P. 1
CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA FINS RESIDENCIAIS

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA FINS RESIDENCIAIS

|Views: 1.766|Likes:
Publicado pordigogotti

More info:

Published by: digogotti on May 18, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/22/2013

pdf

text

original

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA FINS RESIDENCIAIS ± LEI 8.

245/91

São partes neste instrumento:

LOCADORA: Sra. MARIA FRAZÃO DA SILVA, brasileira, solteira, do lar, portadora da Cédula de Identidade RG. n.º 15904193 e inscrito no CPF/MF n.º 474.711.079-87, residente e domiciliada na Rua Copo de leite, nr. 207 ± Residencial das flores ± Itapevi. LOCATÁRIA: Sr. RODRIGO RIGOTTI MUNIZ, brasileiro, solteiro, profissional autônomo, portador da Cédula de Identidade RG nº 128788494 e inscrito no CPF/MF sob nº 055.225.727-36, residente e domiciliado na Rua Danilo, nr. 254 ± Retiro ± Volta Redonda - RJ. Os signatários deste instrumento, LOCADORA e LOCATÁRIO, ajustam o presente Contrato, que se regerá pela Lei 8.245/91, e por outras normas legais pertinentes e pelas cláusulas e condições seguintes: CLÁUSULA PRIMEIRA ± O objeto desta locação é o Imóvel de propriedade e posse da LOCADORA, situado na Rua: Dos Paulistas, 537, Parque Suburbano, Itapevi/ SP. Parágrafo Primeiro ± O LOCATÁRIO declara que está ciente que o Imóvel acima será utilizado única e exclusivamente para fins residenciais. Parágrafo Segundo ± O Imóvel foi devidamente vistoriado pelas PARTES envolvidas, sendo que o Laudo de Vistoria passará a fazer parte integrante deste contrato. CLÁUSULA SEGUNDA ± DA VIGÊNCIA DO CONTRATO - O prazo de vigência desta locação é de 24 (vinte e quatro) meses, a se iniciar em 03 de fevereiro de 2.010, com término previsto para 03 de março de 2.012, data em que o LOCATÁRIO se obriga a restituir o Imóvel completamente livre e desocupado de pessoas, bens ou coisas. Parágrafo primeiro: A LOCADORA concede ao locatário a opção de desocupar o imóvel no prazo justo de 12 (doze) meses, ou seja, em 03 de fevereiro de 2.011 isento do pagamento da multa contratual pela desocupação antecipada por iniciativa do mesmo, sem prejuízo, entretanto, dos demais encargos e alugueres que ficarem pendentes e devidos pelo locatário até a entrega das chaves. Parágrafo segundo: Caso a desocupação mencionada no parágrafo anterior, se der por prazo inferior ou superior aos 12 meses e, portanto, antes do término da vigência deste contrato, a multa devida será regida pelas cláusulas deste instrumento e na forma da lei 8.245/91. CLÁUSULA TERCEIRA ± DO ALUGUEL E SEU PAGAMENTO - O aluguel
1

sem prejuízo dos demais encargos que a resolução antecipada deste contrato. no endereço acima mencionado ou a quem a mesma vier indicar. superior a 60 (sessenta) dias. acarretará o acréscimo da multa de 10% (dez por cento). Parágrafo Segundo ± Todas as benfeitorias que forem realizadas e introduzidas pelo LOCATÁRIO no Imóvel. vencendo todo dia 03 (três). não cabendo ao LOCATÁRIO qualquer direito de retenção ou indenização. O aluguel será sempre devido por inteiro. ficarão incorporadas ao Imóvel. O locatário obriga-se a apresentar na data de pagamento do aluguel o comprovante do pagamento da conta de luz e água e demais encargos que possam vir a recair sobre o imóvel. ou seja. sendo permitido realizar apenas adaptações necessárias e complementares. por iniciativa do locatário acarreta. que o LOCATÁRIO se compromete a pagar diretamente à LOCADORA na residência dela. 2 . Após este prazo. juros de 2% (dois por cento) ao mês. fora do prazo estabelecido na Cláusula Terceira. excluídas as instalações de mobiliário e as voluptuárias. em nenhuma hipótese. no caso do locatário resolva desocupar o imóvel antes ou depois do vencimento do mês. se assim vier a ser permitido por lei.00 (quatrocentos reais) mensais. por dia de permanência. no seu respectivo vencimento e dentro do horário comercial. Parágrafo Primeiro ± Enquanto não devolvido o Imóvel.livremente convencionado é de R$ 400. devendo manter o Imóvel locado em boas condições de higiene. quando findo ou rescindido este contrato. portanto. Parágrafo Primeiro ± DA MULTA POR ATRASO: O pagamento dos aluguéis e demais encargos. CLÁUSULA QUARTA ± O LOCATÁRIO é o único responsável pelas execuções de todas as obras e eventuais danos que estas causarem a terceiros. o primeiro aluguel será devido em 03 de março de 2.010 .No caso de atraso no pagamento de aluguéis e demais encargos da locação. limpeza e manutenção para tudo restituir. o recebimento de aluguel fracionado. a locadora não admitirá. quando finda ou rescindida a locação. o aluguel sofrerá reajuste pela variação do IGP-M da Fundação Getúlio Vargas. que sejam de responsabilidade. a LOCADORA. ou menor periodicidade. Parágrafo Terceiro ± DO REAJUSTE DO ALUGUEL: A cada período de doze meses contados da data de início do presente instrumento. o LOCATARIO autoriza expressamente a inclusão de seu nome no cadastro de inadimplentes do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito). assim como é o único obrigado pela manutenção e conservação delas e pela atividade explorada no Imóvel perante a LOCADORA e outros eventuais prejudicados. livres de quaisquer deduções fiscais ou abatimentos de qualquer natureza que diminuam seu valor. além de correção monetária pela variação do IGP-M da FGV. Parágrafo Segundo . ou por outro índice legal que eventualmente o substitua. o aluguel e encargos vigorarão até a efetiva restituição do Imóvel com todas suas benfeitorias. de cada mês subseqüente ao vencido. em ordem. incorrerão sobre o valor do aluguel multa e demais penalidades previstas neste contrato. e. Parágrafo Quarto: O locatário declara sua ciência que esta locação é pelo prazo de 12 meses e a cobrança do aluguel é mensal.

e de qualquer forma alterar o fim à que se destina a locação. em caso de cobrança judicial. obra ou benfeitoria. como consertos de torneiras. passível de rescisão deste instrumento.Fica estipulada a multa de 03 (três) aluguéis vigentes a época da infração. reservada à parte inocente. letreiros ou cartazes. sem prévia autorização por escrito da Locadora. CLÁUSULA NONA ± No caso de inadimplemento das obrigações locatícias pelo LOCATÁRIO. trincos. as quais ficarão incorporadas ai imóvel no final da locação. instalações elétricas ou hidráulicas. não constituindo o decurso do tempo por si só. obras ou serviços que impliquem na alteração de sua estrutura. imposta pelo Poder Público. fechaduras. Parágrafo segundo: O Locatário não poderá realizar no imóvel ora locado. CLÁUSULA OITAVA ± Nenhuma intimação do Serviço Sanitário ou qualquer outro órgão público. bem como obriga-se a não fazer instalação.tudo mediante autorização por escrito da LOCADORA. inclusive a pintura do imóvel. não lhe cabendo direito algum à indenização pelas benfeitorias. para que na sua desocupação entregá-lo em perfeitas condições de uso. adaptação. sob qualquer pretexto. registros. será motivo para o LOCATÁRIO. inclusive colocação de luminosos. desobrigado por todas as cláusulas deste contrato. Parágrafo primeiro:DA SUBLOCAÇÃO E CESSÃO: O LOCATÁRIO não poderá. a faculdade de considerar simultaneamente rescindida a locação.245/91). sempre que a segunda entender conveniente. nem sublocar no todo ou em parte. Fica consignado que a desobediência da norma aqui prevista será considerada infração contratual grave. esgotos e outros semelhantes. modificações e obras que fizer no imóvel e que deverão se precedidas de consentimento expresso e por escrito da locadora. Mas. placas. ficará a cargo do mesmo. emprestar ou ceder à quem quer que seja. 3 . que será rescindido de pleno direito. conservação e higiene do imóvel. CLÁUSULA SÉTIMA ± No caso de desapropriação do Imóvel locado. CLÁUSULA QUINTA ± Fica a cargo do LOCATÁRIO as obras que forem exigidas pelas autoridades municipais e sanitárias relativamente a segurança. os honorários advocatícios do patrono que a LOCADORA constituir para ressalva dos seus direitos. que será devida na forma do artigo 4º da lei do inquilinato (Lei 8. CLÁUSULA SEXTA ± O LOCATÁRIO faculta a LOCADORA ou a seu preposto examinarem ou vistoriar os Imóvel locado.DA MULTA CONTRATUAL . com data e horário previamente estabelecidos pelas partes. deverá fazer a sua própria custa. vazamentos de água. transferir este contrato. abandonar o Imóvel e requerer a rescisão deste contrato. pagamento de multa e demais penalidades previstas. a qual incorrerá a parte que violar o presente instrumento. tal como o encontrou. na demora da locadora em reprimir a infração em assentimento da mesma. pois. CLÁUSULA DÉCIMA . fica a LOCADORA. estabelecendo-se para o caso de cobrança extrajudicial os honorários de 20% (vinte por cento) do valor do débito. nada podendo o LOCATÁRIO reclamar da LOCADORA pelos efeitos da desapropriação. todos os reparos decorrentes do uso.

O locatário declara ainda estar ciente de que não devolvendo o imóvel pintado internamente. Parágrafo único: Declara o locatário. 1. pago neste ato em espécie para LOCADORA. por mais privilegiado que seja. da ação de despejo eventualmente movida contra o LOCATÁRIO. do qual fica fazendo parte integrante. De qualquer forma. equivalente a dois aluguéis vigentes nesta data.independentemente de qualquer formalidade judicial ou extrajudicial. CLÁUSULA DÉCIMA SEXTA ± O LOCATÁRIO faculta a LOCADORA usar do direito de cientificá-lo. para dirimir dúvidas à respeito do presente contrato. imposto pela administração pública. ao final da locação. o LAUDO DE VISTORIA INICIAL do imóvel que continua valendo para todos os efeitos legais deste instrumento. o LOCATÁRIO deverá observar o que foi pactuado entre ele e a locadora.Qualquer tolerância ou concessão da LOCADORA para com o LOCATÁRIO. III e seguintes do Código Civil Brasileiro. deverá ser encaminhada por escrito a LOCADORA. ou não. CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA . o LOCATÁRIO oferece em caução a quantia de R$ 700. as partes elegem o Foro da situação do Imóvel.192.Como garantia da presente locação. para todos os fins e efeitos de direito. com referência ao Imóvel locado e as cláusulas deste contrato. previsto no artigo 27 da Lei 8.Na devolução do imóvel. CLÁUSULA DÉCIMA OITAVA . na conformidade do que estabelecem os artigos 1. sob pena de incorrer nas condições previstas neste contrato ou estipuladas em lei. CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA ± Havendo regulamento especial para o Imóvel. solicitação ou pretensão do LOCATÁRIA. que recebe o imóvel locado com pintura Interna nova. bem como. CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA ± DA GARANTIA LOCATÍCIA: . desistindo as partes de qualquer outro. o mesmo indenizará a locadora pelo ônus da pintura ± material e mão de obra. o LOCATÁRIO se obriga a observá-lo inteiramente como mais uma cláusula deste contrato. a pintá-lo e devolve-lo no mesmo estado que recebeu.00 (setecentos reais). não constituirá precedente invocável por este último e não terá a virtude de alterar as obrigações estipuladas neste instrumento. CLÁUSULA DÉCIMA SÉTIMA Fica pactuado que.245/91.191. da multa contratual e demais ressarcimentos legais ou contratualmente existentes. 4 . e nem significa em desistência da referida por parte da LOCADORA. CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA ± Qualquer reclamação. não poderá o LOCATÁRIO infringir a norma do direito de vizinhança. com referência a qualquer cláusula deste contrato. não implicando a inexistência da ciência na extinção de responsabilidade pelo pagamento dos débitos. também serão imediatamente comunicadas. As Turbações de terceiros. e assim obriga-se. CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA ± O LOCATÁRIO renuncia expressamente ao direito de preferência na aquisição do Imóvel locado.

________________________________________________ RG.E por estarem assim justas e contratadas. a rogo de 2 (duas) testemunhas. áreas de circulação . dentro de seus respectivos apartamentos. nº CPF. nº CPF.010. __________________________________________________________ LOCADORA: MARIA FRAZÃO DA SILVA __________________________________________________________ LOCATÁRIO: RODRIGO RIGOTTI MUNIZ Testemunhas: 1. seja de que tamanho ou tipo forem.nº 5 .escadas e corredores). na forma da Lei. as partes. Itapevi. assinam e rubricam o presente contrato. após lidas e entendidas todas as cláusulas e condições deste instrumento. CLÁUSULA VIGÉSIMA PRIMEIRA . em 02 (duas) vias de igual teor e forma. mesmo que por curto espaço de tempo nas áreas comuns (hall de entrada.________________________________________________ RG. Estes devem ser mantidos sob a guarda de seus proprietários.CLÁUSULA DÉCIMA NONA ± O locatário declara-se ciente que não é permitida a permanência de coisas ou objetos.nº 2. escadas. 03 de fevereiro de 2.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->