Você está na página 1de 4

01-02-2011 | Aves

Portugal

O Jardim Zoológico convida todos os casais a festejar o Dia


de São Valentim com muitas surpresas. Aproveite a
oportunidade para conhecer uma das aves com um ritual de
sedução e acasalamento mais peculiares, o Grou-do-Japão.

O Grou-do-Japão é uma ave famosa pelas suas majestosas


danças nupciais, que envolvem saltos graciosos, vénias de
asas abertas, lançamento de pequenos raminhos ao ar
(material utilizado na construção dos ninhos) e um dueto de
vocalizações muito características. Apesar do frio que ainda
se faz sentir, o casal, inspirado pelo romance, retomou o
«namorico».

Neste dia tão especial, desfrute de todas as surpresas,


romantismo e ambiente único do Jardim Zoológico,
aproveitando o desconto de 20% no bilhete de entrada a
todos os casais adultos (válido apenas para uma das pessoas
do casal). E porque amor é sinónimo de doçura, a Hussel,
em parceria com o Jardim Zoológico vai dar um miminho a
todos os casais que visitarem as instalações do Grou-do-
Japão no Dia de São Valentim.

Inspire-se na história de amor do casal de Grous-do-Japão


que vieram directamente dos seus países de origem para o
Jardim Zoológico, ao abrigo do programa internacional de
reprodução e conservação da espécie. A fêmea tem 16 anos
e veio do Japão, com pouco mais de 3 anos, para o que se
pode chamar um «casamento arranjado». O macho tem 11
anos e veio de Moscovo para o Jardim Zoológico com
apenas 1 ano de idade (onde já o esperava a fêmea).

No ano passado nasceu a Sana, a cria do casal, uma grande


alegria que contribuiu para a conservação e manutenção da
variabilidade genética, essencial em qualquer programa de
protecção de espécies ameaçadas. O Jardim Zoológico
espera que desta vez, com a ajuda do Cupido, o casal
consiga trazer um macho para a família.

O Jardim Zoológico contribuiu mais uma vez, de forma


activa e efectiva para a conservação de uma ave muito
ameaçada, tendo sido, internacionalmente reconhecido
como a instituição que reunia todas as condições para
participar nos programas de EEP (Programas de
Reprodução para Espécies Ameaçadas de Extinção) e ISB
(Internacional Studbook) desta espécie.

Estas são aves monogâmicas que formam casais para toda a


vida, por isso são símbolos da união entre o casal e
felicidade em muitos países asiáticos, a sua elegante dança
tem vindo a inspirar todos os amantes. Neste dia tão
especial visite o Jardim Zoológico e desfrute de várias
surpresas, desde a dança nupcial dos Grous-do-Japão às
doçarias da Hussel.

Sobre o Grou-do-Japão:
Também designada por Grou-da-Manchúria, esta ave
distribui-se pelo leste da Ásia (sudeste da Rússia, nordeste
da China, norte da Coreia e do Japão), habitando em zonas
húmidas, nas proximidades de lagos e campos de cultivo,
locais onde se alimenta de plantas aquáticas, e insectos,
bem como de peixes e anfíbios.
É uma espécie ameaçada pela destruição do seu habitat e
pela expansão das actividades agrícolas e industriais para
os seus territórios de origem, estando incluída num
Programa Europeu de Reprodução de Espécies Ameaçadas.
São aves pernaltas atingindo 1,5m de comprimento e 2,5m
de envergadura de asas. Apresentam uma pequena crista de
cor vermelha na coroa. A testa, a garganta e o pescoço têm
cor negra, assim como as longas patas, mas a nuca é
branca. A restante plumagem tem cor branca. O bico é
longo e estreito, de cor clara.
Ambos os elementos do casal participam na incubação
do(s) ovo(s) e na construção do ninho. As crias nascem já
com elevado grau de desenvolvimento e independência,
seguindo os pais durante os primeiros meses.

Sobre o Jardim Zoológico:


A 28 de Maio de 2009, o Jardim Zoológico celebrou os
seus 125 anos. Este foi o primeiro parque com fauna e flora
da Península Ibérica e, actualmente, acolhe cerca de 2000
animais pertencentes a cerca de 360 espécies. A principal
missão do Jardim Zoológico é desenvolver um parque,
tanto zoológico como botânico, como um centro de
conservação, reprodução e reintrodução de espécies em
vias de extinção, através da investigação científica e de
programas de enriquecimento ambiental. Aliados a estes
factores estão as vertentes pedagógica e lúdica.