápis nasceu vermelho,
alto, delgadinho, airoso,"
D"H" )ue recurso e7pressivo está presente na e7press%o acima$ 2omparaç%o ou ad.ectivaç%o$
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
C" Nel6 a oitava estrofe" )ual o recurso e7pressivo presente na referida estrofe$ 'ersonificaç%o
ou onomatopeia$
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
A" O que acontecia ao lápis quando este se esforçava$
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
Ficha de Avaliação de Língua Portuguesa 2
HO" 'ensas que o lápis teve um final feli$ 2omo foi esse final$
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
HH" 9 Gltima estrofe estabelece uma semelhança entre a vida do lápis e a vida humana" -stás de
acordo com esta afirmaç%o$ 'orqu6$
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
HI" 2ompleta&
Este poema está escrito em ____________ e é composto por ______________ estrofes. Cada
estrofe é composta por __________ versos.
HJ" :orma o campo semPntico de -scola&
HK" 2ada uma das frases seguintes tem E sua frente , entre par6nteses, dois graus de ad.ectivos"
#ublinha o grau que está correcto"
HK"H" O lápis era muito delgado" Qgrau superlativo absoluto anal4tico B grau comparativo de igualdadeR
HK"I" O lápis era o menos divertido" Qgrau superlativo relativo de inferioridade B grau comparativo de
inferioridadeR
HL" Nel6 as primeiras quatro estrofes e transcreve&
Um determinante possessivo: _______________________
Um nome comum: ________________________________
Um adjectivo: ____________________________________
HM" 2omo classificas, quanto E sua formaç%o, estas palavras$
HD" :a a análise sintáctica da seguinte frase& Num certo dia, o lápis viu as letras doiradas.
Ficha de Avaliação de Língua Portuguesa 3
Palavra derivada Palavra composta
por sufi7aç%o por prefi7aç%o por prefi7aç%o e
sufi7aç%o
por aglutinaç%o por .ustaposiç%o
lapiseira
porta!lápis&
envelhecer
Sujeito: ________________________________________________________________________
Predicado: _____________________________________________________________________
Complemento directo: ____________________________________________________________
Complemento circunstancial de tempo: _______________________________________________
HC" 2ompleta o quadro seguinte&
:rases
;<'O# :ONM9#
DEC!"!#$%O $&PE"!#$%O $'#E""O(!#$%O E)C!&!#$%O 'E(!#$%! !*$"&!#$%!
#eu destino, qual seria$
)ue me importa adoecer,
se o m*dico me p+e bom!
O lápis n%o foi para o
li7o"
HA" 2ompleta o quadro seguinte colocando, uma cru na opç%o correcta"
;empo 'essoa 0Gmero
2on.ugaç%o
'resente
:uturo
pret*rito
perfeito
pret*rito
imperfeito
HS IS JS
#ingu!
lar
'lu!
ral
HS IS JS
nasceu
estudam
sentirá
IO" -labora um acróstico com o vocábulo LT'<#" 0%o te esqueças que a poesia tem que faer
sentido e ter relaç%o com o tema quando lida horiontalmente"
LFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
9FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
'FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
<FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
#FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF

Ficha de Avaliação de Língua Portuguesa 4

______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 5.1. Lê com atenção este excerto da poesia: “O lápis nasceu vermelho. Qual? ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 3. ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 7. Quem é a autora deste poema? ______________________________________________________________________________ 2. 7. alto. ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 6. delgadinho. Que recurso expressivo está presente na expressão acima? Comparação ou adjectivação? ______________________________________________________________________________ 8. Diz qual o sentido da expressão: “…sempre num virote…”. O que acontecia ao lápis quando este se esforçava? ______________________________________________________________________________ Ficha de Avaliação de Língua Portuguesa 2 . Este poema conta-nos uma história. divertido. Por que razão a palavra “Lápis” está escrita em maiúsculas? ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 4. Qual o recurso expressivo presente na referida estrofe? Personificação ou onomatopeia? ______________________________________________________________________________ 9. descuidado”. assim. / sempre. A partir de que estrofe se modificam os seus sentimentos? Explica porquê. airoso”. Explica por palavras tuas a expressão: “Sentiu uma coisa fria / a descascar-lhe a cabeça”. Relê a oitava estrofe. “Vivia.1.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->