P. 1
Processos extrativos e de separação de metabólitos secundários

Processos extrativos e de separação de metabólitos secundários

|Views: 3.944|Likes:
Publicado pornagib2011

More info:

Published by: nagib2011 on May 19, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPTX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/16/2013

pdf

text

original

PROCESSOS EXTRATIVOS DE DROGAS VEGETAIS

FARMACOGNOSIA

Extratos e extrativos

EXTRATOS ≠ EXTRATIVOS

EX P R ESSÃ O 2 .EXTRATIVOS VEGETAIS * S E M O A U X ÍL IO D E S O LV E N T E S 1. E X S U D A T O S ( E X P O N TÂ N E O . T R A U M A T IS M O S ) .

  . obtidas de plantas frescas ou secas. seguido de sua evaporação total ou parcial e ajuste do concentrado a padrões previamente estabelecidos.EXTRATOS VEGETAIS  Do latim extractus: coisa extraída de outra São preparações concentradas. por meio de um dissolvente apropriado.

EXTRAÇÃO DOS METABÓLITOS SECUNDÁRIOS   A extração tem por objetivo: Retirar. utilizando para isso. . as substâncias ou fração ativa contida na droga vegetal. um líquido ou mistura de líquidos tecnologicamente apropriados e toxicologicamente seguros. da forma mais seletiva e completa possível.

PROCESSOS DE EXTRAÇÃO – Solução extrativa É O P R O D U T O R E S U LTA N T E D A E X T R A Ç A O ( PRINCÍPIO ATIVO DILUÍDO ) R E S U LT A D A D IS S O LU Ç Ã O P A R C IA L D E U M A D R O G A ( D E C O M P O S IÇ Ã O H E T E R O G Ê N E A ) N U M D E T E R M IN A D O S O LV E N T E . DROGA V E G E TA L + S O LV E N T E ( LÍQUIDO EX TR ATO R ) → PR O C ESSO E X T R A T IV O S O LU Ç Ã O E X T R A T IV A → .

E X T R A T IV A R IC A EM P R IN C ÍP IO S . TA N IN O S . S A P O N IN A S . F L A V O N Ó ID E S .PROCESSOS DE EXTRAÇÃO – Solução extrativa S O LU Ç Ã O A T IV O S Ex: A L C A L Ó ID E S . D E N T R E O U T R O S .

Metodologia de extração    . Meio extrator D. Grau de divisão da droga vegetal C.FATORES QUE INTERFEREM NOS MÉTODOS EXTRATIVOS  A. Característica do material vegetal B.

tecidos extraordinariamente compactados (xilema).  .FATORES QUE INTERFEREM NOS MÉTODOS EXTRATIVOS A. quanto mais rígido for o material menor deve ser sua granulometria. Grau de divisão da droga  Quanto maior o grau de divisão da droga maior será a superfície de contato com o meio extrator.   B. folhas e flores => os tecidos apresentam textura mais delicada. Característica do material vegetal  Estrutura histológica das diversas partes componentes de uma planta é bastante heterogênea => raízes e caules.

 A extração de determinadas substâncias ainda pode .  Além dos fatores relacionados à eficiência do processo extrativo.  devem ainda ser considerados:  • a toxicidade e/ou riscos que seu manuseio representa. Graças a esta seletividade dependente de polaridade é que se torna possível separar grupos de substâncias desejadas ou em maior quantidade. Meio extrator  O solvente escolhido deve ser o mais seletivo possível.FATORES QUE INTERFEREM NOS MÉTODOS EXTRATIVOS  C.  • a estabilidade das substâncias extraídas.  • a disponibilidade e o custo do solvente.

Meio extrator Fatores que influenciam na eficiência e seletividade do extrator: ü Composição química das plantas é bastante complexa ü Substâncias de origem vegetal têm diferentes polaridades ü Uso de um solvente ou mistura de solventes O LV E N T E ↔ POLARIDADE DOS COMPOSTOS QUE SE PR .FATORES QUE INTERFEREM NOS MÉTODOS EXTRATIVOS    C.

Meio extrator  POR EXEMPLO: ALCALÓIDES: água/clorofórmio GLICOSÍDEOS: álcool SAPONINAS: água/álcool ANTRACENÓSIDOS: água/clorofórmio/éter TANINOS:água/álcool RESINAS: álcool puro FLAVONÓIDES: álcool/água  R E S ÍD U O O U M A R C O : P L A N T A M E D IC IN A L Q U E R E S T O U A PÓ S O PR O C ESSO E X T R A T IV O : C O M P O S T O S IN A T IV O S .FATORES QUE INTERFEREM NOS MÉTODOS EXTRATIVOS C.

FATORES QUE INTERFEREM NOS MÉTODOS EXTRATIVOS    C. Meio extrator Propriedades de um solvente ideal Alto poder de dissolução Baixo ponto de ebulição Não inflamável Sem resíduo (contaminação) .

Entretanto. motivo pelo quais os métodos de extração a quente são sempre mais rápidos do que aqueles realizados à temperatura ambiente.FATORES QUE INTERFEREM NOS MÉTODOS EXTRATIVOS D. Tempo: varia em função da rigidez dos tecidos do material vegetal. de fenômenos de difusão e que a renovação do solvente em contato com as substâncias a dissolver desempenha um papel de grande influência na velocidade da dissolução. já que muitas substâncias são instáveis em altas temperaturas. o calor nem sempre pode ser empregado. da natureza das   .    Temperatura: o aumento da temperatura provoca um aumento da solubilidade de qualquer substância. Metodologia de extração  Agitação: a agitação pode abreviar consideravelmente a duração de um processo extrativo devido ao fato de que os processos de extração dependem. em grande parte. do seu estado de divisão.

  TIPOS:  Maceração simples Maceração dinâmica  Digestão  Remaceração  .  a) 1.MÉTODOS DE EXTRAÇÃO Métodos de extração de constituintes fixos Métodos de extração à frio : tem a vantagem de não degradar princípios ativos termolábeis. em um recipiente  fechado. à temperatura ambiente. MACERAÇÃO  Método de extração em que se coloca a droga  e o solvente em contato por determinado período  de tempo.

MACERAÇÃO  Fatores que influenciam na maceração: ü Relativos a droga: quantidade. pH e tempo de extração. capacidade de intumescimento. ü Relativo ao sistema: proporção da droga. umidade. solvente. ü Relativos aos solventes: quantidade e seletividade.  . natureza. agitação. temperatura.MÉTODOS DE EXTRAÇÃO 1. tamanho da partícula.

§ Recipiente fechado (Proteger da luz – frasco âmbar) § Temperatura ambiente § Período prolongado (~ 7 DIAS) – CONTAMINAÇÃO: não se utiliza água como líquido extrator § AGITAÇAO OCASIONAL § Sem reposição do liquido extrator Indicada para todos os órgão desde que fragmentados e para drogas vegetais contendo princípios ativos TERMOLÁBEIS e quando não se conhece a composição química da planta (PESQUISA)  . MACERAÇÃO Consiste no simples contato da droga vegetal com o líquido extrator.MÉTODOS DE EXTRAÇÃO 1.

MÉTODOS DE EXTRAÇÃO VARIAÇOES DA MACERAÇAO (AUMENTO DA EFICIENCIA) DIGESTÃO: Maceração. Tempo: de 1 a 7 dias  REMACERAÇÃO: Quando a operação é repetida usando-se o mesmo marco inicial. renovando-se apenas o líquido extrator. Tempo: geralmente menos de 24h    MACERAÇÃO DINÂMICA: Maceração sob agitação mecânica constante.  Tempo: variável e geralmente mais de 7 dias • Mesmo solvente (aumenta o rendimento). • Diferentes polaridades de solventes (↑a variedade de  . realizada em sistema aquecido (40 – 50 ºC).

MÉTODOS DE EXTRAÇÃO   1. MACERAÇÃO Desvantagens: depende da permeabilidade do solvente na droga.  depende da solubilidade a frio e há a saturação do solvente (levando a gasto de solvente para o exaurimento da droga).    Vantagem: cuidado fotossensíveis. com princípios ativos .

a percolação é uma operação dinâmica.MÉTODOS DE EXTRAÇÃO    2. Diferentemente da maceração. a droga vegetal moída é colocada em um recipiente cônico ou cilíndrico (percolador). PERCOLAÇÃO Tem como característica a extração exaustiva das substâncias ativas. indicada para extração de substâncias farmacologicamente ativas. de vidro ou metal. presentes em pequenas quantidades ou pouco solúveis  . Na percolação. através do qual passa-se o líquido extrator.

Pulverização .Percolação e ritmo de deslocação do solvente   .Acondicionamento do pó no percolador . PERCOLAÇÃO Fatores que influenciam a percolação: .Umedecimento do Pó .Período de maceração .MÉTODOS DE EXTRAÇÃO 2.

MÉTODOS DE EXTRAÇÃO   2. PERCOLAÇÃO Procedimento percolação a)Pulverização (entre 1 e 3 mm) Diâmetro inferior a 1 mm –COMPACTAÇÃO EXCESSIVA b)Intumescimento prévio da droga com o líquido extrator (1 a 2 horas fora do percolador) c) Empacotamento homogêneo (5:1) (solvente : droga vegetal) d)Adição de pesos na parte superior (evitar a flutuação do pó) e)Adição do solvente lentamente (completar o volume do  .

MÉTODOS DE EXTRAÇÃO   2. PERCOLAÇÃO O processo da percolação inicia-se com a abertura da torneira do percolador.5 a 1 mL/min/Kg). Rápida (2 a 5 mL/min/Kg). O solvente deve ser reposto frequentemente de forma a não secar!  . Moderada (1 a 2 mL/min/Kg). A velocidade do fluxo pode ser: Lenta (0.

MÉTODOS DE EXTRAÇÃO 2. depende da solubilidade a frio e gasto de muito solvente Vantagem: não há saturação do solvente    . PERCOLAÇÃO OBSERVAÇÕES: ü Como a percolação pode demorar vários dias não é indicado o uso de água como líquido extrator ü Os primeiros 25% do percolado deve ser separado dos demais visto que é o mais concentrado ü   Desvantagem: depende da permeabilidade do solvente na droga.

MÉTODOS DE EXTRAÇÃO Métodos de extração à quente : tem como desvantagem a perda de princípios ativos termolábeis.    1. INFUSÃO 2. DECOCÇÃO .

MÉTODOS DE EXTRAÇÃO   INFUSÃO (CHÁ.30 MIN. • A RELAÇÃO DROGA/SOLVENTE GERALMENTE 5% • TEMPO DE 10 . INFUSO) Do latim infusio: verter líquido dentro de um vaso sobre alguma matéria  ÁGUA FERVENTE + DROGA VEGETAL (REPOUSO EM RECIPIENTE FECHADO). (dependendo da necessidade) • FILTRAR E COMPLETAR O VOLUME LAVANDOA DROGA • INDICADO PARA DROGAS DE ESTRUTURA FRÁGIL (FOLHAS. • INICIA-SE QUANDO ÁGUA FERVENTE É ADICIONADA A DROGA. Agitar ocasionalmente. FLORES)  • .

30 MIN.MÉTODOS DE EXTRAÇÃO  DECOCÇÃO (DECOCTO) Do latim decoctio: operação de ferver em um líquido a substância da qual se quer extrair os princípios solúveis  • ÁGUA + DROGA VEGETAL (SUBMETIDA A EBULIÇÃO) Agitar ocasionalmente • INICIA-SE QUANDO ÁGUA ENTRA EM ESTADO DE EBULIÇÃO • A RELAÇÃO DROGA/SOLVENTE GERALMENTE 5% • TEMPO DE 10 . (dependendo da necessidade) • FILTRAR E COMPLETAR O VOLUME LAVANDO A DROGA • INDICADO PARA DROGAS DE ESTRUTURA RÍGIDA (CAULES E RAÍZES)  Cuidado com moléculas termolábeis!  .

Extrato x Tintura    Lição de casa  O que são e qual diferença entre elas ??????     BOA NOITE!!!!! .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->