DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA, ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA.

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA MODALIDADE À DISTÂNCIA POLO DE JACUNDÁ

CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ

DISCIPLINA: Desenho Geométrico ACEDÊMICOS: Marcos Ribeiro de Almeida Mariana Oliveira da Silva Auristélio da Silva Ribeiro

Jacundá, 19 de setembro de 2009

leitores desta apresentação. que permita a compreenção lógica aos .INTRODUÇÃO geométricas planas. também como criá-las e como visulizar a semelhança por esperamos proporcionar um comunicação simplificada. Apresentaremos asseguir um trabalho voltado para a semelhanças de figuras semelhança entre figuras planas. neste poderemos entender como se define e comprova a existência de meio de uma vista externa como observar as relações das formas nos casos de homotetia.

estes permitem uma validação científica que comprova a constatação de semelhança. desenho gráfico. Vejamos: Todos os critérios de similaridade devem ser considerados em ambas as figuras. Assim: Razão da Semelhança: FIGURA α a=6 c= 4 b=5 FIGURA β a’ = 3 c’ = 2 b’ = 2. onde Validação da semelhança: A verificação da existência de semelhança quando os quocientes dos respectivos lados das figuras apresentam o mesmo valor numérico. Dois lados homólogos consecutivos formam ângulos iguais” (REIS Henrique De Jesus Berredo).5 =2 4/2 =2 =2 = = = .SEMELHANÇA DE FIGURAS PLANAS Definição: “Duas figuras são semelhantes quando possuem ângulos correspondentes iguais e lados homólogos proporcionais.5 RAZÃO K 6/3 5/2. os ângulos devem ser iguais e os tamanhos congruentes ou proporcionais. esse número é conhecido como razão da semelhança. A Semelhança de figuras planas ocorre quando duas figuras de possuem o mesmo Critériação de semelhança: Para que efetivamente aconteça um caso de semelhança entre figuras alguns critérios são usados como validação.

. Construção de figuras semelhantes: A partir do exemplo acima podemos ratificar a semelhança das figuras. onde se é traçado um ponto de origem e sobre ele desenhado retas que Estas figuras homotéticas podem ser classificadas de duas formas. a homotetia inversa há de se notar em que as retas se cruzam sempre está entre as duas figuras. homotetia direta. Para a construção de figuras semelhantes deve-se partir de uma primeira figura onde Homotetia: São figuras Semelhantes que são colocadas em visão de perspectiva. certas peculiaridades. onde é possível notar o paralelismo dos respectivos vértices. e os respectivos lados proporcionais a uma mesma razão. no outro caso. as figuras se apresentam em posições contrárias e o ponto de origem Exemplo de homotetia direta com razão 1/3. usamos o símbolo ~ para estabelecer uma relação de semelhança. no primeiro caso a interligam os pontos correspondentes. para a a segunda seguirá os mesmos ângulos.representação gráfica desta relação. Exemplo de homotetia indireta com razão 1/2. Usando a mesma tabela podemos representar assim: ABC ~ DEF .

são eles os círculos e quadrados e os triângulos eqüiláteros. o que satisfaz os critérios de semelhança.Casos de semelhança: Estudando as figuras geométricas é possível perceber relações de semelhança visualmente e entender um pouco mais sobre o tema. pois possuem formas imutáveis e mesmo que não sejam congruentes sempre serão proporcionais e seus ângulos iguais. . utilizando de recursos matemáticos ou até visuais podemos identificar em algumas figuras que sempre haverá relação de semelhança entre elas.

seguindo uma proporcionalidade.CONCLUSÃO de semelhaças gemétricas planas. assim como A realização deste trababalho proporciona um entendimento mais amplo no campo na aritmética é possível simplificar cálculos para a realização de operações menos complexas. portanto esta obra é de grande utilidade para a compreensão e para a operacionalização da geometria em si. . também na geometria é possível simplificar figuras e relaciona-las por meio de semelhanças. abri a mente para um olhar de simplificação.

br/docs/00000JerleyF3VestAula14CongruenciaeSemelhancad eFormasPlanas. Disciplina: Desenho Gerométrico.portalimpacto.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS REIS Jorge Henrique de Jesus Berredo.pdf .sites. Uepa Acessado em 12/09/2009 http://profdrico.com.com.br/semelhan.html http://www.uol.