P. 1
Texto Dissertativo

Texto Dissertativo

|Views: 480|Likes:
Publicado porAntonio Teixeira

More info:

Published by: Antonio Teixeira on May 22, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/17/2013

pdf

text

original

Violência e Segurança

Devido ao insano, bárbaro e incomum crime ocorrido no dia 07 de abril de 2011, na Escola municipal Tasso da Silveira, no bairro de Realengo no Rio de Janeiro, cometido por um rapaz que era ex-aluno da mesma escola e apresentava problemas psicológicos, novamente vem à tona o tema sobre a violência e a segurança. Diversas são as opiniões, sugestões e temas a serem discutidos, dentre os quais:
1. porte de armas; 2. mais segurança no acesso às instituições de ensino; 3. assédio escolar ou bullyng;

4. Acompanhamento psicológico de pessoas com possíveis problemas mentais. Afinal, deve ser permitido o porte de armas ou não? Alguns acreditam, que com a proibição do porte de armas os crimes diminuiriam consideravelmente, outros afirmam que poderiam ter mais segurança com permissão para portar uma arma para sua legitima defesa; sabemos também que não é de hoje que a grande maioria dos estabelecimentos de ensino no país não oferecem segurança alguma e permitem com facilidade o acesso de pessoas estranhas, quanto ao assédio moral ou bullyng também sabemos de sua existência permanente entre os jovens. Vemos professores, diretores, alunos e outros, todos sem saber como lidar com a questão. O que fica claro, é que a questão da segurança como um todo ainda é precária no nosso país. O porte de arma também é um tema que precisa ser discutido à exaustão pois não se pode simplesmente proibir um cidadão de portar uma arma para legítima defesa, enquanto, as próprias autoridades responsáveis pela segurança são, muitas das vezes, acuadas pelos marginais e não conseguem eles próprios se defenderem da violência. Medidas rápidas e enérgicas devem ser tomadas para coibir o acesso de qualquer estranho aos estabelecimentos de ensinos do país, pois a questão, não é somente a violência física mas também a venda de drogas, assédio de menores, etc. Agentes públicos nas portarias, catracas eletrônicas com cartões de acesso somente para os alunos e funcionários e uma dedicação maior ao fator psicológico, devem ser temas contantes nas reuniões dos responsáveis pela segurança a partir de agora. Quanto ao bullyng, que promove tanto o sofrimento do aluno, como também dos professores e dos pais que convivem com este problema, este episódio trágico deixa claro a necessidade de acompanhamento psicológico constante em todos as escolas, faculdades e outros meios da sociedade, para que se consiga ter um perfil das pessoas atingidas por problemas mentais, com tendências depressivas e suicidas e seu tratamento seja eficaz, para manter a integridade física de todos, só então, fatos horríveis como este, não voltarão a trazer sofrimento para familiares, professores, alunos e outros.
Aluno: Antônio R. Teixeira Curso: LPL – 2011 / Unisuam Professora: Ercília

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->