Título do Documento

:

IT-SESMT-4.3.1-002

ANÁLISE DE RISCO

N.º Documento

Folha Página 1 de 10

Treinamento Recomendado:

- formal

- leitura (sem necessidade de manter em registro)

Controle de Revisão
Revisão Data 18/02/2009 Item Emissão Inicial. Descrição das Alterações

Distribuição de Cópias: SESMT e Gerências O DOCUMENTO ORIGINAL ASSINADO ENCONTRA-SE ARQUIVADO NA RH/ST Elaborado por: Visto Grupo de Trabalho coordenado pela RH/ST – nomes no Anexo 1 Aprovado por: João José Magalhães Soares Visto Verificado por: Luciano Antônio Ferraz Data 18/02/2009 Visto

OHSAS 18001:2007– Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional. fatalidade. minimizar ou controlar os perigos/fatores de risco e riscos das atividades.2 – Análise de Riscos do Manual de Segurança do Trabalho. Documento de Origem . avaliação de riscos e determinação de controles. • • • • • • • • . 3 REFERÊNCIAS • • • • 01000-DGT-1A – Liberação de Equipamentos do Sistema. perda material.Medidas usadas para eliminar.L.1-002 ANÁLISE DE RISCO N.Abrir. Nota: Esta instrução substitui a IST 1.Análise de Riscos . IT-SESMT-4. (Art. da capacidade para o trabalho.º Documento Folha Página 2 de 10 1 OBJETIVO Estabelecer a metodologia para análise de riscos referentes à saúde e segurança ocupacional. Incidente . permanente ou temporária. para tomada de decisões.Termo utilizado nesta IT que equivale ao conjunto de tarefas inter-relacionadas.367/76 .e IP-10. perda de tempo ou outras perdas. Controle .C. provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte ou a perda ou redução.2 da NR-10. 2 APLICAÇÃO Esta instrução aplica-se às áreas operacionais da Cemig.T. Testar e Aterrar. Atividade . conforme item 10. realizado imediatamente antes da execução e no local da atividade (Conversa ao pé-do-poste).2).2.Título do Documento: IT-SESMT-4.3.Identificação de perigos/fatores de risco. AR . Avaliação de Risco .Documento que equivale à ordem de serviço específica. 2º . NR 10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade.É aquele que ocorre com o empregado pelo exercício do trabalho a serviço da Empresa. 4 DEFINIÇÕES E ABREVIATURAS • Acidente do Trabalho . de que resulte ou possa resultar lesão.Lei nº 6. Sinalizar.Processo para quantificar o risco.1-001 – Metodologia Hira-Cemig. APR .Termo utilizado nesta IT que equivale ao processo de análise de risco realizado nas fases de planejamento e preparação da atividade.Ocorrência relacionada ao trabalho. na sua versão vigente. ASTA .3.Análise Preliminar de Risco .11. doença.

representados na Cemig pelos Engenheiros de Segurança.Instrução de Trabalho . avaliação de riscos e definição de controles. situação ou ato com potencial para provocar danos humanos em termos de lesão ou doença ou combinação destas. lotados na RH/ST. Risco . Técnicos de Enfermagem do Trabalho e Assistentes Sociais. RESPONSÁVEIS A equipe.1-002 ANÁLISE DE RISCO N. Verificar a prática do preenchimento do formulário da Análise de RT e TST. Elaborar Análise Pós-tarefa. disponibilizada pela RHST e que deverá ser preenchida e mantida como registro.Combinação da probabilidade de ocorrência de um evento perigoso ou exposição(ões) com a gravidade da lesão ou doença que pode ser causada pelo evento ou exposição(ões). Planilha Perfil de Risco . A equipe.3.Responsável Técnico SESMT . Enfermeira.Ações distintas de uma atividade.Título do Documento: IT-SESMT-4. Psicólogos do Trabalho da RH/DH e pelos Técnicos de Segurança do Trabalho lotados nas Superintendências operacionais. . e que deve ser adotada como padrão corporativo.1001_Metodologia Hira-Cemig.º Documento Folha Página 3 de 10 • IT .Fonte. É comumente representado como a combinação da freqüência. Manter controle das instruções e formulários de Análise de Riscos RH/ST. conforme item 7 da IT-SESMT-4. responsável pela implementação da Política de Segurança do Trabalho na Cemig. • • • • • • • 5 RESPONSABILIDADES E AUTORIDADES Com relação a esta instrução ficam assim definidas as responsabilidades: ATIVIDADES Elaborar a Análise Preliminar de Risco.3. A equipe.Técnico de Segurança do Trabalho. Gerente. Risco. RT .Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho. Propor alterações nesta instrução. gravidade e exposição a um perigo. Elaborar Análise de Risco (conversa ao pé-do-poste). Tarefas . Médicos. na sua versão vigente. Perigo/Fator de Risco . Revisar esta instrução.Planilha eletrônica utilizada para identificação de perigos/fatores de risco e danos. RH/ST.instrução de caráter gerencial elaborada pela RH/ST. TST . Verificar conformidade das instruções e formulário de Análise de RH/ST. oficiais da Cemig. Qualquer trabalhador. Arquivar formulário da Análise de Risco preenchido e assinado. Riscos com esta IT.

evidenciado em formulário.1-001-Metodologia Hira-Cemig. que por sua vez são compostas de operações.3. e ainda. vão existir riscos facilmente identificáveis e outros que somente serão identificados se a atividade for subdividida nas suas diversas tarefas.3 METODOLOGIA 6. ou mesmo eliminar a probabilidade de provocarem um incidente. caso necessário. objetivando o adequado aprovisionamento para garantia da saúde e segurança. Após a identificação dos riscos. elaborada conforme IT-SESMT-4.2 DESENVOLVIMENTO Ao se analisar uma atividade.3. 3º passo: Identificar os riscos existentes em cada tarefa/operação. analisando-os e propondo controles que possam reduzir ou eliminar a probabilidade desses riscos proporcionarem a ocorrência de incidentes. A APR deve ser desenvolvida conforme o seguinte roteiro: 1º passo: Relacionar as tarefas da atividade.1 OBJETIVO DA ANÁLISE DE RISCO Identificar os riscos existentes nos ambientes e nas atividades. conforme segue: • 1ª Etapa . que são providências tomadas de forma a reduzir.Título do Documento: IT-SESMT-4. 4º passo: Analisar os riscos e definir os seus controles. na sua versão vigente. na fase de planejamento e preparação da atividade. antes do deslocamento da equipe para o local de sua realização.º Documento Folha Página 4 de 10 6 AÇÕES E MÉTODOS 6. Nota: Os controles definidos nesta etapa devem ser providenciados/implementados antes da realização da segunda etapa. pelos empregados que as executem/supervisionem. Os riscos podem ser identificados observando em cada tarefa quais situações podem causar danos à saúde e segurança dos executantes. 2º passo: Subdividir cada tarefa em suas operações.3. passa-se à definição dos controles. A evidência de execução da AR é obrigatória na forma escrita com assinatura dos executantes. . 6.1 Avaliação de Riscos A avaliação dos riscos dos serviços deverá ter como base a planilha de perfil de riscos da gerência.1-002 ANÁLISE DE RISCO N. dentro de metodologia escrita através de formulário(s) específico(s). 6. Esta avaliação deverá ser efetivada no mínimo em 2 (duas) etapas subseqüentes. quando aplicável.A APR deve ser desenvolvida por atividades programadas.

Participantes da AR (nº pessoal ou RG. registro e disponibilização no GEDOC e seu formulário na rede corporativa. além da assinatura).3. OM. além da assinatura). e ao final do serviço deverá ser feita a Análise Pós-tarefa. no mínimo. Data de preenchimento da APR. quando aplicável. As instruções de Análise de Riscos deverão ser formalizadas através de sua publicação. Documento de origem (ex: PLE. Participantes da APR (nº pessoal ou RG.1-002 ANÁLISE DE RISCO N. O formulário de avaliação dos riscos deverá conter no mínimo os campos: Título “Análise de Riscos”. Data de preenchimento da Análise Pós-tarefa. Em situações em que equipes estejam realizando atividades em outra área.3. RC. com a participação de todos os envolvidos. Havendo necessidade de formatação de formulário que não contenha os campos mínimos abaixo. quando aplicável. poderá ser utilizado o formulário adotado por sua gerência. Atividade a executar. PT. . da composição da equipe e da execução da avaliação de riscos em tempo real por essa equipe. ou o formulário local.A AR. Data de preenchimento da AR. no nível de superintendências ou o acordado entre elas ou ainda pela área funcional. deve ser realizada em tempo real e no local da realização da tarefa. O formulário de avaliação dos riscos para cada etapa seja de APR ou de AR poderá ser exclusivo para cada etapa ou único para todas. nome.2 Instruções e Formulários de Análise de Riscos As instruções de Análise de Risco e seus respectivos formulários devem ser elaboradas.º Documento Folha Página 5 de 10 • 2ª Etapa . Logotipo da empresa CEMIG H quando corporativo ou da respectiva empresa CEMIG D ou GT quando de aplicação exclusiva. A AR deverá ter como base a APR. etc). a instrução que lhe deu origem deve descrever o método de rastreabilidade da autorização para execução da atividade.Título do Documento: IT-SESMT-4. • 6. Participantes da Análise Pós-tarefa (nº pessoal ou RG. de forma a se ter conhecimento e consciência dos riscos existentes e de cada ação para controlá-los. devendo ser uniforme a aplicação na respectiva superintendência. A RH/ST deverá ser informada através de memorando sobre os dados dos documentos sobre Análise de Riscos oficialmente vigentes. nome. em conformidade com esta IT e com a participação formal das áreas operacionais e do SESMT. evidenciado em formulário. IT. nome. além da assinatura).

4 CONSIDERAÇÕES GERAIS O(s) formulário(s) de APR e AR devidamente assinados deverão ser arquivados pelo prazo mínimo de 6 (seis) meses em papel. este documento deverá ser arquivado pela área pelo prazo de 20 (vinte) anos. Relação dos controles dos riscos das atividades contendo espaço para inclusão de novos controles (campo "outros" com espaço para descrição).1-002 ANÁLISE DE RISCO N. Espaço de Análise Pós-tarefa. conforme definição gerencial. Relação dos perigos/fatores de riscos/riscos/incidentes das atividades contendo espaço para inclusão de novos riscos (campo "outros" com espaço para descrição).Título do Documento: IT-SESMT-4. e a fim de resguardar os interesses da Empresa em questões trabalhistas e previdenciárias. . meio eletrônico ou micro-filmagem. Essa relação pode ser numerada. Essa relação pode ser numerada.3.3 Análise Pós-Tarefa Avaliação dos aspectos de segurança da atividade executada imediatamente após a realização das tarefas pelo supervisor de serviço e a equipe executora em comparação com o previsto na APR e AR. Espaço para preenchimento dos riscos por tarefa. apontando as respectivas etapas que participou. Nos casos de ocorrência de acidentes que gerem afastamento do trabalho durante a realização da tarefa. Recomenda-se que o formulário contenha dispositivo para evitar repetitividade de identificação para o participante que esteve presente em mais de uma etapa dentre APR. este documento passa a ser uma prova documental. Campos opcionais: Relação de tarefas mais comuns a executar contendo espaço para inclusão de novas tarefas (campo "outros" com espaço para descrição). Essa relação pode ser numerada. Identificação do formulário no arquivo Cemig. 6. Identificação da instrução que deu origem ao formulário. Espaço para preenchimento de tarefas a executar. No Anexo 2 encontra-se o Formulário SESMT_1140 que exemplifica a aplicação dos campos mínimos e opcionais relacionados acima.º Documento Folha Página 6 de 10 Gerência da equipe. Deverão ser identificados os fatos novos relevantes e recomendações específicas para seu controle. Espaço para preenchimento dos controles dos riscos por tarefa.3. 6. AR e Análise Pós-tarefa.

8 EQUIPAMENTOS E MATERIAIS UTILIZADOS Não há. 7 REGISTROS O gerente da área deverá garantir que todos os registros gerados a partir desta instrução sejam mantidos conforme citado no item 6.1-002 ANÁLISE DE RISCO N.4 desta instrução. sendo da responsabilidade da Segurança do Trabalho da Cemig. . Anexo 2 – Análise de Risco (Formulário SESMT_1140). • • Análise Preliminar de Risco – APR. através do SESMT e da RH/FA.Título do Documento: IT-SESMT-4. O ensino teórico e prático das técnicas de elaboração das análises de riscos deverá ser ministrado para toda a equipe. Análise de Risco – AR.3. 9 ANEXOS Anexo 1 – Relação de Participantes do Grupo de Trabalho.º Documento Folha Página 7 de 10 O SESMT deverá definir junto à área operacional os critérios de verificação da execução da avaliação de riscos. devendo estar sempre acessíveis para fiscalização.

1-002 ANÁLISE DE RISCO N.3.Título do Documento: IT-SESMT-4.º Documento Folha Página 8 de 10 Anexo 1 – Relação de Participantes do Grupo de Trabalho Coordenador: Rubaiyát Pinheiro de Araújo Moreira – RH/ST Adolfo Eustáquio Rodrigues – RH/FA Alexandre Pinto da Silva – PO/GT Elcio da Conceição Melo – TC/MI Forlan Godoi Cordeiro Fontes – AT/LE Guilherme Manganelli Lopes – PO/GT Jenatan Alves de Souza – AT/LE José Mário Furtado – DL/MS Marcélio Paulo Fonseca – EX/SE Mauricio Vital Moreira – OM/EC Rogério Silva Pereira – AG/CS Soraya Aparecida da Silva Andrade – LI/LA Udson Soares Moreira – AT/CN .

3. técnicos incorretos 33 Semelhança equipamentos 34 Umidade excessiva Alta pressão Explosões Incêndio / inflamáveis Intoxicação / asfixia Fadiga durante a tarefa Data: 35 36 37 38 39 40 Distensões / lombalgias Escoriações / cortes Falha de comunicação Oper.Título do Documento: IT-SESMT-4.1-002 ANÁLISE DE RISCO N. guindauto / plataforma 20 Iluminação inadequada Queda de objetos Queda de pessoas Animais / insetos 21 22 23 24 Análise Preliminar de Risco .APR TAREFA RISCOS / / CONTROLE DE RISCOS .º Documento Folha Página 9 de 10 Anexo 2 – Análise de Risco (Formulário SESMT_1140) Análise de Risco . operativas 25 26 27 28 29 30 31 32 Proced.AR Atividade: Documento de Origem: Observações: CLASSIFICAÇÃO: RESERVADO Folha: / Rede / Linha / Estação: Órgão: Riscos / Acidentes 01 02 03 04 05 06 07 08 Cansaço físico / mental Choque elétrico Retorno de tensão Indução elétrica Manobra indevida Trip acidental Trabalho próx circuitos energ Trânsito de veículo 09 10 11 12 13 14 15 16 Fumaça de solda Estilhaços / fagulhas Pancadas 17 18 19 Radiação Calor / frio excessivo Ruído excessivo Impacto ambiental Produtos químicos Vibrações Afogamento Alterações cond.

º Documento Folha Página 10 de 10 Análise de Risco .APT TAREFA Data: / / ANÁLISE PÓS-TAREFA E CONTROLES Participantes Nº de Pessoal Etapas de Participação Nome Função Assinatura APR AR APT .3.Título do Documento: IT-SESMT-4.1-002 ANÁLISE DE RISCO N.AR TAREFA RISCOS / / CONTROLE DE RISCOS Data: Análise Pós-Tarefa .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful