Você está na página 1de 2

ALTERAÇÕES DA CIRCULAÇÃO SANGUINEA

Circulação do Constituintes Coração: bomba impulsionadora do sangue.


sangue e Estruturais Vasos de grande e médio calibres: distribuidores de
distribuição dos sangue.
líquidos Microcirculação: regulação de trocas entre plasma e
interstício.
Linfáticos: drenagem de macromoléculas e de
líquidos intersticiais.

Funcionamento Atividade cardíaca, volemia, osmolaridade do plasma


coordenado com e tônus da parede arteriolar.
controle Maior exigência de determinado tecido pode
recíproco aumentar o fluxo de sangue para essa região porque
fatores locais produzem vasodilatação arteriolar.

Coordenação de Condições Fluidez do sangue:equilíbrio entre fatores de


Funções Básicas de coagulação e seus inibidores.
Funcionamento Capacidade de coagulação: impedir extravasamentos
por rupturas vasculares.
Integridade anatômica e funcional da
microcirculação: Rítmo Pendular.

Regulação da Inervação das arteríolas:fibras contrictoras


Microcirculação (numerosas) e vasodilatadoras.
Mediadores Químicos: Adrenalina, Vasopressina,
Angiotensina II.
Ação parácrina: Óxido nítrico, Endotelina 1,Cininas,
Histamina, PG’s, LT’s.
Metabólitos:ADP, AMP, Íons de H+.

Isquemia
Conceito Diminuição do fluxo de sangue em uma parte do organismo

Isquemia: Mecanismos

Gerais Diminuição do lúmen vascular arterial que irriga parte do corpo desprovida de
circulação colateral eficiente.

Compressão Tumores, fragmentos ósseos, cicatrizes, exsudatos, hematomas,


extrínseca gases (enfisema). Ataduras, aparelhos ortopédicos, faixas, ligaduras
(principalmente em veias cuja parede é menos resistente).

Espessamento da Arteriosclerose + trombose, arterites (poliarterite nodosa,


parede tromboangeíte obliterante, arterite sifilítica), arteriopatia
diabética, trombose neoplásica.

Embolia Oclusão arterial quando não houver circulação colateral.

Fatores Contração Sempre transitória. Cessado o espasmo a irrigação volta ao


envolvidos espástica normal.

Mecanismos Por via reflexa (estímulos que partem da periferia - dor, frio);
Por estímulo direto dos nervos vasomotores e dos gânglios
simpáticos;
Por estímulo dos centros corticais (palidez em certas
emoções);
Por ação de metabólitos sobre a parede dos vasos.